História Evening - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Min-seok (Xiumin), Kim Taehyung (V)
Visualizações 70
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei bem rapidinho,haha,boa leitura.

Capítulo 2 - Capítulo dois


Verão certamente a estação do ano mais indesejada,mas com o início do verão seria um ótimo momento para passear de lancha,de caiaque ou quem sabe de jet ski,e eu estava animado para esse verão.

O calor estava insuportável,então tratei de me preparar para um longo dia de verão em Manhattan.

Depois que saí da faculdade, vi um cartaz de um festival de música e arte,um ótimo passatempo.

Desde a noite passada não vi Taehyung e isso não era nenhuma surpresa é claro que ele estava ocupado,sequer tive uma chance de agradecê-lo pela noite passada.

Entrei no elevador e logo em seguida um garoto mais ou menos da minha idade entrou no elevador, ele sorriu e logo em seguida apertou o botão que nós levava para o último andar no meu caso a cobertura.

O jovem tinha uma beleza encantadora,olhos escuros,pele clara,feições adoraveis,cabelos claros.

-Boa noite-a sua voz era um pouco rouca.

-Boa noite

-Você é novo aqui não é?

-Sou sim-falei apertando o meu livro fortemente.

-Seja bem vindo,Me chamo Baekhyun,moro no apartamento do seu lado-ele deu um sorriso e me estendeu a mão.

-Obrigado,me chamo Jeon,é um prazer te conhecer Baekhyun-falei apertando a sua mão levemente.

-Oque está achando de Manhattan?

- Não tive a oportunidade de conhecer a cidade,mas os poucos lugares que visitei são incríveis.

Antes mesmo que o jovem ao meu lado abrisse a boca para me responder o elevador parou,e logo em seguida as luzes se apagaram me deixando no escuro preso com um completo desconhecido.

Situações iguais a essa sempre me deixaram nervoso,a minha vontade era de correr mas para a minha infelicidade não tinha para onde correr. O meu eu interior estava gritando,era oque eu mais queria fazer no momento.

-Droga,acabou a energia- Baekhyun falou dando alguns socos contra a porta do elevador.

Fiquei em silêncio e se me mover, por conta do escuro ficava difícil saber onde Baekhyun estava.

Tentei manter a calma mas era difícil manter a calma em momentos como esse. Passei a mão pelos meus cabelos e tentei achar uma solução mas não tinha uma solução para esse pequeno problema,o que restava era esperar a energia voltar.

-Estamos presos aqui,isso é péssimo-falei me sentando no chão.

-Calma,logo vamos sair daqui,afinal de contas não é tão ruim assim,estou preso com um belo rapaz num elevador, essa foi a única coisa boa que aconteceu durante o meu dia.

Se tivesse luz no elevador Baekhyun iria perceber que o meu rosto estava corado,olhando desse ponto de vista pareço uma adolescente de quatorze anos com os hormônios a flor da pele.

Ele ligou a lanterna do seu celular e veio na minha direção,logo depois se sentou do meu lado.

O seu corpo estava tão perto do meu que eu podia sentir a sua respiração pesando sobre mim,o seu corpo estava quente o meu também a minha respiração estava ficando descompensada.

Ficamos quietos durante um bom tempo, afinal não tinha nada para se falar.

Comecei a cantarolar baixinho uma música que veio a minha cabeça,quando me dei conta Baekhyun me olhava atentamente.

-Gosta de música clássica Jeon?

-Claro,impossível não gostar.

-Gosta de Beethoven?Ou prefere Mozart?

-Difícil escolher mas prefiro Beethoven e você?

- Você tem um bom gosto,,eu também prefiro Beethoven. Acho que você vai adorar o festival de verão,esse ano o tema principal é a música clássica,vários músicos vão se apresentar. Você vai no festival?

- Eu adoraria,mas não sei se vou ter tempo para ir.

- Não seja tão modesto,o festival vai durar uma semana, não vai ser tão difícil de ir.

-Você tem razão,mas e você vai ir no festival?

- É claro,eu vou me apresentar lá. 

-Uau,isso é impressionante,que música?

-Für Elise.

