História Euphoria - Jikook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Drama, Jikook, Namjin, Romance, Taegi, Taeyoonseok
Visualizações 18
Palavras 1.738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oie voltei com mais um cap espero que gostem <3

Capítulo 2 - Capitulo 2


Acordo novamente mas dessa vez eu nao sinto uma claridade nos olhos e sim um leve peso sobre mim e percebo que é o Jungkook, ele esta deitado em cima da minha barriga e parece bem cansado. so queria saber o que aconteceu naquele dia na escola e o por que eu fiquei em coma durante 3 fucking anos. que horas sao?.

Me estico levemente tentando nao acorda o Jungkook para olhar a parede onde tinha um relogio pendurado. 2:40 da manha ainda aish.

-Jimin-shi, você acordou? ai meu Deus  nao acredito- ouvi uma voz e notei que o Jungkook havia acordado, ele comecou a chorar e me abraçou- eu vou chamar o médico. - ele ia sair mais eu o segurei.

-espera...nao vai... por favor... me fala o que... aconteceu...- ele se aproximou de mim sorrindo fraco tentando conter as lagrimas e colocou a mao em meu rosto.

Ele deslisou a mao pelo meu rosto fazendo carinho na minha bochecha, sua mao era tao macia que dava vontade de dormir so com o seu toque. levantei o rosto e o encarei, parecia que o tempo havia parado, ele era tao lindo tao... nao sei, tao perfeito. percebi que ele tambem me olhou no fundo dos meus olhos como se dissesse 'eu estou aqui agora' e isso de alguma forma me confortou.

-que bom que voce acordou e eu nao sei se posso falar tudo, o Hoseok me falou que isso poderia fazer você desmaiar novamente, ja que seriam muitas imformaçoes ao mesmo tempo para você entender. mas eu vou tentar. - ele me falou sem parar de me encarar e desceu sua mao ate a minha a agarrando logo em seguida.

-obrigado... pode... pode me fala... como você me.... me conhece?.- eu falei  meio fraco tambem agarrando a mao dele e desviando o olhar do dele ja que notei que havia ficado vermelho com os atos dele.

-ok Jimin-shi.- ele soltou uma leve risada o que me fez sorrir tambem e se sentou na cama comigo. - bom acho que você nao lembra mais, nois eramos amigos quando criança, eu era o seu vizinho mais tive que me mudar por problemas familiares que eu prefiro nao falar, acho que você nao lembra do Namjoon tambem, nos eramos bastante próximos e nossas familias eram amigas.- acho que era por isso que eu tinha uma leve impressao de ja ter te visto antes.

-me fala... como... eu vim parar aqui?... e... o que aconteceu... com voce na escola?.- eu falei e ele pareceu pensar um pouco sobre se falaria ou nao.- por favor... me conta...- poxa eu sei que vai ser dificil eu entender tudo e que talvez isso faça eu piorar... mas eu quero sabe o que aconteceu. é muito agoniante pra mim ter vindo parar aqui e nem me lembrar como aconteceu. e talvez eu nem piore nem nada.

-ok ok... so nao faz essa carinha de tristeza. quero ver você sorrindo.- novamente fiquei vermelho. aish Jungkook. so nao te bato por que você é lindo.- bom no dia da escola eu estava passando mal por nao ter comido a uns dias.

-o que... por que você... nao comeu?...- ele apenas sorriu.

-uma coisa de cada vez ok?.- concordei muito a contragosto mais ele tinha razão, uma coisa de cada vez. -enfim eu tava mal ai o Namjoon se desesperou e foi procurar ajuda mais a enfermeira da escola havia saido e ele nao achou nenhum professor por perto, so você e seus amigos. mas quando vocês estavam vindo, você acabou desmaiando e o Jin se desesperou e eu acabei desmaiando tambem, entao nao sei direito o que aconteceu. mas assim que acordei eu vi a sua mae e ela falou que me reconheceu e me explicou que você havia desmaiado por se lembra do passado e isso eu nao entendi muito bem mas o Hoseok me explicou, e nao, eu nao vou falar do seu estado, voce tera que esperar o Hoseok vim. bom desde entao eu vinha aqui todas os dias junto da sua mae e do seu irmão. ate que um dia ouvi você falando meu nome, e foi ai que eu tive mais esperanças que voce iria acorda e se lembraria de mim. mais se passou um ano e nada de voce acorda foi nesse tempo que o Yoongi começou a namorar o Tae. o Jin e o Namjoon ainda tao enrrolados, falaram que talvez você nunca mais acordasse mas nem eu nem sua familia e os seus amigos desistiram de você e agora você esta aqui de olhos abertos.- ele deu uma risadinha no fim e eu ouvia cada palavra atentamente e ainda nao acreditava que havia se passado tanto tempo, pra mim foi ontem que eu acordei e briguei com o yoongi por ele esta comendo devagar.

-... eu perdi... o crescimento do Yoongi, perdi... anos da minha vida tambem... que droga.- nao pude evitar lagrimas cairem de mim.

-nao chora, esta tudo bem agora Jimin-shi você acordou e eu estou aqui com você, nao só eu mas toda sua familia e amigos também.- sinto ele me abraçar e eu retribuo deixando minhas lagrimas molharem ele.

-que bom... que você esta aqui... obrigado...onde esta a minha mãe?... e o Yoongi?- perguntei me afastando dele e sequei as lagrimas, nao vou ser fraco agora.

