História Everytime We touch - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Katsuki Bakugou, Kyoka Jiro, Midoriya Izuku (Deku), Shouto Todoroki, Uraraka Ochako (Uravity), Yagi Toshinori (All Might)
Tags Bakudeku, Dekubaku, Katsudeku
Visualizações 212
Palavras 3.061
Terminada Sim
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores!

Essa one shot é uma songfic, ou seja tem letra musical no decorrer da história então recomendo que escutem a musica assim que a cena for aparecer para da mais impacto na leitura!
Deixarei dois links nas notas finais okay? Um da original e outra versão masculina fica a criterio de vocês a voz deo Midoriya.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Preciso de você ao meu lado


Fanfic / Fanfiction Everytime We touch - Capítulo 1 - Preciso de você ao meu lado

 

-Caralho Deku dá para parar de ser tão cínico?

 

 

-Cínico? Eu? Dizer a verdade na sua cara é ser cínico?

 

 

O clima entre o casal estava bem tenso, estavam brigando há bastante tempo no apartamento do loiro explosivo. O motivo por detrás dessa discursão era simples, traição. Bakugou jurava de pés juntos que Midoriya o havia traído com Todoroki após pegá-los bem íntimos na festa de Uraraka noite passada e isso foi o estopim para que o explosivo Katsuki soltasse asneiras de todos os tipos encima de Midoriya. Õ casal estava junto por dois anos, faltava pouco para completarem três anos de namoro sério, tinham seus altos e baixos, brigas, mas qual casal não tinha, Izuku era calmo, extrovertido, carinhoso e gentil, no auge de seus vinte e dois anos cursava o terceiro ano de enfermagem na faculdade, como um dos melhores alunos. Sua personalidade calma e gentil conquistavam todos ao seu redor, diferente de Bakugou, dono de cabelos loiros e rebeldes olhos vermelhos como rubis e uma personalidade bastante explosiva, cursava administração para no futuro herdar a empresa de robótica de seu pai. Eram um casal bem incomum, muitos diziam ou julgavam que o relacionamento de ambos era abusivo e autoritário por conta das crises de ciúmes de Bakugou, porém Midoriya tinha as armas certas para controlar o namorado e ainda fazê-lo sempre confiar em si de um jeito que ninguém sabia direito dizer. Apesar das desavenças que o relacionamento levava ambos se amavam demais, tinham apenas um ao outro nos momentos mais difíceis e momentos de puro amor quando estavam sozinhos, parecia que nada abalava aquela ligação exceto esse acontecimento.

 

 

-Que verdade hein?! –Vociferou o loiro – Eu vi com meus próprios olhos você se agarrando com aquele cara metade, não seja idiota Deku!

 

 

-Quantas vezes terei que lhe dizer que eu não estava agarrando o Todoroki? –O esverdeado estava perdendo sua calma – Estava difícil de enxergar por conta da iluminação, como pode ter tanta certeza que eu estava lhe traindo?

 

 

Izuku se aproximou calmamente do namorado encostou a ponta do dedo no peito de Katsuki deslizando pela blusa perfeitamente alinhada do loiro observando a respiração do mesmo totalmente alterado e ofegante. Por outro lado, Katsuki estava incrédulo, como que Midoriya poderia está tão calmo naquele momento crucial que decidiria o rumo da relação dos dois, aquele moleque estava brincando com fogo. Segurou as mãos do mesmo com certa força acabando por machucar os pulsos do menor olhou bem fundo naquelas esmeraldas que um dia foi sua perdição.

 

 

-Está tudo acabado!

 

 

Largou as mãos do menor indo em direção à porta, com a mão na maçaneta e pronto para sair ainda falou.

 

 

-Espero que não esteja aqui quando eu voltar.

