1. Spirit Fanfics >
  2. Every Form Of Love >
  3. CAPÍTULO 12: Procura e Aproximação....

História Every Form Of Love - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Disse que ia atualizar ontem, mas foi aniversário do meu pai e acabou que não consegui, mas está aqui!
Boa leitura 📖! 💜

Capítulo 12 - CAPÍTULO 12: Procura e Aproximação....


Autora On

- Vamos para casa - Klaus mandou com a mão no peito.

- O que foi? - rebateu Elijah se aproximando com os outros.

- O Thee está desesperado, tem algo acontecendo - rosnou logo saindo do local e indo o mais rápido que conseguia para casa, sentia o desespero do marido e se sentia cada vez mais assustado e preocupado, seu lobo se remexia raivoso pois também sentia que seu companheiro estava em perigo. 

Quando chegou em casa e não encontrou o marido, sabia que tinha chegado tarde, não conseguia senti-lo pela marca e isso não ajudava, não conseguia se comunicar com ele.

- Nik? - Rebekah chamou, mostrando duas seringas perto de Hope e ele logo foi até a filha, analisou os braços dele e encontrou marcas de agulha e rosnou ainda mais irritado.

- Vamos até a clínica - disse pegando a filha no colo e saindo.

- E se ele não estiver lá? - perguntou Josh se referindo a Deaton e olhou as horas, vendo que já eram cinco da manhã.

- Ele está - afirmou o híbrido, tentando não descontar sua raiva em sua família, sabia que eles estavam tentando se manter calmos por sua causa. Deaton se assustou quando ouviu a porta sendo aberta com brutalidade, mas entendeu quando viu Hope nos braços de Klaus.

- Coloque-a aqui - pediu e logo começou a examiná-la, depois de ser informado que nas seringas tinha acônito e sonífero - Ela está bem! - informou aliviando todo mundo - A quantidade de acônito foi muito pequena e não fez efeito nela, mas o sonífero foi em grande quantidade e ela vai dormir por umas boas horas, porém não está em perigo. 

- Pode chamar a alcateia? Temos assuntos pendentes - pediu Klaus acariciando os cabelos da filha enquanto tentava sentir o marido pela marca, o moreno logo fez o que foi pedido e ligou para Scott, falando para ele ir para clínica imediatamente. Klaus estava assumindo sua máscara de frieza, por mais que estivesse desesperado e assustado por dentro, com medo de perder o amor de sua vida, seu companheiro e seus filhotes, não podia se deixar levar pois sabia que colocaria tudo  a perder. 

- O que aconteceu? - Scott entrou na clínica com o restante da alcateia, logo desviou o olhar de Deaton para os Mikaelson ao notá-los ali. 

- Eu não sou um homem que dá avisos, Scott - todos sentiram um frio na espinha, a voz do híbrido era fria e ameaçadora, a alcateia se sentiu acuada como se sentissem a ameaça à espreita, somente esperando para atacá-los - Mas eu avisei para controlar seu beta, pelo visto você não fez seu trabalho direito, ele entrou na minha casa, dopou minha filha e sequestrou meu companheiro - disse fazendo eles arregalarem os olhos - Vocês vão me ajudar a encontrá-los e acredite, seu beta terá a morte que merece e espero que vocês não se metam nessa parte pois irão acompanhá-lo se o fizerem. 

- VOCÊ NÃO PODE… - começou Hayden exaltada, mas logo se calou quando viu o olhar de todos da família direcionados a ela.

- Sua tola, eu não estou propondo nada aqui, estou mandando pois por enquanto estou sendo piedoso com vocês, não acho que vão querer ser inimigos da família e muito menos entrar em nosso caminho - afirmou Klaus, sem dar brechas para discussoẽs. 

- Vamos ajudar, mas não vou deixar você matar meu beta - disse Scott firme, ia continuar falando, mas Derek o puxou para fora da clínica.

- Scott, não é inteligente ir contra eles - disse o mais velho sincero.

- Já enfrentamos coisas piores, Derek, é o meu beta! - exclamou, tentando se acalmar quando Stiles apareceu.

- Ele está certo, Scott! - disse o humano com pesar - Eu sei que é seu beta, mas perder um companheiro é como perder a razão de viver, é tão dificil encontrar seu companheiro e quando você o encontra… ele se torna o centro de tudo, é quem faz você se sentir completo - começou atraindo um olhar estranho de Derek, acabou suspirando irritado - O Theo errou com a gente e nós também erramos com ele, mas ele se arrependeu e eu também, posso não admitir, mas quero ele feliz com a família que ele conquistou e hoje eu sei que tudo que ele sempre quis era isso, ter alguém com quem sempre contar e ter uma família. O Liam simplesmente enlouqueceu e quer arrancar tudo isso dele, ele acha que o Theo tem que ficar com ele e você sabe que ele está errado e que ele não vai parar até ter o que quer. 

