1. Spirit Fanfics >
  2. Euphoria of love- jikook >
  3. Two

História Euphoria of love- jikook - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


desculpa por qualquer erro de ortografia, boa leitura.

Capítulo 2 - Two


13:01

Park Jimin P.O.V

- Explica direto tudo isso- falo ainda tentando processar o que aconteceu.

- Bom... o Yoongi e o Tae já namoraram e o Yoongi traiu ele, humilhou ele e fez... outras coisas com nossa irmã- Jeon fala acariciando as costas de seu irmão.

- Ele a engravidou e ela...- Tae fala e exita falar o final da frase.

- A-acho que entendi- vejo algumas lágrimas caírem nos rostos de Jeon e Tae- ei ei gente, não chorem venham aqui..- vou até eles e abraço os mesmo- ela não gostaria e saber que vocês estão chorando e se sentindo mal assim, ela com certeza quer ver vocês felizes.

- Eu vou matar aquele desgraçado!- ouço Taehyung murmurar abafado em ombro.

- Não Tae, olha aqui, não faça nad que depois você se arrependa! vingança não leva a nada, agora se acalma...- falo acariciando os cabelos escuros dele.

- Aqui aguá- Hoseok entrega um copo d'guá para cada um dos dois, os dois se soltam do abraço e quietos eles bebem a aguá.

- Vamos assistir alguma coisa- falo e todos concordam.

 

algumas horas depois

 

- Pega ele! pega esse filho da puta! mata ele porra! isso ai! porra! caralho!- grito pulando no sofá.

- Pedir vinte rais! não!!- Hoseok fala escandaloso enquanto abraça Taehyung, que ri igual uma hiena juntamente ao seu irmão.

- Ganhei porra! 

- Ai minha barriga ta doendo, puta que pariu pera deixa eu respira, haha!- Jungkook fala encolhido com seus braços em sua barriga.

- Parem de rir seus viados!- Hoseok fala escandaloso novamente.

- HoMoFÓbIco!- falo de volta.

Todos começamos a rir e então começamos a conversar.

- Jungkook... vem cá- Taehyung e Jungkook levantam e vão para a cozinha, pouco tempo depois eles voltam.

- O Hoseok, você já contou pra sua mãe?- pergunto pra ele.

- Sim eu falei, ela aceitou até que bem descobri que o meu pai e ela tinham apostado e meu pai ganhou- ele da uma risada.

- Aaah! não acredito! odeio os meus pais!

- O que perdemos?- Jungkook pergunta.

- Nada- falo com meus braços cruzados.

- A Minnie... não fica assim! uma hora eles vão entender.

- Podem explicar o que aconteceu?- Taehyung pergunta.

- Bom... meus pais não aceitam eu ser bissexual e os pais do Hoseok aceitaram ele por também ser bissexual! eu só queria que eles me aceitassem.

- Ah... Jimin... a aceitação é uma coisa meio difícil pra algumas pessoas ainda mais quando se trata de orientação sexual, e todos nós sabemos que ainda tem muito preconceito hoje em dia- Taehyung fala olhando fixamente em meus olhos.

- O importante é que  você se sinta bem com sigo mesmo, entendeu?- Jungkook fala olhando da mesma forma que o Tae para mim.

- To de vela ou é impressão minha?- Hoseok fala.

- Mano eu sou irmão dele!- Jungkook reclama.

- Jesus amado Hoseok!- logo depois Taehyung.

- Ficar com dois seria até que legal mas vocês são irmãos- falo.

- Só tem pervertidos aqui gente?- fala Taehyung.

- Ainda pergunta?- responde Hoseok.

 

no dia seguinte

 

Acordo novamente pelo meu despertador e me levanto, minha cabeça dói um pouco, pouco tempo depois me lembro de algumas coisas que aconteceram. Sem me importar muito eu me levanto e vou para o meu banheiro, faço o mesmo de sempre e então me troco, colocando uma blusa de Pokemon e depois um moletom qualquer meu, coloco uma calça preta e desço. Vou para a cozinha e pego uma maça, pego minha mochila e quando eu fui sair sou parada pelo meu pai.

- Fiquei sabendo o que aconteceu ontem na casa do seu amiguinho- ele fala sem tirar os olhos do jornal.

- Ta e?- o olho.

- Fiquei sabendo do tal Jungkook e Taehyung.

- A onde você quer chegar com isso?

- Olha aqui seu viadinho!- ele se levanta vindo até mim com um rosto raivoso, se eu ficar sabendo que você ta com algum deles... você vai se arrepender de toda a vergonha que fez nós passarmos!- ele pega no meu pulso o apertando- está me ouvindo?- ele fala próximo ao meu rosto.

