1. Spirit Fanfics >
  2. Eurielle - Livro 01 >
  3. Lobos

História Eurielle - Livro 01 - Capítulo 32


Escrita por:


Capítulo 32 - Lobos


Fanfic / Fanfiction Eurielle - Livro 01 - Capítulo 32 - Lobos

Inimigos quando souberam que o grande comandante Ofun tinha morrido, começaram a se unir para atacar o reino como lobos famintos por sangue. Alguns ainda tinham a visão q Lucas como seu pai pensava era fraco e quem realmente mantinha a paz no reino era Ofun com seu exército imbatível.

Lucas se encontrava perdido, era esperto, bom estrategista, mas seu braço direito, Ofun não estava ali e ele não sabia como motivar o exército depois de tão sentida perda, ele mesmo não tinha motivação sem Ofun.

O reino começou a sucumbir. Luiza, Augustus e Afonso iam às guerras, venciam algumas batalhas, mas parecia que nem eles tinham motivação, faltava um líder, alguém para guia- los, motiva - los.

E foi assim que depois de meses da morte de Ofun, às portas da sala do rei se abriram e ela entrou, se ajoelhou e Lucas não acreditara no que via, pensava que talvez nunca mais fosse ver aqueles cabelos e olhos negros.

Eurielle com sua armadura, sua beleza incomum e tão chamativa, estava de volta.

Lucas se levantou e abraçou: “Que bom reve- la! Estávamos preocupados. Com essa guerra e sem notícias suas, é muito bom ver q está bem”

Eurielle respondeu séria: “Majestade, eu vim para ganharmos essa guerra, não deixaremos que inimigos manchem nossa terra com o sangue do nosso povo, a memória do meu marido será honrada! Pedi p reunir os soldados que ainda estão por aqui, iremos acabar de vez com essa guerra!  Peço q reúna a todos, iremos a guerra!”

Seu coração batia lentamente diante dela, ela sempre sabia o que fazer, determinação e força eram algo tão comum a ela, mas ela tinha algo diferente. Algo em seu olhar, algo em sua postura, Eurielle mudou, estava mais dura, mais séria que o comum, provavelmente a morte de Ofun a transformou de um jeito que nem ela percebeu – Lucas observou.

“Claro! Obrigado por ter voltado. Saiba que estou muito feliz por você esta aqui” - falava Lucas e quando olhou dentro dos olhos dela pela primeira vez não reconheceu o amor que ela sempre demonstrou a ele, mesmo se mantendo distante e indiferente, aqueles enormes olhos negros sempre queimavam em sua presença, mas estavam vazios como nunca estiveram.

L: “Eu sinto muito. Meu coração também...” - falava Lucas com os olhos cheios de lágrimas. Eurielle permanecia imóvel, sem reação.

L: “O que mais posso fazer para ajudar? Só preciso que antes de falar com o exército espere eu a nomear primeiro comandante, não há ninguém mais capaz p isso e Ofun, Pedro ficariam orgulhos”.

 E: “Obrigada, Lucas. Mas essa é a minha última batalha. Obrigada, mas não posso aceitar. Trarei a vitória, a paz que tanto Ofun e meu pai lutaram p conquistar e partirei. Não posso ficar aqui no palácio, em minha casa, na cidade sem ver Ofun em cada lugar, eu não posso...”

Lucas compreendeu, ele mesmo sentia isso. Tudo ali lembrava o amigo, se pra ele era difícil p ela devia ser pior.

L: “Compreendo. Espero que um dia nossos peitos parem de sangrar, eu sinto muito pelas voltas do destino, parece que estamos condenados a viver sem aqueles que amamos”

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...