História Evelyn - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, Once Upon a Time, Rizzoli & Isles
Tags Evelyn Malfoy, Harry Potter, Severus Snape
Visualizações 15
Palavras 615
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Sem Saída. Parte 1


Depois de passar semanas sem poder sair do quarto, finalmente Evelyn havia voltado para Hogwarts, aonde podia ter uma vida um tanto normal, apesar de seu jeito espalhafatoso sempre chamar a atenção aonde passava. Passava quase todas as noites ao lado de Snape, apenas tomando cuidado para não ser pega por nenhum de seus colegas ou de outro professor.
Era noite, como qualquer outra noite dentro daquela escola, estava frio, chuvoso e estremamente deprimente, Evy havia acabado de sair do quarto de Snape e ia em direção ao salão comunal da Sonserina, quando ouviu passos logo atrás de si, virou-se e depois disso sua vista escureceu. Acordou algumas horas depois, com o corpo todo sujo de lama, sentia um forte odor de esperma, misturado com sangue, olhou para si e viu seu vestido todo sujo de sangue e algumas manchas esbranquiçadas, sua cabeça doía demais. Levantou-se com certa dificuldade e começou a caminhar, não conseguia enxergar direito pois estava tudo escuro, sentia seu ventre, suas coxas, seus seios, sua vagina arderem e doerem demais, mais ou menos imaginava o que havia acontecido, estava com nojo que nem ao menos conseguia se olhar. Caminhou com grande dificuldade para fora da floresta, indo em direção a escola. Passou por todos os corredores com grande dificuldade, não conseguia se aguentar em pé por causa da dor em seu corpo, mais precisamente em suas partes intímas.
Conseguiu chegar ao banheiro, aonde despiu-se e tomou um banho demorado, sentia-se suja, não só por fora, mas em seu interior, é como se eles tivesse conseguido violar sua alma, sua vida, não fora um simples estrupo, seja lá mais o que eles tivessem feito com ela, a mesma sentia sua alma suja, machucada...

{ No dia seguinte} 

Evelyn havia acordado atrasada, resolveu não ir as aulas naquela manhã, estava com muita dor e muitas marcas por todo o corpo, mal conseguia se mexer por conta do que acontecera, não conseguia olhar para ninguém, queria sumir, chorar, gritar, matar os infelizes que a machucaram, mas não podia, sabia disso, não sabia quem havia feito aquilo com ela, mas sabia que eles tentaram a matar, pois haviam cortes produndos em seu pescoço, barriga e pulsos.
Levantou-se era quase fim de tarde, quando resolveu sair do quarto, estava vestindo calça comprida e moleton, colocou óculos escuros e foi para o lago negro, ouviu alguns cochichos vindo de um grupo de 5 garotos, até ouvir um deles dizendo que havia pago para dormir com ela, Evy não se mexeu, apenas fingiu não ouvir, mas gravou em sua mente o rosto do rapaz, iria acabar com ele sem dúvidas, todos que a machucaram pagariam caro, ah se pagariam.
As horas iam se passando e a garota continuava no mesmo lugar, até ter seus ombros tocados por alguém, ao olhar para trás viu Snape parado ao seu lado- Precisamos conversar...– disse calmamente, a fazendo se levantar em seguida, juntos caminharam em silêncio até o quarto do homem, aonde a mesma ficou encostada na estante o olhando - O que quer conversar?– perguntou em tom baixo, diferente do que geralmente usava. - Porque não apareceu na aula hoje e porque dessas roupas?– Snape fora direto, frio, logo aproximando-se da mesma, tentando abraça-la, mas Evelyn afastou-se. - Não estava me sentindo muito bem..e estou com frio, por isso estou assim. – disse um tanto baixo, encolhendo-se. Snape estranhou o jeito da garota e logo a puxou, a fazendo olhar para si, logo percebendo as marcas no pescoço da mesma- O que é isso Evelyn, que marcas são essas?– disse. A garota o olhou e logo começou a chorar, não conseguia falar. O homem nada mais perguntou, apenas a abraçou com cuidado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...