História Extravagant - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jungkook!alfa, Powers, Taehyung!ômega, Yoongi¡crossing
Visualizações 39
Palavras 1.819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá! 🌻

Nome do capítulo: Quem é você?

- Pode conter erros ortográficos;
- As narrações são aleatórias, prestem atenção enquanto leiam para não se perderem;
- As capas dos capítulos por enquanto será apenas essa, meu editor se foi.



Boa leitura!

Capítulo 3 - Qui êtes vous?


Fanfic / Fanfiction Extravagant - Capítulo 3 - Qui êtes vous?


Pensador.

Era oque parecia aquele jovem ômega aos olhos do príncipe, indescritível era cada sílaba dita por V, para saber oque ele tentava passar, deveria analisar bem suas palavras.

Não era comum na rotina está com um total desconhecido que nem o nome verdadeiro conhece, porém, ambos tinham confiança um no outro_ por algum motivo também desconhecido.

O modo como V falava era encantador, vários diálogos diferentes e únicos, sua beleza se destacava com seu jeito especial; sem contar Jungkook se sentiu perdidamente atraído pelo corpo magricela do outro. 

- O que acha de conhecermos melhor os segredos escondidos nessa floresta? 

A voz grave tirou o alfa de seus devaneios, poderia recusar por pura tolice, mas aceitou.

- Claro! _ disse animado.

- Ótimo, só não tente me atacar. _ falou V caminhando lentamente mais na frente. O jovem alfa entendeu perfeitamente oque V queria repassar, apesar de se conhecerem_ literalmente_ o ômega não deixou de se intimidar totalmente para um alfa qualquer.

O príncipe foi em direção ao garoto de cabelos castanhos claros e sedosos, Jeon nunca admitiria 'pra ninguém, mas o de estrutura magrinha tinha um aroma extremamente adocicado, oque resultou num alfa tendo que controlar seu interior que clamava pelo aromático doce vindo do ômega de pele acorbreada. Viu V vindo em sua direção. 

- Jk, iremos correndo até onde conseguir e no meio do percurso se liberte. 

- Me libertar? _ perguntou mas sabia exatamente oque o ômega a sua frente gostaria de fazer.

- Aposto que consegue! Já tentou? _ perguntou deveras animado.

- Nunca. 

- Ultrapassar a floresta não vai ser tão ruim, talvez ela tenha algo à mostrar! _ disse sorrindo.

Sorrindo.

Foi nesse momento que 'Jk teve um mini infarto e voltou a viver, aquele não era qualquer sorriso, era apenas dele! Apenas do ômega que tinha curiosidades sobre o universo, algo que encantava o alfa. Se sentiu idiota por estar pensando em coisas desse tipo, nunca si quer deu o trabalho de observar melhor alguém, entretanto, V era um livro cheio de descobertas que a cada palavra lida, você o conhecia mais.

- Podemos deixar o cesto aqui, com certeza saberemos como voltar. _ disse calmo.

- Certo, preparado? _ perguntou Jungkook.

- Mais do que nunca.

Assim correram o mais rápido que puderam. Pela diferença de gênero dos lobos (alfa e ômega), foi complicado V alcançar o príncipe, que era muito rápido comparado à si. 

Correndo pelas folhas secas jogadas no chão, o ômega se transformou, Jeon foi correndo um pouco menos rápido para acompanhar V. Por um momento pensou que tudo havia ficado em câmera lenta, o rabo felpudo se criando nas nádegas, a roupa de cima sendo retirada, o tronco foi começando a ser notado superficialmente, para logo depois, tudo ficar fofinho, tudo se tornou esplêndido para o príncipe naquela hora, a forma que havia ficado tornou-se 90% mais atrativo_ pensamentos de Jeon. A visão do lobo branco como a neve correndo em meio aos folhados com aqueles olhos se tornando azuis como o oceano era uma obra-prima perfeita, que para Jungkook, poderia contemplar para sempre o lobo.

V olhou para Jk esperando o mesmo se libertar, logo sua resposta foi ouvida com as roupas de grife sendo retiradas. Os pelos escuros começaram a aparecer na pele pálida, o rabo um pouco maior que o seu, as orelhas pontudas e charmosas. Sua pelagem parecia macia, o vento poderia estar adorando tocar naquela coberta de pelos escuros como a noite.

