1. Spirit Fanfics >
  2. Faces - Jeon Jeongguk >
  3. Ducha quente

História Faces - Jeon Jeongguk - Capítulo 13


Escrita por: xluber

Capítulo 13 - Ducha quente


Fanfic / Fanfiction Faces - Jeon Jeongguk - Capítulo 13 - Ducha quente

Acordei com o despertador de Jeongguk tocando e percebi ser hora de levantar para a faculdade, me remexi na cama e senti o braço do moreno agarrado a mim e um resmungo do mesmo. Jeongguk desligou o despertador e voltou a dormir assim como eu, me arrependendo assim que acordo atrasada para minha terceira aula. 

– Jeongguk acorda, eu já perdi três aulas. – Falei e o vi acordar. 

– Caralho. – Olhou para o relógio. – Eu também. 

Levantamos rapidamente e sequer tomamos banho, somente escovamos os dentes e agradecemos a Deus por termos tomado banho antes de dormir. Nos vestimos às pressas e saímos sem café da manhã para a faculdade, Jeongguk passou no drive thru do Starbucks pegando um café e uma torrada para cada. 

– Nossa docinho, desculpa não ter acordado. – Falou manso. 

– Tudo bem, eu também dormi novamente depois do despertador. – Sorri para ele e senti sua mão em minha coxa. – Estava tão confortável a cama que eu não queria sair, mas hoje parece que realmente começou o verão. 

– Pois é, está quente. – Observei o moreno com uma camiseta larga de manga curta e uma calça jeans. 

– Você vai por moletom? – Perguntei preocupada. 

– Não, tentarei não pôr. – Falou desconfortável. – Essas minhas duas últimas aulas são com você então tentarei com você ao meu lado.  

– Ok, qualquer coisa você coloca. – Passei minha mão por cima da sua e o vi ficar aliviado. 

Entramos em nossa aula com alguns olhares sobre nós e notei Jeongguk se encolher, sentamos no canto onde os olhares eram menores e durante a aula inteira notei o moreno se remexer na cadeira aparentemente desconfortável. 

Durante o intervalo fomos para o refeitório e os olhares continuaram, sentamos na mesa de sempre e Jimin logo apareceu sorridente, Jeongguk estava encolhido e Jimin logo notou e eu vi sua preocupação. 

– Aí Jeongguk, hein. – Um dos jogadores da faculdade veio para perto me deixando em alerta. – Além de estar pegando a gostosa da Alice ainda decidiu se revelar? Não esperava isso cara. 

– Dá o fora. – Jeongguk falou entredentes e eu pude notar um olhar que jamais havia visto, ele estava irritado. – Não entendeu? Some daqui. 

Os garotos sumiram, mas os olhares continuaram e quando menos esperava Jeongguk saiu do refeitório rapidamente, peguei minhas coisas e o segui pelos corredores enquanto chamava seu nome. 

Assim que o mesmo destrancou o carro eu adentrei rapidamente assim como ele e vi seu estado de nervosismo. 

– Não liga o carro, por favor. – Pedi e o vi hesitar. – Jeongguk olha pra mim, por favor. – Segurei seu rosto com as duas mãos e seus olhos me encararam, notei o mesmo se acalmar um pouco. – Tá tudo bem, amor. 

– Eu não consigo. – Soltou o ar pela boca. – Esses olhares e falas me deixam desconfortável, me lembra o colegial. Eu não posso. 

– Ei ei! – O fiz me encarar. – Você não fez nada de errado em ser você mesmo, as pessoas te olham porque você é um tremendo gato, entende? Os garotos só vieram te provocar porque estão com inveja, e mesmo assim eles ainda temeram você. Você não tem que temer nada, nada mesmo. 

– Estou tentando. – Jeongguk segurou meus braços com as mãos e me olhou. – Obrigado. – Sorriu e eu não aguentei acabei o abraçando. – Amor é? 

– Ah. – Resmunguei. – Calor do momento sabe como é. 