-Um verdadeiro clássico,ótima escolha.

As luzes se acenderam rapidamente me deixando um pouco fora de mim,me levantei e ajudei Baekhyun a se levantar.

Ele sussurrou um obrigado quando se levantou.

O elevador voltou a funcionar e suspiramos aliviados.

O elevador parou e saímos,nos despedimos e cada um seguiu para a sua casa. Ao entrar no banheiro,olhei o meu reflexo no espelho os meus cabelos estavam bagunçados,a minha camisa aberta,eu sequer lembro de ter aberto ela,e o suor era bem visível,se alguém me visse nesse estado diria que eu tinha acabado de transar e não que eu tinha ficado preso num elevador sabe-se lá por quanto tempo.

Depois de tomar um longo banho,decidi sair para comer,é claro que sei cozinhar,mas naquela noite a minha vontade de fazer isso era mínima.

Adentrei no restaurante e me sentei numa mesa de frente para a janela,logo em seguida veio um homem na minha direção e me entregou o cardápio,após escolher oque eu queria o homem se retirou.

O restaurante era grande,com pisos de mármore,pequenas mesas redondas,com uma decoração estilo anos oitenta,um lugar agradável,músicos tocavam alegremente  uma doce melodia.

O final de semana se aproximava rapidamente,e o festival de verão também. Entre a correria semanal  esbarrei em Taehyung,ele estava bem distraído,e um pouco inquieto,depois que conversamos ele simplesmente  deixou o seu livro para trás.

Procurei ele durante as primeiras aulas,mas só o encontrei no intervalo,Taehyung estava deitado embaixo de uma árvore lendo,nem percebeu que me aproximei.

-Um ótimo livro eu diria-falei chamando a atenção dele para mim.

- É realmente maravilhoso.

Me sentei do seu lado e ficamos ali conversando sobre a literatura,após esse pequeno momento junto com Taehyung me permiti imaginar de que ele não é só oque os olhos podem ver,acho que o vi da maneira errada até o momento.

As aulas do dia já tinha acabado então como de costume juntei as minhas coisas para ir embora.

Fui puxado tão rapidamente para dentro do banheiro que nem me dei conta de que foi que me puxou.

-Oque acha de voltar mais tarde na faculdade comigo?

Era Taehyung a sua voz era rouca,ele estava suado e isso de certa forma deixava ele irresistível,o céus esse homem é tão maravilhoso,tentei focar no que ele acabará de falar.

-Por que eu voltaria aqui?Afinal não está tudo fechado?

- É claro que vai está fechado, mas eu tenho as chaves-Taehyung falou balançando as chaves.

- Você é tão imprevisível Taehyung,mas afinal oque você quer fazer aqui quando está tudo fechado?

- Eu tenho lá as minhas dúvidas sobre alguns alunos e professores daqui,é claro que não vou perder uma  oportunidade como essa, a chance de ganhar a primeira página no jornal estudantil.

- Você é meio louco as vezes.

- Um pouco, mas vai me ajudar ou não?

Taehyung me empurrou contra a parede e se aproximou o suficiente para que a distância entre os nossos corpos fosse mínima.

Fechei os meus olhos por alguns segundos e só pensei em uma locução.

-Eu vou te ajudar Taehyung,mas não quero me meter em problemas.

-Você não vai se meter em problemas eu prometo.

Taehyung abriu um belo sorriso e logo depois me puxou para os seus braços me abraçando fortemente.

Depois do ocorrido no banheiro da escola senti o meu corpo fraquejar,o meu corpo ficou assim só de está perto dele,que droga,tomara que isso não volte a acontecer.Nenhum homem teve tal efeito sobre mim. Taehyung realmente mexe comigo,não sei se isso é ruim ou bom.

O caminho até a minha casa parecia ser longo,pois vários pensamentos aleatórios insistam em vir à tona.

Acordei com o meu corpo bem quente,a respiração acelerada,aconteceu de novo.

Tive outro sonho com Taehyung,para ser mais franco um sonho erótico,oh céus e parecia tão real.





Notas Finais


Desculpe-me pelos erros na escrita, vou revisar todo o capítulo amanhã.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...