1. Spirit Fanfics >
  2. Exorcist Girls >
  3. Anjos, Detetive e exorcistas

História Exorcist Girls - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Anjos, Detetive e exorcistas


                  ( Shikamaru on )

Não posso interferir na vida dos humanos eu sei. Pena que a mulher morreu por ajudar uma criatura tão pura quanto um cervo. Mas eu por algum motivo sabia que algo ruim iria lhe acontecer, por isso a segui, depois que ela saiu da farmácia onde me olhou diretamente, quando pensei que ninguém estava me vendo. Sei que meu trabalho é proteger os humanos de alguns perigos não de todos, e evitar que demônios andem pela terra livremente como tem acontecido ultimamente. Mas como anjo não pude deixar de fazer algo por ela. Não sei explicar o motivo disso mas aconteceu. Creio que ela merecia um enterro digno. Quando a tirei da água ela não parecia morta e sim em sono profundo, e algo me fez lhe admirar. O formato do rosto era belo e me chamava atenção, o cheiro suave e doce era bom. Suas faces não estavam pálidas e sim rosadas. E sua alma estava indo em linha reta para longe. O que é curioso. Nunca vi isso acontecer. Geralmente elas simplesmente sobem como uma pequena bola de luz. Mas essa ainda estava ligada a bela humana. Mas fiz o que deveria. Ela foi levada para o hospital depois de ser realmente dada como morta e neste momento eu ouvi no rádio da ambulância alguém falando sobre mais algumas mortes e todas de mulheres. Parece que a colheita foi feita e o ceifador trabalhou corretamente desta vez, apesar de me sentir estranho com a morte da mulher loira. Esperei a ambulância ir embora para sumir também. Não uso minhas asas no mundo humano porque quando desci fui visto e filmado. Mas foi só comoção na internet, não conseguiram provar a existência de anjos na terra. Cheguei na minha moradia humana e meu amigo e também anjo que desceu comigo porém com sua própria missão, estava chegando também.

_ Aconteceu alguma coisa Naruto?_ ele me olhou e deu um suspiro.

_ Encontrei o Sasuke a alguns dias atrás. As asas dele estão mudando de cor e essa noite tivemos um novo embate. Porém algo diferente aconteceu._ isso é problemático, se suas asas mudarem de cor, ele não poderá voltar e a missão do Naruto terá fracassado.

_ O que aconteceu Naruto?_ entramos e enfim deixei minhas asas livres e ele também.

_ Um acidente aconteceu na nossa frente. Fomos até o carro e duas mulheres estavam lá, mortas. Mas suas almas não se transformaram como sempre acontece. Na verdade elas se tornaram uma linha se ligaram e seguiam para longe, juntas. Nunca vi isso acontecer antes. Você já viu?_ pensei um pouco mas suas palavras e ideias se formaram na minha cabeça.

_ Vi pela primeira vez hoje. Uma mulher se afogou e eu a tirei da água. Sua alma ainda estava em seu corpo._ acho que vou perguntar ao arcanjo sobre isso.

_ O que você acha que pode ser isso?_ tirei uma pena de minha asa e a queimei. Assim ela levaria a minha mensagem ao arcanjo Kakashi.

_ Vamos saber quando recebermos a resposta. Mas agora me diz como vai a sua missão?

( Shikamaru off )

( Naruto on )

A missão de levar o Sasuke de volta está demorando mais do que o previsto. Ele veio para o mundo dos humanos desobedecendo ordens do arcanjo. E lhe procurar por essa cidade tão grande que está praticamente sob ataque dos demônios e espíritos que fugiram do purgatório. Mas isso é culpa do Shinigami ou como ele gosta de ser chamado Toneri. Tive que ficar concentrado na energia do Sasuke durante muito tempo até saber onde ele parou e fui até ele no mesmo instante. Já era noite e estávamos no meio de uma estrada e sozinhos.

_ Sasuke!_ ele olhou para mim e veio caminhando até parar na minha frente.