- Eu não iria me arrepender de nada!- ele segura em meu pescoço o apertando- ta me sufocando!- ele me da joelhadas em minha barriga e então me solta fazendo eu cair no chão.

- Espero que você tenha intendido o recado! olho para a cozinha e minha mãe me observa- se levanta! vá para a escola- me levanto com dificuldade e saio de casa, começo a caminhar enquanto choro tentando fazer o mínimo de barulho.

- Jimin! bom dia!- olho um pouco para cima e então vejo Jungkook e Taehyung, droga pessíma hora pra encontrar eles.

- Oi gente bom dia!- dou um sorriso e fico no meio deles.

Andamos conversando e então chegamos na escola.

- Minnie! bom dia!- Jin vem e me abraça.

- Bom dia gente é... eu preciso ir ao banheiro já volto. Vou rapidamente para o lugar mencionado , levanto manga da minha blusas e olho meu pescoço, tudo esta marcado de manchas vermelhas e roxas, as abaixo e começo a chorar novamente.- porquê comigo?

- É... com licença me desculpa perguntar mas... por que está chorando?- olho para cima assustado e vejo Kim Namjoon o líder de sala.

- A-ah Kim Namjoon! não é nada! não precisa se preocupar- limpo minhas lágrima e dou um sorriso sem mostrar os dentes.

- Me chame apenas de Namjoon! e... Jimin, os seus olhos estão vermelhos, suas olheiras estão enormes e não finja que não me conhece!- ele fala cruzando os braços.

- Você sabe muito bem Namjoon- o olho sério.

- Me da um abraço?- ele abre os braços e eu vou correndo ao seu encontro, volto a chorar e sinto ele me abraçar forte, ele acaricia meus cabelos e da um beijo em minha nuca- foi o seu pai né?- eu assento sem falar nada- já falei milhares de vezes, você não tem culpa de nada! ninguém escolhe de quem gosta! eles não entende que é uma coisa que acontece com qualquer um, o importante é que se alguém gosta de você e você gosta dela, vocês tem que serem felizes, igualmente como a gente era, sei que você voltou a estaca zero, e sei que agora você não deve querer mais nada depois daquilo, mas entenda eu fui forçado e até agora estou sendo, e se você encontrar alguém e estiver feliz com esse alguém sendo eu ou não eu ficarei muito feliz em saber!

- Eu te amo Kim Namjoon!- o abraço forte

- Eu também pequeno- ele me abraça da mesma forma.

- O que ele ta fazendo aqui Jimin?- olhamos para trás e vi Hoseok.

- Hoseok ele já me explicou sobre aquilo e você também já sabe!

- Eu to zoando, vamos Jimin?

- Tchau Jonnie- nos abraçamos e logo me solto saindo do banheiro.

- Tava fazendo o que lá dentro Jimin?- diz Hoseok fingindo que nada aconteceu, todos dão risada.

 

na terceira aula

 

- formem suas duplas!- todos formão suas duplas- podem começar.

30 minutos se passaram e batem na porta.

- Com licença Park Jimin estão te chamando na diretoria, me acompanhe por favor- o que eu fiz dessa vez? me levanto e todos os olhares se direcionaram a mim, saio de lá rapidamente e o corredor esta vazio, chegando lá o responsável de ter me chamado bate na porta e pouco tempo depois ouvimos que podíamos entrar.

- Bom dia Park Jimin, sente se por favor- eu me sento.

- Por que me chamou aqui diretor? eu não fiz nada!- falo um pouco nervoso.

- Suas notas estão baixas o que está acontecendo?

- Ah! isso... bom eu só me distraio com problemas pessoais, nada além disso!- dou um sorriso.

- Hyun por favor saia da sala- o garoto faz o sinal de respeito e sai- o diretor se levanta e se aproxima de mim- vou ser direto Park, fique comigo que as suas notas aumentam!

- Que?! não diretor! e-eu não posso fazer isso! é-é crime!

- Vamos lá Park uma rapidinha- ele passa as mãos dele em minhas coxas e pescoço.

- Não! eu vou me retirar com licença- me levanto, indo para a porta, em questão de segundos sou empurrado contra a parede, sinto o mais velho apertar minha bunda, já sinto lágrimas se formarem em meus olhos, em um movimento rápido dou um chute em sua glande e então saio correndo de lá chorando, caio no meio do corredor e então choro.

- Jimin! o que aconteceu?- ouço a voz de Jungkook mas continuo da mesma forma- calma, calma eu to aqui, eu to aqui ta? vem levanta vai lavar o rosto- ele me abraça , fazendo carinho em minhas costas, fomos em direção ao banheiro, onde lavei o meu rosto e contei tudo para Jeon- eu vou denunciar esse desgraçado! mas pra mim, olha pra mim- ele pega no meu queixo o levantando, olho para ele e vejo em seus olhos escuros uma feição preocupada e carinhosa- eu to aqui pra qualquer coisa, mesmo que nos conhecemos ontem, você pode confiar em mim ok?- eu assento com a cabeça quieto e o abraço, sem demora eu sou retribuído pelo mesmo.