 

 

Midoriya continuou estático no mesmo lugar, imóvel, as palavras do loiro rondando sua cabeça, foi ai que se deu conta que lágrimas rolavam pelo seu rosto sardento.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

Havia se passado uma semana desde que Midoriya e Bakugou haviam terminado o namoro a notícia rolou solta pela faculdade uns lamentaram pelo término já outros levantaram as mãos os céus e agradeceram. Izuku tinha muitos pretendentes que haviam desistido de si assim que o mesmo assumiu namoro com Bakugou, mas agora quer o esverdeado estava finalmente livre teriam uma chance. É era o que pensavam, Midoriya recusou cada um, pois para ele amava apenas Bakugou e apenas ele. Caminhando distraidamente e cantarolando uma música não reparando que esbarrou em alguém.

 

 

-Desculpa! –Exclamou – Kyoko-chan?!

 

 

-Midoriya-kun, como vai?

 

 

-Indo né, levando a vida. –Disse acanhado

 

 

-Soube do término, sinto muito. –Disse a morena com pena – Mas acredito que ainda irão voltar.

 

 

Kyoko Jiro, uma caloura da faculdade, estudava música, seu sonho era se tornar uma cantora e compositora de renome conhecida pelo mundo todo, era alegre e sempre positiva.

O menor apenas deu um sorriso como se não acreditasse tanto nas palavras da colega, não era de todo mal, ela só queria lhe confortar e demonstrar preocupação para com sua pessoa.

 

 

-Estou organizando um festival para o aniversario da faculdade, porque não participa? –Sugeriu a morena - E escutei você cantarolando e tens uma voz linda.

 

 

-E-Eu? Não, não posso. –Izuku ficou vermelho - Eu só canto por passatempo, os únicos que sabem é o Kaachan, a Uraraka e minha mãe, fora isso nunca cantei em público.

 

 

-Por favor, Midoriya-kun eu compus uma música que a letra tem toda haver com vocês dois. –Kyoko fez cara de cachorro sem dono e Midoriya suspirou.

 

 

-Tudo bem, eu canto.

 

 

A partir daquele dia a dupla se encontrava sempre na sala de música para que o esverdeado pudesse treinar a letra, Kyoko iria auxilia-lo em tudo que pudesse e assim arranjou mais algumas pessoas para tocar os instrumentos, junto com Uraraka à mesma estudava moda então ficou encarregada da roupa que Midoriya iria usar no dia do festival. Enquanto isso em outro prédio Bakugou estava no intervalo das aulas, caminhava até o refeitório para comer algo, pois desde o término não andava se alimentando direito chegando a fica doente, mas claro, escondeu isso de todos, pois se seus amigos ficassem sabendo disso tudo chegaria aos ouvidos de Izuku e isso era a última coisa que queria ver o esverdeado, a quem queria enganar? Ainda era loucamente apaixonado por Midoriya, seu sorriso era sua luz, seu abraço era seu porto seguro, sua voz era música para seus ouvidos e seu coração era seu lar. Perdeu tudo isso por causa de uma coisa idiota, Bakugou nunca ligou quando era traído pelas pessoas, apenas mandava se fuder e seguia sua vida, mas com o menor era totalmente diferente, eram sentimentos, era amor ali envolvido. Izuku tê-lo traído foi uma facada em seu peito. Pela janela conseguiu vê-lo junto de Uraraka ambos pareciam estrelados a um diálogo, o esverdeado carregava consigo uma folha e cantarolava algo que não conseguia escutar de onde estava, andou a passos rápidos até poder ficar a metros de distancia da dupla e foi ai que seus olhos doparam com as esmeraldas, o tempo envolto parecia ter parado, nenhum som era ouvido, apenas o coração de cada um, queria continuar naquele contato visual, mas Midoriya foi o primeiro a quebrar saindo dali o mais rápido que pode.

 

O tão esperado dia chegou à faculdade estava toda enfeitada, afinal era seu aniversario e era tradição todo ano o diretor Toshinori Yagi fazer uma festa em comemoração a fim de englobar todos seus alunos para a diversão e criarem laços mais fortes de amizades, o tema desse ano era “Festival de talentos” onde jovens tanto da faculdade como de outros colégios pudessem demonstrar ao público seu talento em música, dança, mágica e dentre outros dons que se escondiam prontos para brilharem nos palcos. O show iria acontecer no ginásio o mesmo era enorme e cabia uma multidão pessoas eufóricas, pais de alunos, caça talentos e celebridades eram convidadas a serem juízes das apresentações.