_ O que você quer Naruto?_ ele não fazia a menor questão de esconder suas asas como eu e Shikamaru.

_ Quero que você volte para o recanto dos anjos, volta para casa Sasuke._ sempre fomos próximo enquanto estávamos no recanto dos anjos. Estávamos sempre conversando e ele tinha muita curiosidade em saber como era ser humano.

_ Não preciso voltar Naruto, ainda tenho coisas para ver aqui._ ele é tão teimoso.

_ Sasuke você não tem escolha, tem que voltar são ordens._ ele abriu as asas e vi que algumas de suas pernas já estão ficando de outra cor. Ele está se corrompendo no mundo humano.

_ Naruto, eu sei o que está acontecendo por aqui, não estou na total ignorância..._ ele não pôde terminar de falar porque um barulho chamou nossa atenção, porém foi tarde demais. O carro já estava indo direto para a árvore. Corremos até o carro sem pensar duas vezes. Mas não se podia fazer mais nada. As duas mulheres já estavam sem vida. Mas algo mexeu comigo. Toquei o rosto da mulher de cabelo escuro e ela tinha as faces tão delicadas que lembravam os próprios anjos. Fiquei esperando sua alma subir como acontece com os humanos mas isso não aconteceu. Sasuke estava ao lado da outra mulher.

_ Olha isso Naruto._ olhei para o que ele falou e achei tão estranho. As almas das duas estavam juntas e indo em linha reta. Nunca vi isso acontecer.

_ O que é isso?_ Sasuke abriu suas asas outra vez.

_ Não faço ideia, mas agora você cuida disso, tenho que ir para outro lugar._ e assim ele foi embora. Tive que cuidar das humanas. Só liguei para a polícia e avisei do acidente e fui tentar encontrar no Sasuke outra vez, mas não tinha nenhum sinal dele e por esse motivo fui embora. Na porta da moradia humana encontrei Shikamaru outro anjo que veio com uma missão, diferente da minha. Conversamos um pouco e ele mandou uma mensagem para o arcanjo e de fato ele tem razão. Teremos que esperar a resposta do arcanjo. Mas ainda não consegui esquecer o rosto delicado da mulher que morreu. Ela com certeza era lindíssima na sua vida terrena. Uma pena que se foi tão jovem, talvez lhe encontre quando voltar e possa lhe conhecer melhor e ser seu amigo.

( Naruto off )

( Neji on )

Sempre fui uma criança sensível ao mundo sobrenatural porém nunca fui de falar sobre isso porque aprende logo cedo que se você vê coisas que os outros não podem ver, você é o esquisito e precisa de medicamentos. A princípio eu tinha medo afinal eu era uma criança, mas com o passar dos anos descobri que posso bater neles. E acreditem eles ficaram mais surpresos que eu. Mas isso não vem ao caso agora. Me tornei um ótimo detetive que por algum motivo bizarro só pego casos escabrosos. O que me deixa puto de raiva. E as vezes chego cena do crime e lá está a pessoa morta e seu espírito chorando ou aparece ao meu lado me dando um susto do caralho. As vezes é engraçado ver os assassinos negando o crime e o espírito da vítima do meu lado contando os podres dele. Namorados que não aceitaram bem o fim do relacionamento, amiga invejosa que queria estar no lugar da outra e por isso fez um teatro e a matou de forma covarde, alguns pais e padrastos que tinham desejo carnal pela filha ou enteada e depois do abuso as matava. Como agora, que um padrasto está na minha frente com a mãe da vítima. Uma garota de 19 anos foi morta em um motel na periferia da cidade e ela era bem rica pelo que pude perceber. Mas essa garota está me deixando maluco já que está me contando toda a sua vida.

_ Detetive, esse imundo me pegou na rodoviária e me sedou. E quando abri os olhos estava morta. Da para acreditar nisso? O mundo não terá mais o meu brilho por causa desse desgraçado. Se quiser eu te mostro o que aconteceu._ não pude fazer nada antes dela levar minha alma até a cena do crime. E de fato ele a matou. Coisa de cinco segundos ela me mostrou tudo. Mas já sei o que fazer.

