1. Spirit Fanfics >
  2. Fake Dating - Chanyeol (EXO) >
  3. Farsa!

História Fake Dating - Chanyeol (EXO) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Para algumas exo-ls que não sabem, Chen vai ser pai! Meu 2020 começou e será maravilhoso! Ele publicou uma carta informando que está namorando, e dessa relação irá nascer um alguém! E com todo esse embalo, ele disse que irá se casar!

Mas toda felicidade tem seu preço.

As Kerries - exo-ls coreanas - estão, através do Lysn, mandando mensagem de ódio para nosso querido Chen. Além de estar desejando a saída do meu bebê, querem que sua recente noiva, aborte o bebê.

Por meio dessa mensagem, peço a vocês que dêem amor ao nosso Chen, pois como sabem, uma notícia de namoro vindo de pessoas influentes, trazem feedbacks bons e ruins!

Apóiem ele pois é um momento delicado!

Mais tristeza - e felicidades - de lado, aproveitem o capítulo!

Capítulo 3 - Farsa!


Fanfic / Fanfiction Fake Dating - Chanyeol (EXO) - Capítulo 3 - Farsa!

Voltei para casa tentando entender o que passa na na cabeça do senhor Park. De uma semana que terminamos, o mesmo percebeu, mais não falou comigo.


Acho que ele percebeu que nosso namoro estava de mal a pior e "tentou" resolver da maneira dele.


Enquanto passava pelos corredores da empresa, ouvia cochichos sobre meu respeito. Respirei fundo e tentei não me importar com o que falavam. Apertei o botão do estacionamento e assim que as portas de abriram, entrei no elevador indo a meu destino.


Entrei em meu carro e dei partida no mesmo logo chegando em casa. Tranquei a porta e deslizei pela mesma, analisando tudo o que está acontecendo.


- Vovô, qual teu propósito? Hein'? - falei olhando para o teto do apartamento e continuei meu monólogo. - Eu e Chanyeol já não estamos mais juntos e não estava nos meus planos voltar com ele. - ri por mais uma vez me pegar conversando sozinha. Eu costumava fazer isso quando Chanyeol demorava no trabalho, me perguntava o porquê de ainda está com ele.


Me levantei do chão e decidir ir tomar um banho. Meu corpo clamava por isso.


Entrei no mesmo e me despi, lavei meus cabelos e saí enrolada em uma toalha e a outra secava meus cabelos. Coloquei algo confortável e quando ia descer, uma mensagem chega para mim.


"Obrigado por hoje mais cedo, fico feliz que ainda pense em mim"

O número era desconhecido, mas eu sabia exatamente quem era. No final da mensagem, tinha uma carinha fofa e um emoji de coração.


Para não soar um pouco grossa, decidir ignorar a mensagem.

Fui para a cozinha preparar algo para eu me alimentar. Olhei em todas gavetas mais não tinha absolutamente nada! Apenas um pacote de miojo, suspirei pois não queria comer isso hoje, mas a preguiça fez com que eu aceitasse de bom grado o miojo.


Preparei tudo, - apenas coloquei água no fogo e esperei esquentar. - me sentei no sofá e comecei a procurar canais aleatórios. Assim que terminei, chega uma mensagem para mim, dessa vez não é de Chanyeol e sim do tabelião. Nela avisava que amanhã eu e Chanyeol precisaremos está na empresa para que todos nos vejam.

Ah pronto!

Nem paz eu terei mais. Se ao menos eles me arranjassem um trabalho lá, eu poderia ir feliz da vida, mais não. Eu sei muito bem o que precisarei fazer; apenas cumprimentar todos os chupa cu do Chanyeol e ouvir ele se gabar de tudo que construiu. Eu já passei por isso uma vez, e com toda certeza não quero passar de novo.


Portanto, a única coisa que eu respondi para o tabelião foi; "não vou". Vi que a mensagem foi enviada e me levantei indo para a cozinha lavar tudo que eu sujei. Quando acabei, vi que tinha duas mensagens do tabelião.

Vou bloquear esse homem! 

