História Eyes are Glowing (Joshler) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Tyler Joseph
Tags Josh Dun, Joshler, Twenty One Pilots, Tyler Joseph
Visualizações 5
Palavras 370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Controle dos poderes (Parte 3)


POV. Tyler

Eu acabo de acordar e o Josh me manda uma mensagem dizendo que o Olotair tá livre hoje, como não tenho nada pra fazer, eu vou lá. Respondi a mensagem, me levantei e fui lavar minhas mãos, logo eu lembro que a minha mão está preta, olhei no espelho e não tinha nenhum Tyler das sombras, então eu troquei de roupa, botei uma luva e fui embora.

(...)

- Oi! - Disse chegando na casa do Olotair. - Eu já tô ficando amigo dos guardas. - Ri.

- Olá, Tyler! Pronto para o treinamento?

- Claro! - Sorri e rapidamente chequei minha mão.

Ok, você está de luva, talvez ele não perceba.

- Tu irás tentar falar com este lobo.

- Com licença, um lobo? 

- Ele não morde. - Revirou os olhos.

Eu me aproximei, toquei na cabeça dele e tentei falar algo. Assim que eu pisquei os olhos eu estava na minha prisão de pensamentos, que ótimo! Eu olhei pro lado e o lobo tinha vindo junto.

- Pelo menos você está comigo amiguinho. - Fiz cafuné nele.

- Estou sim! - Ele disse.

- Você... Fala? - Disse um pouco impressionado.

- É você quem consegue me ouvir, poderes de druida. - Sorriu

- Ok, eu não quero ficar te chamando de lobo, como eu deveria te chamar.

- Desculpa, eu não me apresentei, meu nome é Atticus.

Eu pisquei meus olhos de novo e estava no mundo real.

- Prazer Atticus! - Disse.

O lobo simplesmente sorriu pra mim, eu tô confuso.

- Atticus?

Ele me deu a patinha. Foi então que me toquei que só consigo falar com ele na minha prisão de pensamentos, mas eu não pretendo voltar tão cedo. Eu olhei pra trás e lembrei que o Olotair tava ali.

- Então, eu consigo falar com ele, mas não no mundo real. - Tentei me explicar.

- Compreendo, o que importa é que tu conseguiste.

Eu achei que ia ser mais difícil compreender o que aconteceu, enfim eu acho que ele não notou a minha mão, mas pra ter certeza decidi checar novamente. Eu olho discretamente pro meu braço e vejo que o preto está ultrapassando a minha luva, eu tô começando a ficar preocupado.


Notas Finais


Era pra esse capítulo ser um hot, mas já tá rolando coisa e eu não tava afim de escrever nada +18 hoje •-•

Só pra avisar, o nome do lobo é referência a um desenho

Se eu errar alguma coisa na conjugação do verbos com o pronome "tu" me avisem ×=×

Comentem o que acharam ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...