_ Senhor e senhora Mafuyui preciso de amostras de DNA de vocês dois. Não se preocupem é só procedimento normal._ lhes dei o material e coleta e os dois fizeram o que eu pedi.

_ Sr Mafuyui não está com calor usando essa jaqueta? Não quer tirar para ficar mais confortável?_ ele mudou de cor com a minha pergunta. E a garota resolveu me cutucar mais uma vez.

_ Tá vendo a cara dele delegado?! Esse merda, vai morrer e eu irei mata-lo._ como dizer para um espírito que ela não pode fazer nada?

_ Não precisa detetive estou bem assim._ olhei para a sua esposa e ela mudou de cor também. Acho que ela pegou o fio da meada.

_ Querido de fato está calor porque não tira? Se sentirá melhor._ me parece que a esposa tem um certo poder sobre ele. Mas não o suficiente para evitar que sua filha mais velha fosse morta por ele. Ele tirou a jaqueta e vimos os arranhões em seus braços.

_ Viu Detetive! Eu sabia que você conseguiria._ olhei para a garota fingindo olhar para outra lado e falei bem baixo.

_ Calma, ele vai confessar._ creio que só ela ouviu já que sua mãe olhava para o seu marido.

_ Sr Mafuyui o que aconteceu com seus braços? Por que está todo arranhado?_ e ele teve a reação esperada.

_ Você está me acusando detetive?_ começou a gritar e a apontar o dedo na minha cara. Deixei ele gritar até os resultados do DNA do material encontrado sob as unhas da garota chegar. Ele já estava cadastrado no sistema já que tinha passagem na polícia por porte de drogas a sete anos atrás.

_ Sra Mafuyui, os resultados chegaram e o DNA é compatível com o do seu companheiro. Sr Mafuyui o senhor será acusado da morte de Belly Taiga._ a garota tinha o sobrenome do pai que morreu a dez anos. E sua mãe já que casou com o desgraçado pegou seu sobrenome. Não estava preparado para o que vi na minha frente. A mãe de Belly pegou a cadeira e acertou o desgraçado com tanta força que ele cuspiu sangue. Logo os outro policiais entrava na sala para conter a senhora.

_ Detetive me deixa matar esse desgraçado, ele matou minha filha, a minha menininha. Ele a tirou de mim._ ela gritava desesperada.

_ Levem ele daqui e só chamem o médico no horário comercial._ esse filho da puta vai sentir dor até o dia amanhecer.

_ Queria ter me despedido de mamãe detetive._ Belly tentava tocar sua mãe que chorava copiosamente.

_ Ok, vou deixa você se despedir da sua filha. Mas por favor isso não pode jamais sair de dentro dela sala. A senhora tem que me prometer isso._ ela me olhou como se eu fosse louco. Fechei a porta da minha sala com a chave e fiz a senhora sentar.

_ Belly você não pode demorar, você tem que fazer sua passagem, mas posso te dar alguns minutos para se despedir de sua mãe._ peguei uma cadeira e sentei na sua frente.

_ Belly você sabe o que fazer._ e assim fui expulso do meu corpo por alguns minutos. Mas quando retornei a mãe da garota me abraçava chorando e agradecendo. Ela pôde se despedir da filha que agora nós dois podemos ver ela acenando e caminhando em direção a luz. Sempre vejo eles indo embora, mas sempre sorrio porque consegui lhes ajudar. A mãe dela me chamou para o seu velório e a despedida do seu corpo foi bonita e sua mãe estava em paz. Ela sorriu para mim e com isso fui embora. Quando coloquei os pés na delegacia meu chefe me chamou. As vezes acho que ele sabe o que sou.

_ Detetive Hyuuga, tenho um caso legal para você investigar. Corpos de cinco mulheres que morreram ontem na mesma hora, sumiram misteriosamente do IML. Acho que você vai gostar disso.

