1. Spirit Fanfics >
  2. Eva. >
  3. Four.

História Eva. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


esse é o Ryan Shira, ele vai representar o Pitty!

oi gente, desculpe a demora!!


nao escrevi muito, mas escrevi de coraçao, eu realmente espero que gostem!


perdoem os erros, boa leitura! <3

Capítulo 4 - Four.


Fanfic / Fanfiction Eva. - Capítulo 4 - Four.

                                                                               CHAPTER FOUR 

                

 

 

 

                                                                          A FESTA DO EDDY

 

 

 

 

  Sem precisar explicar o caminho, meu pai apenas assentiu a cabeça com um sorriso formado em seu rosto quando o disse que iria sair, iria numa festa com nosso vizinho Thomas. 

Não demorou tanto pra campainhar tocar freneticamente e a porta sendo aberta pela governanta, mostrando Tom, ansioso. 

- olá! sou o Thomas, seu vizinho, senhor Stevenson , né?! - Thomas veio se apresentando como um raio, meu pai quase não conseguiu ver seu rosto pra grava-lo 

- o-oi Thomas! sim eu sou Robert, pode me chamar de Robert! - meu pai disse estendendo a mão o cumprimentando - bom, nada de drogas, bebidas e aceito mas sem encher a cara não quero que acorde com ressaca no primeiro dia de aula de vocês - meu pai disse e eu tinha me esquecido que as aulas mudaram os calendários pra amanhã, uma sexta-feira...sentido não faz.

- ta bom pai! obrigado

- tchau senhor Stevenson! Não levarei seu filho pro mal caminho! - Thomas fez questão de gritar, e eu fui o empurrando para sairmos logo

- se importa de irmos andando? Meu carro esta na oficina ...só vai chegar bem mais tarde! - Thomas diz ajeitando seu relogio 

- mas é perto? 

- sim! É aqui atrás, moramos todos perto! 

Fomos andando, Thomas tagarelava sobre a escola, sobre as garotas, e em como eu iria adorar a escola e Eddy, bom ele só espera que eu fique confortavel ja que aqui é mau lar agora.

 

- enfim, chegamos! 

- mas, não tem ninguem! - thomas me levou pra um espaço vazio, comecei a ficar nervoso pois não tinha ninguem, só uma casa sem luz nenhuma

- tem sim, vem! - Thomas entrou no mato, com receio fui atras...e ...bem ...fogueira! uma festa na figueira! 

- não disse, Eddy conhece todos da cidade! - ele disse enquanto eu reparava em tudo, uma musica alta e muitas pessoas, parecia uma rave! o espaço era bem aberto arvores, fazaim um circulo, como se estivesse mantendo todos protegidos da floresta.

- TOM, meu brother você chegou finalmente! - um menino loiro, bem simpatico, aparece abraçando Tom

- sim e eu consegui trazer ele! - tom apontou pra mim e o loiro abriu um sorriso, eu fiquei sem entender...- esse é o Eddy, Pitty, ele queria muito conhecer você

- olá!- eu digo estendendo a mão 

- Que bom que está aqui! - Eddy ignorou meu cumprimento, na verdade ele amaçou com um abraço bem apertado, dando fortes tapas nas minhas costas - cara, eu tava muito afim de conhecer você, pedi pro thomas te chamar porque eu tava todo enrolado com a festa...bom espero que se sinta em casa, ali tem as bebidas e uns aperitivos, mas antes deixa eu te apresentar a galera.

- ta bom! - fui andando mas ele me puxou e assobiou muito alto 

- GALERA! QUERO APRESENTA-LOS UM MANO MEU, ACABOU DE CHEGAR DE...- ele olhou pra mim - de onde você veio mesmo? - ele perguntou

- Nova york 

- ESSE É O PITTY DE NOVA YORK! FAVOR DEIXAR ELE BEM CONFORTAVEL EIN! QUAL FOI A EDUCAÇÃO QUE O TIO EDDY DEU? -  ele fez sinal com a orelha 

- SEJA BEM-VINDO PITTY! - todos gritaram rindo e logo depois a musica voltou

- bom! agora os pessoal já te conhece, logo logo vou te apresentar turma toda! - ele disse me guiando ate o balcão onde estao as bebidas servindo a mim e ao thomas. 

