História Evil Days - Capítulo 1


Escrita por: e An_illustrator

Postado
Categorias Gorillaz, Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls), Villainous
Personagens 2-D, 5.0.5, Ace, Black Hat, Demencia, Docinho, Dr. Flug, Ele, Florzinha, Lindinha, Murdoc Niccals, Noodle, Personagens Originais, Princesa MaisGrana, Russel Hobbs
Tags Comedia, Crossover, Drama, Gorillaz, Nooflug, Novela, Revelaçoes, Romance, Suspense, Vilanesco, Villainous
Visualizações 131
Palavras 1.176
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente... E-eu não t-tenho o que dizer... Tô nervosa!!!!
Espero que gostem!!!!

Capítulo 1 - Fuga


Para demonstrar a "admiração" e o carinho que sentia pelo Lord Black Hat, a menina lagarto passara dias fazendo um presente super fofo para ele.

Ela mesma fez com muita delicadeza um estojo de madeira ( que era de ébano por ser muito escura) para o violino dele. Tudo estava super bem feito forrado com um tecido preto e macio por dentro. Demência pintou na parte de cima as iniciais do nome B.H com tinta dourada com muito cuidado e perfeição.

Quando tudo ficou pronto ela "pegou empestado" o violino do capiroto sem que ele soubesse, porém reparando que o instrumento faltava as cordas. E durante uma das missões Dem saiu escondido para comprar as cordas ( feita de tripas de gato) novas.

Estava na hora.

Tudo de acordo com o plano, sua missão de conquistar o Lord estava entrando em ação. Desta vez a adolescente maluquete iria agarrar o seu "bonbonzinho do mal" para um beijo quente e selvagem. E depois, só depois teria o tão aguardado casamento. Como o Flug (que às vezes ela adorava de chamá-lo de Debilóide) disse uma vez na sua Arte da Conquista Malvada: NUNCA DESISTA!!!

Se aproximando do escritório do paquerado, Dem colocou só o olho para espiá-lo e admirar um pouco de sua "beleza do mal" (quando o Lord não estava deformado, claro.).

Hat estava lendo o jornal da manhã (como sempre, já que não fazia muita coisa na sua organização além de criticar, atormentar e agredir o seu ciêntista escr...Digo, empregado do mal), coisa que gostava de fazer quando não tinha nenhum programa ou propaganda  da organização para apresentar.

" Ali está ele...!!!! " Pensou ela se derretendo um pouco." Demência, atacar!" A adolescente correu para o seu encontro fazendo muito barulho enquanto carregava o estojo.

- BLAKIEEEE!!!!! - Ela chamou o capiroto que nem fez um esforço para olhar para ela. - Gatinho, eu fiz isso pra você! -  Com muito cuidado ela estendeu o estojo  na mesa, o pousando delicadamente para não arranhar ou quebrar algo.
Sem interesse o demônio cinzento fechou o jornal fitando para aquilo que estava escrito com as iniciais de seu nome incônico.

- Que droga é essa?! - Black rosnou com um olhar assassino puxando um sotaque estranho.

- Abre, ué. - Demência respondeu empolgada dando gritinhos de vez em quando. A mando dela assim ele fez não se impressionando nem um pouquinho com o que viu e fechou o estojo em seguida sem dar importância. - Ai, não precisa agradecer! Quando quiser a gente já pode marcar o casamento!

- Você pirou, sua burra grudenta?! - Ele falou rispidamente. - Isso aqui tá uma porcaria só doentes mentais e leprosos fariam um estojo desta categoria. - Enquanto vomitava os insulto Black cuspia no presente. - Eu nunca na minha vida usarei mais este instrumento maléfico por que as suas patas nojentas o tocaram!!! - Seus xingamentos assustaram a garota como um repelente, ela esperava um agradecimento em vez daquilo.

- M-mas, Blakie... Eu fiz com tanto a-amor... - A voz dela saiu falha, quase chorosa.

- QUE ASCO!!! - Em repulsa Black pegou o estojo com as duas mãos o partindo no meio sem nenhuma dificuldade, para a surpresa da menina. - Nunca mais faça essas merdas asquerosas que tenha amor, sua burra! - Demência soltou um gemido. - Agora saia daqui  e vá trabalhar, sua inútil! - O desgraçado apontou para a saísa se deformando um pouco.