( Neji off )

( Temari on )

Ao colocar os pés na sala peguei a balestra e mirei no amarelo que tomava chá despreocupado na sua poltrona favorita. A primeira seta foi direto no seu peito.

_ Você quer me matar Temari?_ consegui sua atenção.

_ Você não pode morrer._ ele pareceu pensar na minha resposta.

_ É verdade, mas isso dói._ atirei outra só por raiva.

_ Você também não sente dor._ ele colocou a xícara na mesinha.

_ Isso também é verdade, mas feriu meus sentimentos._ atirei a terceira.

_ Você não tem sentimentos seu infeliz. Mas que droga Toneri. Estou parecendo um grande pote de slime verde. Como queria te matar agora._ ele me olhou de cima a baixo e ligou a tv.

_ Verde só combina nós seus belos olhos querida. Mas cadê a criatura que te fez isso?_ levantei a cabeça decepada que estava na minha mão e ele engoliu em seco, e colocou as mãos no pescoço.

_ Você é sempre tão bruta querida._ quis jogar a cabeça nele, mas Hina chegou e a pegou de mim.

_ Deixa isso comigo Tema, vai tomar um banho, você está fedendo a vômito._ fiquei seria e olhei para as meninas que estavam com o resto do corpo.

_ Culpa dessa garota que estava brincando de dar susto nas pessoas. Ela pensava que estava no filme o exorcista. Toneri por que você está assistindo Annabelle?_ agora ele estava com um balde de pipoca na mão e sorrindo para o filme de terror. Ele é tosco! Odeio filmes de terror, pena que minha vida se transformou em um de verdade.

_ Quero saber o que ela andou fazendo desse que fugiu de casa a alguns anos atrás, ela foi a primeira a fugir. Mas pelo que eu pesquisei, ela está presa em um museu. Acho que isso resolve o problema dela. Aninha sempre foi desobediente, uma verdadeira pestinha._ joguei as mãos para cima rendida. Como ele chama aquela boneca de Aninha?

_ Vou tomar um banho que ganho mais. E se a Tayuya aparece diga que para ela desfazer a merda que fez._ saí caminhando em direção ao banheiro. Depois de um banho relaxante fui para a sala. As meninas estava já banhadas também. Saímos do apartamento e fomos morar em uma mansão da família Addams. Que segundo Toneri ela é bem no centro entre os dois mundo. Por isso mandando os amigos do Toneri de volta por uma porta do nosso porão. Estamos aqui a três meses. E já mandamos alguns espíritos e demônios para casa. Mas nem todos são legais. E quando isso acontece temos que usar a força e os poderes que adquirimos depois de volta a vida. Poder manipular o vento é minha especialidade.

_ Alguém viu a Tayuya?_ as meninas deram de ombros mas Tenten apontou para um ponto atrás de mim.

_ Está me procurando Temari? Decidiu aceitar a minha ajuda para encontrar um namorado?_ peguei a ela pelas orelhas e a fiz sentar.

_ Hina fala com essa cupido atrapalhada o que ela fez.

( Temari off )

( Hinata on )