– Está com vergonha, amor? – Enfatizou a palavra me deixando corada, droga. – Você é mesmo uma gracinha, amor. – Me olhou nos olhos enquanto mexia em meus cabelos. 

Jeongguk e eu voltamos para a aula depois de sua crise e eu me senti mais curiosa do que antes para saber o que acontecia no colegial mesmo que eu já possua uma ideia, quando as aulas acabaram o Jeon só queria ir para casa e eu o acompanhei assim como ele pediu. 

– Meu carro chegou. – Falei ao ler a mensagem de Jimin. – Preciso encontrar uma casa ainda. – Resmunguei. 

– Tem uma em minha rua que inaugurou esses dias, podemos ir andando até ela. – Falou. – Depois temos aquela que comentei que fica entre a minha e de Jimin, as visitas devem estar abertas. Podemos passar lá agora e depois no Jimin buscar seu carro. 

– Tudo bem para você? – Perguntei preocupada. 

– Sim. – Sorriu.  

Jeongguk me levou até uma casa muito linda no externo e eu já me apaixonei ali mesmo, assim que entramos e eu notei a casa em tom branco com bege e a cozinha do jeito que eu gosto branca com cinza me fez realmente desejar a casa. Os fundos da casa possuía uma piscina e um quiosque bom para festas assim como uma jacuzzi, no andar de cima tinham três quartos sendo um a suíte principal que me encantou com o closet e o banheiro. 

Simplesmente me encantei pela casa e assim que terminei a visita enviei a casa para meu pai e pedi que fizesse uma proposta, Jeongguk ficou feliz em saber que gostei tanto da casa e dali fomos para a casa de Jimin. 

– Oi, vim buscar meu carro! – Anunciei animada vendo o meu carro coberto com um tecido preto. 

– Cadê o Jeon? – Jimin perguntou. 

– No carro. – Cocei a nuca. – Melhor você ir lá, eu vou desembrulhar aqui e sair com ele da garagem.  

– Vou não, Jeongguk precisa do tempo dele. – Disse sorrindo. – Cuida do meu amigo. 

– Nos falamos mais tarde? – Perguntei ao pegar a chave.  

– Você não precisa nem perguntar. – Sorriu e me abraçou antes de voltar para dentro de casa.  

Sai com meu carro da garagem e segui o de Jeongguk até sua casa onde estacionei o mesmo ao lado de Jeon, desci contente do carro e vi o moreno vir sorrindo em minha direção com os braços abertos. 

– Está se sentindo melhor? – Perguntei ainda abraçada no corpo do moreno. 

– Sim. – Beijou o topo da minha cabeça.  

– Eu preciso voltar para o dormitório. – Ouvi Jeongguk bufar e ri soprado com a atitude do mesmo.  

– Não pode ficar aqui só hoje? – Usou um tom manhoso. 

– Eu estou aqui desde sexta! – Ri. – Preciso voltar para meu dormitório. 

– Só hoje, sim? Amanhã você volta, por favor. – Me apertou contra seus braços me fazendo gemer ao sentir minhas costas estralarem. – Por favor docinho. 

– Tudo bem, mas amanhã eu preciso voltar para o dormitório. – Vi o moreno sorrir para mim antes de entrarmos em sua casa de mãos dadas. 

Esses dias ao lado do Jeon estavam sendo tão gostosos e eu não queria que acabasse assim como ele, mas minhas responsabilidades me chamavam assim como precisávamos de nosso próprio espaço. 

Eu o observei andar pela cozinha e o notei pegar alguns ingredientes em sua dispensa, o moreno sugeriu que fizéssemos pizza para jantarmos e eu me senti animada ao prender meu cabelo e colocar um avental. 

Jeongguk e eu cozinhávamos enquanto bebíamos um vinho e ouvíamos uma playlist qualquer do Spotify, o moreno me ajudou abrir as massas de pizza e também a rechear as pizzas sendo uma salgada e a outra doce. 

