História Eyes Closed - Capítulo 12


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Jimin, Jungkook, Personagens Originais
Tags Baekhyun, Bts, Chanbaek, Chanyeol, Drama (tragédia), Exo, Guerra, Jikook, Jimin, Jungkook, Segunda Guerra Mundial, Yaoi
Visualizações 23
Palavras 1.057
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaa olaaaa, como vcs estão?!

⭐CORRE NAS NOTAS FINAIS MESMO QUE VC NAO SEJA CHANBAEK SHIPPER, vcs podem querer alguma das duas de lá⭐

Desculpem, demorei pq sou uma pessoa distraída sabe, mais uma Chanbaek para vcs meus anjos...

Não vamos enrolar...

Boa leitura e nos vemos nas notas finais...

😚

Capítulo 12 - Don't Go


Fanfic / Fanfiction Eyes Closed - Capítulo 12 - Don't Go

Os dias tinham voltado à correria de sempre, Campos de concentração lotados, soldados armados corriam de um lado para o outro, treinavam, matavam por todos os lados. Médicos corriam e salvavam os que deviam e tinham permissão para salvar e era assim que estavam vivendo naqueles dias.

Foi ouvido batidas na porta, Tae se levantou e se vestiu as pressas, antes de abrir a porta e se colocar em posição de sentido.

- Kim Taehyung? -Seu superior lhe perguntou, enquanto analisava algumas anotações.

- Sim senhor. - Respondeu com firmeza.

Algo dentro de si se iluminou e por alguns segundos, cogitou a possibilidade de pedir desculpas a seu irmão, que não lhe dirigia a palavra a muito tempo.

Ele sentia falta, mas a raiva e inveja que foi submetido naquele dia, foi algo que não conseguiu controlar e desde então, não soube como chegar perto do mais velho.

- Você será enviado junto com mais uma dezena de soldados, para tomar as frentes. - O mensageiro chefe pareceu cogitar mais algumas ideias, mas mudou seus pensamentos e finalizou. -Se apresente até o fim da tarde.

Dito isso, saiu indo até outros quartos daqueles que foram escolhidos.

O Kim ficou alguns minutos ainda digerindo o que lhe foi imposto, antes de fechar a porta e se sentar na cama com os cotovelos apoiados nos joelhos, enquanto escondia o rosto com as mãos.

- Hyung. - Sussurrou em meio ao choro silencioso.

~~¡~~

Já estavam no fim da tarde, quando Chanyeol conseguiu se aproximar do menor, que estava sentado em uma das poucas partes escondidas daquele lugar.

O trabalho havia aumentado com as buscas e agora era cada vez mais complicado terem momentos para conversar.

Baek havia ficado aéreo e irritadiço desde o dia que anunciaram que iriam para as forças especiais Alfa.

- Até que enfim te achei. - Chanyeol soltou um suspiro de alívio, enquanto se sentava ao lado do menor no chão.

- O que você quer ? - Disse sem um pingo de humor na voz.

- Fazer companhia para você. - Respondeu se encostando no muro atrás deles e soltando o ar com gratidão por ter se sentado.

- Não pedi por companhia. - Disse sério, enquanto destruía um pedaço de grama.

- Também não pediu para estar aqui e ainda assim está. - Sorriu e olhou para o menor. - Você tem que se dar um pouco de descanso sabia?

Baek o olhou e soltou o ar frustrado, se levantou e antes que pudesse sair Chanyeol agarrou seu braço e o olhou com firmeza.

- Mesmo que você saia daqui e vá para outro lugar, eu ainda vou achar você e continuarei indo até você. - Aquilo fez o menor hesitar.

Baek normalmente conseguia controlar suas emoções, mas quando se tratava do maior e das coisas que ele falava pra si, não sabia como se controlar, o que não o deixava menos irritado.

- Para de dizer essas besteiras. - Tirou a mão do Park de seu braço e continuou seu caminho, antes de ser parado de novo, mas desta vez foi puxado para longe.