Temari estava bem irritada porque quando chegamos na casa "mal assombrada" a garota apareceu na sua frente e vomitou ela por inteiro. Ela já estava com os nervos a flor da pele porque sua cunhada ligava a cada dez minutos por vários motivos. Na última ela estava com cólicas fortes e estava indo para o médico. Maya está grávida de gêmeos e é de risco, ela e Kan estão preocupados e nervosos o tempo todo o que deixa Temari agitada. E isso reflete no seu temperamento e nas nossas missões. Fora os nossos empregos e toda a responsabilidade do seres humanos comuns. Tenten, ontem encontrou um espírito glutão na academia onde malha, que estava se alimentando da vontade de mulheres que tentavam emagrecer comendo de tudo. Mas só podemos resolver isso durante a noite. Ela destruiu a balança do lugar que era o ele estava. Ino que está trabalhado como estagiária em uma revista viu o espírito entregador de cartas, mas esse era só bagunceiro. Nada que um tapa na sua cabeça não resolvesse. Enfim estamos rodeados de trabalho de toda forma. E como se isso fosse pouco ainda tem Tayuya. Dois dias depois de voltar a vida e de toda a bagunça está se organizando na nossa cabeça. Nós vimos um garota atirando flechas em algumas pessoas. E Tema a derrubou com uma pedrada. Ela não é delicada eu sei. Mas ia descobrimos que ela é um cúpido, mas segundo Toneri ela é a mais louca dos cupidos e já andou causando confusão na história. Preferimos não saber o que ela fez. Mas segundo Toneri ela flechou um certo Dom Pedro por aí mais do que era necessário. O cara não podia sair de casa que se apaixonava e por esse motivo ele tinha mais filhos do que dedos para conta-los. Segundo ela todo homem de barba era igual. E depois disso Toneri nós aconselhou a não perguntar nada a ela, porque um gorila se apaixonar por uma humana não é normal. E bem ela está agora na nossa frente sem saber porque a Tema está lhe puxando pelas orelhas.

_ Hina fala com essa cupido atrapalhada o que ela fez._ ela ficou passando a mão na orelha que estava vermelha de tanto que Temari puxou.

_ Eu não fiz nada de errado dessa vez. Sou completamente inocente._ olhei para as meninas que seguravam o riso.

_ Meu amor você lembra quem flechou ontem?_ Tayuya pareceu pensar até que abriu um sorriso lindo e enorme.

_ Sim, uma mulher loira meio estranha e grande para uma mulher e um homem ruivo tão fofo. Os dois estavam tão pertinho um do outro que foi trabalho fácil. Só pá, pum._ ela não disse isso. Temari lhe deu um soco na cabeça que ela se encolheu.

_ Sua burra eram dois homens, o Deidara e o Sasori. Agora eles estão dando risinho idiotas quando se olham e jogando comida um na boca do outro. É bizarro e assustador!_ ela passou a mão na cabeça e ficou olhando para nós. Temari estava com seu copo de estimação, já bebendo um bom whisky. E aí do Toneri se o pegasse. Acho que ela descobriria uma forma de lhe matar de verdade.

_ Não, eu vi o ruivo sem roupa. É pequeno mas sei que é homem._ espero que o Sasori nunca escute alguém dizer que seu pinto é pequeno. Sakura engasgou no meu lado com a resposta da ruiva. Será que ela já pegou o Sasori? É uma possibilidade, já que ele é bonito, ou bonita agora né. Kami do céu o que Tayuya tem na cabeça?

_ Mas o loiro também é homem sua jumenta. Sério gente? Tenho que ir ver minha família, Maya vai passar a noite no hospital em observação e Kan está dizendo que está com azia e enjôo. Mereço esses parentes? Volto pela manhã, mas se precisar me liguem. Por favor Tayuya se você ver algum casal se beijando ou transando e for flechar eles, por favor não faça. E Toneri meu bem, controle essa trapalhona. Amo vocês até mais._ ela saiu soltando beijinhos para nós e foi embora.

_ Nossa ainda bem que ela já foi. Mas meninas eu realmente não sabia quem eram dois homens. Acho que dá para consertar._ isso nunca dá certo.

_ NÃO..._ gritamos juntos e até Toneri tinha medo disso.

_ Tayuya porque você não vai dar uma volta no parque e brinca com alguns animais humanos. Você os adora._ Toneri pensou rápido e ela saiu saltitando indo em direção a porta.

_ Bem, Ino minha flor o que você acha de irmos fazer uma visita ao seu ex assassino... Digo namorado._ ele não sabe brinca.

_ Já pensei nisso. Mas creio que ele vai querer ver o filho quando nascer._ Toneri deu uma risada diabólica.

_ Amada, o filho não é dele.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...