História Fairy Tail - Interativa - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aries, Bisca Connell, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Crux (Kurukkusu), Elfman Strauss, Erza Scarlet, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Libra, Lisanna Strauss, Loki, Macao Conbolt
Tags 2018, Fairy Tail, Happy, Interativa, Plue
Visualizações 68
Palavras 979
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!! Sim, eu estou fazendo isso com o braço quebrado e um belo torcicolo, bem, eu estou com o braço ESQUERDO fraturado, e quase quebrou, pelo menos foi o que o médico disse. Mas, o que importa é que eu saí do hospital antes de ontem, eu saí bem de madrugada e hoje eu estou me sentindo novinha em folha. E pode ter certeza de quando as provas, aí vai ser difícil ter capítulo novo. Já que, né.. Prova é sinonimo de INFERNO..

Eu ainda não consigo acreditar que existe gente que gosta de provas.. Já que a partir do quinto ano, não é matemática, é amostra do INFERNO.. Eu estou no 6° ano e parece que é o próprio satã que passa a prova.. Meu Deus..

Bem, se tiver algum erro de ortografia é porque eu estou testando o teclado do meu "futuro" celular. ¯\_(ツ)_/¯


Bem, eu acho que de aviso é só isso.. Bem, boa leitura.

Capítulo 11 - Encontros


Fanfic / Fanfiction Fairy Tail - Interativa - Capítulo 11 - Encontros

 ~(˘▾˘~) քaʀa as քɛssօas զʊɛ tɛʍ aʟʐɦɨʍɛʀ, ʟɛɨaʍ օ ċaքítʊʟօ aռtɛʀɨօʀ. ɛ ɖɛsċʊɮʀaʍ օ զʊɛ օċօʀʀɛʊ ʟá. օҡaʏ? ɛռtãօ ʋaʍօs քaʀa ɛssa ɮaɢaça.


((sɨʍ, ɛʊ tɛռɦօ aʟʐɦɛɨʍɛʀ..))








   ⊱ ───────⊰✯⊱──────



- Bem, é só isso que eu me lembro. - Falou Draugon, pegando o braço de Lucy em seguida e a levando para a mesa da Guilda.

- Tem certeza que não sabe de mais nada? - Falou Lucy, tentando saber de mais coisas.

- Sim, naquela época eu estava em uma missão perigosa e só fui saber quando voltei.. - Mirajane se virou no mesmo instante depois que Draugon terminou de falar.

- Saber o que? - A platinada falou limpando um copo com um pano branco.

- Uma história velha.. - Draugon mentiu, já que aquilo poderia chamar a atenção de todos ao redor da guilda.

- Qual? - Mirajane continuou insistindo naquilo.

- Sobre como foi a minha primeira missão Classe S. - Era até que uma ótima desculpa.

- Ahan.. - Mirajane percebeu que eles estavam falando de Lisanna e então ela voltou aos seus serviços, como barwoman.



- Draugon, como é que você é tão bom nisso? - Lucy falou se acomodando na cadeira onde estava sentada.

- Em quê? - O jovem de cabelos platinados, falou, e logo em seguida ingeriu um gole de bebida.


A loira foi até o ouvido do platinado e sussurrou baixissimo:


- Em mentir. - A jovem foi objetiva e simples no seu argumento.

- Não sei.. Mas, qual é o motivo da sua pergunta? - Falou Draugon encarando o copo de bebida no balcão, o copo qual ele estava a beber o líquido nele.

- É porque.. - Um tom rubor avermelhado invadiu as bochechas da loira, que continuou a sua frase. - Eu.. Sou péssima nisso.. Talvez poderia me dar umas aulinhas? - Draugon que estava com a bebida no interior de sua boca, logo depois de escutar o que a Heartfilia falou, cuspiu ela toda.

- O que você falou? - Ele falou quase rindo da cara da loira.

- Eu quero que me ajude! - Lucy exclamou baixo.

- Isso não é questão de aprender, é de nascer com o dom. - Com isso Lucy fez uma cara de aborrecimento.


Lucy ficou encarando o balcão limpo e brilhoso, que refletia a beleza dela.

Que decidiu ir para a sua casa, já que ela não podia fazer uma missão solo. Já que afetaria o seu time.


ňoţѧs Ԁѧ ѧuţoяѧ:

ɛʊ sɨʍքʟɛsʍɛռtɛ aċɦօ զʊɛ a ʟʊċʏ é ʊʍa ɮɛʟa ɨռútɨʟ. ɛռtãօ ɖɛsċʊʟքa քaʀa զʊɛʍ aċɦa զʊɛ a ʟʊċʏ é a քɛʀsօռaɢɛʍ ʍaɨs útɨʟ ɖօ ʄaɨʀʏ taɨʟ, ʝá զʊɛ զʊɛʍ é útɨʟ ʍɛsʍօ sãօ օs ɛsքíʀɨtօs ċɛʟɛstɨaɨs. ლ(ಠ益ಠლ) (ⓔ ⓔⓤ ⓥⓞⓤ ⓤⓢⓐⓡ ⓔⓢⓢⓐⓢ ⓕⓞⓝⓣⓔⓐ ⓢⓘⓜ!)


