História Exencia - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Pain, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Yahiko, Yugao Uzuki
Tags Escola, Gaaino, Hugguka, Konapain, Naruhina, Nejiten, Sasusaku, Shikatema
Visualizações 27
Palavras 3.295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas assim, como o prometido está aqui o capitulo quentinho pra vcs espero que gostem, até a próxima quinta-feira beijos de queijos

Capítulo 2 - Mistérios obscuros


Fanfic / Fanfiction Exencia - Capítulo 2 - Mistérios obscuros

*Haruka povs*

arrumava minha coisas rapido, via se tudo estava em seu lugar, nunca fui vaidosa ou tranquelha mais eu queria ter certeza de que nada iria faltar para minha viagem para o japão, ou mais dito minha primeira viagem sem meus pais para o japão, iria com a konan e a yūgao nos iamos fazer intercambio so na melhor escola de toda a asia continental.

confesso que sair do meu pais natal vai ser meio dificil pois ja tenho uma vida contruida aqui e realmente não quero larga-la.

moro nasci na Coreia e sempre vivo por aqui e por minha mãe ter melhores amigas acabei me colando as filhas delas tambem, a mais velha era a yugao era apenas um ano mais velha mais ama se gabar por isso e nos cobra para chama la de omma e mesmo não achando necessario por ela ser colada como uma irmã em nós, a chamo assim, a segunda mais velha sou eu e depois vem konan apenar 4 meses mais nova e com certeza não se parece com uma menina de 17 anos.

Ela tem cabelos em forma de channel e azuis, sempre foi fascionada por essa cor quase metade das coisas dela sao azuis deu a louca e implorou para a tia sayong deixa-la pintar e não parou de se isibir depois, yugao era quase a mesma coisa, também puxou o saco da sua mae para deixá-la pintar o cabelo, mais de roxo, e concerteza ela ficou linda seus cabelo eram bem maiores do que a de konan, deferente dele eles batiam no meio do quadril e com sua cinturinha finerrima ela combinava perfeitamente.

eu ja não era aquelas coisas a unica coisa que eu realmente tinha prazer de mostrar era meu cabelo, minha mãe era mais liberal comigo e deixou eu pintar mais cedo, eu prefiri o vermelho sangue sempre fui apaixonada por essa cor, eu era a mais baixinha do trio tinha apenas 1,50 mesmo konan sendo a mais nova tinha 1,70 e era realmente uma parede perto de mim, eu não a invejo apenas quando tenho que pegar algo na prateleira mais alta, fora isso acho que não, de certa forma realça meus cabelos, eles batem no meio das coxas muita gente me chamava de rapunzel no colegio da coreia e eu nunca reclamei.

Dizemos tchau para nossas mães logo após o almoço de despedida que elas tinham nos preparado, achamos melhor sair no voou de tarde por não ser longe chegariamos ainda hoje e não seria tão tarde, pegamos nossas coisas e nos dirigimos para o taxi que nos levou até o aeroporto e esperamos nossos horarios.

quando chegou o nosso voou entramos e a primeira coisa que fiz foi colocar meus fones no meu mp3 e colocar em happy song do Bring me the horizon, sem vias de duvidas era a banda que eu mais amava.

não prestei tanta atenção na pessoa ao meu lado pois yugao e konan ficaram um do lado da outra e pelo pouco que vi ao meu lado havia um garoto moreno mais com tatuagens muito legais, depois de almentar o volume me encostei para dar um cochilo ate a hora de chegar.

Nunca vi uma pessoa encomendar tanto como ele, tenho paciência mais o tormento desse garoto do meu lado me tira de serio, sabia que era melhor ter pego o jato particular do meu pai, mais konon tinha que vim com essas de nós fazer de típicas intercambistas, que típica intercambista tem 3 bilhões de dólares na conta, uma mãe apresentadora de tv que foi ex idol de um dos maiores grupos de k-pop da Coreia e um pai dono da maior empresa de intretetimento dos continentes da Ásia Europa, África, Austrália, e Américas, um básico, do mundo já que ele emprega pessoas do mundo inteiro.

