1. Spirit Fanfics >
  2. EXCUSE ME >
  3. CAP 3

História EXCUSE ME - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde, como vocês estão? Espero que bem... Voltei com mais uma atualização e espero que gostem e continuem lendo, pq ainda tem muita coisa pra acontecer...

          Enfim, boa leitura 🍁

Capítulo 4 - CAP 3


Fanfic / Fanfiction EXCUSE ME - Capítulo 4 - CAP 3

"Sou apenas um pequeno planeta que se perde diariamente em todo o seu universo."

                                       — desconhecido

          
         (Me perder em você é o mesmo que me achar em mim)


           🍁Jungkook🍁

Sempre gostei de finais felizes onde tudo sempre dava certo e tudo a todo momento fazia com que a gente torcesse para os protagonistas, onde cada cena inacabada, romântica ou até mesmo aquelas que continham toda a tensão possível, nos fazia sentir tudo que o casal estava sentindo, era incrível e em toda a minha vida eu sempre procurei por alguém que fizesse eu me sentir assim como nas histórias clichês... e eu encontrei, naquele sorriso doce e os olhinhos que se fechavam toda vez que o sorriso surgia parecendo birra, nas mãos pequenas e delicadas e até mesmo na fofura que era quando ele ficava todo bravinho e achava que colocava medo em alguém — park jimin era a junção de um céu estrelado com todas as perfeições do mundo, era impossível defini-lo — e quando finalmente encontrei pude sentir tudo aquilo que os casais em filmes ou livros clichês sempre sentiram e a tensão, essa era a melhor parte pq eu podia sentir que além de nos amar, nos desejávamos... e como eu o desejava, como eu o amava, como eu me sentia melhor apenas por receber uma mensagem de bom dia dele ou só de sentir a animação em sua voz quando me ligava, ele sempre fora mais do que eu realmente poderia pedir.

E agora olhando sua foto e sabendo que não veria mais aquele sorriso doce e tudo que ele transbordava, fazia eu me sentir tão vazio e tão sem cor que era impossível sorrir sem ser por educação, a única coisa que me forçava a continuar era saber que eu precisava fazer outra pessoa sentir tudo isso na pele, toda a dor e vazio que por culpa dele a morte de jimin me causou.

— preciso que assine esses papéis senhor.

Hoseok entrou tão rápido que eu mal notaria sua presença se ele não tivesse dito algo.

— pode deixar aí em cima, assim que eu terminar aqui eu assino.

— tudo bem.

Falou e caminhou até a porta mas algo fez com que eu o interrompesse.

— hoseok?

— sim? Precisa de mais alguma coisa?

Falou concentrado esperando que eu o desse algum trabalho.

— na verdade não, já está tarde então se quiser ir tudo bem —falei e ele pareceu satisfeito já que um sorriso surgiu em seus lábios — eu só.... yoongi ainda está aí?

— está sim, pq?

Arqueei as sobrancelhas o olhando sério.

— desde quando eu lhe devo satisfações?

— desde quando eu passei a resolver toda a merda que você decide causar.

Falou me olhando sério e eu sorri ladino negando com a cabeça.

— você é muito folgado pra um funcionário sabia?

— sempre soube, mas se me permite corrigir, o senhor já me liberou então fora do horário de trabalho não sou mais seu funcionário, posso dizer oque penso.

Falou com deboche me fazendo revirar os olhos.

— que seja, já pode ir.

— eu não deveria mas vou deixar um lembrete aqui vossa sabedoria — falou arqueando as sobrancelhas — se fizer qualquer coisa com ele, eu esqueço que sou seu funcionário e quebro a sua cara.

— está me ameaçando agora? Por conta daquele idiota?

— estou apenas lhe avisando.

Disse por fim e se retirou da minha sala, será possível que todos ali não entendiam que aquele inútil era o culpado pela morte do jimin? Pq sempre tinha alguém o defendendo?

Decidi ignorar meus próprios pensamentos e fui em direção a sala do queridinho intocável, oque não demorou muito já que era praticamente ao lado da minha.

