1. Spirit Fanfics >
  2. Ex Amor >
  3. O que aconteceu?

História Ex Amor - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - O que aconteceu?


Fanfic / Fanfiction Ex Amor - Capítulo 12 - O que aconteceu?

- Onde eu vou? - Henrique perguntava pra si mesmo dando partida no carro e olhando no retrovisor.

- Vamos ficar aqui, dentro do carro...

- Não da - Ele olhou mais uma vez no retrovisor - Tô achando que tinha alguém me seguindo.

- E? - Pergunto sem entender.

- Não tenho medo - Henrique respondeu e me olhou por segundos - Tenho medo do que ela pode fazer com você se pegar nos dois juntos... - Me encarou - Ela é doida Natália, me Tacou o abajur na cabeça, por pouco não me acerta.

- O que aconteceu? - Pergunto e então ele tirou a camisa me mostrando as marcas que eu fiz nos seus braços e peito. - Ela viu? - Ele assentiu - Caramba, desculpa.

- Relaxa - Pegou na minha perna - Preciso resolver essa situação logo.

- Concordo.. Por você sabe, por vocês, pelo seu filho.

- Ele não merece isso - Henrique nega com a cabeça - Pode ser no motel?

- Motel Ricelly? Pra conversar?

- Não sei de outro lugar reservado que a gente pode conversar de boa...

- Tá, pode ser - Me rendo...

...E no caminho mandei uma mensagem pra Rodrigo que iria de demorar, que me ligasse qualquer coisa...

- Por que seu casamento levou esse rumo? - Pergunto assim que Henrique abriu a porta do quarto. O ar condicionado gelava aquele cômodo me fazendo arrepiar.

- Quase sempre foi assim.. - Ele respondeu trancando a porta. Na minha frente à cama Redonda, espelhos no teto e paredes, a televisão logo a cima. E a banheira com hidro mais do lado.

- Por que está nessa então?

- Santa aqui - Ele sentou na cama e eu fiz o mesmo. - Acredita em mim Naty. Eu nunca te traí.

- Eu te vi saindo do motel Henrique. Desse motel. - Digo sentindo o sangue ferver por lembrar daquele episódio.

- Se você tem tanta certeza que era eu por que você não seguiu?

- Não tive coragem - Baixei a cabeça e Henrique a levantou pelo meu queixo, mordi os lábios o encarando.

- Não era eu Naty. - Ele fechou os olhos e suspirou - Era meu carro, Mas não era eu....

- Ah Henrique - Ri alto, ironicamente.

- Lembra que nessa época eu andava muito com o Thiago? - Assenti - A gente quase nem fala direito dez desse ocorrido.. - Ele suspirou de novo - Ele tava ficando com aquela sua amiga, como era o nome dela... Ah Amanda. Você sabia?

- Não - Digo incrédula. - Ela nunca me contou e estávamos sempre juntas.

- Pois é, ele também não me contou. Ela namorava não namorava? - Assinto - Ele me falava que tava pegando alguém mas não dizia quem. Naquela semana ele bateu o carro.

- Eu lembro, voltando de um show.

- Sim - Henrique respondeu. - Ele pediu meu carro emprestado pra buscar a mulher que ele tava pegando, eu emprestei de boa... Eu não sabia onde ele ia, eu não faço a menor ideia de quem te ligou e nem porque fizeram isso. - Naquele momento levantei com raiva e fiquei de costas pra ele. - Naty.

- Por que você não me contou? Fica difícil acreditar agora.

- Você não me deixou falar. Saiu me xingando de traíra, disse que tinha nojo de mim. Eu fiquei com raiva de você cara... Por não confiar, por não me deixar falar. Naquele momento só queria que você ia a merda. E realmente você sumiu lá de casa aquele dia sem eu falar uma palavra. - Henrique levantou e veio até mim. - Quando fui atrás de você, tinha trocado de número, deixou todos os presentes, aliança na porta de casa.Tudo... E quando fui até sua casa o Gusttavo tava lá. Não cheguei... Depois me falaram que vocês já estavam juntos.

- Nunca nem fiquei com Gusttavo. Ele já estava conhecendo a Andressa. Era só meu amigo... Por que não mandou Thiago vir falar comigo?

- E você ia acreditar Na? - Não respondi só virei de costas pra ele de novo - Você ia dizer que ele estava me acobertando e ia ficar com raiva dele também. Irritada como você estava.

- Eu quero ir embora Henrique - Digo engolindo o choro. DROGA.

- Ei - ele me abraçou pela cintura mas me soltei e fui até a porta e a abri. Henrique rapidamente a bateu e passou a chave de novo. - Você não vai fazer isso de novo. Sumir da minha vida assim. Para de ser orgulhosa Natália... Olha pra mim - Continuei encarando a porta sentindo as lágrimas caírem - Cara. Assume que você errou, eu errei e pronto. Nós dois fomos orgulhosos naquela época. Talvez éramos jovens demais pra encarar a situação assim... Mas você sumir de novo pra daqui a 9 anos a gente se reencontrar vai mudar em que? - Cai em lágrimas mas não tinha coragem de encara-lo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...