E mesmo isso sendo uma classe presidencial de luxo, este embuste não se comporta um segundo, nunca fui a mais mimada ou que gosta de ficar ostentando mais eu preferia milhões de vezes estar no jato particular do que aqui, tentei me relaxar, alimentando o volume do celular e focando em algumas coisas postadas pelo Instagram, derrepente sinto algo quente a ponto de queimar caindo na minha perna, quando olho era o chá que estava no apoio de copos dele, tiro meu fone desesperada, e vejo que ele chama uma aeromoça enquanto passa um pano na minha perna.

- qual é o seu problema ?- pergunto enquanto a aeromoça trazia ulguns panos molhados para mim e eu passava, empurrei sua mão de cima da minha perna e começei a passar o pano que aliviava um pouco por estar umido.

- mil desculpas, e que eu tava treinando minhas novas batidas na bateria e acabei batendo o braço aqui - ele dizia meio assustado e preocupado, agora eu sei porque esse maluco ficava mexendo os praços igual um louco descompassado.

- eu toco guitarra e nem por isso fico igual uma maníaca patendo em tudo a minha volta- olho em seus olhos fixamente, eles eram um azul oceano em degradê com um azul mais claro, combinava com seus cabelos pretos como ébano.

Realmente, tudo que ele tinha de bonito, tinha de estorvo, graças a Deus já estamos chegando, não é um vôo nem de 1hora foi pouco tempo mais foram os piores, a primeira coisa que fiz foi me juntar com as meninas que perguntaram sobre o ocorrido e eu apenas troquei de assunto, pegamos rumo a escola em um táxi, vi que o garoto após sair veio até a porta de encontro com 2 homens vestidos como seguranças e abriram a porta para o mesmo entrar, não dei importância e entrei no táxi rumo a KES

_akemi_

Sai do quarto cossando meus olhos com preguiça, desci as escadas até a cozinha para comer alguma coisa pois, aparentemente ninguém acordaria tão já por ali, a casa estava em completa quietude, e quando desci as escadas pude ouvir meus ossos estralando pela noite mal dormida e o barulho de madeira já bem gasta pelo tempo.

Ouço um barulho baixo vindo da cozinha e logo vou até lá pegando um dos vasos gregos da minha mãe que tinha pelo corredor para atacar nele (e provavelmente morrer depois pelas mãos da minha mãe), olhei pelo canto da porta e estreitei-os para ver o loiro a minha, frente que colocava um líquido preto que acho ser café em uma caneca com um símbolo do flash, e logo depois levando até a boca e se virando para mim.

- oque você está fazendo? -ele me olha com uma cara de interrogação claramente com sono, suas olheiras eram pesadas.

- você, acordado a essa hora, quem é você é o que fez com o meu irmão ? - digo colocando o vaso em cima do balcão e me aproximando da prateleira para pegar outra caneca.

- Você também não é lá aquelas pessoas que acordam cedo não sei oque tanto fala de mim, só acordei cedo para curtir meu último dia na praia, já que voltaremos amanhã de manhã para Tokyo - ele me olha bebericando seu café e logo após pegando alguns biscoitos caseiros de dentro de um pote de vidro que estava atrás de sí, viro para ele novamente tomando o café amargo e forte que era bem típico dele é que ele dizia tonto gostar, peguei a lata de açúcar para tentar melhorar aquele sabor horrível

- seu café é horrível Naruto ! -me viro de costas para ele para pegar uma colher e colocar açúcar na caneca logo dizendo - e o que o senhor pretende fazer para utilizar esse seu último e cativante dia aqui no Brasil, não foi em praias e boates o suficiente, faltou mulher? - digo meio sonolenta com as palavras mais eufórica visualmente

- primeiro vou visitá-lo uma última vez - parei de tomar meu café e logo olhei para ele com um ar já sério e morgado, não esperava que ele realmente quisesse ver o túmulo do nosso irmão no nosso último dia, ele se renegou a ir por todos os outros dias dos dois meses e dizia que nosso irmão odiaria que dissemos ei casa chorando por ele, em vez disso, Naruto curtiu todos os dias, um após o outro, da mesma forma que ele curtia quando nosso irmão ainda estava em vida, mais mesmo dizendo para não chorarmos, dava pra ouvir seus soluços de madrugada e seus lamentos enquanto estava chapado falando o quanto sentia a falta do nosso querido irmão mais velho, olhei-o com uma cara de compreensão, ele finalmente aceitou a morte do seu, ou nosso, parceiro de vida e gandaia

Vi o virar e colocar a caneca na pia e logo que estava quase saindo da cozinha, disse com uma voz séria

-eu vou com você ...

