1. Spirit Fanfics >
  2. Exilados >
  3. Segunda Temporada - Terras Sombrias Parte 1

História Exilados - Capítulo 9


Escrita por: MeariLokis

Notas do Autor


Espero que eu não tenha demorado demais! Novamente eu ocupada, desculpem.
Acho que preciso parar de usar essa desculpa hein?
Enfim, vamos lá

Capítulo 9 - Segunda Temporada - Terras Sombrias Parte 1


Fanfic / Fanfiction Exilados - Capítulo 9 - Segunda Temporada - Terras Sombrias Parte 1

Exílio

P.o.v Mashira

Eu estava voltando para dentro do Exílio, havia acabado de conhecer aquela filhote, "Kaya" se não me engano, não é? Enfim, eu estava pensativa, afinal ter uma pequena amizade com aquela filhote poderia me dar alguns beneficios....não que esse fosse o ponto da amizade, eu realmente gostei dela, parece ser bem animada e engraçada pelo jeito que ela ficou histérica e com toda a certeza do mundo uma companhia melhor que os filhotes daqui.

- Mashira! - Uma voz calorosamente familiar me tira dos pensamentos. - Terra para Mashira! Tá tudo bem, irmã? - Takah perguntou me encarando.

- Ah, claro Takah, só estava pensando...sobre algumas coisas. - Não posso contá-lo sobre o evento de mais cedo, ou posso? - Takah, eu-

- Ah! Finalmente você chegou! Se distraiu com outro rato? Ou será que estava criando pequenas fantasias nessa cabeçinha? - Perguntava Kley com aquela pose ridícula de dominante.

- Nada que te interesse, Kley. Não sei por que insiste em tomar conta da minha vida, o que eu faço ou deixo de fazer não é de sua importância. - Eu disse batendo a minha cauda na cara dele e indo embora, deixando-o sozinho com o meu irmão, mas ainda escutando a conversa deles de longe.

- Cara, qual é o problema da sua irmã comigo? - Kley perguntou olhando para Takah.

- E qual é o seu problema com a minha irmã? - Takah respondeu o encarando.

──────────────────────────────────────────
Terras do Reino
P.o.v Kaya

Zazu ainda estava me ensinando algumas lições, eu não conseguia parar de pensar no que havia acontecido, eu poderia ter morrido, é verdade, mas acho que aquela filhote pode ser inofensiva como ela mesma disse, não sei...Ela não parecia realmente má. Logo escutei Zazu me chamando a atenção, eu havia me distraido pensando em todo o incidente de novo.

- Kaya! Escute! Eu já lhe chamei várias e várias vezes, mocinha! - Zazu estava impaciente me encarando. - O que foi que eu acabei de falar?

- Ah, claro...é...e-eu não sei? - Sorri nervosamente.

- Kaya, como você quer ser uma conselheira real se não presta atenção no que eu digo? - O calau me questionava sério.

- Zazu, me dá uma chance! Eu consigo, é que hoje eu estou meio....

- Distraida? Sim, até mais do que o normal, aconteceu algo, Kaya? - Zazu perguntou.

Eu gelei, ele não podia saber de nada! Tipo, nem sonhar com o ocorrido de hoje, caso aconteça ele me mata, minha mãe me mata, Haiki me mata, TODOS ME MATAM! Vamos lá, Kaya! Invente uma desculpa, DE PREFERÊNCIA UMA DAS BOAS! Pensa, pensa, pensa, pensa....AH!

- Eu....er....não dormi bem, sabe? Sonhos um pouco estranhos....- Tentei mentir, eu não consigo mentir e não gosto, ainda mais para o Zazu, mas é preciso pois é questão de vida ou morte.

- Sei...- Zazu me encatou por mais uns segundos antes de continuar. - Enfim, as lições de hoje estão encerradas está livre por agora, vou te levar até sua mãe. - Zazu levantou vôo e eu o acompanhei caminhando.

Zazu me levou até a toca onde eu moro com minha mãe, indo embora em seguida e me deixando lá. Ao entrar na toca notei que minha mãe não estava, provavelmente ela deveria ter sido chamada para caçar, resolvi sair da toca e subi na árvore próxima a entrada da toca, sempre consigo ter uma boa vista em cima dela, e me sentei sobre um dos galhos  observando a pequena vista que tinha dali. Conseguia ver...o Exílio, uma das áreas de caça, a Cachoreira Hakuna Matata e...Bingo!Minha mãe voltando de uma caçada, é parece que realmente acertei, ela saiu mesmo para caçar.

