História Fairy Tail - A Nova Geração - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Visualizações 33
Palavras 1.851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem XD.
Foi bem bostinha...

Capítulo 3 - Capítulo 1 - A Ilha


Fanfic / Fanfiction Fairy Tail - A Nova Geração - Capítulo 3 - Capítulo 1 - A Ilha

Logo após terminar sua conversa com o homem que irá restaurar a antiga Phantom Lord, Uma entra em seu dirigível e o mesmo parte, adentrando as nuvens e sumindo naquele imenso céu escuro.


*Quebra de Tempo*


Ainda à noite, quase de madrugada, duas pessoas encapuzadas entram em um cemitério, uma segura um enorme buquê de flores, as mesmas se direcionam a uma lápide enorme, onde esta mesma lápide possui um enorme símbolo da Fairy Tail, rodeada de buquês de flores.


- Hoje… Meu dia amanheceu triste. - Dizia um dos encapuzados, este possuía uma voz feminina e um tom bastante abatido. - Lembrei do seu sorriso, aquele sorriso que a vida tirou pra sempre de mim. Meu coração navega sem rumo, desde a hora que você se foi… Mas, é a dor de saber que estou próxima de encontrar você, que me motiva a sempre continuar de pé, nesses dias estarei aí com você. - A mesma pega o buquê de flores e coloca sobre a lápide.


- Não fale isso!! Pois aposto que se morresse, ia ser mandada de volta por não te aguentarem lá em cima!! - Fala o segundo encapuzado dando uma risada sarcástica logo em seguida.


Os mesmos retiram seus capuzes, deixando claro quem são: A primeira era Porlyusica, ela é uma mulher idosa delgada e alta, de cabelos cor de rosa, amarrada em um coque na parte de trás da cabeça por dois pinos grandes com bordas crescentes em forma de lua e com duas flechas de cabelo que enquadram seu rosto. Ela tem olhos avermelhados e uma marca de beleza situada abaixo da boca, no lado esquerdo do rosto.

O segundo, era Daiki Dreyar, fruto do amor entre Porlyusica e Makarov, era um belo garoto, cabelos médios, loiros e lisos, usando um desgrenhado por cima de sua cabeça, e a franja acima dos olhos. Seus olhos são de cor vermelha e sua pele branca como a neve. Apesar de não ter um físico muito elevado, a estrutura não deixa de ser bela.


- D-desculpa!! - Tenta de desculpar o mesmo, levando logo em seguida um puxão de orelha.


- Você é igual… Ao seu pai… - Lamenta Porlyusica, descendo uma lágrima de seu olho.


- Ah!! Não vá chorar por isso!! Eu quem deveria estar chorando por este puxão que me deu! O papai morreu, está em um lugar melhor, não tem pra que se lamentar tanto! - Dizia o mesmo em um tom arrogante.


- Como pode ser tão insensível até em uma hora dessas?! - Questionava Porlyusica, um pouco indignada. - Não importa agora!! Vamos embora que já está bastante tarde.


E os mesmos se retiram lentamente do cemitério. Deixando aquele belo buquê na lápide do amado Pai… Mestre… Makarov...


*Quebra de Tempo*


Já era de manhã, umas 09:30, os pássaros voavam, o clima em Fiore estava quente, normal em comparação aos outros dias. Os magos já se preparavam para pegarem suas missões e saírem em busca de novas aventuras, outros preferiam apenas vadiar e ficar bebendo como loucos em suas Guildas.

Na cidade de Magnólia, uma singularidade diferenciava esta cidade das demais, sua Guilda: Fairy Tail. Atualmente, seu mestre é o Laxus. E tendo como a Vice-Mestra e Barwoman, Mirajane.

A Guilda já se encontrava cheia, e seus membros faziam um barulho, que pessoas do outro lado da rua escutavam. Gritavam, festejavam e bebiam, típico de membros da Fairy Tail. Mas, no meio de toda aquela agitação, havia uma certa ausência em toda aquela multidão, eram Mira e Laxus. O loiro se encontrava em sua sala, já Mirajane, estava levando uma carta ao mestre, que acabara de receber de um membro do Conselho. A mesma bate na porta e entra.


