História Exposed - Larry Stylinson - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Drama, Gay, Larry Stylinson
Visualizações 29
Palavras 589
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Chapter 2


Depois da horrível execução, as pessoas se dispersaram e seguiram para a igreja, ja que o padre Yasser queria dar uma palavra com todos. Louis e Harry estavam parados no mesmo lugar, não piscavam e se duvidar nem respiravam, Anne e Gemma ja havia ido para a igreja junto a todos, deixando os rapazes sozinhos ali. Harry se virou lentamente para Louis e olhando para os lados, abraçou Louis forte, o mesmo enterrou a cabeça em seu peito e retribuiu o abraço.

-Elas eram tão jovens Harry...e se amavam tanto.-fungou.

-Eu sei Lou, elas não mereciam isso.-Harry passou a mão nas costas do menos.

-Ficou sabendo que elas iam fugir? Sky me disse que elas iriam para o Canada...-começou a chorar, e o mais novo sussurrou em seu ouvido pedindo para se acalmar.

Os dois continuaram abraçados, sentindo o cheiro e toque um do outro, Louis se sentia seguro nos braços de Harry, e Harry se sentia seguro nos braços de Louis.

Eles estavam tão distraídos que nem perceberam que alguém os observava atras de uma arvore. Zayn Malik, filho do padre Yasser os olhava desconfiado...foi ele quem denunciou as duas namoradas para as autoridades...e muitos outros casais. Ele era o maior orgulho de seu pai.

-Harry, Louis...onde estavam?-Anne perguntou assim que os dois adentraram a igreja.

-Estavamos...tomando um ar...o Lou ficou meio mal por causa da execução. Que Deus acolha a alma daquelas garotas.-Harry disse se sentando ao lado de Louis.

-Homossexuais não tem lugar ao lado de Deus...-Anne resmungou e olhou para frente prestando atenção no que o padre falava.

-Aquilo que aconteceu com as duas serve como lição e aviso para todos. Se alguém ousar tentar a sorte e achar que pode se safar...terá um fim bem pior do que o delas...Por isso, se eu descobrir que tem alguém homossexual na minha igreja...pode se considerar morto...Para mim, não existe perdão.-padre Yasser finalizou olhando para cada um ali presente, ou seja, quase toda a cidade.

...

-Mãe? Meninas? Estão em casa? O Harry veio dormir aqui!-Louis gritou assim que entrou em casa, mas ninguem respondeu.

Achou um bilhete em cima da mesa na cozinha.

"Lou, eu a as meninas precisamos ir Londres, tenho que resolver umas pendencias urgentes. Volto em dois dias. Se cuide amor

Mamãexxx"

-É...acho que estamos sozinhos.-disse indo até a geladeira.-Quer comer algo?

-Hum...não obrigado.-Harry se sentou na cadeira, olhando Louis inclinado de costas, mordeu os labios e respirou fundo.

Os dois se sentaram no sofá um ao lado do outro, Harry estava prestando atenção no que passava e sentiu Louis se movimentando para perto dele, se assustou ao ver seu amigo sentar em seu colo.

-Lou o...

Suspirou surpreso ao sentir os labios do amigo nos seus e se afastou rapidamente.

-O que está fazendo?

-Shiii, não fala nada agora...por favor.

E voltou a beija-lo. Harry segurava a cintura do menor e Louis segurava seu rosto, suas línguas se enrolavam e estalavam, o som fazia os dois suspirarem e se juntarem cada vez mais. Harry separou o beijo e um fio de saliva os ligava.

-O que foi isso?-sussurrou.

-Eu te amo Harry.

-Lou você...

-Me deixa falar...Harry depois do que aconteceu hoje...com a Sky e a Kelie, eu fiquei pensando que eu não poderia morrer e não admitir que te amo...eu sei o que pode acontecer comigo se descobrirem que eu sou gay...mas eu simplesmente não podia deixar você sem ter certeza de que sabe dos meus sentimentos.-Louis começou a chorar e escondeu seu rosto no pescoço de Harry.

-Hey Loulou...-levantou a cabeça do menor.-Eu tambem te amo.

Louis sorriu tanto que pensou que seu rosto resgaria, abraçou Harry, que dessa vez foi quem iniciou o beijo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...