- Kaya! - Ela me chamou quando me avistou em cima da árvore e eu desci rapidamente ficando em frente à ela. - Então, como foi o passeio com o Haiki e as lições com Zazu? - Ela perguntava paciente, fazendo um sinal com a cabeça para eu segui-la.

- Foi tudo bem, mãe. Érr...aonde estamos indo? - Perguntei enquanto caminhávamos.

- Comer, caçamos um búfalo dos grandes hoje, é o suficiente para alimentar a todos, então hoje não comeremos sozinhas na toca. - Ela respondeu. - Certeza que está tudo bem mesmo? Parece meio distraída.

- Nah, eu estou bem, apenas pensando...

 

──────────────────────────────────────────

Exílio

P.o.v Kley

Mashira havia acabado de me dar um belo fora, ainda teve a audácia de bater a cauda na minha cara, eu juro, que se ela não fosse uma fêmea e a filha da Shiki eu já teria tentado a matar, e pra valer que eu estou dizendo.

- Kley, vamos, estão nos esperando. - Takah falou baixo, eu realmente não presto, não deveria ter mordido ele durante a última corrida, mas não é como se eu fosse pedir desculpas ou algo do tipo.

Pedir "Desculpa" ou "Por favor" e "Obrigado", isso não é nem um pouco comigo, apenas pedi a Mashira pois sei que se ela quisesse poderia ter mandado me matar, já que machuquei seu "precioso irmãozinho", ela poderia ter falado que eu machuquei Takah para a mãe dela e com certeza seria meu fim.

- 'Tá, vamos logo. - Eu disse curto e grosso com ele, e o vi se encolher e andar logo atrás de mim, é eu com certeza sou o pior pesadelo do Takah e não é à toa que Mashira me detesta.

Eu e Takah fomos andando devagar até o lugar da corrida, eu reparava em Takah, eu pensava no futuro, ele não seria um grande rival quando nos tonarmos jovens adultos já que Takah é muito tímido, pequeno e um pouco medroso com certeza o total oposto de Mashira, já que ela é um pouco maior que ele - Obviamente quando crescerem ele ficará maior mas por enquanto em altura ela vence - dominante e agressiva. O caminho foi totalmente silencioso até chegarmos lá com Mashira e Tany nos esperando.

- Amém, aonde vocês estavam? - Tany me perguntou nos encarando.

- Espero que não tenham feito nada...de errado... - Mashira me encarou mortalmente. - Espero que meu irmão ainda tenha as pernas inteiras ou....a cobra aqui terá que arranjar novos dentes. - Ela rosnou ainda me olhando.

- Não senhorita, seu irmão está totalmente bem. - Eu a encarei debochando.

- Irmã, calma, você 'ta bem? - ele a encarou nos olhos com um rosto falsamente triste, isso era o golpe baixo dele, Mashira não suportava ser encarada nos olhos e nem por uma carinha triste.

- Perfeitamente bem Takah, vamos logo. - Mashira o chamou e todos formos para os nossos lugares, mas Mashira chegou mais perto de mim. - Se chegar perto de mais dele considere-se. - Ela deu uma pausa. - Morto! - Ela gritou com um olhar furioso, não vou admitir que eu realmente fiquei com certo medo dela.

Uma das subordinadas da Shiki se aproximou de nós pondo-se em nossa frente, ela prendia sobre uma das patas um coelho.

- O treino hoje será um pouco diferente, vocês deverão caçar esse coelho e não o matem. - Ela deu um ênfase no final. - Apenas o capturem, eu irei os avaliar durante a perseguição e qualquer tipo de trapaça. - A leoa me encarou. - não será tolerada e quem for pego trapaçeando será eliminado do treino de hoje. - Ela soltou o coelho e ele saiu correndo entre as rochas. - VÃO!

 

──────────────────────────────────────────
P.o.v Autora

 

Os 4 filhotes comeraçam a correr atrás do roedor, Kley já estava ganhando velocidade, Mashira vinha logo atrás do rival pegando impulso ao pular em algumas rochas, Takah e Tany não estavam distantes dessa vez. Mashira já havia chegado ao lado de Kley e por mais incrível que pareça eles não estavam discutindo, e sim concentrados no treino.

- Parece que está mais rápida dessa vez, cansada de comer minha poeira? - Kley debochava de Mashira, dando pequenos pulos para jogar poeira em seu rosto.

- Desgraçado! - Mashira gritava tentando tirar a poeira de seus olhos.

Mashira parou de correr, seus olhos ardiam e ela não conseguia enxergar direito, Takah e Tany passaram por ela, porém Takah parou para socorrer a irmã.

- Você e Kley tem que começar a não se matarem nos treinos, ou vão acabar perdendo um olho ou pior. - Takah passava a ponta peluda de sua cauda nos olhos de Mashira.