- Com licença, Laxus? - Adentra Mirajane gentilmente naquela enorme sala.


- Sim Mira? - Diz o mesmo, logo se levantando e indo em direção a sua amada. O mesmo para em sua frente e fica encarando-na.


- Um membro do conselho acabou de deixar esta carta, disse que é de extrema importância, e deve ser entrega ao mestre. - Explica a mesma, um pouco confusa, e logo entrega a carta nas mãos de Laxus.


- Hmm… Irei dar uma olhada.


Laxus retorna à sua cadeira e põe a carta sobre a mesa para abri-lá, e Mira se posiciona atrás do mesmo, dando uma relaxante massagem em suas costas. Laxus lentamente lê toda a carta, e faz uma cara confusa.


- Sobre o que diz? - Questiona Mirajane, demonstrando um olhar curioso.


- Hm… Eles dizem que precisam da ajuda da Fairy Tail para uma investigação. - Afirma Laxus. - Foram avistados Magos Negros rondando os arredores de uma ilha, mas essa ilha é proibida de ser visitada por qualquer pessoa, apenas o conselho. Aí tem coisa! - Afirma Laxus um pouco desconfiado.


- Certo… Mas não é melhor deixar isso para outra hora? Já está quase na hora de você apresentar os novatos. - Relembra Mira.


- Oh sim!! Tinha me esquecido!! - Vamos lá para o salão, e reúna todos. - Ordena Laxus.


- Sim meu Mestre. - Fala Mirajane, de um jeito sexy, e logo dando um selinho em Laxus, deixando o mesmo paralisado.


Após alguns minutos, os mesmos já estavam no enorme palco que ficava no canto superior da Guilda.


- Atenção todos!! - Gritava Laxus, chamando a atenção de todos que estavam lá. - Calem a boca, por favor.


- Laxus… seja menos rude! - Sussurra Mirajane. - Olá a todos os membros, gostaria da atenção de todos vocês, pois os aprendizes já estão prontos o suficiente para se tornarem magos!! Irei fazer uma chamada em ordem alfabética, e cada um deles irá se apresentar aqui. Obrigada!! - Explicava calmamente Mira.


- O primeiro é… - Dizia Laxus enquanto olhava um papel que estava em sua mão. - Daiki!


Aquele mesmo garoto que estava no cemitério horas atrás,  quem iria se apresentar, o mesmo vai passando por toda aquela multidão, às vezes empurrando uns e abrindo caminho com as mãos, depois ele vai e sobe as pequenas escadas, e pega o microfone das mãos de Laxus. Logo em seguida, Laxus e Mira vão para o canto do palco.


- Bom dia, me chamo Draiki Dreyar, sou filho de Porlyusica e Makarov, que agora está morto. - Dizia o mesmo de forma natural. - Tenho 17 anos, e será um prazer ator… Ops! Participar desta Guilda. - Diz o mesmo com um sorriso sarcástico no rosto.


O mesmo entrega o microfone ao Laxus, e os mesmos voltam para o palco.


- O próximo é… Draugon! - Dizia Mirajane.


O garoto sai de toda aquela multidão e sobre no palco, e pega o microfone, estava um pouco nervoso ao pegar o aparelho.


- Prazer, me chamo Draugon Kouji, e será uma honra virar um membro oficial desta Guilda! - Dizia o garoto. O mesmo é um jovem de estatura alta, possui cabelos médios e brancos, sempre bagunçados e com uma aparência meio “grossa", que escurecem em marrom nas pontas de baixo, tem olhos num tom verde-acinzentado claro e uma pele pálida, quase transparecendo uma imagem doente. Seu rosto se afina no queixo e ele é sempre visto com um sutil e inexpressivo sorriso, mesmo nas situações mais atípicas.


O mesmo entrega o microfone e se retira.


- Obrigada. - Agradecia Mira.


- A próxima é… Luna. - Dizia Laxus.


A garota estava ali na frente, e logo sobe no palco, pegando o microfone.