Ele se vira para trás e me olha com um sorriso simples mais significativo

- obrigado Akemi.

Dou um meio sorriso vendo ele sair da porta da cozinha e sumir escadas a cima.

Termino meu café e vou até a sala me sentando e pegando o celular que tinha deixado na mesinha, começo a checar algumas mensagens e noto que Hinata havia me enviado duas mensagens e uma foto

_mensagem on - Hinata

"Akemi você não sabe a saudade que estou de você"

"Ia te chamar para ir ao cabeleireiro, queria algo novo para esse ano, gostou do meu novo corte"

* \*\*\*Imagem*/*/*/*/

Realmente adorei a foto dela, renovar o corte e uma boa ideia, ficou muito lindo seu novo corte de cabelo, animou mais o astral dela

"Esta linda Hina, logo logo estarei de volta, estou ansiosa para ver você é temari novamente."

Enviei minha mensagem e mexi mais um pouco no meu Instagram notei um garoto peculiar entre vários no meio dos novos seguidores que ganhei, não dei muita bola e apaguei a tela.

Subi até meu quarto, tomando um banho longo em seguida. Derrepente recebo uma ligação e quando olho para a tela do celular vejo que é Hidan, o garoto que acabei ficando ontem na boate, dei uma ignorada com sucesso e continuei meu banho de banheira por mais meia hora, confesso que so sai para meus compromissos por que se não ficava ali até o final do dia.

Vesti um salto Peep toe Schutz preto acompanho de um skinny em sarja de cintura alta e uma regata de tecido molhado vermelho, coloque uma jaqueta de couro hoffen por cima, peguei tudo que precisava e sai em busca de Naruto.

O mesmo já me esperava na sala, saímos e fomos no carro dele, o caminho estava em completo e mais puro silêncio, olhava pelo vidro do carro para fora quando paramos em um sinal vermelho, olhava para os lados, várias pessoas andando Pela calçada a nossa frente passando rapidamente.

Quando o sinal abriu resolvi quebrar o silêncio.

-Naru - chamei-o com o apelido de infância ele não parece se incomodar mais sua expressão fechada continua

- sim ? - ele dizia com uma voz calma e fraca ainda olhando para o caminho a nossa frente.

- podemos parar para comprar flores? - digo ainda meio aflita, olhando para uma floricultura logo ali perto.

Ele não me diz nada é apenas para em frente a floricultura, sai do carro passando pelo outro lado e abrindo pra mim, saio do carro com ele fechando atrás de mim logo em seguida. Entramos na floricultura olhando em volta e tanto eu quanto ele paramos nossos olho no mesmo buquê de flores, eram nada mais nada menos que gardênias brancas, as favoritas de Nenma, ele sempre dizia que por mais uma pessoa esteja triste gardênias sempre sorriem e alegram o dia peço o buquê para a mulher e após pagarmos saímos em direção ao cemitério deparado da nossa família, caso a pergunta, sim temos nosso próprio cemitério.

Basicamente é uma tradição da nossa familia, nossas origens são brasileiras e quando nós mudamos para o Japão continuamos a aguarda-la, a mansão dos Uzumaki fica aqui a muitos anos nem eu sei o motivo por nos termos um cemitério em nossa própria casa, mais pelas histórias que nossos pais nos contaram era por que o povo que vivia por aqui achava que ruivos eram bruxos e se recusavam a enterrar nossa família junto a deles e por não deixar os familiares mortos descansarem em paz. Então colocaram no próprio quintal. Dizem que todos os Uzumaki nascem ruivos, porem eu e Naruto fomos uma raríssima essesão, nascemos com o Gênesis de nosso pai, já cogitaram em não termos direito a erança por isso, mais já que somos a família principal tanto eu quanto Naruto e Nenma se ainda estivesse em vida receberiamos erança igualmente dividida.