- eles foram pra casa. sua mãe estava precisando ela nao dormia faz dias e seu irmão nao estava se alimentando bem. entao eu e o Jin achamos melhor levarmos eles pra casa, o Namjoon o Tae e o Jin os acompanhou, eu quis ficar aqui. -espero que eles fiquem bem. mal posso esperar para ver eles e da um abraço apertado em cada um.

-obrigado... Jungkook... por ter ficado.... isso.... realmente... significa muito pra mim... estou me sentindo meio fraco... acho que vou dormir.- falei sentindo meu corpo ficar mole e meus olhos pesarem.

-isso se chama fome meu amor.- ele falou rindo e confesso que fiquei meio vermelho por ele ter me chamado de amor mesmo sendo na brincadeira.

-sera... que você... poderia ir pegar... comida pra mim... kookie?- falei tentando agir fofo.

-nao precisa me pedir assim eu ja iria trazer mesmo. você é muito fofo.- ele segurou meu rosto e me deu um beijo na testa.-serio, to muito feliz que você acordou, espero que nao seja mais um dos meus sonhos- e ele saiu do quarto me deixando congelado e com o rosto vermelho. ele ja sonhou comigo acordando? ai meu Deus que fofo.

Pera mas o que é isso? calma coração. eu conheço ele mas nao lembro de muita coisa e ele cresceu e mudou muito tambem, nao posso ficar me derretendo assim. eu sou dificil.

-ola Jimin você parece bem melhor, nem parece que acabou de acorda de um sono de 3 anos- sai dos pensamentos assim que ouvi a voz do medico que havia falado comigo antes.

-olá... Jung... Hoseok ne?... sim, eu me sinto melhor.... so estou com muita fome... e com saudade da minha familia e amigos.- falei meio triste e ele tocou o meu ombro.

-nao fale muito tente descansar, eu encontrei o Jungkook no corredor e ele me falou que voce tinha acordado e que havia te falado algumas coisas. se tiver mais alguma duvida me fale e sobre o seu estado amanha eu falo melhor quando a sua família estiver aqui, mas relaxa nao é nada tao grave assim.-novamente ele falou tudo calmamente mas isso nao me ajuda a ficar relaxado nao. ai socorro.

-olha assim você... me deixa preocupado.... e mais nervoso... do que eu ja to...- ele soltou uma risadinha- nao ri nao... viu, eu.... to em desespero... ta? nao sei como eu to... e se... se eu estiver... com alguma doença grave... ou sei la.

-calma, e nao se force tanto por favor so confia em mim, eu so nao te conto agora por que tenho medo de piorar ou aish... ta ok eu vou falar.-ele deu um suspiro e parecia mais nervoso que eu. e agora? to me arrependendo de ter perguntado.

-bom voce ficou em coma profundo e isso por mais que nao pareça é normal, acontece em varios casos, e o motivo dele pode ser desde um acidente serio de carro ate uma simples lembrança muito importante na sua vida ou um trauma e no seu caso foi a segunda opção, voce lembrou de algo nao foi? isso afetou um nervo do seu cerebro que fez com que você desmaiasse e entrasse em coma, na maioria dos casos nao se passa tamto tempo assim normalmente sao umas semanas ou meses que passam dormindo realmente me surpreendi por você ter ficado tanto tempo dormindo, nem os testes você respondeu.- eu o interronpi.

-que testes?- falei com medo.

-a nao se preocupe sao testes pra saber se você estava consciente ou se estava realmente em um sono profundo. tipo nos tentamos falar com você pra ver se respondia e usamos algumas coisas como bolas ou agulhas e 'furamos' voce pra saber se você reagiria. mas como eu falei antes voce nao reagia a nada, entao ficamos preocupados ja que você nao tinha passado por nenhum acidente grave e mesmo assim ficou em coma por muito tempo, estávamos perdendo as esperanças, mas sua familia e seus amigos tinham fé que você acordaria e todos os dias vinham aqui e passavam o dia com você contando tudo mesmo que você nao pudesse escutar e isso acabou me fazendo torcer por você tambem entao que bom mesmo que você acordou. e sobre sua situação eu diria que é um verdadeiro milagre. voce nao precisa se preocupar com nada.- eu escutava atentamente cada palavra e continuava sem acreditar em tudo isso, pra mim isso ainda era um sonho e eu iria acordar na minha casa e iria ver minha mae e irmao na cozinha como sempre. me preocupei por nada

-obrigada por cuidar de mim... sera que... poderia me deixar... um pouco sozinho? eu... quero pensar... um pouco sobre... tudo isso.- ele apenas concordou e saiu do quarto.

E agora? o que eu faço? como sera minha vida agora?.

-mas que porra...

-nossa Jimin falando palavrao, vivi o suficiente para escutar isso.- vi o Jungkook entrando no quarto com uma bandeja cheia de comida em cima.

-eu so... tenho cara... de anjo ta? você nao... nao sabe... do que eu.... sou capaz.- falei rindo pra ele.

-espero que eu possa descobrir e nao fale muito você ainda esta fraco- ele falou e botou a bandeja em cima da cama.

-vamos... comer... ok?- ele concordou rindo.

ai Jesus esse menino ainda me mata


Notas Finais


eu nao ia postar o segundo cap hoje mas seilaaa deu vontade kkkkkkk <3

ate o próximo cap :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...