1. Spirit Fanfics >
  2. EXÍLIO - poemas tristes >
  3. Na brisa, Na Ventania

História EXÍLIO - poemas tristes - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


...

Capítulo 18 - Na brisa, Na Ventania


Fanfic / Fanfiction EXÍLIO - poemas tristes - Capítulo 18 - Na brisa, Na Ventania

Ventania...
Que me corta...que me atinge
Vai passando
Ventania

Leva tudo
Por favor
Leva tudo
Para bem longe de mim

Onde você nasce, ventania?
Onde está sua morada?
Você apenas chega, brisa, e se vai
Talvez na colina mais alta?

Você já viu tanta coisa
Você ventou nos rostos dos recém-casados
Brisou no suicida prestes a se jogar
No vel da viúva inconsolável
Atravessou o limiar daquele jovem à se cortar

Ventania...
Que me corta...que me atinge
Vai passando
Ventania

Você destrói cidades inteiras
Ou apenas dispersa folhas na primavera
Quem te entende, ventania!?
Ah...ventania

Leva tudo
Por favor
Leva tudo
Para bem longe de mim

Que eu me torne pó
Para que você me leve contigo
Assim jamais voltarei a me desolar
Assim me livrarei desse castigo


Notas Finais


Obrigado por ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...