...

depois de ter conhecido os 300 amigos de Eddy, e rir com as palhaçadas dele e thomas decidir sentar um pouco em um tronco que tinha em frente a fogueira. 

nisso começou a tocar uma musica que ja havia escutado antes, sempre quis saber o nome, seu estilo sempre me chamou a atençao.

- You've got this golden way of making my body sway
Of making my mind fly away
Of making it fly
It's the world I love to be in
Come on, let's go high above the ceiling
Oh, we could be feeling
Oh, what we could be feeling

Você tem esse jeito dourado de fazer meu corpo balançar
De fazer minha mente voar para longe
De fazê-lo voar
É o mundo que eu amo ser
Vamos lá, vamos acima do teto
Oh, o que poderíamos estar sentindo

Oh, o que poderíamos estar sentindo

E nesse momento eu fechei os olhos e lembrei do sonho, da menina dos cabelos castanhos, com a musica continuando em meus ouvidos, foi introduzida na cena da menina sem o rosto revelado 

-I'm one of those witches, babe
I'm one of those witches, babe
Just don't try to save me, 'cause
I don't wanna be saved

Eu sou uma daquelas bruxas, querido
Eu sou uma daquelas bruxas, querido
Só não tente me salvar, por favor
Eu não quero ser salva

Esse desejo de saber oque é, quem ela é, e porque esta na minha cabeça...será que eu a conheci? será que já a vi? 

- Me, I got my own little magic
And I'm not trying to wreak havoc
It's just that sometimes I see something and I just need to have it
Let's share a few dirty habits (dirty habits)
Let's share a few dirty habits (ooh)

Eu tenho minha própria mágica
E eu não estou tentando [?]
Às vezes, vejo algo e só preciso tê-lo
É certeza do seu hábito sujo (hábito sujo)
É certeza do seu hábito sujo (ooh)

Quando meus olhos se abriram olhei diretamente pra lua, meu coração acelerado como se pudesse sentir a presença dela...

- Last night when you pulled through
I put a spell on your moon
It was three times the size in your moon-lit eyes
And I sang you an old tune
While you sang me a [?]
And I looked at you and your moon-lit eyes
And your moon-lit eyes
And your moon-lit eyes
And your moon-lit eyes
And your moon-lit eyes
And your moon-lit eyes

Ontem à noite, quando você entrou
Eu coloquei um feitiço na sua lua
Era três vezes o tamanho dos seus olhos iluminados pela lua
E eu [?]
E eu olhei para você e seus olhos iluminados pela lua
E seus olhos iluminados pela lua
E seus olhos iluminados pela lua
E seus olhos iluminados pela lua
E seus olhos iluminados pela lua
E seus olhos iluminados pela lua

E então, eu tomei coragem pra me levantar e vê o nome da musica num mp3 que esta ali, quando senti um cheiro de lavanda com morango trazido pelo vento, e uns meninos estranhos me encarando, como se soubesse quem eu sou...pareciam estar me vigiando, um albino, seu cabelo era como neve e o outro, moreno, mas seus estilos chamaram minha atençao, estilos totalmente iguais, não os encarei, olhei rapido e voltei ao meu lugar, com o ultimo refrão da musica : Witches de Alice Phoebe Lou.

Eu sou uma daquelas bruxas, querido
Eu sou uma daquelas bruxas, querido
Só não tente me salvar, por favor
Eu não quero ser salva

 

continua?


Notas Finais


obrigado por ler!!

link da musica: https://youtu.be/JuklRMZj7CA


comentem e favoritem!!!

até mais galerinhaa!!

<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...