⊱           ───────⊰✯⊱──────


Passou-se algumas horas e todos que estavam na Guilda se retiraram pouco a pouco, já que estava quase anoitecendo. Então Mirajane aproveitou e foi para o local, qual onde os barcos vão e voltam. Perto do jardim e da praça, fazia tempos que ela não frequentava aqueles locais. Foi como uma lembrada adormecida que voltou a mente dela. Mas, uma pessoa inesperada apareceu na frente dela.


- Dusk? - A platinada encarou o homem que estava na sua frente, que ao vê-la abriu um sorriso acolhedor.


Os olhos de Disk Heltsuki, brilharam ao ver a pessoa inesperada na sua frente..


- Mira.. - Ele sussurrou, tendo a sua pele pálida, recebendo um tom claríssimo avermelhado em suas bochechas.

- Quando tempo.. - Ela falou inclinando o olhar para o lado.

- Bem.. Isso é verdade. - Dusk olhou de cima a baixo e fez uma careta. - Eu estou me perguntando neste momento, se ainda te chamam de Demonia?


ňoţѧs Ԁѧ ѧuţoяѧ:


քaʀa զʊɛʍ ռãօ ʟɛʍɮʀa, a ʍɨʀaʝaռɛ tɛʍ օ aքɛʟɨɖօ ɖɛ ɖɛʍօռɨa, քօʀ ċaʊsa ɖa sataռ sօʊʟ (ɛʊ aċɦօ). օʊ քɛʟa քɛʀsօռaʟɨɖaɖɛ ɖօċɛ ɛ ɢɛռtɨʟ ɖa ɨռʄâռċɨa/aɖօʟɛsċêռċɨa ɖa ʍɨʀaʝaռɛ. ʝá զʊɛ ɛʟa ʄօɨ ʊʍ aռʝɨռɦօ, ռéɦ? (ⓢⓠⓝ)


- Não, mas por quê a pergunta? - Mirajanr falou segurando mais forte a sua bolsa.

- Nada não.. - Dusk tentou disfarçar.


ňoţѧs Ԁѧ ѧuţoяѧ:

քaʀa զʊɛʍ ռãօ ɛռtɛռɖɛʊ, ɛʊ զʊɛʀɨa զʊɛ tɨʋɛssɛ a օքçãօ ɖɛ ċօʟօċaʀ ɨʍaɢɛռs ռօ ċaքítʊʟօ, aɨ ɛʊ ċօʟօċaʋa a ɨʍaɢɛʍ ɖa ʍɨʀaʝaռɛ ɖɛʍօռɦa, ɛ ɖa atʊaʟ.


Mirajane suspirou.


- Bem, acho que Elfman deve estar nervoso, já que eu não sou acostumada a demorar. Bem, até logo. - Com isso, os dois se despediram e cada um foi para a sua casa/dormitório.



⊱           ───────⊰✯⊱──────


Natsu entrou na casa de Zaya, que com certeza já estava dormimdo. E ele lembrou o que ocorreu quando ele chegou lá, mais cedo.



ƒӀɑՏհҍɑςk օղղ:


Natsu corria com toda a pressa para ver se Zaya estava bem. Ele estava junto a Happy. 

- Temos que chegar lá logo!! - Natsi exclamou.

- Aye Sir!! - Happy falou.


Depois de quase passarem 5 vizinhanças, eles conseguiram chegar na casa de Zaya.


- Finalmente!! - Natsu exclamou e foi até o bolso, onde ele sempre guarda as chaves da casa.


Ele hestiou por um segundo, e repirou fundo e segurou a fechadura e depois a girou, assim revelando a casa sempre organizada de Zaya; ele logo em seguida trancou a porta e começou a caminhar entre a casa, procurando a pessoa, qual era a dona da casa; Zaya.

Por sua vez, após dar uns passos na cozinha ele escutou a porta do banheiro abrir.


ⓜⓞⓜⓔⓝⓣⓞ '18 ' (Tipo aqueles momentos onde alguma personagem do feminina aparece com pouca roupa/ só os trapo cobrindo o seio ou a..   Corta )


Ao olhar para porta ele viu a jovem saindo do banheiro só de toalha no mesmo instante:


- Natsu.. Seu nariz, está sangrando.. - Happy gritou chamando a atenção de Zaya que quase deu um Treco ali mesmo.


ňoţѧs Ԁѧ ѧuţoяѧ:


օ ռaʀɨʐ saռɢʀaռɖօ ɛʍ aռɨʍɛ, sɨɢռɨʄɨċa ɛxċɨtaçãօ, օʊ sɛʝa, a քɛssօa sɛ sɛռtɨʊ ʍʊɨtօ atʀaíɖa քօʀ ʊʍa ċօɨsa/քɛssօa.


- Natsu!! O que você está fazendo aqui?!! - Xaya acertou o seu chinelo na cara de Natsu.


To ცɛ Ćơŋŧıŋųɛɖ (referencia a JoJo's Bizarre Adventure.)


ƒӀɑՏհҍɑςk օƒƒ:


Bem, foi isso que aconteceu..


Quando Natsu abriu a porta, entrou no quarto dele, com o maior cuidado o possivel, e depois, dormiu lá.











Notas Finais


Bem, foi isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...