História Exchange (BTS) - Capítulo 19


Escrita por: e Ester_unnie

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Almas, Drama, Ficção, G. Dragon, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lisa, Mistério, Namjin, Romance, Segredos, Suga, Taehyung, Two
Visualizações 11
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Surpresa para JungKook.


Fanfic / Fanfiction Exchange (BTS) - Capítulo 19 - Surpresa para JungKook.

1 semana depois...

Numa pequena pracinha com pouco movimento, estão Jay Park e J-Hope tomando sorvete e batendo um papo.

— JungKook vai receber alta hoje né? - Jay Park pergunta lambendo sexymente o sorvete.

— Sim, daqui a pouco vou com os meninos ir busca-lo, tô estranhando você em.

Jay Park começa a rir.

— Quando te conheci me tornei gay.

— Ai que linda. - revira os olhos rindo com o mesmo.

— Falando sério véi, você foi a melhor pessoa que eu já conheci. - Jay Park cora.

— Nossa amizade é eterna.

— Já que somos bem próximos, posso te contar um segredo?

— Sim. - J-Hope fica curioso.

— Tô apaixonado.

— Por mim? Já sabia. - ri.

— Sai fora, tô apaixonado pela Mi-Chan.

— O que? - o sorvete da mão de J-Hope cai.

— Nesses últimos dias cresceu um sentimento muito forte por ela.

— Sério? - J-Hope disfarça o olhar triste.

— Sim, você não gosta dela também né?

— Claro que não, só somos apenas amigos. - abaixa a cabeça e olha pro lado.

— Certeza? - Jay Park franziu o cenho ao ver a reação do amigo.

— Sim. - J-Hope segura o choro.

— Tá mas agora preciso de sua ajuda para conquista - lá.

— Jay eu já vou indo, vou me encontrar com os meninos. - J-Hope torna-se incomodado.

— Mas já?

— É. - disse seco.

— Ei e sobre a Mi-Chan?

— Falo Jay. - caminha com raiva ignorando Jay Park.

— Ué, ele tá doido?

Enquanto J-Hope caminhava enfurecido, no colégio .... Jimin se esforça pelas notas de (S/N).

— Obrigada por me ajudar na matéria amor. - Lara despejou um selinho em Jimin no meio da sala.

— De nada. - retribui com um sorrindo corado.

— Casal de lésbicas no colégio? Que ridículo. - dizia a morena dentre o trio de garotas.

— Verdade. - concordou a amiga próxima.

— Você não concorda Katy? - perguntou a mesma morena.

— Que? Ah sim, concordo. - distraída.

— Olá alunos, sentem - se. - disse o Professor Walter adentrando na sala de aula. — Senhorita Katy Lee o Tony esta te chamando na sala da diretora.

— O que o Tony quer com a Katy? - perguntou Jimin a susurrar para Lara.

— Faço a mínima ideia.

Katy caminha até a sala da diretora, ela bate na porta mas ninguém a abre, ela estranha o silêncio e entra, a porta rapidamente é fechada e Tony por trás coloca a mão na sua cintura.

— Tony? - suspirou sentindo suas mãos se deslizando.

— Eu mesmo, faz muito tempo que eu fiquei de olho em você. - beija o pescoço de Katy.

Tony toca nas partes íntimas de Katy e ela geme manhosa.

— Oh Tony! Pare.

Tony nega seu pedido e retira o uniforme de Katy, ele a joga bruto sobre a mesa da diretora e lá ele penetra em Katy a fazendo gemer alto.

Na sala de aula o professor começa a ficar furioso com a demora de Katy retornar.

— (S/N), vá até onde Katy esta e a chame logo. - professor Waltter ordenou.

— Ok. - Jimin obedeceu.

Jimin vai até onde Katy esta, ao tocar na porta ele ouve gemidos, percebendo toda a situação se afasta da porta e acaba se esbarrando na lixeira e fazendo barulho. Tony no momento interrompe e manda Katy vestir - se rapidamente.

— Jimin? - Katy abre a porta.

— O professor tá te chamando. - avisa pasmo.

— Ata, tchau.

Katy e Jimin se olham com estranheza.

— O que você tá fazendo aqui? - perguntou Tony fechando o zíper.

— Nada.

— Vai pra sala então! - grita ordenando.

— Já vou cassete. - retorna pra sala de aula enfurecido.

Já J-Hope continua a caminhar até os garotos ainda pensativo sobre a conversa com Jay Park.

— Jung Hoseok, você chegou atrasado, entra no carro logo.

— Tô indo SeokJin.

— SeokJin? Que bicho te mordeu garoto?

J-Hope adentra no carro silencioso.

— Lembrem - se, hoje a noite ele não pode saber de nada da surpresa. - avisa RM sorridente.

[...]

— Chegamos!

E lá estava JungKook na porta do hospital, ainda caminhando com dificuldade mas já conseguia andar, eu fui a primeira ao abraça-lo, 
fiquei muito feliz por vê - lo e finalmente poder tocar em sua pele depois de tantos dias.

— Senti sua falta Jimin. - JungKook sorri.

— Eu também. - retribui com um sorriso envergonhado.

— Consegue andar até o carro bebê? - pergunta Jin.

— Sim omma.

Todos vão para a casa dos pais de Jin, Suga não pode acompanhar pois esta na casa namorada Zéfinha. Na entrada da grande mansão dos pais de Jin encontram-se dois velhinhos jogando dama.

— Vó? Vô? - pergunta Jin os reconhecendo.

— Chupa anta, eu ganhei! - gargalhou avô de Jin.

— Seu velho safado! - dentadura da avó de Jin cai.

— A dentadura caiu amorzinho. - seu marido a avisou.

— Cadê?

— Ali no pé. - avô de Jin aponta para um pé próximo.

— Aqui? - segura os pés de Jin.

— Vó esses são meus pés. - revira os olhos.

— Jinzinho? É você? - avó de Jin toca em seus pés o reconhecendo.

— Jinzinho! que saudades! - sorriu o avô de Jin.

— Eu mesmo meus avós queridos que eu tanto amo, levanta vovó.

— Minha costela travou.

— Ah meu Deus.

— Que rapazes bonitos, quem são? - observou o vovô admirado.

— Os integrantes do grupo musical que eu participo.

— Aquele lá tem cara de gostosão. - a avó aponta pra JungKook.

— Aquiete o cú velha nojenta. 

— Onde estão meus pais?

Mãe de Jin aparece no momento.

— Uau. - todos ficam de boca aberta quando vêem mãe de Jin.

— Que foi? Vocês já viram minha mãe antes ué.

— Sim, mas ela tá mais linda. - V beija a mão da mãe do Jin.

Pai de Jin: — Licença. - empurra V.

— Toma troxa. - RM debocha rindo.

J-Hope, JungKook e (S/N) não se contém.

Mãe de Jin: — Jin meu amorzinho, podemos conversar a sós? Garotos lá dentro tem comida.

O restante correm famintos pra comer.

Mãe de Jin: — Já esta tudo preparado pra surpresa hoje a noite.

— Você acha que JungKook vai gostar? - perguntou Jin preocupado.

Mãe de Jin: — Claro que sim, confie na mamãe. - beija Jin na testa.


Notas Finais


J-Hope e Jay Park apaixonados pela mesma pessoa, será que haverá rivalidade?

🔴Obrigado pela leitura!
🔴Até o próximo capítulo 🔜
Sigam @Ester_Unnie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...