Quando colocamos as duas pizzas assar nos olhamos no espelho da sala de jantar e notamos nosso estado acabado cobertos de farinha, tiramos uma foto minha beijando a bochecha do Jeon enquanto ele me segurava pela cintura e eu acabei por publica-la em meu story do Instagram chamando a atenção de Vic, Jennie e Jimin. 

– Vamos convida-los? – Jeongguk sugeriu.  

– Você está bem para isso? – Perguntei preocupada, não queria que ele se sentisse desconfortável. 

– Estou, convide todos. Namjoon e Tyler também. – Sorriu passando tranquilidade para mim e então fiz o que me pediu. – Vamos tomar um banho enquanto isso? 

– Aceito, estou virada em massa de pizza!  

Subimos para a suíte do Jeon e fomos juntos para o banheiro onde tomamos uma ducha juntos, lavei o cabelo do tatuado com delicadeza o deixando relaxado, mas não demorou muito para que estivéssemos aos beijos embaixo do chuveiro. 

Jeongguk me prensou contra a parede fria do banheiro e pôs minhas pernas ao redor de sua cintura, seus dedos estimularam meu clitóris enquanto seu pau deslizava para dentro de mim sem delongas, os beijos molhados do Jeon desceram pelo meu pescoço enquanto minhas unhas arranhavam suas costas. 

O barulho de nossos corpos se chocando se misturavam com meus gemidos altos e a água que caia do chuveiro, Jeongguk em um movimento rápido me virou de costas e me pôs contra a parede. Suas mãos seguraram meu quadril e seus movimentos foram mais rápidos aumentando a intensidade de nossos gemidos, o banheiro estava quente por causa da ducha e por nossos corpos estarem em combustão por estarem em contato. 

Quando gozei Jeongguk tirou seu pau de dentro de mim e terminou gozando em minha bunda já que estávamos sem camisinha, quando encarei seu rosto e a expressão ofegante o fogo instantaneamente voltou e eu tive vontade de transar novamente. 

– Precisamos descer, docinho. – Murmurou quando sentiu meus beijos em seu pescoço. – Eu também queria ficar aqui e te comer até cansar, mas temos nossas pizzas no forno. 

– Saco. – Resmunguei e senti um tapa em minha bunda seguido de uma risada do Jeon. 

– Você é impossível, acabamos de transar! – Falou sendo óbvio. – Mais tarde, uh? – Segurou minha nuca trazendo meu rosto para perto do seu, seus lábios tocaram os meus antes dele se afastar. 

Terminamos nosso banho alguns minutos depois e eu acabei não secando meu cabelo e descendo assim mesmo para a cozinha, nós dois trajávamos pijamas longos já que o ar condicionado da casa estava ligado. 

A campainha tocou uns minutos depois e todos nossos amigos estavam ali sorridentes com fardos de cerveja na mão enquanto entravam na casa, cumprimentei todos antes de irmos para a cozinha onde as pizzas encontravam-se prontas. 

– Mandaram bem! – Jennie disse. – Se formos contar que transaram durante esse banho certamente o tempo foi perfeito para a pizza. 

– Ei! – A repreendi. – Óbvio que nosso tempo foi perfeito. 

– Então você não nega que transou no banho? – Jimin gritou do outro lado da cozinha. – Vocês estão virados em dois coelhos! 

– Vai se foder Jimin! – Berrei de volta. – Qual o interesse de vocês na minha vida sexual? Eu hein!  

– Você vai ter que nos contar depois. – Vic disse ao abrir uma cerveja. – Você sabe que precisa contar as meninas como foi. 

– Mais tarde. – Falei baixo.  

Ligamos uma música animada e comemos pizza enquanto fofocávamos sobre o campus, comentamos sobre a viagem de férias e todos concordaram que poderíamos viajar juntos por alguns dias e curtir.  

Quando os meninos se distraíram com o videogame na televisão da sala, nós meninas sentamos no sofá e começamos a conversar logo entrando no assunto do sexo, acabei por contar como foi com Jeongguk e as meninas gritaram animadas chamando a atenção dos garotos. 

– O que as bonitas estão conversando? – Jimin sentou ao meu lado. – Falando da sua vida sexual é? 