Na parte de trás do ginásio barracas foram montadas para serem os vestiários dos alunos que iriam se apresentar, em uma delas mais afastada Midoriya terminava de se arrumar, sua roupa consistia em uma calça preta justa, uma blusa social verde musgo com as mangas levantadas até os cotovelos e uma jaqueta jeans clara para complementar e em seus pés seus inseparáveis sapatos vermelhos.

 

 

-Está pronto Deku-kun? UAU! –Uraraka exclamou encantada c om a visão - Você está lindo.

 

 

-Foi graças à roupa que fizeste para mim, Uraraka-chan. –Sorriu corado

 

 

-Deixe de modéstia, você é lindo de todo jeito, duvido que depois de sua apresentação Bakugou não volte correndo para você. – Piscou o olho confiante.

 

 

 

Quando o relógio da torre principal da faculdade marcou dez horas em ponto, fogos voaram aos céus dando inicio ao festival, no pátio haviam várias barracas de comidas, gincanas e presentes, no ginásio as cadeiras estavam todas ocupadas sem contar com as arquibancadas, Toshinori subiu ao palco com o microfone em mãos.

 

 

-Bem vindos senhoras e senhores, tenho o prazer de anunciar que o festival da faculdade Yueei vai começar. –Aplausos soaram pelo local – O tema deste ano será “Festival de talentos” onde nossos alunos irão demonstrar seus talentos sob o olhar de caça talentos que estarão na plateia e ter uma chance no mundo dos famosos. –Fez uma pausa caminhando ao Datashow e o ligando na tela apareceu o nome Izuku Midoriya – Opa iremos da inicio ao show com a apresentação do aluno do curso de enfermagem e o mais inteligente Izuku Midoriya!

 

O menor subiu ao palco com a cabeça erguida sorrindo e acenando para seus amigos e sua mãe que se encontrava sentada na primeira fileira o apoiando.  Mais ao longe Bakugou estava sentado com Kirishima e assim que visualizou o nome do menor no telão pulou de seu assento indo para frente ficando de pé bem próximo do palco ignorando reclamações dos alunos ali.

 

 

-Bom dia a todos, essa música irei dedicar a uma pessoa muito especial.

 

 

As luzes se apagaram, e um dos holofotes ficou em Midoriya que estava de olhos fechados em frente ao microfone.

 

 

I still hear your voice, when you sleep next to me

I still feel your touch in my dreams

Forgive me my weakness, but I don't know why

Without you it's hard to survive

 

Eu ainda ouço sua voz, quando você dorme ao meu lado.

Eu ainda sinto seu toque nos meus sonhos

Perdoe a minha fraqueza, mas eu não sei por quê.

Sem você é difícil sobreviver

 

Nessa hora a cortina atrás de si se ergue revelando todos seus amigos o auxiliando nos instrumentos, pegou o microfone dançando ao ritmo da música bem perto da beirada onde focou seu olhar em Bakugou.

 

Cause everytime we touch, I get this feeling

And everytime we kiss, I swear I can fly

Can't you feel my heart beat fast, I want this to last

Need you by my side

Cause everytime we touch, I feel the static

And everytime we kiss, I reach for the sky

Can't you feel my heart beat fast

I can't let you go

Want you in my life

 

Porque toda vez que nos tocamos, eu sinto isso.

E toda vez que nos beijamos, eu juro que consigo voar.

Você sente meu coração bater rápido? Quero que isso dure

Preciso de você ao meu lado

Porque toda vez que nos tocamos, eu sinto esse equilíbrio.

E toda vez que nos beijamos, eu alcanço o céu.

Você não pode sentir meu coração bater devagar

Eu não posso deixar você ir

Quero você na minha vida

 

 

Andou pelo palco dançando, levando a plateia à loucura, Bakugou estava totalmente estático, sabia que Midoriya cantava, mas nunca imaginou que o mesmo iria cantar em público por conta de sua timidez. Dançava totalmente eufórico com alguns dos amigos o acompanhando e sempre observando o ex-namorado.