Acabamos chegando no cemitério, após alguns anos a manção não era mais utilizada pela família e a única a morar aqui ainda era a patriarca da família Mito Uzumaki, aos seus 97 anos tinha uma beleza que nem algumas mulheres de 20 poderiam alcançar, minha tatara avó.

Entramos e apos uma longa conversa com ela fomos até o túmulo de nosso irmão e deixei as flores nas mãos de Naruto

_Naruto_

Olhei para o túmulo ainda com remorso de aceitar que Nenma não está mais aqui, e mesmo que eu não lembrasse tanto de todos os nossos momentos juntos ainda sentia muito sua falta, minha infância sempre foi eu akemi e ele, ele era aquele tipo de irmão mais velho dahora que sempre protegia-nos não importava o que acontecesse, ele sempre estava ao nosso lado ele sempre nos fazia sorrir nos piores momentos e agora que ele se foi fiquei perdido, quando acordei do meu como não consegui acreditar que ele já tinha morrido nem tive tempo de me despedir - coloquei as flores em cima lápide e deixei um flert de lágrima escorrer até minha bochecha secando rapidamente e saindo para dentro da casa novamente logo seguido por akemi que me dá um longo abraço.

-vai ficar tudo bem Naruto, estamos juntos ... estamos juntos nessa.

___ Temari ___

Após ver e comentar o novo look da peituda decidi que era melhor eu mudar um pouco também, assim como ela mesmo dizia "vai levantar o astral" que algo que realmente estamos precisando na nossa escola já que descobrimos que Naruto vai voltar este ano, e principalmente hinata que perdeu o namorado e que vai ter que ver os dois irmãos dele e Provavelmente estudar na mesma sala que ela.

Resolvi ajudá-la já que ela é minha amiga e que não ia deixar ela passar por isso sozinha eu, Gaara, Kankuro e meus pais decidimos voltar hoje para eu encontrar hinata e termos um tempo a sós, Akemi só volta depois de amanhã e então faremos uma festa do pijama para deixar as conversas em dia levanto vou até meu quarto toma um banho bem demorado, queria aliviar meu extress era exatamente oque nós havíamos vindo fazer nos Estados unidos, principalmente pelos rolos que deram no final do ano na escola e na festa de fim de ano, fiquei sabendo que Karin finalmente mudou de escola, ou foi enviada sei lá, sinceramente não me importo apenas agradeço menos um embuste na minha vida, saio da banheira e enrolo a toalha em meu corpo secando-o e

depois de sair do banheiro, Vou até a mesa de cabiceira e começo a me encarar no espelho pensando no que eu poderia mudar, este ano. Olhei para os meus longos cabelos loiros batiam na altura do quadril era um loiro escuro como amarelo queimado eu gostava muito dele achava que ele combinava com a cor da minha pele meio pálida pelo frio que era quase continuo tanto em Tokyo no Japão quanto em new York nos EUA.

De repente ouço o som da porta abrir e vejo o cabelo de labareda entrando pela porta sem ao menos ter a sensibilidade de bater para saber o que eu fazia.

- o que faz aqui Gaara - pergunto com a voz bem incrédula pelo que acabaste de acontecer vim pegar uma coisa que você não me devolveu, ele cruza meu quarto rapidamente entrando no meu closet e começando a vasculhar.

- e oque seria para o senhor nem sequer dar o respeito de bater na porta ?- disse levantando e indo até o closet vendo a bagunça que ele fazia.

- meu colar da família - olhou-me por cima dos ombros e voltou a procurar

- eu não peguei seu colar.- digo com sinceridade e sororidade pare o mesmo.

- então porque eu vi com você ? -ele disse se virando pra mim sério e me encarando

- e quando foi que você viu esse colar comigo ?- digo cruzando o braço indignada.

- na festa a fantasia da manção ontem - ele dizia rápido e quase embargado em suas palavras

Começei a perceber o real motivo de ele estar daquele jeito, tão frustrado e fútil, sua crise de ansiedade havia atacado e provavelmente nem se dará conta de que o colar que eu usei não era o mesmo.