"Se não vier, a primeira parte do contrato será quebrado. Com ele quebrado, Chanyeol não conseguirá a empresa. Fica ao seu critério, senhorita Kang"

"E isso não é meme"


Meu deus! Não sei se riu ou choro. Querendo ou não, prometi a Chanyeol e ao senhor Park. Que raiva, agora terei que fingir ao lado de Chanyeol. (S/n), você é forte, vamos lá!

Passei o resto da tarde me martirizando mentalmente por ter aceitado essa bendita condição. O tempo passou tão rápido que quando vi, já era mais ou menos 08:00PM. Teria estranhado se Soojin não tivesse chegado e em questão de minutos, ter me feito vestir um vestido extremamente apertado e calçar um salto agulha enome. Não sei como essa mulher consegue me fazer mudar de ideia em poucos segundos.

Se existe uma pessoa mais festeira que ela? Não! Desde que nos tornamos amigas, Soojin sempre teve a cabeça fora do corpo, essa mulher é doida, e mais doida que ela, sou eu por cair em seu papo.

°°° 


Com um copo de alguma bebida em mãos, Soojin me levou para uma parte mais reservada daquela boate. Lá só tinha pessoas que queriam jogar ou "se pegar" em um lugar que tenha menos gente.

Com um pouco de dificuldade, sentei Soojin em uma das cadeiras e pedi uma bebida para mim. Logo depois um homem chegou e sentou-se ao meu lado. Ele sorria largamente e mesmo com sua cara séria, seu sorriso era o que mais me chamava atenção.

- Prazer, Oh Sehun! - ele estendeu a mão e em um breve cumprimentou de mãos, falei meu nome. Conversa vai e conversa vem, descobri várias coisas em comum entre nós. A conversa fluía normalmente, até me dar conta que Soojin estava bebêda. - Oh, eu entendo! - disse assim que lhe informei que precisaria ir. - Nos vemos por aí! - se despediu me abraçando e acenou. Acenei de volta e desci com Soojin para a parte de baixo e fomos embora.

°°°


A noite passada realmente foi uma comprovação que nunca mais sairei com Soojin. Aquela mulher bebêda e pior do que um bebê recém nascido. Ela fica mais emotiva e chora por qualquer coisa.


Levantei com toda disposição do mundo e fui no banheiro fazer minhas necessidades. É hoje que eu teria que fingir, junto a Chanyeol, meu lindo e feliz relacionamento.


Com tudo pronto, apenas tomei meu café, escovei meus dentes e saí de casa, indo para a empresa.

- Bom dia, senhorita Kang! - me cumprimentavam todos os funcionários. Com um sorriso no rosto, resondia a todos. Quando cheguei a ala dos secretários, perguntei se Chanyeol estava desocupado no momento, uma das funcionárias disse que ele estava a minha espera. Agradeci a ela e iria ao elevador, mais fui barrada por Chen.

- Está a cinco minutos atrasada, Kang! - brincou ele. Dei um abraço nele e subimos juntos para o piso em que Chanyeol fica.

Como esperado, Chanyeol estava acompanhado de dois investidores. Ele maneiou com a cabeça em um leve chamado e eu fui até ele a contra gosto.

- Está aqui é minha namorada, Kang (S/n)! - me curvei em breve reverenciamento e não tirava o "sorriso" do rosto. - Bom, vamos começar?

- Espere! Meu filho ainda não chegou, peço apenas alguns minutos! - Chanyeol concordou e enquanto conversavam sobre trabalho, decide ir tomar um pouco d'água.

Quando cheguei ao bebedouro, esbarrei sem querer em alguém. Elevei meu olhar, e encontrei com o mesmo homem de ontem a noite. O Sehun.

- Desculpe, eu não te vi! - tentava enxugar o molhado de sua camisa, causado pelo meu copo que estava com água.

- Tudo bem, acidentes acontecem! - o olhei e ele mantinha um sorriso no rosto, o mesmo de ontem a noite. Com isso, acabei sorrindo também, não notando a presença de alguém atrás de nós, até ele pigarrear.

- Atrapalho? - Chanyeol falou. E pelo seu tom, ele não estava feliz. 


Notas Finais


Desculpem a demora, e o horário também! Mais é o único horário que eu consigo colocar minhas ideias em dia!

Espero que tenham gostado, espero de coração nunca decepcionar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...