História Euphoria - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 51
Palavras 1.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooi pessoal!
Não esqueçam de votar na Billboard!
No tt e no site!
Fiquem com mais um capítulo!

Capítulo 26 - Rap Monster


Fanfic / Fanfiction Euphoria - Capítulo 26 - Rap Monster

O chefe nos encara com vontade de voar em nossos pescoços. Ele sabe que no fundo não tem escolha. É isso ou ele perde o grupo dele.

Nós sete unidos para quebrar a maior barreira entre nós e as pessoas que amamos. Suga e eu somos os únicos que namoramos e mesmo assim meus irmãos se juntaram nisso correndo o risco de perder tudo.

- Ok então. O chefe diz depois de um silêncio ensurdecedor.

- Ok o que? Suga fala.

- A regra está quebrada. Ele diz e uma sensação de alívio me consome, todo sofrimento, lágrimas, toda dor tinha acabado.

Os meninos gritam mas eu permaneco com as mãos no rosto. Finalmente terei Safira em meus braços novamente.

- A gente conseguiu! Suga comemora me abraçando.

- Agora saiam da minha sala que preciso trabalhar. O chefe pede. - E RM! Ele me chama - Você pode ir buscar a Safira se quiser. Ele diz parecendo surpreso vendo nossa comemoração. Desde a criação da regra talvez ele nunca tinha visto de perto o que a regra causava em nós. Eu sorrio pra ele e nos retiramos da sala.

- Porque vocês fizeram isso? Digo com lágrimas nos olhos

- Foi ideia do Jungkook. Jin confessa.

- Eu não podia perder você. Ele sorri docemente.

Como eu amava ele, meu irmão mais novo, vou até ele e o abraço.

- Obrigada. Digo o soltando.

- Vá buscar a Safira. V fala e eu sorrio disparando para fora da empresa. Meu coração não podia estar mais feliz. Eu estava livre! Estavamos livres!

- Amor! Entro correndo no apartamento mas Safira não responde. - Safira? Digo procurando ela em toda a casa mas nem sinal dela.

Entro no nosso quarto e meu coração para ao ver Safira desacordada no chão.

- Amor? Amor? A chamo mas ela não acorda. Ela está pálida e sua respiração é fraca. A pego em meu colo e saio em direção a meu carro. Praticamente vôo para o hospital. Um carro veloz nunca foi tão útil. Estaciono e em menos de um segundo estou dentro do hospital.

- Alguém me ajuda! Grito com Safira em meus braços.

Eu não podia perdê-la. Não iria perder ela, nao iria lutar até o final para perder agora.

A enfermeira coloca ela em uma maca e a leva para um quarto enquanto eu permaneco no corredor. As horas se arrastam e nada de notícias, eu estava enlouquecendo.

- Você é o namorado de Safira Harper? Uma menina de branco diz em minha frente e eu levanto do chão em um pulo.

- Sou. Digo rapidamente

- Ela esta bem. Ela diz docemente e afundo meu rosto em minhas mãos.

- Mas o que houve com ela? Digo sem entender.

- Ela estava sem comer a vários dias. Por isso desmaiou. Ela explica.

Mas aquilo não fazia sentido porque eu havia feito ela se alimentar no dia anterior.

- Ela quer ver você. A enfermeira diz me tirando dos meus devaneios.

Caminhamos até o quarto que ela estava e eu entro lentamente e a vejo sentada na cama.

- Oi amor. Ela diz sorrindo.

- Amor que susto você me deu Safira. Digo passando a mao em seu rosto. - Não faz mais isso por favor.

Ela realmente estava mais magra. Seus braços tinham vários cortes e ela tinha olheiras.

- Eu estou bem. Ela me tranquiliza.

- Estamos livres amor! Digo finalmente. - Meu chefe quebrou a regra. Hoje mesmo depois que sairmos daqui vamos pra gravadora!

Seus ouvidos pareciam não acreditar no que tinha acabado de ouvir e um sorriso brota de seus lábios. Ela não sabia se chorava ou se sorria então ela me beijou. Ah aquele beijo. Ela era minha e eu era dela e agora nada mais nos impedia.

- Eu te amo. Ela diz com sua cabeca em meu ombro.

- Eu te amo também. Eu digo.

- Você já pode ir pra casa! O médico diz entrando no quarto.

- Ótimo! Safira exclama.

- Mas se alimente direito. Ele continua. - Você não pode ficar sem comer.

- Ela vai comer! Digo abraçando ela pelo ombro.

Saímos do hospital logo em seguida e fomos diretamente para a Big Hit. Entramos de mãos dadas. Como eu já esperava Pérola estava lá com o Suga. Eles estavam de mãos dadas e não podiam estar mais felizes.

- Olha quem voltou! Jimin exclama vindo em direção de Safira seguido pelos outros membros.

- Oi meninos! Ela diz e todos a abraçam! Toda a família estava novamente reunida!

- Sentimos saudades! Jin diz sorrindo

A turnê começava amanhã e Safira e Pérola iriam com nós na viagem. Não largo dela nunca mais.

- Com licença? Alguém diz atras de mim e as vozes somem. Safira vem para meu lado e segura da minha mão.

- Pois não senhor? Digo vendo o olhar do chefe sobre Pérola e Safira.

- Eu queria pedir desculpas. Ele diz e suas palavras me fazem tomar um susto. - Eu fui muito duro com vocês. Não podia ter separado vocês. Desde que Malena morreu eu não consegui mais ser feliz e atingi vocês com isso.

Ele parecia despedaçado. Sua esposa morreu em um assalto na frente de Grace. Nos só sabíamos disso, ele não falava sobre isso com nós. Com ninguém na verdade. Ele vivia amargurado. Nem imagino o quanto machucado ele devia estar.

- Tudo bem senhor. Não precisa se desculpar. A voz doce de Safira quebra o gelo e o faz sorrir.

- Mesmo depois de tudo que eu fiz pra você, você ainda é gentil comigo menina. Ele sorri sem jeito.

- A vida ja fez coisa pior. Ela sorri e me abraça. - Esta tudo bem agora.

Ela estava ali em meus braços sorrindo, como era bom ver seu sorriso de novo. Tudo isso parecia um sonho.

- Obrigada e se me derem licença vou trabalhar. Nos curvamos e ele sai.

- Nossa turnê não poderia começar melhor! Exclamo.

Safira leva uma mão ao centro do círculo que estávamos.

Bangtan? Ela diz olhando para cada um de nós.

- Bangtan! Digo colocando a mao em cima da dela e os outros fazem o mesmo.

- Bangtan! Falamos abaixando as mãos em uma espécie de grito de guerra!

- Eu te amo. Ela diz.

- Eu te amo! Digo selando nossos labios e a abraçando!


Notas Finais


Algo me diz que tem uma terceira pessoa namorando!
Até qualquer hora!
Beijos do Jin!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...