- Eu sei, mas não posso, Stiles! Você sabe como é perder um beta, por que está querendo que eu perca o meu? - indagou raivoso enquanto olhava o mais velho.

- Não fale do Boyd e da Erica! - Stiles falou irritado, empurrando o melhor amigo contra a parede - Acha que ele quer que você passe por isso? Ele voltou para essa merda de cidade só para ajudar você e você está sendo ingrato! Todos nós perdemos alguém, cometemos erros e nos sentimos culpados em algum momento, nem tudo é sobre você, acha que você é o único que sofreria com a morte do Liam?

- Ele é meu beta! - rosnou, seus olhos brilhando em vermelho enquanto Derek colocava o humano atrás de si, também brilhando seus olhos em claro aviso.

-  E ele é como um filhote para mim, estamos com ele em tudo desde que você o mordeu, nossa alcateia é nossa família e todos vão sofrer com isso, mas você é o grande alfa genuíno que não quer ter sangue nas mãos! Nem tudo se resolve com conversas, Scott, e se resolver colocar todos nós em jogo pelo seu beta, vai ter muito mais sangue do que imagina nas mãos, o Theo está esperando gêmeos, você pelo menos pensa nisso ou só está pensando na porra do seu beta?

- Você é só um humano, nunca vai entender isso! - arregalou os olhos quando viu o que disse, olhou para o melhor amigo e se sentiu um babaca, a decepção nos olhos dele era clara. 

- É, você tem razão, eu sou só um humano - começou rindo desacreditado - O humano que nunca saiu do seu lado, nem mesmo quando você foi mordido, qualquer um teria corrido, dado o fora, mas eu fiquei do seu lado. Você quase me socou quando eu disse sobre licantropia, você só se importava se a Allison estava em perigo e se esquecia da sua mãe e de mim, mas eu entendia porque era seu primeiro amor. Quando eu disse sobre os sacrifícios você não acreditou em mim, sobre os cavaleiros fantasmas também não, você nem sequer me deu o benefício da dúvida quando soube sobre o Donovan e você sabe das consequências dessa sua obsessão por se manter “limpo” - riu sarcástico - Limpo enquanto o resto de nós suja as mãos porque nem todos nós somos alfas genuínos, mas tá tudo bem, é claro que está! Você não tem mais esse HUMANO na sua alcateia - finalizou pegando a mão de Derek e entrando na clínica, deixando o alfa lá sozinho. 

- Vamos ajudar vocês - informou olhando o híbrido e vendo ele franzir o cenho com certa curiosidade, tinha escutado a conversa lá fora.

- Stiles - Malia o repreendeu, também escutou a conversa e não gostou nada e Lydia se sentia dividida, a coiote tinha contado sobre o que eles falaram e concordava com Stiles, entendia que Scott era diferente e que não queria matar para resolver as coisas, mas eles nunca conseguiram resolver nada com conversa visto que seus inimigos estavam dispostos a tudo para alcançar seus objetivos. 

- Vamos ver os possíveis lugares para onde ele pode ter levado o Theo - disse a Lydia olhando para eles e demorando seu olhar em Freya, que logo ergueu uma sobrancelha para ela, a fazendo desviar o olhar enquanto corava.

- Por que vocês estão tão dispostos? - rebateu Rebekah, contendo o sorriso por ter visto aquela troca de olhares, estava curiosa e desconfiada.

- Olha - começou Stiles suspirando e olhando Derek e Lydia que acenaram, o incentivando a continuar - Eu não gostava do Theo e muito menos confiava nele, ele causou muitos problemas para nós, mas eu sei que também erramos com ele e por mais que eu tenha demorado a admitir isso, eu quero que ele seja feliz. Demorou, mas eu entendo que não tínhamos e nem temos o direito de dizer quem merece perdão ou segunda chance, o Liam está errado e vamos ajudar.

- Não, não vamos! - Malia se intrometeu - Vocês estão ficando contra o Scott e o Theo merece isso.

- Você está se ouvindo? - Lydia rebateu irritada, não entendia o que estava acontecendo com eles, suspirou e balançou a cabeça em negação - Eles podem não ajudar, mas nós vamos, não temos tempo a perder, então vamos logo.