Os olhos avermelhados olhou para V, foi nesse momento em que tudo aconteceu. Ambos os lobos sentiram sua presença implorar pelo corpo alheio, não de forma maliciosa, mas de forma espiritual e algo que não sabiam explicar. Era a primeira vez que sentiam a presença de almas queimar feito fogo e despertarem para ficarem juntas. 

Jungkook não tirava os olhos de V que também estava imerso nos olhos vermelhos do príncipe. Logo os dois pararam em frente à um lago, foram atrás das árvores para colocarem as roupas que antes vestiam para se encontrarem novamente em frente à lagoa. Ficaram observando a luminosidade da lua.

- Bom... foi bom. _ disse Jk meio acanhado.

- Eu cansei.

Jungkook riu da sinceridade do outro, aquela corrida realmente foi cansativa.

- Sim, foi. _ disse olhando para o ômega.

V sentiu o olhar alheio sobre si, sentiu-se um pouco desconfortável mas não desejava sair dali tão cedo.

- Você por acaso sentiu algo? _ perguntou sentindo suas bochechas esquentarem.

Péssimo momento para corar!

Aquilo o deixava envergonhado pelo fato de que quando ambos os lobos sentiam seu interior queimar, significava que desejava estar próximo ao outro lobo, o resultado disso tudo é que o lobo oposto provavelmente pode ser sua alma gêmea.

- Por que pergunta? _ disse Jungkook sorrindo. Gostou de ver o ladrão ficar rurborizado. 

- N-Nada esquece! 

Percebeu o desconforto alheio. Era óbvio que o alfa havia sentido seu interior queimar; era como se estivesse falando " Vá até ele imbecil! ", mas era nítido os dois lobos tentarem se controlar, não era nada fácil saber que sua provável alma gêmea estava ao seu lado! Nenhum dos dois tinha completa certeza sobre isso.

- Estou de brincadeira. _ disse Jeon.

- Como? _ perguntou virando rapidamente para o lado do príncipe. Ainda estava com as bochechas avermelhadas.

Fofo.

- Eu senti sim, sei que deve esta com vergonha. 

- Eu não estou com vergonha! _ disse alto com o rosto emburrado.

- Geralmente quando você está com vergonha você irá dizer que não estar com vergonha só para passar mais vergonha ainda. _ disse Jungkook pegando uma florzinha e arrancando algumas pétalas.

V olhou para o mesmo incrédulo. 

- Então você está se aproveitando da minha vergonha?! 

-Então você admite que está com vergonha?

Isso era golpe baixo. Pensou o ômega. Já estava com vontade de esfaquear o alfa desconhecido, nem sabia porque havia o convidado para se libertar.

- Que seja. _ foi oque disse.

- A amizade é semelhante à um bom café; uma vez frio, não se aquece sem perder bastante do primeiro sabor. 

- Immanuel Kant? 

- Sim, achei uma vez num dos livros entulhados do meu quarto. _ disse Jk.

- Então você gosta de livros? _ V perguntou deveras encantado.

- Sou um louco por livros! Eles me fazem esquecer das minhas dificuldades. _ O alfa disse sorrindo fraco não despercebido pelo ômega.

- Já li alguns, porém, ainda prefiro a arte visual, tipo... as pinturas. Eu amo desenhar e pintar, ultimamente ando treinando desenhar paisagens. _ disse orgulhoso. 

- Início da transição? _ disse rindo.

- Talvez. _respondeu rindo também.


                                 ☆


- Posso saber aonde Kim Taehyung estava? 

Eu mal posso chegar e meu melhor amigo já me recebe desse jeito, percebo o olhar atento nos meus movimentos_ havia ido até sua casa que ficava ao lado da minha. 

- Fui me distrair por 'aí. _ respondi simples.

- Se pegando com um alfa? Porque eu estou sentindo o cheiro daqui. _ Yoongi disse rindo e vindo até mim. Ele usava uma simples camiseta e ainda vestia seu 'saião.

- Eu não fui me pegar com nenhum alfa Yoongi hyung, apenas me encontrei com aquele desconhecido que te falei e ficamos conversando. 

- Você não está escondendo nada de mim né? _ perguntou me olhando estreito. 