O puxei até a cama devagar puxando minha gaveta da minha escrivaninha e pegando um comprimido dando em sua boca mais a única coisa que ele fez foi cuspir e levantar e continuar ouriçado.

-onde está o meu colar Temari - ele dizia ríspido, e voltou a mexer inquietantemente nas gaveta, levanto e vou até ele o abraçando pelas costas, percebi que ele parou de mexer nas coisas e se virou de volta para mim me abraçando forte, o olhei de novo e ele ja estava calmo, me desvinculei de seus braços, enquanto o mesmo abaixava cabeça

- me desculpe - ele diz se dirigindo até a porta, ele se virou brevemente - eu sonhei denovo com aquilo.- balanço a cabeça

-volte a dormir, em Tokyo quando estiver mais relaxado conversamos ok- faço um sinal que é respondido rapidamente, ele fecha a porta e me viro novamente para a mesa cheia de maquiagens e um espelho gigante na frente, não consigia mais me consentrar na mesma coisa que antes e nem lembrava pra ser exata, começo a pentear meu cabelo e logo o arrumo passando uma maquiagem básica, e indo até o closet, e vestindo uma saia cintura alta com um preta, uma regata fina branca e uma jaqueta de couro preto, visto um salto Gucci preto 10pt e pego uma bolsa da mesma marca logo saindo rumo cabeleireiro.

Entre no carro desci as escadas rapidamente encontrando com Gaara na sala, ele se vira para mim e me olha de cima a baixo.

- a onde vai esta hora?, nós saímos as duas.

- vou até o cabeleireiro, voltarei Antes disso pode me esperar não vou demorar anos.

Sai pela porta a trancando vendo Gaara suspirar atrás de mim, entro no carro em direção ao cabeleireiro que eu costumo ir em Nova York o melhor daqui, entro no salão ainda pensando sobre o que fazer, pergunto o que seria melhor, qual tipo de corte ele me recomenda algo novo sem pintar meu cabelo já que eu amava o meu loiro típico.

Simplesmente 30 minutos depois vejo o resultado de confiar nele, meu cabelo estava um pouco abaixo dos ombros não batia mais no meu quadril, realmente eu gostei bastante mesmo sentindo falta do meu cabelo loiro grande foi realmente bom cortar, me sinto uma nova eu, um pouco mais leve, sai do salão em direção ao shopping, decidi que compraria presentes para akemi e hinata Já que as duas sempre ficam com esse piti que eu nunca trago nenhum presente para elas.

_QdT_

Chegou em casa ao 12:40 já havia arrumado minhas coisas e estava pronta para sair, arrumamos tudo e depois do que podemos chamar de "almoço em família" fomos para o aeroporto aonde estava marcado para pegarmos o avião particular dos Sabaku.


Notas Finais


Eai, gostaram mereço comentários e favoritos, MUITA TENÇÃO E MISTERIOO
porque o Gaara deu a loka de ansiedade, oque aconteceu com o Naruto e a família Uzumaki (considerem a família Uzumaki como se fosse a família blossom de riverdale por que eu baseei a família na família deles ) e pra caso algumas perguntas que provavelmente venham a surgir, o Naruto e irmão gêmeo da Akemi (considere a aperencia dela o jutsu sexy do Naruto) e tem o Nenma que é o irmão 2 anos mais velhos que eles que por motivos da fanfic ELE NÃO SERA MORENO caso vc não conheça esse personagem ele é uma fusão do Naruto e do Sasuke, por isso os cabelos pretos, mais na fanfic ele vai ser puramente loiro galeura, e tem a harukinha que só eu, eu sempre tô nas minha fanfic pessouas e amigo isso, e basicamente ela vai ser uma forma de vcs entrarem na fanfic, prometo que no próximo episódio explico tudinho de como funciona
Ps: Hinata era namorada de Nenma e Naruto gostava dela na época do namoro, porém o mesmo acidente que matou o Nenma tirou metade da memória do Naruto, e eu já vou indo porque se não conto a fanfic inteira, beijos de queijos e até maisss💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...