- Olha, eu sei que não somos tão amigos assim, ou que eu seja a melhor pessoa do mundo, mas eu sou a única e melhor opção de amigos que você tem. - Chanyeol hesitou. - Você não pode por favor começar a me aceitar logo ?

Baek fitava aqueles olhos grandes que o encarava de perto, o coração em seu peito disparava de forma frenética o que não o ajudava a pensar, ele se sentia ansioso e seu estômago virou um borboletário de inquietação.

- Por favor. - Chanyeol deitou sua cabeça no ombro do menor, enquanto respirava fundo.

- Ok, me desculpe. - Baek conseguiu dizer sem gaguejar.

- Obrigada. - Chanyeol levantou a cabeça e o fitou sorrindo.

O mais alto também não estava muito controlado, tudo dentro de si remexia e ele precisava de um alto nível de controle, para não fazer algo que se arrependesse, mas então tudo desabou quando Baek o encarou e teve um ataque de riso.

Naquele momento Chanyeol o acompanhava, mas aos poucos as risadas cessaram e tudo o que o mais alto conseguia ver, era como o sorriso do mais velho conseguia abalar tudo nele.

Não era um simples sorriso bonito, era mais que isso, era o sorriso dele, Byun Baekhyun. Chanyeol se viu encurralado entre seu controle e sua vontade, mas foi salvo por um soldado que apareceu.

- Byun, Park - O soldado os cumprimentou, tendo a atenção dos dois ali. - Vocês precisam vir comigo.

- O que aconteceu ? - O sorriso de Baek acabou ali.

- Taehyung. - começou. - Ele está indo para a fronteira.

~~¡~~

Tudo a frente havia virado um borrão por dois motivos, o primeiro pela correria dos três e a segunda pelas lágrimas que Baek tentava evitar.

A fronteira era o lugar que qualquer soldado que queira se manter vivo mantém distância, todos os maiores massacres, número de mortos e na melhor das hipóteses, aleijados são encontrados nesse lugar.

Baek não falava com o irmão a algumas semanas, mas sempre tinha notícias a seu respeito, ele havia pedido a um dos colegas que ficavam com Tae, para lhe dizer como o caçula estava e desde aquele momento sempre eram notícias normais de rotina.

Eles chegaram perto de onde alguns caminhões estavam alinhados para partir, uma boa quantidade de homem bem armados estavam esperando as ordens para partirem.

Era difícil ver com clareza, mas Baek não sairia dali sem antes encontrar o que procurava.

Baek sentiu uma mão em seu ombro e Chanyeol apontava para um dos caminhões e então ele viu.

- Tae. - Seu sussurro foi inaudível devido à confusão de vozes e barulhos dos motores que os caminhões faziam.

Taehyung estava sentado na ponta e procurava por alguma coisa até que seus olhos pararam no irmão que o olhava aflito.

Taehyung hesitou como se fosse falar algo, Baek tentou ir mais a frente, mas foi impedido pela multidão e Chanyeol que o segurava pelo braço.

Foi dada a permissão de saída e então antes que pudesse fazer algo, os caminhões estavam saindo um por um em fila.

A respiração do Byun falhou e sua visão ficou turva, mas dessa vez às lágrimas estavam presentes não só em seu rosto, como no do irmão que partia com um sorriso fraco.

Os caminhões subirão ao longe e Baek foi levado pelo mais alto para seus dormitórios, mas não antes de ler nos lábios do irmão "Meu coração está em você hyung".


Notas Finais


Fortes emoções irmãos, fortes emoções heueheueheueheue...

Vcs Chanbaek shippers tem uma fanfic para darem uma olhadinha caso queiram:

https://spiritfanfics.com/historia/for-life-10835026

*ฯ*
Para vcs Yoonmin shippers também temos a novíssima Sea do Mozaum @WisherHwang , (música linda dos Batatas [BTS], inclusive recomendo ouvirem):

https://spiritfanfics.com/historia/sea-10908075

Obrigada pelos favoritos e por todo carinho que temos recebido desde então... Vcs são ótimos...

Beijos de Lux fiquem com Deus e Fuiiz...

✨🎈✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...