— que bom que ainda está aqui.

Falei e ele me olhou confuso, talvez tentando entender o motivo de eu estar ali.

— eu já estou de saída, só estou tentando finalizar algo aqui.

Disse me fazendo sorrir travesso.

— sinto muito, mas acho que não poderá sair ainda, preciso que finalize isso pra mim até amanhã de manhã.

— oque? Como assim? Não vai dar tempo.

Disse me olhando... seu semblante continha um misto de nervosismo, confusão e agora um pouco de raiva, exatamente tudo que eu queria.

— é um trabalho importante yoongi, todos aqui trabalham duro pra entregar os trabalhos com prazo, mas também aqueles que os clientes nos pedem em cima da hora... como esse.

— eu entendo, mas amanhã tenho muita coisa pra fazer e se eu passar a noite acordada não vou conseguir terminar os de manhã a tempo.

Falou um pouco irritado me fazendo rir.

— bom, quanto a isso não posso fazer nada, esse é seu trabalho e preciso disso pra amanhã de manhã, faça o melhor pra que esteja impecável.

Disse por fim saindo da sala e deixando um yoongi confuso entre sair dali e me xingar até amanhecer ou se sentar e começar a fazer todo o trabalho que eu pedi e a julgar pelo silêncio do corredor ele provavelmente decidira fazer oque pedi, como eu esperava.

"Espero que esteja pronto yoongi, esse é apenas o começo do seu próprio inferno."

            🍁Yoongi🍁

Em alguns momentos é possível entender que você definitivamente não nasceu pra tal coisa e aquele com toda a certeza era um deles.

Já havia perdido as contas de quantos copos de café estavam sobre a mesa e de quantas vezes eu tinha apagado aquela porcaria de música sem querer por conta do sono e precisei refazer tudo novamente e só me dei conta do tempo quando olhei para a janela e ao invés de um céu todo escuro, vi um todo azul e um sol não tão forte comandando tudo lá de cima, e eu definitivamente precisava de uma cama, não estava acostumado a ficar acordado a noite inteira e provavelmente não iria conseguir manter meus olhos abertos por muito tempo.

— bom dia, chegou cedo em? — um hoseok todo animando surgiu na minha sala com um café da manhã e faltei agradecer de joelhos — pq está com essa cara e pq está com a mesma roupa? E pior ainda yoongi, pra que tanto café?

O olhei com dificuldade e fui até o pequeno banheiro da sala para jogar um água em meu rosto, feito aquilo voltei para onde hoseok estava e ele já me olhava querendo uma bela explicação.

— surgiu um trabalho de última hora e precisei passar a noite toda acordado para finalizá-lo.

— trabalho? Deixa eu ver.

Disse e foi até meu computador olhando o arquivo sendo enviado para o e-mail de Jungkook e arregalou os olhos com ódio após finalmente conseguir abrir o e-mail e ver de qual trabalho se tratava.

— ELE SÓ PODE ESTAR DE BRINCADEIRA COM A MINHA CARA... AQUELE... — tentou se acalmar me deixando todo confuso sem entender oque estava acontecendo — yoongi, me desculpe por isso, ele é realmente um idiota, esse trabalho é do mês passado e já foi entregue ao cliente, essa música já estava pronta.

Falou me deixando mais confuso mas aos poucos fui entendendo a intensão de Jungkook e apenas suspirei cansado.

— não acredito que vou precisar trabalhar com todo esse sono a toa.

— oque? Não! vá pra sua casa e descanse.

— não posso hoseok, você não faz ideia do que eu daria por um bom banho e uma cama, mas preciso finalizar muita coisa pra hoje.

— não acredito nisso, vai deixar ele fazer isso com você?

Falou totalmente perplexo.

— é meu trabalho, infelizmente só vou ter o luxo de dormir quando o expediente acabar.

Falei e fui diretamente pegar o café que ele havia trazido e após tomar tudo comecei meu trabalho daquele dia, já que o dia iria ser mais do que longo para mim.