- Vocês podem vir para nossa casa - informou Freya olhando a ruiva com certo interesse.

- Vamos checar todos os locais possíveis - disse Derek de braços cruzados, haviam chegado há alguns minutos.

- Tá - Stiles pegou um papel e uma caneta - A casa dele, a antiga mansão Hale….

- Onde prendemos um cavaleiro fantasma - acrescentou Lydia - É possível…

- Ok, mais algum lugar? - perguntou o humano anotando no papel - Os túneis…

- Vocês mostram o caminho - disse Josh roendo as unhas nervoso, logo foi abraçado pelo namorado.

- Vamos achá-lo, amor - consolou Aiden.

Começaram pela casa do beta, foi difícil explicar para os pais dele e Stiles ficou responsável por isso quando viu que Klaus faltava voar nos pescoços deles, não encontraram nada lá e logo partiram para a floresta, indo para a antiga mansão Hale.

-  Tudo bem? - indagou Stiles se aproximando de Derek.

- Tudo - respondeu indiferente e sem olhar para o menor, que soltou a mão dele e se afastou chateado.

- Nada - Klaus rosnou irritado, se sentando na escada, bagunçou os cabelos e suspirou, sentindo os olhos marejarem. Focou em tentar se conectar com o marido, sentiu que ele estava confuso e com medo.

- Theo? - chamou mentalmente, os olhos fechados e o cenho franzido.

- Theo? - chamou mentalmente, com os olhos fechados e o cenho franzido.

- N-Nik? M-me  tira d-daqui - pediu Theo assustado.

- Onde você está amor?

- Túneis - sussurrou.

- Theo? Theo?

- Achei ele, ele está nos túneis - se levantou - Me leva até ele - pediu olhando Lydia, Stiles e Derek. 

Enquanto isso nos túneis....

Liam havia amarrado o mais velho, que acabou acordando durante este ato.

- M-me solta - pediu baixinho.

- Você é meu, Theo, vai continuar sendo meu - começou segurando o rosto dele - Como eu disse, vamos ficar aqui por enquanto, eles não vão conseguir nos achar aqui. Depois vamos para outra cidade ou até mesmo para outro país, quando essas coisas nascerem, eu vou vendê-los e então podemos ter nossos próprios filhotes, enquanto isso eu busco uma forma de desfazer essa marca e aí eu te marco como meu, para sempre - disse sorrindo enquanto o mais velho sentia lágrimas descendo pelo seu rosto, de medo e de raiva, estava assustado e seus filhotes estavam em perigo, tinha que dar um jeito de sair dali. Ficou mais tranquilo quando conseguiu se comunicar com o marido. 

Depois de alguns minutos, ele começou a voltar a si, não se sentia tão tonto e nem tão confuso, sua vista já não estava mais embaçada e agora conseguia sentir seu lobo e seu coiote, Liam tinha saído para buscar alguma coisa e quando ele voltou, fingiu que ainda estava mal.

- Isso vai manter você quieto por mais tempo - disse o beta, mostrando um frasco com acônito.

- Vai me matar desse jeito - sussurrou tentando convencê-lo a não injetar aquilo nele.

- Não vou, não - disse confuso.

- Você injetou acônito em mim,eu já estou fraco pois estou dividindo meus poderes com meus filhotes, se você continuar vai me matar - informou vendo ele bufar irritado, e fechou os olhos pendendo para o lado e se deitando no chão.

- Tudo bem - suspirou deixando o frasco ali, do lado de Theo - Vou buscar uma água para você.

Enquanto ele estava fora, se sentou e deixou a raiva dominá-lo, cortou as cordas de forma discreta para parecer que ainda estava amarrado. Pegou o frasco e colocou no bolso, por um momento quase se bateu por esquecer daquele detalhe crucial, depois de ir embora de Beacon nem se lembrava que continuava com os poderes de kanima de Tracy, fechou os olhos e tentou encontrar aquela parte dentro de si, sacou as garras e viu o veneno gosmento nas mesmas. Quando ouviu Liam voltando, as retraiu e voltou a posição que estava. 

- Aqui, baby - disse Liam se abaixando e levando a garrafa a boca dele, depois fechou a garrafa e a deixou de lado - Você está ainda mais lindo, sabia? - indagou esfregando o polegar nos lábios dele - Ainda mais grávido, pena que não são meus - divagou olhando a boca dele e se aproximando para juntá-la a sua, Theo logo virou a cara - Você não vai me negar assim quando eu estiver dentro de você - sorriu e enterrou o nariz no pescoço dele, focando em sentir somente o cheiro dele, nem reparou nos barulhos de passos próximos e muito menos na mão da quimera subindo até sua nuca. Theo raspou suas garras ali e imediatamente Liam caiu para o lado, sem conseguir se mexer. 

