1. Spirit Fanfics >
  2. Faíscas - Markhyck >
  3. Mark, eu sinto faíscas

História Faíscas - Markhyck - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, estou aqui repentinamente novamente, esperando que nessa quarentena eu possa escrever várias fanfics pra vocês! Dessa vez eu trouxe uma Markhyuck e quem sabe eu não possa fazer um bônus uh?

Mark: top / 1,78 / 18 anos
Haechan: botton / 1,70 / 17 anos

OBS: capa temporária

Capítulo 1 - Mark, eu sinto faíscas


Fanfic / Fanfiction Faíscas - Markhyck - Capítulo 1 - Mark, eu sinto faíscas

Donghyuck P.O.V 


O garoto Hae estava na frente da escola - na qual já estava em seu último ano - ele havia saído do carro de sua mãe para esperar seu melhor amigo - e paixão - Mark Lee, e ah, como o garotinho o amava, o mais alto lhe ensinava tantas coisas, e o fazia sentir coisas que nunca tinha sentido antes, não era por que o garoto era cego, não, nada disso, eram sentimentos que vinham de dentro, eram como faíscas.

O menor parou seus pensamentos quanto sentiu um empurrão, e um perfume de qual já sabia de quem vinha, era  a Joy, uma menina com certeza mais alta do que eu e que amava me ver pra baixo, nunca intendi mas as pessoas não gostam muito de mim por eu não enxergar como elas.

Joy:

- Oi, deficiente, eu sinto muito em te dizer, mas ninguém vai ficar com você, hoje, seu amiguinho Mark, não vem a aula hoje, ou seja se eu fizer isso - me empurra com força fazendo com que eu caísse no chão e permanecesse lá por não conseguir levantar sozinho - você permanecerá aí, no seu lugar, no chão.

- Na verdade não - escuto a voz inconfundível do Mark - de onde você tirou que eu iria deixar meu menininho sozinho? Nem se eu estivesse doente! Agora saia, a única deficiente aqui é você, doente mental!

A garota saí e escuto passos mais próximos, era Mark.

- Oi bebê, fala pegando minha mão e me puxando delicadamente ao seu abraço, era tão bom, me sentia protegido de algum modo, gostaria de ficar assim pra sempre com ele.

- O que aconteceu aqui hum? - falou colocando uma mexa do meu cabelo atrás da minha orelha.

- A Joy, de novo, acho que ela não gosta de pessoas com problemas, é assim desde que eu entrei nessa escola no primeiro ano.

- Não fique assim okay? Eu estou aqui.

- Eu te amo Markie - falei dando um beijinho na bochecha dele provavelmente ficando corado, pois eu conseguia sentir minhas bochechas ardendo, olhei pra baixo.

O mais alto deu um riso nasalado e o sinal bateu para entramos, O Lee mais velho segurou minha mão enquanto andávamos em direção ao prédio.


Quebra de tempo / depois da aula


Mark e eu estamos indo em direção ao portão da escola para finalmente sair dali e Mark me chama com um grunhido.

- HaeHae, você não quer ir na minha casa agora? Você pode dormir lá se quiser! Sua mãe está esperando você aqui na saída, mas eu falo com ela e vamos na minha moto.

- Mas Markie eu tenho medo! 

- É só você segurar bem firme! Agora vamos, vou avisar sua mãe - falou o Lee mais velho me puxando pelo braço levemente.


Mark P.O.V


- Oi Noona Lee! - falo fazendo uma referência.

- Olá Mark! Quanto tempo! 

- Então Noona, vou ser breve, o Channie pode dormir na minha casa hoje? Eu empresto umas roupas pra ele! Por favor! - falo tentando ser fofo porém falhando miseravelmente.

- Okay, vou aceitar só dessa vez pois eu já tinha um compromisso! - Fala a Sra. Lee  dando um beijo na testa do mais novo entre nós.

- Então... Vamos Hae? - falei entrelaçando nossas mãos e fazendo outra referência a Lee mais velha.

- Oh, sim, tchau Omma! 

Fomos até minha moto e ajudei o meu pequeno a subir na moto, já que o mesmo não conseguia ver onde deveria pisar e subi em seguida ligando a moto e fazendo os braços de Haechan rodearem minha barriga, e eu não consegui segurar o riso com suas mãozinhas pequeninas.

- Você é tão fofinho Hae! Parece um personagem de anime!


Haechan P.O.V


Chegamos a enorme casa do canadense e parecia estar... Vazia? Eu não escutei nenhum barulho dos vários funcionários que sempre vem falar comigo, em especial a governanta Seugui.