 

Foi para a beirada do palco ficando de joelhos estendeu a mão conseguindo tocar o rosto do loiro que não tirava o olhar de si.

 

 

Your arms are my castle, you heart is my sky

They wipe away tears that I cry

The good and the bad times, we've been through them all

You make me rise when I fall

 

Seus braços são meu castelo, seu coração é meu céu

Eles afastam as lágrimas que eu choro

Os bons e maus momentos, já passamos por todos eles.

Você me faz levantar quando eu caio

 

 

Midoriya sorri para o amante voltando ao centro do palco continuando a mexer o corpo nas batidas da música e a plateia o seguia animado.

 

 

Cause everytime we touch, I get this feeling

And everytime we kiss, I swear I can fly

Can't you feel my heart beat fast, I want this to last

Need you by my side

'Cause everytime we touch, I feel the static

And everytime we kiss, I reach for the sky

Can't you feel my heart beat slow

I can't let you go

Want you in my life

 

 

 

Porque toda vez que nos tocamos, eu sinto isso

E toda vez que nos beijamos, eu juro que consigo voar

Você sente meu coração bater rápido? Quero que isso dure

Preciso de você ao meu lado

Porque toda vez que nos tocamos, eu sinto esse equilíbrio

E toda vez que nos beijamos, eu alcanço o céu

Você não pode sentir meu coração bater devagar

Eu não posso deixar você ir

Quero você em minha vida

 

 

Sentou-se na beira do palco novamente enquanto os dançarinos e amigos dançavam atrás de si e cantavam com empolgação, dava para perceber que Izuku cantava com o coração, aquela música era toda para Bakugou, descrevia cada sentimento, cada momento que os dois passaram juntos.

 

 

Cause everytime we touch, I get this feeling

And everytime we kiss I swear I can fly

Can't you feel my heart beat fast, I want this to last

Need you by my side

'Cause everytime we touch, I feel the static

And everytime we kiss, I reach for the sky

Can't you feel my heart beat slow

I can't let you go

Want you in my life

 

Porque toda vez que nos tocamos, eu sinto isso

E toda vez que nos beijamos, eu juro que consigo voar

Você sente meu coração bater rápido? Quero que isso dure

Preciso de você ao meu lado

Porque toda vez que nos tocamos, eu sinto esse equilíbrio

E toda vez que nos beijamos, eu alcanço o céu

Você não pode sentir meu coração bater devagar

Eu não posso deixar você ir

Quero você em minha vida

 

 

Midoriya desceu do palco dançando junto com a plateia e sorrindo alegremente se aproximou mais uma vez de Bakugou rodeando seus ombros com uma mão colando os corpos.

 

 

Cause everytime we touch, I get this feeling

And everytime we kiss I swear I can fly

Can't you feel my heart beat fast, I want this to last?

Need you by my side

 

Porque toda vez que nos tocamos, eu sinto isso.

E toda vez que nos beijamos, eu juro que consigo voar.

Você sente meu coração bater rápido? Quero que isso dure

Preciso de você ao meu lado

 

 

O som dos aplausos tomaram conta de todo o recinto, quando Bakugou acordou de seus devaneios Midoriya não estava mais perto de si, havia saído para perto dos amigos onde o grupo se abraçava comemorando o sucesso do show. Seu coração estava disparado no peito, apenas aquela aproximação do menor foi o suficiente para transbordar todo o amor que sentia por Deku, saiu dali em passos rápidos precisava organizar a cabeça, seus pensamentos e sentimentos estavam totalmente confusos, agora estava dividido entre a razão e o sentimento, uma parte queria mandar uma foda-se ao garoto e seguir adiante, mas o outro lado queria correr de volta ao ginásio e o abraçar beijando na frente de todos apenas para mostrar que Midoriya tinha dono. Virou-se para trás dando de cara com Todoroki, o bicolor estava parado a sua frente com uma expressão séria.

 

 

-O que você quer seu Mané?! –Vociferou irritado.