- Porra, ele é um idiota, merda!

- Sem xingamentos! Vamos! Temos uma corrida para ganhar! - Takah disse, confiante dessa vez.

- Vamos!

──────────────────────────────────────────

Quebra de Tempo

 

O treino havia terminado, os quatro filhotes descansavam sobre algumas rochas, claro com os filhotes mais cheios de ódio um do outro do que nunca.

- Você é um trapaceiro sem limites! - Mashira gritava sentada na maior rocha que havia ali.

- Você que é a perdedora! Eu apenas fiz o que precisava para ganhar! - Kley respondia gritando no mesmo tom.

Enquanto tinham os dois que se matavam, Tany e Takah eram os que realmente descansavam ali, tranquilos e sem trocarem insultos um contra o outro. 

- Ah, eles realmente não irão parar não é? - Tany perguntava espreguiçando-se.

- Não, aposto dois ossos que dessa vez eles vão realmente brigar. - Takah respondia tranquilo apenas observando a briga entre a irmã e o rival dela.

- Cubro a aposta. - Tany riu quando viu Mashira pular em cima de seu primo, mas apenas discutindo ainda.

- 'TÁ BOM! CHEGA! VOCÊ VENCEU! PARA! VAI ME ENFORCAR SUA RETARDADA! - Kley tentava fazer Mashira parar de pressionar seu pescoço.

Mashira o soltou rindo, soltando um "Fraco" baixo e indo se sentar.

- Que tal animar-mos um pouco as coisas? Vamos até as Terras Sombrias? - Kley levantou-se animado.

- Terras Sombrias? Você quer dizer o Cemitério de Elefantes? Eh...eu passo! - Takah foi o primeiro a desistir da idéia.

- Ah vamos Takah, ou está com medinho? - Kley o provocou.

- Não estou com "medinho", mas é arriscado irmos lá! Tem um milhão de hienas lá! - Takah sentou-se ao lado de Mashira.

- Ah, eu não acho que será grande coisa, hienas não são tão perigosas. - O filhote de olhos vermelhos ainda insistia.

- Diga por você, não estou afim de ir dessa para uma melhor! - Takah deitou e fechou os olhos.

- Eu vou, quero ver quem vai dar para trás quando chegar lá. - Mashira se levantou.

- Mashira? Tem certeza? - Tany a encarou.

- Tany, seu priminho está todo corajoso, quando chegarmos lá ele será o primeiro a falar. - "Va-vamos voltar....e-eu acho que aqui é p-perigoso d-demais.." - Mashira imitou a voz de Kley fazendo uma pose de filhote amedrontado.

Após alguns minutos todos os filhotes concordaram em ir, e saíram do Exílio escondidos em direção às Terras Sombrias ou como o lugar é conhecido "Cemitério de Elefantes". Assim que chegaram pararam em frente, observando o lugar. Totalmente escuro, esqueletos enormes, alguns ainda com restos de pele e carne podres, alguns abutres vagavam pelo local. Todos ali estavam temerosos com a "idéia brilhante", mas nenhum queria ser o primeiro a "dar para trás".

- Vamos logo, não avistei nenhuma hiena, elas não devem estar por aqui. - Mashira, disse e foi a primeira a adentrar o local.

Todos a seguiram, andando devagar e atentos ao menor barulho. Mas assim que a tensão inicial de estar ali passou, começaram a falar e correr um pouco, brincando entre as pilhas de ossos. O que eles não sabiam era que olhos atentos os observavam e uma baixa conversa estava acontecendo um pouco longe deles.

 

- Tem certeza disso?

- Sim, espere o meu sinal, eu vou abordá-los primeiro.

- Certo, assim que der o sinal as outras os cercarão.

- Hoje teremos uma pequena refeição.....

 

Mashira sentou-se, observava seu irmão e rival lutarem entre si,Tany estava ao seu lado roendo um dos ossos que havia encontrado.

- Espere....ouviu isso? - Mashira comentou e todos pararam e a encararam.

- O que? - Kley perguntou.

- Ossos caindo e passos.....não estamos sozinhos....

- Vamos embora daqui agora! - Tany desesperou-se.

Os quatro se agruparam prontos para ir embora daquele lugar quando avistaram uma hiena vir em sua direção, coberta por cicatrizes em seu rosto.

- Por que a pressa filhotes? É uma grande falta de educação entrar e sair do lar dos outros sem ao menos dizer um "oi", não é? - A hiena falava tão calma que chegava a ser assustadora para os pequenos leões.


Notas Finais


Doem um comentário! Um favorito! Façam uma autora feliz por saber que vocês gostam da historia galera!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...