O hyung era muito protetor, eu até amava isso, era seu jeito de se preocupar comigo, Yoongi hyung não tem muita importância com os outros mas sempre gostou da minha companhia, devo dizer o mesmo dele. Como ômega, era deveras forte. 

- Não hyung. _ ri juntamente com ele.

O mesmo tem um fetiche pelas vestimentas femininas, eu nunca havia entendido o porquê. Eu tentava a todo custo entender oque se passava naquela cabecinha, mas sabia que ele usava para trabalhar como garçom num local de entretenimento juvenil, o local era reservado apenas para adolescentes e jovens até os vinte e quatro. Era um lugar para apresentações e o Min queria arrumar emprego, de acordo com o gerente do local, ele deveria se vestir como mulher... mulheres atraem mais homens. Muitas vezes ocorrem prostituição e isso me deixa irritado. 

- Como foi o trabalho? _ perguntei pegando sua peruca de cabelo real. 

- Foi uma bosta. Eu tive que servir somente alfas hoje e devo admitir que eles não eram nada respeitosos. _ argumentou fazendo expressão de nojo.

Revirei os olhos.

- Eu não sei como consegue. 

- Nem eu sei.

Ficamos em silêncio para logo meu hyung começar a rir e me chamar para sentarmos na mesa. 

- Agora quero que me conte todos os detalhes do que aconteceu lá! 


                                  ☆


Lembro-me quando eu era menor de idade, tudo parecia tão maravilhoso e concreto. Eu amo a infância, é algo divino, crianças sabem aproveitar o 'hoje' enquanto à tempo, diferente dos adultos que sempre deixam seus afazeres para depois e acabam nunca fazendo, sem deixar de citar as reclamações desferidas pelos mesmos. Quando eu tinha cinco anos, sonhava em ser um grande guerreiro para dar orgulho aos meus pais, que na época faziam adorações para todos os deuses que pudessem, pois queriam que seu caçula fosse alguém forte e de peito erguido.

Dês do início era treinado para ser o melhor soldado de todos, eram variados armamentos que meus olhos chegavam a brilhar só de olhar para tudo aquilo e pensar que um dia iria batalhar contra guerreiros inimigos e talvez desafiar meu irmão apenas 'pra testar seu potencial_ mesmo sabendo que ele era muito forte. Eu gargalhei alto quando peguei pela primeira vez numa espada de verdade, havia chegado aos oito anos.

Aquilo era extremamente pesado mas não desistir do meu sonho. Eu lutei contra meus treinadores e recebi somente elogios; meus pais e até mesmo Junghyun ficaram espantados com meu potencial, que tinha melhorado para melhor ao passar dos anos.

Porém, nada é como gostaríamos, naquela maldita festa de comemoração foi o meu fim. Meus pais sumiram e não foi achado seus corpos, o que me fez pensar que o fogo queimou totalmente seus resíduos de ossos e carnes. 

Naquela merda de festa não tinha ninguém que sabia controlar o fogo. Ninguém.

Dês daí comecei a ter traumas que até hoje me atormentam, faço o possível para não lembrar mas é inevitável. Quando vejo já estou pensando na dor que havia sentido naquela noite. 

A pior noite da minha vida.

Mas tento desviar desses assunto após lembrar do cheiro adocicado vindo de V. Eu amava aquele garoto_ amigavelmente, claro.

Um dia gostaria de conhecer suas pinturas e vê-las, conhecer melhor do seu talento. 

Ele parecia tentar entender as leis escondidas na natureza e isso de fato era uma paixão vinda do seu subconsciente; era bonito.

Enquanto eu fico me lamentado com meu passado, quando soube que V poderia ser minha alma gêmea eu sentia que meu coração iria sair do lugar, eu quase parei de correr quando percebi meu lobo implorar pelo ômega. 

V tinha percebido isso também, fiquei aliviado por saber que não era o único a sentir esse 'prazer'.

Sorri com isso, o ômega fez com que eu escapasse dos meus pensamentos ruins. Talvez ele seja mesmo meu futuro amor.

Quem é você V? 




Notas Finais


O capítulo foi curto, peço desculpas por isso.

Ainda não revisei, então foi mau se verem algum erro absurdo. Até a próxima! ❤

Thaí ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...