1. Spirit Fanfics >
  2. Expurgo >
  3. Investigador

História Expurgo - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Investigador


Fanfic / Fanfiction Expurgo - Capítulo 2 - Investigador

Desde que os estranhos assassinatos começaram a ocorrer,foram contratados grandes investigadores para os casos,como Kim Seokjin,Byun Baekhyun,Kim Yerim e Moon Taeil. Os profissionais se formaram em instituições fora da Coréia,em Boston. Com exceção de Taeil,que fora estudar na Irlanda,já que o mesmo é familiarizado com a cultura irlandesa pois viveu sua infância até a adolescência,lá.

Todos deram o melhor de si nesses 3 meses de investigação. Era difícil encontrar algum rastro de deslizes cometidos pelos assassinos,mas Taeil demonstrou ser uma pessoa mais que racional e foi além de câmera de seguranças e DNA encontrados no local do crime. O investigador deu tudo de si indo atrás de testemunhas que haviam percebido algo estranho na noite do crime,onde juntou as peças e descobriu que um dos assassinos se chama Qian Kun,ou apenas Kun.

Kun era um mecânico de baixa renda em Busan,tinha nacionalidade chinesa,não tinha nenhum familiar na Coréia e era tido pelas pessoas como "uma pessoa calma e adorável,mas que dificilmente era vista,até mesmo em seu ambiente de trabalho",as pessoas também diziam que para marcar algum trabalho,não falavam diretamente com Kun,mas sim com seu funcionário Winwin,outro chinês que veio mudar a vida na Coréia juntamente com seus pais.

Taeil se deslocou de Ilsan para Busan,levando consigo 2 policiais e sua vontade imensa de descobrir quem é o assassino por trás das mortes similares. Foram 3 horas de viagem pela rodovia principal e Taeil decidiu fazer algumas ligações para seus colegas de trabalho,repassando todo o processo de investigação,o local onde estava e demonstrando muita felicidade.Quando os policias perguntaram a ele o motivo de tantos sorrisos,Taeil disse:

—É o meu primeiro caso depois que minha mãe morreu. Ela estaria orgulhosa de mim agora.

Os policias,muito antipáticos responderam-lhe:

—Se morto sentisse,com certeza ela estaria

Taeil imediatamente fechou o grande sorriso e pensou consigo mesmo que teria que ganhar o caso,ou seria tudo em vão.


Os 3 finalmente chegaram ao local desejado e se posicionaram em frente a oficina de Kun,rapidamente chamaram o mesmo e apenas Winwin respondeu aos policiais que a loja estava fechada pois Kun havia ido visitar seus pais. 

Taeil,nada bobo,logo lembrou dos pontos de pesquisa que havia feito e disse que Kun não tinha ninguém morando na Coréia. Winwin saiu e quase foi preso por tentar ser cúmplice de Kun,mas ele jurou que não sabia o que se passava e que ele só trabalhava com Qian porque precisava do dinheiro para ajudar os pais. Os policias levaram Winwin para um DP,onde depôs sobre seu chefe.

Taeil sentiu o peso do fracasso pela primeira vez,mas por sua vez,o homem superdotado de inteligência pôs-se a investigar ainda mais a oficina,onde chegou a conclusão de que não havia para onde Qian Kun ir tão rápido,já que não sabia que os policias estavam vindo.

Procurou no local,até achar o que queria

—Qian Kun,achei você! -Disse Taeil com um sorriso enorme no rosto de novo.

________________________________

 3 dias depois,o investigador Moon Taeil foi aplaudido em rede nacional,pelo presidente da Coréia,onde o mesmo o parabenizou pelo trabalho duro.

Qian Kun foi condenado a 21 anos e 7 meses por homicídio doloso direto,quando há intenção de matar.

_________________________________

7 meses após o ocorrido,Moon Taeil foi chamado para reabrir o caso de Steven e Nathan,mas se recusou.

Em nota,o investigador disse apenas 9 palavras,onde publicou em suas redes socias e em seguida deletou todas as contas das mídias.

"Se eles não fazem justiça,então que nós façamos!"

Depois do estranho ocorrido com Moon Taeil,as pessoas começaram a se perguntar o que havia acontecido com o famoso investigador que descobriu quem estava por trás dos assassinatos. Estranhas frases escritas em muros vieram a aparecer desde a madrugada passada.

Uma das frases que foram mais escritas em muros,prédios,calçadas,janelas e entrada de departamento militar foi:

"Nem tudo é o que parece ser."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...