História EUPHORIA - Interativa - Capítulo 2


Escrita por: e SeYoon

Visualizações 163
Palavras 726
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi ^^

Aqui é a @SeYoon, a co-autora.
Como o prólogo foi totalmente escrito pela Yang, esse capítulo foi escrito inteiramente por mim, já que acho importante que vocês conheçam se habituem à minha escrita.

Temos então a versão da Ji-Yu sobre os acontecimentos do capítulo passado, para sanar todas as dúvidas, se é que restou alguma. Foi feito com muito carinho, e espero que gostem.

Boa leitura!

Capítulo 2 - 0.1 - De quem é a culpa?


“Eu acho que é uma boa oportunidade, não vamos saber se eu não tentar”

 

Escondida em um dos estúdios do térreo, Ji-Yu se perdia em meio à reflexões. Estava um pouco deprimida, mesmo não tendo lá muita certeza sobre como se sentia com relação aos últimos acontecimentos.

Não era hipócrita o bastante para negar sua parcela de culpa, mas mesmo a abraçando sem medo, admitia que seus motivos eram válidos. Tinham praticamente o mesmo tempo de treinamento, não parecia justo a outra ser designada como líder baseado em uma avaliação qualquer sem muitos fundamentos.

━ Isso já está me deixando com dor de cabeça...━ Murmurou para si, deixando a cabeça pender para o lado ao mesmo tempo que esticava as pernas compridas, sentando-se de maneira mais confortável.

Ainda que a liderança continuasse a lhe interessar, as coisas haviam simplesmente passado dos limites, e não era nenhuma criança para colocar a culpa na pressão e estresse causado pelo treinamento. Todas conviviam com aquilo, e ainda assim, ela fora a única a surtar.

 

“Por que está falando dessa forma? Não consegue entender que tudo o que eu faço é para o nosso bem?”

 

Tinha decidido, iria se desculpar. A questão nada tinha a ver com o fato de ser sido cortada do grupo, reverter aquilo pouco importava, não quando a outra consequência de seus atos impensados era perder a amizade de Ji-Eun, a pessoa que a acompanhava e torcia por ela desde sua entrada na empresa.

Tudo bem deixar o orgulho de lado daquela vez.

 

“Está perdendo a cabeça, é melhor parar antes que se arrependa”

 

━ Cadê a Ji-Eun? ━ Perguntou logo ao abrir a porta da sala, acabando por assustar algumas das trainees que se alongavam perto do espelho.

━ Não acha que o show de mais cedo foi mais do que o suficiente? ━ O tom de Soo-Ah era arrogante, mas sabendo que presenciara a discussão de horas atrás, não sentia-se no direito de culpá-la. Entretanto, sentia-se sim no direito de estar irritada.

━ Responde, droga! ━ Não chegava a ser um grito, mas se tornaria um muito em breve, se ninguém lhe desse a resposta que queria.

━ Indo ver o CEO, mas acho que depois do que fez, devia deixá-la em paz. ━ Ji-Yu só precisou ouviu a primeira parte da sentença para soltar a maçaneta, deixando que a porta batesse enquanto começava a correr para o último andar. Parar para tomar fôlego era tentador, principalmente ao chegar nas escadarias, mas sabia que não podia se dar ao luxo.

Seu preparo físico não era ruim, correr ao redor da sala era até mesmo um dos exercícios do treinamento, mas sempre feito num ritmo em que ainda conseguissem cantar. No momento, a Shin colocava tanto esforço na tarefa que mal conseguia ouvir os próprios pensamentos.

 

“Isso tudo seria inveja?”

 

━ Sinto muito, Ji-Eun. Sabe que eu não queria dizer aquelas coisas, eu estava nervosa. Espero que me perdoe, nós somos amigas… ━ Ensaiou baixo o pedido de desculpas, prestando atenção ao caminho, tinha esperança de encontrá-la enquanto ainda havia tempo.

Era proibido correr pelos corredores da empresa, uma das regras básicas, assim como não levar comida para as salas de prática e demais estúdios, mas aquela era uma situação à parte. Tinha sorte que aquele andar parecia meio deserto, tão silencioso que a única coisa que podia ouvir era o barulho que seus sapatos faziam em contato com o piso de cerâmica.

━ Vamos lá, virar a direita e seguir reto, não pode ser tão difícil ━ Não costumava falar sozinha, mas durante o momento de nervosismo, aquilo a confortava. Estava focada em seguir as próprias instruções, mas assim que virou o último corredor, foi incapaz prosseguir.

Estática, observou a amiga entrar na sala, conseguindo não mais que um vislumbre de seus cabelos loiros. Tinha se atrasado, no final das contas.

━ O que está fazendo aqui, Ji-Yu? Gostaria de falar com o CEO? ━ Diferente do usual, o tom animado de uma das funcionárias não exerceu reação na garota, que apenas deixou os ombros caírem, assumindo uma postura decepcionada ao suspirar pesado. Olhou para aquela porta uma última vez, girando nos calcanhares e seguindo na direção oposta em passos preguiçosos.

━ Não, eu não tenho nada a dizer.

 

"Sinta-se como a líder uma vez na vida, porque vou considerar seu desejo uma ordem"

 


Notas Finais


Por favor, as autoras que ainda não falaram suas respectivas representantes, o façam o mais rápido possível.

Obrigada por ler, e boa sorte com as fichas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...