- Eu poderia te matar agora, mas eu vou deixar você nas mãos do Klaus e aí você vai ter a morte que você merece - disse, pegando o acônito e injetando no beta, depois amarrou ele. 

- Nik! - suspirou aliviado e se jogou nos braços do marido .

- Tá tudo bem? - analisou o menor de cima abaixo e levou suas mãos à barriga dele.

- E-ele me dopou, quero ter certeza que nossos filhotes estão bem - respondeu se agarrando a ele - Eu te amo - sussurrou e juntou os lábios em um beijo intenso.

- Eu te amo, lobinho - correspondeu - Eles nos ajudaram - apontou para o trio, o menor nem havia notado ele ali.

- Obrigado! - agradeceu surpreso.

- Todos erramos, espero que as coisas possam ficar bem a partir de agora - disse Stiles, o surpreendendo ainda mais. 

- Eu também - sorriu sincero, evitando pensar no que estava sentindo no momento, pois seu lobo e seu coiote simplesmente começaram a confiar nos três - Vocês são bem-vindos em New Orleans - disse olhando para a família e depois para eles, todos concordaram. Ele abraçou todo mundo, principalmente Josh e Aiden que não o soltaram por um tempo. 

- Kol? Elijah? - chamou Nik - Podem levá-lo para o porão lá em casa? - pediu e ele concordaram e fizeram o que o irmão pediu - Vamos no Deaton, tudo bem?

- Tudo, anjo - respondeu tranquilo.

*

- Os três estão bem - informou Deaton sorrindo, Scott, Malia e Hayden ainda estavam ali, os três de cara fechada. 

- Vamos para casa - Klaus pegou o marido no colo e ele apoiou sua cabeça no ombro dele - Descanse, love, você está seguro agora - beijou a testa alheia com carinho. 

- Vocês querem vir? - Theo perguntou para Stiles, Lydia e Derek, que se olharam sem saber o que fazer, quer dizer, eles sentiam vontade de ir e apesar de não entenderem o motivo disso, iriam tentar se manter por perto. 

- Nós vamos - respondeu Lydia sorrindo e olhando Freya rapidamente. 

- Ótimo! - exclamou Rebekah - Tem espaço para todo mundo! 

- Obrigado, Deaton - Klaus agradeceu e então todos foram para casa.

….

- Saiu da alcateia? - Theo perguntou surpreso com o castanho, estavam em seu quarto e Nik deixou eles conversarem.

- É, eu não sei o que aconteceu com o Scott a Malia, eles queriam colocar todos em risco pelo Liam, quer dizer, se fosse em outra situação eu entenderia e apoiaria, mas não nesse caso… - explicou simples - Seu marido estava bem bravo, acho que ele poderia nos matar apenas com os olhos.

- Ele é muito protetor com a família - explicou sorrindo pela forma que ele o descreveu.

- Desculpa - pediu Stiles sincero, se alguém dissesse que ele estaria nessa situação, ele mandaria internarem na Eichen House. 

- Pelo o que? - rebateu confuso.

- Por tudo, quer dizer, eu não estava aqui quando você foi trago de volta e nem quando foi embora, foi difícil ver que você realmente mudou, mas eu vi e espero que possa me desculpar por ter te tratado mal, por não dar uma segunda chance. 

- Tá tudo bem, de verdade, podemos esquecer tudo aquilo? - perguntou, sentia que aqueles três estariam bastante presentes dali para frente. 

- Podemos - respondeu animado - Acho que vamos nos ver bastante, então eu vou descer e deixar você descansar.

…..

Klaus estava deitado ao lado de Theo, o observava há algum tempo, sorriu por ele e seus filhotes estarem bem. Começou a acariciar os cabelos dele, em sua cabeça passava um filme, se lembrava de tudo desde que se conheceram, como se aproximaram e a forma que se conectaram tão rápido, o pedido de cortejo, os beijos, o pedido de namoro, de casamento, a lua de mel e a descoberta da gravidez. O amava com todo seu ser, ter ele em perigo era uma das piores sensasoẽs do mundo, não saber onde ele estava e não senti-lo pela marca foi totalmente desesperador.

- Anjo? - Theo chamou sonolento - Vem cá - pediu o puxando para seu peito, sabia que ainda estava meio apreensivo pelos acontecimentos recentes - Está tudo bem, hum?! 

