1. Spirit Fanfics >
  2. Euphoria (Changlix) >
  3. Eu estaria ali.

História Euphoria (Changlix) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei mais to aqui guys.

Capítulo 2 - Eu estaria ali.


CHANGBIN P.O.V


 Haviam se passado alguns dias desde que eu Changbin não era mais virgem chupa essa mundoooo, eu não tinha mais visto o Felix o que era triste porque eu realmente gostei dele.


- Changbin meu caro - eu nem cheguei na faculdade e o Minho já quer alguma coisa


- vixx la vem - 


- nossa seu grosso - gente eu nem falei nada


 - me fala logo- perguntei ja impaciente


- hoje vai vir duas pessoas muito especies almoçar com a gente ta?- falou e deu de ombros


- pera ai senhor Minho quem são? - to curioso agora


- ninguém que precise saber agora - o filho da mãe piscou pra mim e foi embora olha a audácia desse salafrário


        ~°•○~


A hora do almoço tava demorando tanto mais graças a Deus chegou amém, Minho ja tava me estressando em. Ele tava me apressando para sair da sala ja que como ele mesmo disse 'vão ter pessoas especiais lá' 



- vamo porra - falei puxando o mesmo para o refeitório que não era longe da nossa sala então chegamos lá até que bem rápido. 


- vamos ali com eles - assim que me viro vejo que ele esta apontando para um garoto que mais parecia um esquilo, ele me levou - lê se carregou- até lá já que eu não estava no ânimo para ver gente nova


- e ai galerinha - ouvi Minho dizer e eu simplesmente dei de ombros e contineu mexendo no celular até ele ser arrancado de mim 

- Changbin deixa de ser anti social ser humano - aff não acredito que ele fez isso


- devolve man. - nem terminei de falar porque a hora que me virei vi que quem estava na mesa junto ao garoto esquilo era o menino das estrelas que agora estava com o cabelo em tons azulados. 


- a oi Felix- vou fazer a sonsa né, fingir que não fiquei pensando nele o fim de semana e a semana toda né. Sigo firme



- é oi Changbin - ele disse e porra que voz maravilhosa eu podia com toda certeza do mundo ouvir ela pelo resto da minha vida 


- esse é o Jisung - Minho diz quebrando todo o clima poxaaa, eu só queria ficar olhando o crush


- a oi Jisung! Eu sou o Changbin - tenho que ser amigável né friends


- oi Changbin, Minho me disse muito sobre você - ele deu uma risadinha debochada, que caralhos foi isso


- Minho eu espero que seja coisa boa - semi serrei os olhos tomara que seja coisa boa mesmo se não eu mato ele hoje



- Claro que foi Biniee, você sabe que eu te amo né - piscou pra mim I ala acha que eu me derreto


Ouvi meu celular tocar logo vendo o número do meu pai, confesso isso era muito estranho ele quase nunca me ligava e sempre que ligava tentava arranjar alguma menina pra mim ja que como ele mesmo diz 'você ta passando por uma fase você não é gay Bin Changbin' e eu odeio isso.

Me virei para Minho e mostrei o celular, logo ele entendeu bom ele estava comigo desde que tinhamos sei lá uns 3 anos de idade 


- quer que va com você? - perguntou em um tom de preocupação 


- não, eu preciso enfrentar isso sozinho algum dia- sai de lá deixando os dois ali confusos



     FELIX P.O.V



- o que aconteceu com ele?- perguntei preocupado ao Minho o quase namorado do Jisung, pois é até ele ta quase namorando e o Changbin nem pra me mandar mensagem manda eoem



- é só uns problemas com o pai dele - disse e voltou a tomar seu suco - o pai dele meio que arrasta ele pra variaa meninas mesmo sabendo que ele é Gay -


- nossa coitado, deve ser difícil para ele - disse com a cabeça meio baixa


- sim, eu ja passei noites na casa dele acalmando ele porque o pai dele sempre bateu ou xingou muito ele por ele gostar de meninos- 


- eu queria poder estar com ele nesses momentos - disse mais logo reparei o que tonha tido e bati na boca



- estar com quem?- puta merda Changbin não faz isso comigo meu jovem


-a com ninguém gato, senta aqui senta - eu tava mais nervoso que não sei quem


- então tá- ele deu de ombros


- Changbin ta tudo bem?- Minho pergunta ao mesmo


- é podemos falar disso depois por favor?- algo tinha acontecido e eu não iria deixar Changbin sozinho

Apertei a mão dele, mesmo em baixo da mesa ninguém estava vendo mais eu queria mostrar que estava ali por ele, que eu sempre estaria ali por ele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...