 

na saída

 

- Gente eu, o Jin e o Hoseok vamos a sorveteria vocês não vem?- fala Tae.

- Eu não quero- responde Jungkook.

- Os meus pais falaram que não querem que eu chegue tarde hoje.

- Ok até amanhã!- Tae fala acenando enquanto vão em nossa direção oposta.

Eu e Jeon andamos quietos até que Jungkook se pronuncia.

- Jimin.

- Oi?

- É feio mentir pros amigos sabia?- eu paro e ele para um pouco mais a frente.

- O que quer dizer com isso?

- Não minta para mim.

- Não estou entendendo...

- Não minta quando eu pergunto se você ta bem- ele se vira para mim.

- Jungkook o que aconteceu hoje foi realmente extremamente ruim e até meio traumático! mas uma hora eu consigo superar indo a um psicologo!- eu dou um sorriso aberto fazendo meus olhos se fecharem, sinto um peso em mim, abro os olhos e Jeon esta me abraçando- J-Jeon.

- Não fala nada- eu começo a ceder e o abraço de volto. O abraço dele é acolhedor e quenta, me sinto protegido e sem perceber já começo a chorar, ele acaricia minhas costas e cabelo- sei que não nos conhecemos bem... porém você pode confiar em mim, eu vou estar aqui pra qualquer hora que você precisar, vou estar sempre ao seu dispor donzela- dou risada juntamente a ele.

- Você é o único Jungkook...

- O único?

- Único que eu confio, eu nunca contei tanta coisa pra uma pessoa, nem pro Hoseok, o Jin, nem pra ninguém só pra você... obrigado..

- E o Namjoon?

- Como você conhece ele?!- o olho meio assustado.

- O Hobi me contou....

- Por isso você é o único! bom tem coisas que ele não sabe, ele só sabe o que o Hoseok e o Jin sabem, que é bastante mas não tanto assim.

- Os seus pais realmente não querem que você chegue tarde?

- Não...

- Então vem!- ele me pucha para pela cidade até entrarmos em um beco, ele entra em um buraco na parede que dá a um jardim lindo.

- Meu deus... é muito lindo! e clichê!

- Nossa eu sou clichê?! eu te dou o trabalho de te trazer, um lugar lindo e você fala assim?!- ele fala com um tom de voz zoeiro e dramático.

Dou risada e o abraço.

- Obrigado- dou um sorriso e nos olhamos.

- É... ta lindo o céu né?- ele fala se soltando do abraço.

- Sim.. está lindo- me sento na grama e me deito logo depois, Jeon se senta ao meu lado- Jeon... como o Yoongi era antes?

- Ele era meigo, divertido, mas bem safado, o Tae o amava de verdade, ele faria de tudo pelo Yoongi mas quando ele viu o Yoongi o traindo o mundo dele caiu, ele não comia, não dormia, ele não saia de casa, eu estava entrando em desespero piorou quando minha irmã se suicidou... todos de nossa família ficaram chocados e o Taehyung sempre falava que não tinha motivo pra estar vivo e isso me machucou tanto! pois eu só queria ajudar mas não conseguia! e então ele achou um motivo e ainda me sinto um pouco mal, mas eu também me sinto bem melhor...

- Nossa... isso é bem complicado... não posso dizer que tive algum amigo problemático pois eu sou o problemático!  então sei bem, mas o importante é que ele ta bem!

- Sim!

- Mas qual é o motivo?

- O-o motivo? eu não posso falar- ele da um pequeno sorriso.

- Vaii! eu não conto pra ninguém!

- Não quero perder a confiança do meu irmão.

- Tudo bem intendo, mas um dia vou poder saber?

- Provavelmente!

 

mais tarde no mesmo dia

 

Sinto meu celular vibrar em meu bolso o pego.

- Ai droga..- murmuro- alô? oi.. eu to no mercado... comprando material pra trabalho... claro que eu to!... ta.. Jungkook eu vou ter que ir embora- me levanto.

- Seus pais né?- ele se levanta.

- Sim... bom até amanhã!

- Até

 

mercado

 

Compro papel, tinta e vários outros matérias.

 

em casa

 

- Cheguei!

- Hm.

- Vou para o quarto.

- Ta bom.

Subo as escadas e entro no meu quarto. 40 minutos depois minha mãe me chama para atender a porta, desço as escada, chego na frente da porta e a abro.

- Namjoon?!

continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...