Em reação, a Dem começou a chorar e correu se retirando do escritório ardendo de vergonha e ódio. A coitada entrou em seu quartinho minúsculo batendo a porta com força.

- E-eu não aguento ma-mais!!! - Ela soluçou afundando o rosto no travesseiro. - Eu... não quero... v-ver a cara horrorosa daquele idiota n-nunca m-m...! - Dem falou entre curtos períodos de tempo tentando conter o choro.- Ele magou meus sentimentos... - Ela teve uma ideia e se levantou da cama vendo a sua guitarra e a colocando numa mala preta. - E-e-eu vou embora daqui queira o Hat ou não! - A menina largarta pegou a mala e saiu do cômodo. Não se importando se enfrentaria um monte de armadilhas e robôs anti-fugas, o que ela queria era fugir dali.

 

********* ♪  *********

 

Sem saber para aonde ir, a adolescente andou muito até esbarrar em uma lanchonete qualquer, essa caminhada serviu para que ela esfriasse a cabeça um pouco e fazendo com que ela parasse de derramar lágrimas.

Entrando no estabelecimento a mutante pediu um sanduíche acompanhado de muito picles. Enquanto mastigava o lanche com a boca aberta e soltando muita saliva a jovem viu alguns panfletos coloridos jogados em cima da mesa, por curiosidade Dem pega um dos vários o lendo em seguida:

 

"Melhor banda do mundo precisa de colaboradores para criar o sexto álbum. 
Pagamento: 
Poder estar na presença incrível do melhor baixista do universo.
NADA DE HIPPIES!
"

 

Com os olhos brilhando ela ajeitou a franja lendo mas uma vez para ter certeza.

- Eu já sei pra onde vou! - Com um olhar maligno ela solta um sorriso maroto, procurando o endereço no verso.
 

 

********* ♪  *********

 

 

- Mas é claro que isso vai dar certo!

- E quem garante isso, Bro?!

Aquela discussãozinha envolvendo os dois membros da banda Gorillaz já se estendiam por um tempinho e já estava ficando insuportável. Noodle e 2D (que estavam vendo tudo sentados no sofá como duas crianças que observavam os pais brigarem) assistiam a tudo em completo silêncio apenas estranhando o fato dos socos, chutes e pontapés não terem se iniciado ainda.

- Eu garanto porque eu sou o maior gênio do mundo! - Murdoc se gaba enquanto encarava as orbes brancas do baterista.

- Grande merda, ninguém vai ser burro o suficiente pra topar uma proposta dessas!!! - Hobbs se irritou ainda mais.

- Ora sua bolha de chocolate, não discuta comigo mais uma vez porque senão-

- Senão o que gostosão?! - Ironizou Hobbs segurando o esverdeado pelo colarinho da camisa o puxando para mais perto.

- Senão vamos ver quem vai sair mais prejudicado... - O esverdeado ameaçou encarando cheio de fúria o homem com duas vezes o seu tamanho.

Então antes de cairem na porrada a campanhia da Spirit toca e rapidamente os dois se separam. 

- Atenda você, senhor da moralidade. - Zombou Niccals tentando chatear Hobbs, que ainda estava furioso.

Tentando não perder a cabeça (e enforcar o cara de Picles no processo) o afro-amenricano abriu a porta se deparando com uma jovem aparentando uns 20 anos de idade com uma franja rosa shok e um lindo rabo de cavalo verde-neon que se arrastava pelo chão, roupas estranhas, sapatos de cores diferentes (sendo um verde e o outro vermelho), e uma tornozeleira eletrônica na perna segurando um panfleto que Murdoc tinha espalhado mais cedo pela cidade.

A menina largarto falou empolgada olhando para ele enquanto ajeitava o capuz de dragão em sua cabeça:

- Se me derem um bloco de folhas brancas e uma caixa de 12 giz de cera, eu aceito!!!!!


============
 


Notas Finais


A capa da fic foi retirada de um site, é um meme bem curioso. Quem tiver curiosidade:

http://knowyourmeme.com/photos/1260533-gorillaz-demon-days-cover-parodies


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...