- Muito prazer, meu nome é Luna Lockser Fullbuster. Sou filha de Gray e Juvia, e obrigada por me aceitarem. - Luna tem uma aparência de uma mulher alta, madura e misteriosa, mas ao mesmo tempo bela e delicada, mesmo sendo tão forte. Ela tem cabelos longos e azuis, e olhos azuis como o gelo. Devido à sua cidade natal ser em um clima de inverno, sua pele é branca como porcelana, e a mesma também tem os peitos bem grandes.


Ela entrega o microfone, e se retira.


- A próxima é Malia. - Dizia Mira.


Esta também estava na primeira fileira, subindo ao palco e pegando o microfone.


- Oi, sou Malia Heartfilia Dragneel, filha de Natsu e Lucy, e é um prazer ser aceita nesta Guilda. - Zero é uma jovem extremamente esbelta e atraente. Possui estatura mediana, pele clara e porte físico magro, entretanto, usufrui de belas curvas, tendo um corpo definido, como foi possível ver enquanto se banhava em um lago. Seus cabelos são longos e lisos, apresentando uma coloração rosa-claro, além disso, sua testa é coberta por uma franja reta e duas mechas das suas madeixas ficam presas atrás da orelha. Os olhos da garota são verdes brilhantes e dispõem de traços bem marcantes, ademais, abaixo deles há um sombreado avermelhado. No alto de sua cabeça tem dois chifres vermelhos e uma tiara que se encaixa a eles.


A mesma se retira e entrega o microfone a Laxus.


- A próxima é Naomi. - Dizia Laxus.


A garota que também estava na primeira fileira, se direciona o palco e toma o microfone.


- Olá!! Sou Naomi Strauss Dreyar, filha desses dois aí, Laxus e Mira. E será um prazer ser aceita. - Naomi é uma bela garota, sua estatura é normal, possui poucas curvas e seios normais. Seus cabelos são enormes e loiros, e seus olhos azuis. - Eu queria falar também q… - Tenta falar, mas logo é interrompida.


- Obrigada filha. Agora volte! - Ordenava Mirajane, com um olhar doce e ao mesmo tempo assustador.


A menina se retira do palco, entregando o microfone à sua mãe.


- O próximo é Ren. - Dizia Laxus.


O garoto sobe ao palco e pega o microfone um pouco nervoso.


- Prazer, sou Ren Dragneel Heartfilia, filho de Lucy e Natsu, e tenho 17 anos. Obrigado por me aceitarem, e será uma honra estar juntos a vocês. - Dizia o jovem. Este, é alto, magro, tem olhos violetas marcantes, cabelos loiros e bagunçados; usando um headset branco e cinza com detalhes vermelhos dos lados, que, segundo ele, serve para manter os picos para baixo.


Ele entrega o microfone e se retira do palco.


- O próximo é Yuki. - Dizia Laxus.


E do meio de toda aquela multidão, um exceed branco voou em direção ao palco, e pegou o microfone.


- Olá!! Sou Yuki, filho de Charl e Happy. É um prazer estar aqui com vocês! - Dizia o mesmo em tom fofo, e todos logo em seguida gritam: “Owwwn". O exceed parece um coelho, com longas orelhas pontudas, é de cor branca, e possui um par de olhos azuis como o céu.


Logo em seguida, ele entrega o microfone e voa novamente, se retirando do palco.


- Obrigado pela atenção de todos vocês, e esses foram alguns dos novos membros. - Dizia Laxus, enquanto se retirava junto com Mirajane.


*Quebra de Tempo*


Dois homens vestidos com uniformes do conselho caminham sutilmente por uma espécie de floresta. Os mesmo caminham em passos ligeiros e silenciosos, até chegarem em uma espécie de vulcão, mas com uma abertura parecida com uma espécie de porta.


- Deve ser aqui… - Dizia o primeiro homem.


- Sim, vamos entrar! Mas tome cuidado! - Dizia o segundo.


Eles entram por aquela entrada e seguem o imenso corredor, até chegarem em uma enorme porta.

Os mesmos abrem esta porta, e deixam uma pequena abertura para não serem vistos, e eles vêem o que estava acontecendo…


Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...