História Exodus - The Apocalypse - Capítulo 3


Escrita por: e Alwayss_BeYou

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Zhang Yixing (Lay)
Tags Ação, Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo, Kai, Lay, Máfia, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 5
Palavras 1.851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


*A leitura dos perfis será importante para esse capítulo

Capítulo 3 - Capítulo 1 - Power


[02/06/2065 - 04:12PM] Chanyeol P.O.V.

Já faz um tempo que eu estou treinando, mas ao contrário de Baekhyun, eu sei dos meus limites. Desde o dia de sua quase morte ele vem exigindo muito de si, seus poderes já estão fora de meus conhecimentos, ele desenvolveu habilidades que eu nunca imaginaria que poderiam surgir, não em um único corpo. Até onde eu sei, somente era possível existir um poder em cada ser humano existente, mas baekhyun quebrou está barreira e agora está além dos nossos estudos.

- ... Baek? Não acha que tá na hora de um descanso?

- Não, ainda não cheguei ao meu máximo - Disse ele me encarando e estendendo sua mão

- Você ainda não consegue me controlar, não é?

- Fazem meses que eu desenvolvi essa habilidade e até hoje não sei dizer qual é o motivo

- Talvez seja porque esse é seu segundo poder. Você sabe que não encontramos todas as respostas sobre ele ainda

Eu ando pelo ginásio que estávamos e percebo que ele estava realmente se esforçando a todo momento, treinando com todos os tipos de objetos que conseguia encontrar nas ruínas que existiam por alí. Eu fico realmente preocupado com o futuro, tudo pode acontecer. Se Baekhyun continuar a aprimorar seus poderes desse jeito, nenhum de nós sabe o rumo que isso pode tomar. 

Depois de um tempo o observando, reparo em alguns cacos de vidro espalhados em um canto não tão distante de onde ele estava controlando um peso de academia. Não posso negar, vê-lo concentrado é realmente um privilégio.

- Por acaso você se machucou de novo??

- Hã? - Ele faz uma expressão de quem não havia entendido e no mesmo instante deixa o peso cair

- O que são aqueles cacos de vidro no chão?

- São cacos de vidro no chão, mongol

Me levantei e fui em sua direção procurando algum rasgo em sua roupa que mostrasse um corte ou algo assim, e o mesmo recuou. Segundo ele, nada demais tinha acontecido, mas como eu o conhecia quase tão bem quanto ele mesmo, o fiz dar uma voltinha para conferir se não havia nenhuma marca. E então quando tirei sua jaqueta foi possível ver um corte não tão profundo em sei antebraço, o qual só aconteceu por falta de energia, ele estava naquele ginásio por pelo menos doze horas.  Fomos até a nossa "casa", que no meu ponto de vista é mais como uma base, e então fiz um curativo em seu braço.


[02/06/2065 - 08:11PM] Suho P.O.V.

Como de costume, vim fazer uma visita ao Lay, ja aproveitando para pegar as doses de ZW dessa semana. Depois de passar por tantas tentações, eu finalmente chegou até o escritório. A seleção das garotas daqui é realmente bem rígida, difícil mesmo é passar sem dar uma leve olhada em uma ou outra. Quando abri uma fresta da porta consegui ver o Sehun conversando com Lay. Raramente o vejo aqui, ele não me parece uma pessoa ruim, mesmo que existam boatos dizendo que ele participa da máfia do Kai, acho que ele não passa de uma cara emburrada. Espero o mesmo sair da sala e logo entro para trocar uma ideia com o único traficante conhecido por aqueles que aqui vivem, Lay. 

- Você veio adiantado essa semana! Ainda estamos na terça, acabei de vender o último carregamento de ZW disponível ao Sehun. Como você sabe, temos dias marcados para as entregas 

- Eu também vim pra te visitar, achei que gostaria

 - Meus horários são apertados, como já deve saber - Ele disse se levantando de sua poltrona - Talvez você esteja afim de se divertir um pouco, não?

- Se for pra beber estou sempre disponível

Fui guiado até o primeiro andar e apresentado para algumas garotas, mesmo que já conhecesse a maioria delas, sempre encontrava novas empregadas, que em uma primeira vista sempre me julgavam como todos os outros, ou seja, um cara que só vai lá por prazer. Por mais que as novatas me vejam assim, aqui no HOP todos me conhecem por não ter relações com as mulheres e me comportar mais como um amigo. E apesar de Lay não assumir, eu ainda me considero como se fosse seu braço direito, estou sempre a disposição, na maior parte do tempo ajudando a lidar com as meninas, mesmo ele não precisando muito de mim. Acho que sei muitas coisas sobre ele por passar bastante tempo com o mesmo, ele é um homem muito gentil, mas também muito misterioso, que todos sabem que esconde várias coisas.

Depois de já ter passado um bom tempo batendo um papo eu dou tchau a todos e saio, sem perceber que Sehun, que havia saído minutos antes, estava conversando com um homem, vou cumprimentá-lo sem pensar. Ele não fala uma palavra sequer e somente faz um gesto com a cabeça como sinal de cumprimento também. Depois de analisar o homem ao seu lado eu finalmente percebo que aquele era o Kai, que por sorte não sabia que eu ajudava o Chanyeol, seu maior rival. Depois de cumprimentá-lo também, saio rapidamente em direção ao meu carro em estado de choque. Então Sehun realmente estava do lado daquele traste? Pensei que ele poderia ser o quarto membro do nosso "clube", se é que posso chamar assim, mas essa hipótese foi descartada.


[03/06/2065 - 00:07AM] Chanyeol P.O.V.