 

 

-Tenho algo a lhe contar. –Disse com a voz calma - Você vai ouvir quer queira, ou não.

 

 

-Olha aqui duas caras... –Pisou firme no chão segurando-o pela gola da blusa - Você tem a audácia de agarrar o Deku na minha frente e ainda tem a ousadia de vim aqui falar desse jeito comigo?

 

 

-Eu não agarrei o Midoriya, ao contrário! –Empurrou o loiro com força – Ele estava me consolando, pois fui rejeitado pela Momo!

 

 

-O que?! –Incrédulo Bakugou estava incrédulo.

 

 

-Sim, isso que você ouviu, Momo me rejeitou, Midoriya era meu único amigo a qual poderia contar, você chegou e entendeu tudo errado, eu nunca tive intenção de tirá-lo de você Bakugou, mas se não teve a decência de conversar e deixa-lo explicar, sinto lhe dizer, Midoriya merece coisa melhor.

 

 

Assim dito tais palavras, Todoroki se retira voltando para o ginásio, deixando para trás um loiro bastante pensativo. Estava anoitecendo, após o show, Midoriya se viu desolado, pois sua apresentação não surtiu efeito que ele esperava, ao contrario, ao ver Bakugou sair do ginásio com raiva foi como um sinal, que o loiro não queria mais nada consigo. A fim de espairecer a cabeça foi passear com seus amigos por entre as barracas, conseguiu sorrir e se divertir, mas o peso em seu peito não ia embora por mais que tentasse esquecer, Bakugou não saia de sua cabeça fitou a sua frente, seus amigos riam e se divertiam entre si, mas sua felicidade não estava mais ali, havia perdido seu amor para sempre. Virou as costas prontas para ir embora, queria ir para casa, maldita hora que recusou a carona de sua mãe depois do show agora voltaria a pé bom que organizava os pensamentos.

 

 

-Ei seu nerd, para onde vai?

 

 

Izuku travou no local, virou-se para aquela voz tão conhecida visualizando Bakugou parado á sua frente, o mesmo aproximou-se de si segurando sua mão enquanto a outras entrelaçou sua cintura colando os corpos.

 

 

-Ia embora e me deixar para trás? –Sussurrou rente ao seu ouvido - Que menino mal, Deku.

 

 

-Mas eu não tenho motivos para lhe esperar Kaachan...

 

-Claro que tem, sou seu namorado seu baka. –Deu um peteleco na testa do menor

 

 

O esverdeado arregalou os olhos com tal alegação, lágrimas se formaram e rolavam por sua face, Bakugou o abraçou com força deixando-o chorar em seu peito. Sentiu saudades de tê-lo novamente assim em seus braços.

 

 

-Todoroki me explicou tudo... –Sussurrou calmamente enquanto acarinhava as madeixas verdes - Me perdoa por não ter acreditado em você... Izuku.

 

 

-Kaachan... Kaachan...

 

 

Aninhou-se mais ao peito do maior chorando, libertando toda aquela dor que assolava seu peito. Ao longe os amigos do casal observavam com um sorriso no rosto afinal, a felicidade dos dois vinha em primeiro lugar.

Bakugou segurou o rosto banhado em lágrimas do namorado, sorrindo carinhosamente, uma face que mostrava apenas para Izuku, esse mal entendi só serviu para mostrar que um não vive sem o outro, que o futuro não teria graça se não estivessem juntos, Midoriya passou os braços pelo pescoço do loiro sorrindo aproximando os rostos para finalmente selar seus lábios em um beijo calmo que logo se aprofundou de saudades. Não precisavam de palavras para dizer que se amavam, bastavam apenas atitudes e gestos.

Ali no meio de tanta gente alheia a tudo, a noite caiu com ela o céu estrelado, um casal se reatou, agora dessa vez, para sempre. 


Notas Finais


Original: (https://www.youtube.com/watch?v=LjZ2zwXbta4)
Versão masculina: ( https://www.youtube.com/watch?v=g_bSw90EyLs)

É isso, gostaram? Reviews?
Até a proxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...