- Markie, tem alguém a mais aqui além de nós, não escuto ninguém - falei com a cabeça tombada.

- Não bebê, só temos nós, agora vamos para meu quarto, vou te emprestar algumas roupas e aí você toma banho, okay?

- Certo, só acho que vai ficar grande!

Subimos para o quarto do outro Lee e ele pegou uma blusa social branca e uma cueca, passei meus dedos para sentir.

- Queria dizer que não usei nenhuma dessas coisas, porque ficaram pequenas e eu não tenho um short que caiba em você, baixinho, e ah, você consegue tomar banho sozinho né?

- ah sim, falei brincando com meus dedos, já estou indo - falei indo em direção ao cômodo em que eu já sabia onde ficava, enclusive decorei onde os móveis e as coisas ficavam, agradeçi mentalmente por Mark não ter trocado nada de lugar.

Tomei um banho de uns 10 minutos e troquei de roupa, eu toquei nelas em meu corpo e mesmo o Mark falando que eram pequenas ainda ficavam na altura do meu joelho - bufei e abri a porta.

Senti um olhar sobre mim, e depois uma aproximação, Mark agarrou minha cintura.

- Você está parecendo um duende - deu gargalhadas - tão fofinho e miúdo.

- Tá bom Mark! Está me ofendendo - coloquei a mão no peito fingindo indignação.

- Tá bom então... - soltou minha cintura e bateu a porta atrás de mim.

Fui caminhando até a grande cama de casal do Mark e fiquei pensando, eu não gosto de Mark apenas como amigo, quero dizer também, mas eu amo o Mark! Eu sinto como estivesse em um romance como a professora de literatura conta, sua pele tão macia, quando eu a toco, os ombros largos quando eu o abraço, o abdômen bem definido quando eu ando de moto e tenho que segurar sua cintura, o sotaque... Aish tudo nele era perfeito e decidi que depois que ele saísse do banho seria minha chance de falar o que sinto, tenho medo de estragar minha única e melhor amizade, mas eu estou encorajado agora e com certeza em outro momento eu desistiria, então foi isso, o maior saiu do banheiro, com certeza já vestido e eu pedi para que ele sentasse na cama comigo, bati no colchão chamando atenção dele.

- Mark eu serei breve, preciso falar algo sério! 

- Assim está me preocupando baby - falou o apelido em inglês dessa vez.

- Uh, eu não sei onde começar, é que.. eu meio que te amo Mark, muito! Quando eu te encontro sinto faíscas dentro de mim, é como se fosse uma explosão, eu não consigo te ver, mas as faíscas permitem que eu te ame, eu gosto de tudo em você, o jeito que você me faz ficar com vergonha, o jeito que me defende, e me faz sentir um só quando estou ao seu lado, então é isso, não quero o obrigar a sentir a mesma coisa, mas eu queria te falar - sinto meu coração leve.

- Você não queria né Hyuck, você não queira que eu sentisse a mesma coisa,mas eu sinto! Eu quero ficar com você pra sempre, te protejer do mundo lá fora e quero que permaneça apenas o que há aí dentro - falou encostando seu dedo indicador na direção do meu coração.

- Haechan... Eu posso te beijar?

Não o respondi apenas peguei sua mão e encostei nossos lábios; foi um beijo muito bom, lento e que demonstrava nossos sentimentos em ações, Mark tinha gosto de menta - ri internamente.

- Uh Baby, você tem gosto de morango, esse definitivamente foi meu melhor beijo.

- Na verdade esse foi meu primeiro - falou Hyuck baixinho, mas Mark ouviu.

- Sério? Ah estou tão feliz!

O mais baixo riu e disse 

- eu amei isso mesmo! Mas eu estou com fome, falou passando a mão pela barriguinha.

- Vamos lá em baixo que eu preparo algo pra você seu fominha - pegou o Lee mais novo estilo noiva e saiu com ele até a cozinha.


E foi assim que seguiu o dia dos meninos, divertido e apaixonante, digno de fanfic! Eles nunca se esqueceriam desse dia incrível.



                                     Continua?





Notas Finais


O B R I G A D X P O R L E R!


Outras fic's:


O papagaio da Rosé - Chaelisa (BLACKPINK)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-papagaio-da-rose--chaelisa-18503182


Accept Me - Nomin (NCT DREAM)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/accept-me--nomin-17573434



@C4ndyFour_Moon

Óia o alcu gel


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...