- Hum - resmungou, roçando o nariz no pescoço dele - Eu não sei mais viver sem você.

- E nem eu sem você - disse beijando a testa dele e voltando a dormir poucos minutos depois, Klaus o acompanhou.   

….

Josh, Aiden e Klaus estavam no porão, olhavam Liam com fogo nos olhos e o beta se sentia acuado. 

- Posso socá-lo? - indagou Josh, sem esperar uma resposta foi para cima do mais novo, começando a socá-lo com toda sua força.

Após um bom tempo, Klaus se aproximou com uma adaga banhada em acônito.

- Eu poderia cravar isso em seu coração, mas não seria sofrimento o suficiente - disse começando  a fazer cortes de diversas profundidades pelo corpo dele. 

Liam sentia cada pedaço de pele machucada queimar, parecia que o acônito passava por suas veias queimando e o fazendo se contorcer, cerrando os dentes para tentar sentir menos. Rosnou alto quando sentiu a adaga entrando em sua coxa, em seguida em seu abdômen. 

- Para - pediu ofegante, já sentia todo seu corpo doer pela surra que levou durante horas.

- Você acha que o Theo te pertence? - indagou Aiden. 

- Ele é meu!  - rosnou irritado - Ele sempre vai ser meu e eu vou atrás dele onde ele for.

- Ah é?  - perguntou Klaus debochado - Acho que não, o próximo lugar que vai é o cemitério - informou sorrindo maldoso.

- Você não vai sair daqui tão cedo - Josh voltou às torturas, ficando cada vez mais satisfeito pois ele havia começado a implorar - E sabe o que é melhor? Você se cura, então temos bastante tempo antes de te matar.

Horas depois…. 

- Me mata - pediu sem conseguir abrir os olhos, sentia lágrimas descendo pelo seu rosto, seu corpo doía como nunca doeu, seu corpo estavam cheios de cortes e o acônito neles queimava, estava molhado e foi  eletrocutado, tinha algumas queimaduras pelo corpo e elas ardiam. 

- Nah, ainda não estou a fim - disse Klaus molhando sua mão em acônito e depois pressionando na ferida na barriga dele.

- Nik? - Isaac chamou entrando no local - Theo está te chamando, disse que quer o marido dele lá para acalmar os filhotes.

- Você tem sorte - disse se virando para o beta - Ele nunca foi seu e nunca será, porque ele me ama e é meu companheiro.

- Eu o amo - rosnou se debatendo.

- Não, não ama, ele só satisfazia seu ego, quando amamos queremos a pessoa bem e feliz, mesmo que não seja com a gente. Você não sabe o que é amor e não vai saber porque eu vou te matar - finalizou vendo o ódio nos olhos dele, sorriu antes de arrancar o coração dele, fez isso de forma lenta, gostando do pavor que viu nos olhos dele quando seus dedos perfuraram a pele devagar e tocaram o coração, para depois puxá-lo também devagar. 

- Vai lá, damos um jeito nisso - disse Isaac sorrindo para o híbrido, que devolveu o sorriso e correu para seu quarto, tomou um banho rápido e logo voltou para o quarto e se vestiu. 

- Hey, love - disse se aproximando e se sentando na cama, o deixando entre suas pernas.

- Eles estão agitados - sussurrou se apoiando nele - Acho que estão  sentindo sua falta - murmurou pegando as mãos dele e as levando até sua barriga, onde os gêmeos se mexiam constantemente e às vezes chutavam forte.

- Eles te acordaram? - perguntou risonho enquanto acariciava o local. 

- Não, mas começaram a se mexer desse jeito um pouco depois de você sair - respondeu, sentindo ele sorrir contra sua pele.

- Acho que nossa família vai aumentar, amor - comentou.

- Está falando dos gêmeos ou de outra coisa? - perguntou curioso, se ajeitando para olhá-lo.

- Acho que a Freya encontrou a companheira dela, a ruiva - respondeu, se lembrando dos momentos na clínica. 

- Isso é ótimo, quando voltamos? - acariciou as mãos do mais velho, sentindo os bebês calminhos. 

- Não sei, vamos decidir isso amanhã - finalizou distribuindo beijos carinhosos pelo pescoço dele. 

……

Autora Off




Notas Finais


E aí, os próximos capítulos vão trazer muitas mudanças.... Essa aproximação de alguns da alcatéia veio de forma aleatória, mas eu gostei de como as coisas caminharam!
Eu não gostei muito da parte da tortura, porque não ficou exatamente como eu queria, mas fazer o quê, né?!
Espero que tenham gostado, obrigada por ler 📖! 💜😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...