Passei o dia mal conseguindo parar em pé ou com o olho aberto, precisei urgentemente da ajuda do namjoon e do hoseok para finalizar tudo e ainda precisei me controlar ao ver o olhar de deboche e ao mesmo tempo ódio que Jungkook direcionava a mim toda vez que passada pela minha sala, aquilo realmente estava me irritando e fazendo eu me perguntar como jimin havia conseguido amar esse monstro em forma de gente, ele era sim a pessoa mais cruel que já encontrei em toda a minha vida... Depois do monstro que atirou em jimin, claro... ninguém iria superar o ódio que eu sentia pelo dono daqueles olhos que jamais iria esquecer.

          🍁Jungkook🍁

Confesso que eu estava realmente amando ver o yoongi daquele jeito, era maravilhoso vê-lo sofrendo um pouquinho mas ainda não era o suficiente — jamais seria — e eu iria me certificar de que tudo só piorasse.

Estava me dirigindo até o estacionamento da empresa, fiquei um bom tempo assinando papéis então resolvi dar uma pausa para almoçar e estava abrindo a porta do carro quando sinto alguém me empurrar e antes mesmo que eu pudesse reclamar senti um soco em meu rosto que com toda a certeza deixaria um roxo depois, tentei revidar mais fui surpreendido com outro soco e só quando ouvi namjoon gritar dizendo para que aquilo parasse eu pude ver quem era... Jung hoseok meu funcionário.

— VOCÊ TA LOUCO PORRA?

gritei tentando avançar no mesmo para revidar os socos mas os braços do namjoon me impediram.

— CHEGA DE BRIGA.

— ele que me acertou do nada, isso não vai ficar assim — falei em um tom um pouco alto mas sem gritar — você tá ferrado hoseok.

Falei e o mesmo riu em deboche.

— oque? Vai me demetir? Ou vai tentar me bater? qualquer um dos dois vai ser em vão, você sabe.

— DESGRAÇADO.

— pq estão brigando?

Namjoon perguntou olhando para nós dois e hoseok me olhou com raiva.

— você viu oque ele fez com yoongi, viu o estado do garoto — falou direcionando seu olhar para o Kim — e eu avisei esse merda que eu quebraria a cara dele se fizesse isso.

— eu mesmo teria feito isso, não precisava ter arriscado seu emprego assim, sorte sua que não foi esse imbecil quem te contratou.

— namjoon eu ainda sou o dono disso aqui e posso mandar ele embora quando eu quiser.

— não, você não pode — falou me soltando com uma certa brutalidade — ele é meu funcionário, não seu e olha Jungkook — disse suspirando cansado — eu mesmo teria feito isso se ele não tivesse feito, você merece muito mais pelo que fez com yoongi e eu te avisei pra não fazer isso.

— agora já foi e nem pense que vou me desculpar.

— ele não fez nada pra você porra, para de ser idiota a esse ponto — hoseok falou ainda me olhando com raiva — jimin odiaria você por isso e ele teria toda a razão, não sei como ele conseguiu se apaixonar por você.

Falou e saiu andando de volta pra dentro da empresa e eu teria ido atrás dele pra soca-lo e fazer engolir as próprias palavras se namjoon não tivesse me impedido outra vez.

— escuta aqui porra, você não vai encostar um dedo no hoseok e se fizer qualquer merda outra vez com o yoongi — disse me fitando totalmente sério — se prepare que aquele processo que eu te prometi vai bater na sua porta.

Disse por fim e me virei socando a porta do carro com ódio, não era possível que esses dois imbecis não vissem que yoongi foi o culpado por tudo, ele tinha feito toda a merda e não eu.

A cada dia eu o odiava mais, odiava cada detalhe e só de ouvir a voz daquele idiota fazia eu ter vontade de mata-lo com minhas próprias mãos.

Mas eu não faria isso, pq hoseok estava certo em uma coisa, jimin me odiaria por isso e eu jamais iria suportar ter o ódio dele.... Jamais.


Notas Finais


🍁🍁

Espero que tenham gostado e acho que hoje mesmo eu posto outra atualização .... Obrigadinha 🤗🎨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...