– Regra feminina contar como foi. – Me defendi.  

– E o seu melhor amigo? – Fingiu tristeza, revirei os olhos e lhe contei em menos detalhes tudo o vendo ficar boquiaberto. – Nossa, eu achei que o Jeon fosse tipo romântico! 

– Você não acha romântico ele enforcar nossa amiga? – Vic perguntou aos risos enquanto Jimin estava chocado. – Acho que é a primeira vez de Jimin conversando essas coisas com meninas. 

– Desculpa, é que vocês são meu primeiro grupo de amigas. – Voltou ao normal. – Quem diria hein?  

– Docinho. – Jeongguk me chamou do outro sofá. – Você e as meninas querem entrar na piscina? Tivemos essa ideia agora. 

Concordamos com a ideia logo indo para o quarto do Jeon onde eu coloquei meu biquíni enquanto minhas amigas pegavam meus roupões emprestados para irem de lingerie até a piscina. Descemos as três e fomos até a piscina onde os meninos já estavam dentro da mesma, Jeongguk estava somente de calção deixando seu corpo definido e tatuado a mostra fazendo nós todas babar. 

– Licença, se vocês puderem parar. – Olhei para as duas sonsas. 

– Desculpa, amiga. – Jennie sorriu debochada antes de entrarmos na piscina, nadei até Jeongguk do outro lado da piscina. 

– Esse é seu famoso biquíni fio-dental? – Perguntou olhando para meus seios.  

– Sim. – Respondi me aproximando de seu corpo, minhas mãos se apoiaram em seu peitoral moreno e eu deixei um selar demorado em seus lábios.  

— Gostei. — Murmurou rente aos meus lábios, nos separamos e fomos para perto de nossos amigos.  

— Que porra é essa no seu peito? — Jimin apontou para mim e eu olhei para baixo, haviam alguns roxos ali que eu tinha esquecido.  

— Caí. — Ironizei vendo Jimin rir incrédulo. — Ji, o que é isso? — Apontei para suas costas arranhadas. — Você anda saindo com alguém e não me contou? 

— Ah, eu sai com uma menina esses dias, não foi nada demais. — Deu de ombros. — Mas sábado terá uma festa que já comentei com o casal ali, vocês vão? — Perguntou aos outros, todo mundo concordou com a ida na Kappa. 

Depois de um tempo brincando na piscina resolvemos sair e eu fui direto para o quarto do Jeon para tomar um banho, coloquei uma camisola preta de seda com um roupão de seda da mesma cor por cima.  

— Vocês estão firmes mesmo. — Jimin comentou enquanto comia um pedaço de pizza ao meu lado. — Você sabe que foi a melhor coisa que me aconteceu, sim? Nossa amizade é muito importante e esse seu relacionamento com o meu melhor amigo é também. 

— Você está muito emotivo. — Resmunguei o abraçando de lado. — Mesmo sendo pouco tempo de amizade, para mim parece que somos amigos há anos e saiba que você é muito especial. 

— Fofa. — Jimin sorriu fofo para mim. 

— Emotivo novamente? — Jeongguk falou se aproximando com seus cabelos úmidos e o abdome tatuado exposto.  

— Não sou obrigado a ver esse seu corpo Jeon. — Jimin fingiu vômito. — Eu só estava comentando que Ali se tornou muito importante para mim, assim como você também é, só quero que saibam o que eu sinto. 

— Ya! Você também é importante para nós! — Jeongguk abraçou nós dois.  

Jimin estava estranho e emotivo, Jeongguk e eu comentamos isso antes de irmos dormir e concluímos que talvez algo estivesse acontecendo e ele só não está pronto para nos dizer. Decidi que no outro dia na aula eu iria conversar com ele sobre isso e também voltar para o dormitório arrumar minhas malas, já que papai havia enviado uma mensagem que em dois dias no máximo a casa estaria em meu nome. 

 

 

 

 


Notas Finais


No calor do momento nossa Alice se emociona kkkkkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...