História Even if i die, it's you. - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, V
Tags Bdsm, Bts, Drama (tragédia), Hentai, Jin, Mistério, Romance Novela, Sadomasoquismo, Shonen-ai, Taejin, Taetae, Vjin, Yaoi
Visualizações 25
Palavras 690
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DESCULPA, EU SUMI, A CULPA FOI INTEIRAMENTE MINHA DE NÃO TER POSTADO MINHA PARTE ESSE TEMPO TODO DJSMJDKSJD
AGORA VOCÊS ENTENDEM PORQUE EU NÃO TENHO OUTRAS FANFICS e.e
Eu sumo e aí desisti porque acho que ficou massante pros leitores
Mas não vai ser esse caso, juro, hoje vou compensar vocês em conjunto com minha flor. ~chamo de flor sim, a palavra flor não tem sexo KKKK

Capítulo 35 - Indagações


Fanfic / Fanfiction Even if i die, it's you. - Capítulo 35 - Indagações

┏━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━┓

 

                 Kim Seokjin

                      김석진

 

┗━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━┛


『 " A cada esquina que eu dobro, porque a cada rua que eu percorro eu sinto que a qualquer instante meu mundo pode cair? Aquele olhar me parece tão familiar, e sinto como se estivesse me acompanhando a cada mínimo passo que eu dava. É tão assustador. Até mesmo eu poderia desabar com isso.Meu corpo estremecer a cada pensamento que aqueles olhos me causam " 』

════════ •『 ♡ 』• ════════

Meu coração batia de forma um tanto estranha, talvez pela animação que aquele simples momento bobo me causava. Era um tanto digno de divertimento me encontrar diante daquela situação incomum e mais que besta, e com certeza essa situação ainda me tiraria boas risadas, embora eu previsse a mim mesmo rindo ainda mais por culpa da própria sonoridade da mesma. 
Talvez essa situação fosse mais divertida do que soava, e eu estava até mesmo bem animado para descobrir isso, e quem sabe tenha sido esse detalhe que me tirou aquele sorrisinho que tomava o canto de meus lábios.

-Um improviso? Vou tentar não travar e acabar tendo um acesso de risos em meio ao nervosismo. -Disse de forma divertida o dirigindo um sorrisinho bobo, logo tombando a cabeça enquanto via o mesmo deixar o quarto, coisa que me tirou um suspirar enquanto eu arrumava meus fios de forma levemente distraída.

Em seguida me sentei sobre a cama avaliando de modo pensativo as diversas ideias que me vinham a mente, não eram lá grandiosas. Na verdade me pareciam normais, porém com um toque de tal clássico, que pessoalmente... Me agradava imensamente. Talvez pelo seu toque trágico, ou por ser um romance um tanto quanto interessante. Não sabia bem o motivo de só ter notado o quão esse clássico era interessante a mim neste momento, talvez eu me sentisse levemente dentro dele, retirando todo esse romance extremo e história tão bela e atrativa. Todo esse momento com Taehyung... Me fazia sentir assim.

Logo meus pensamentos foram totalmente cortados pela voz do mesmo, o olhei franzindo levemente o cenho. Começando a sentir certo pânico, coisa que sumiu em meio a uma forte de tentativa conseguir achar uma forma de me livrar daquela situação. Não era necessariamente impossível, mas sim uma situação um tanto delicada. Mas não tardou muito para que algumas palavras desconexas deixassem meus lábios, em meio à confusão que a situação me trazia, isso até o momento que a situação avançou ao ponto de Tae se aproximou da janela. Ameaçando a pular, mas logo deixando tal ideia de lado, coisa que agradeci.

-O que foi? -Indaguei levemente preocupado quando já o via sentado sobre o criado mudo, coisa que me fez franzir levemente o cenho. A voz de Jimin na porta, a forma que Taehyung não parecia passar bem, meus pais no andar de baixo. Embora toda a situação um tanto confusa tenha sido cortada pela porta sendo aberta.

-Jin... Seus pais estão te cham.. -Jimin começou, logo olhando para Tae e arregalando os olhos, o mesmo se dirigiu a mim em passos firmes logo me puxando para fora do quarto, aonde ele me olhou de forma séria. - Quem é aquele?
-Ele me indagou levemente surpreso, fazendo com que eu suspirasse fundo.

-Kim Taehyung, Jimin, Kim Taehyung. Falei dele. -Murmurei em meio a certa frustração, como ele poderia ser tão desligado desse modo? Era irreal.

-Aah! Me lembro dele... É seu novo potencial, provável, possível, e futuro namorado? -Ele me indagou em um sussurro tendo um sorriso malicioso nos lábios.

-Se manca e entra logo no quarto, a menos que for ter uma boa forma de enrolar meus pais. -Disse já o puxando para o quarto e fechando a porta.
Suspirei fundo antes de seguir até Taehyung novamente de forma preocupada, franzi levemente o cenho enquanto o olhava sorrindo levemente sem jeito antes de o dirigir uma pergunta que se resumia a uma indagação repleta de preocupação sobre como ele estava e se havia acontecido algo que o fez sentir-se mal de alguma maneira. Era levemente preocupante, talvez toda essa confusão havia o deixado atordoado, até mesmo eu ficaria assim sobre tal pressão.


Notas Finais


Beijos, seguem varios capítulo aos pouco, VRAU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...