Suho geralmente chega mais tarde quando sai para buscar ZW, mas hoje consegui ver a porta se abrir mais cedo. Ele chega meio desanimado e parece tenso, ele não tem dado conta das investigações e nos últimos dias esteve descansando, mas aparenta ter descoberto alguma coisa.

- Sehun está na gangue do Kai, se ele não havia contado nada de mim pra ele até agora, eu acho que esse é o momento...

- Ele sabe que você investiga para nós? 

- Sim, eu contei pra ele alguns dias atrás quando o vi no HOP, eu achei que ele pudesse ser o quarto membro a se juntar conosco - Ele disse desapontado. Por algum motivo ele sempre apoiava essa idéia, já eu sempre acreditei nos rumores que diziam que Sehun fazia parte da MYD. 

Vendo o estado de Suho, percebo que ele não está mais em condições de exercer suas duas funções, ele sempre se deu muito melhor na defesa do que na investigação, porém não faço ideia de onde vou encontrar outra pessoa de confiança que Kai não conheça para continuar esse trabalho por nós. Como um bom líder, será que eu deveria fazer esse papel? Mesmo sabendo que Baekhyun não tinha uma função fixa, eu não o colocaria em risco mais uma vez, ainda mais depois do seu último encontro com Kai. Dadas as circunstâncias, eu decido que após o próximo pôr do sol eu irei sair a procura de alguém. Seu perfil deve ser de alguém discreto e muito lógico, vou procurar também por alguém que seja contra os princípios de Kai e tenha alguma decepção em seu passando relacionado a ele, alguém que tenha sede de vingança.


[02/06/2065 - 10:58PM] Sehun P.O.V.

Eu tenho conversado um pouco com Suho nos últimos dias e descobri algumas coisas a seu respeito. E mesmo não falando muito de mim acho que ele já sabe parte da minha conexão com Kai por conta dos verdadeiros rumores que vem rolando sobre mim nas últimas semanas. Alguém está nos espionando realmente a fundo, essa pessoa não é nem um pouco fácil de se encontrar, se Suho souber ou acabar descobrindo quem foi, e se juntar a ele, acredito que será um problema para a MYD. Mesmo depois de ter descoberto sobre a participação de Suho no grupo do Chanyeol, ainda não tive coragem de falar ao Kai a respeito dele. Como co-líder eu deveria passar as informações que consigo para ele, mas ainda estou aguardando o momento certo pra isso. Se eu revelar tudo que eu sei agora minha única fonte de informações pode sumir, tenho que ter certa vantagem sobre o meu irmão, que por ser "nosso líder" aproveita demais de todos. 

Saí um pouco mais tarde que o normal para pegar ZW hoje e de algum jeito acabem vendo Suho na entrada do escritório do Lay quando eu estava saindo, fiquei pensando se deveria falar sobre ele com Kai. Quando ele e Lay desceram até o primeiro andar, eu imaginei que seria muito mais emocionante se eu revelasse parte de tudo que eu sei, e logo quando tive essa idéia Kai me manda uma mensagem, a qual dizia que ele estava enjoado de ficar somente na base e iria me encontrar no HOP. Aproveitei o tempo que me sobrava para tomar uma bebida e enquanto esperava pelo meu irmão, fiquei olhando Suho de longe. Ele tinha certa influência lá dentro, não era algo fácil de conseguir, e isso dava certe vantagem para Chanyeol, mesmo que o grupinho deles fosse mais fraco, acho que eles conseguiriam ajuda mais facilmente. Fiquei um tempo viajando nos meus pensamentos até o momento em que meu celular tocou, era meu irmão. Vi que suho estava se despedindo da galera que estava em sua volta e então saí sem que ninguém percebesse, como sempre. Quando atravessei a porta da frente me aproximei de Kai, que estava quase camuflado em uma sombra na frente da barreira de segurança da mansão do Lay.

- O que tem de tão bom que te faz ficar tanto tempo lá dentro? - Ele disse espiando através da porta de vidro

- As drogas e as companhias. Você entenderia se viesse quando eu te convido

- Não confio muito no Lay, você sabe que ele trabalha com o Chanyeol assim como trabalha com a gente. Neutralidade nunca é algo bom

Eu odeio o jeito que ele sempre toma uma precaução absurda em relação a tudo, ele age como se nós fossemos os mais fracos. Depois de ouvir isso estava me preparando para falar a ele sobre Suho, que saiu do estabelecimento logo quando eu ia começar a falar. Ele veio até mim e me cumprimentou, o que me causou certo nervosismo e me fez respondê-lo apenas por um gesto com a cabeça. Quando ele percebeu que Kai estava comigo, apesar de cumprimentá-lo também, consegui perceber que ele tinha ficado um pouco preocupado, provavelmente por pensar que eu já teria contado tudo que sabia sobre ele. Depois dessa cena eu fiquei sem coragem para dizer que ele fazia parte da gangue do Chanyeol, mas sabendo que meu irmão perguntaria sobre ele de qualquer jeito apenas falei que sabia que ele participava de uma gangue, mas que as chances de ele estar relacionado ao Chanyeol eram muito poucas. Kai era muito desconfiado e ficou o encarando até ele sair do nosso campo de vista, ele confiava muito pouco em mim, menos do que deveria, e por esse motivo quis entrar para conversar com Lay, achando que poderia descobrir alguma coisa. Quando chegamos em seu escritório ele já não estava mais lá, nem em lugar nenhum daquele prédio, todos diziam que ninguém tinha o visto saindo, eu tenho a impressão que eles tinham sido instruídos para dizer aquilo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...