História Evil is coming - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Michaeng, Mimo, saida, Satzu, Twice
Visualizações 95
Palavras 841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Drogo


Fanfic / Fanfiction Evil is coming - Capítulo 3 - Drogo

"Responda Drogo!" Assim que a jovem lhe questionou ele me soltou e acabei caindo no chão, minhas costas estavam doendo devido ao impacto, ele era forte demais

"Ah Tzuyu, fique calma há muito tempo que essa casa não recebe visitas, eu preciso me divertir um pouco, e afinal ela cheira muito bem" Drogo empurrou Tzuyu, tirando seu braço que estava apertando sua mão 

"Se divertir? sério? (a cada palavra Tzuyu ia dando um passo, deixando Drogo mais desconfortável e ameaçado) Você conhece as Regras! essa família já sofreu demais por sua causa, não provoque mais" Tzuyu mantia seus olhos vermelhos fixos no menino

"Regras?! Se Lucifer não seguiu essa merda de regra, por que eu deveria? Humanos são objetos, nós usamos e jogamos fora... e outra coisa, nunca mais me interrompa assim, já pode parar esse negócio com os olhos, isso não me intimida" Drogo respondeu a jovem que ficou cada vez mais irritada

"Primeiro você ataca um humano, e agora ousa mencionar o nome de meu pai?!" "você está pedindo pra morrer"

Tzuyu retirou seu casaco preto, e eu vi dois buracos em suas costas faziam um formato de uma carabina, lembravam até asas, de repente saiu uma imensa escuridão de Tzuyu ela ia fazer alguma coisa com Drogo Mas Mina a impediu, parece que nessa casa a única boa é Mina.

"Ok... já chega, se você fizer isso nós vamos ter mais  problemas, agora...as duas meninas ali viram tudo, seus olhos Tzuyu..." Mina falou sussurrando para os dois em um canto

"Que legal, agora vou ter que dar um jeito nos humanos" Disse Nayeon se levantando da janela tirando seus fones e indo em direção das jovens mas antes que chegasse perto delas, Mina segurou seu braço 

"Você sabe o que vai acontecer se mais um humano sumir, Jihyo não vai gostar nenhum pouco disso"

"ué, vamos fazer o que então? elas sabem demais"

Se ouviram passos fundos, parecia alguém com raiva, abriu então a porta e entrou uma mulher com cabelos marrons e usando oque parecia uma coroa, atrás dela estava a menininha que eu havia conhecido mais cedo

Ela olhou ao redor e viu o que estava acontecendo, percebeu minha dor e olhou para Momo que estava paralisada

"Vocês não aprendem mesmo, quantas vezes eu vou ter que falar que nós não machucamos humanos!" "Quem foi o responsável por isso?!"

POR QUE ELES VIVEM NÓS CHAMANDO DE HUMANOS, ELES SÃO O QUE? pensei alto

a sala ficou em total silêncio

"Mamãe, acho que já sabemos quem fez isso" a menininha apontou para Drogo

"Fica quieta piralha" 

"Drogo, o que você fez?" 

"EU?! Pergunte pra sua filha que ia se transformar na frente dos humanos"

"Olha o tom de voz mocinho, não sou suas amigas, sou sua mãe e mereço respeito"

Depois de um longo tempo de conversa, Mina explicou tudo para sua mãe 

"Jeongyeon ajude Mina a levar as meninas a um quarto, Mina tire o feitiço da outra jovem" Mina assentiu com a cabeça e fez o que sua mãe pediu

            QUEBRA TEMPO

Com a ajuda de Jeongyeon, Mina levou as meninas até um quarto grande, depois que mina encarou Momo e retirou o feitiço, ela voltou a seus sentidos assustada

"O QUE ACONTECEU LÁ EM BAIXO? PQ ATACARAM A SANA, PQ EU NÃO CONSEGUIA ME MEXER?!" Momo estava irritada e curiosa, suas emoções estavam misturadas, ela não sabia o que pensar 

"Ei Calma, vai ficar tudo bem" Mina se aproximou da Jovem e segurou sua mão, o que encomodou Jeongyeon, apesar de ela ser "irmã" de mina, ela odiava o seu contato com outras pessoas, Jeongyeon não via Mina como uma irmã, seus sentimentos eram diferentes, e não haveria nenhum problema naquilo, afinal elas não eram irmãs de sangue, Jeongyeon foi achada ainda bebê num rio em uma viagem da família a Holanda.

"Já pode soltar a mão dela Mina" Jeongyeon olhava cada vez mais com desprezo pra jovem

Sana estava muito calada, estava com dor e ainda tentando digerir tudo o que havia acontecido

"Deixe eu te ajudar Sana" Mina se aproximou de Sana e colocou suas mãos nas costas de Sana, no mesmo instante ela sentiu um grande alívio, suas costas haviam parado de doer

"Como vo..cê fez isso?" 

"É uma longa história... vocês precisam descansar, amanhã tudo sera esclarecido" Mina deu uma piscadinha para Sana

"Sério Mina?" Jeongyeon perguntou bufando, Mina apenas riu da "irmã", ela ainda não tinha consciência dos sentimentos de Jeongyeon

"Eu não posso ficar aqui, minha mãe deve estar preocupada comigo"

"a minha também" Momo concordou com a amiga

"Posso te contar um segredo?" Mina perguntou a Sana que não entendeu muito bem 

"ham... pode?"

"Aqui dentro, o tempo não passa"

"Como assim?" Sana estava totalmente confusa

"Até mais meninas, Jeongyeon vamos"

"Ei Espera!" Momo correu até a porta mas Mina a fechou antes

"A porta não quer abrir estamos presas aqui! O que vamos fazer?" Momo perguntou a amiga

"Momo eu não gosto dessa família"

"Eles são estranhos Sana"

"Nós não podemos ficar aqui, nós precisamos sair, essa casa tem alguma coisa do mal, eu sinto isso!"

"Nós vamos sair daqui Sana!" Momo falou pra amiga com convicção, nenhuma das duas queria ficar naquela casa, elas iriam fazer de tudo pra sair...





Notas Finais


Mais um Cap pra vocês♡ obg por acompanharem a história, até a próxima♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...