História Replay - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Exokids!, Jikook, Namjin, Taegi, Yoonseok
Visualizações 73
Palavras 1.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Deuxième


Min Yoongi

Estava cansado demais depois de brincar com os meninos no parque. Meus filhotes são crianças muito ativas e para alguém sedentário como eu acaba se tornando um pouco cansativo. Me sentei na cama e fiquei pensando o que poderia fazer.

-Omma... Posso ver desenhos? -Hunnie estava com pijama de bichinhos e eu sorri. É algo que ele ama muito usar porque tinha sido dado por Jungkook.

-Sim meu amor. Depois nós vamos jantar. Eu vou fazer uma boa comida ok? -Ele riu e se deitou no sofá. Percebi que tinha uma mensagem no celular. Hoseok dizendo que irá vir jantar aqui. Esse alfa parece que não sai da minha casa. Os vizinhos sempre pensam que eu e ele temos algum relacionamento mais profundo. Eu tinha um antigo amigo chamado Seokjin mas ele era mais amigo do Taehyung do que meu então preferi desistir da nossa amizade.

Foi muito complicado passar por tudo sem um alfa ao meu lado mas nunca desistirei dos meus filhotes. Já basta o alfa ter pulado do barco. Tive apoio dos meus amigos e meu irmão que se tornaram muito importantes na minha vida.

-Yoonie? -Senti braços ao meu redor e acabei rindo quando me assustei. Hoseok é um alfa muito amoroso e protetor. Ele tem um jeito único e está sempre pronto para nos defender. Muitas vezes algum alfa engraçadinho joga palavras indecentes para mim. Eu sempre fugi das investidas desses homens que parecem não se importar que eu tenha dois filhotes.

-Oi, tudo bem?

-Sim. Jimin foi lá para casa e como eu sei o que ele e o Kookie irão fazer eu preferi sair de lá antes de traumatizar. É o aniversário de namoro deles. -Terminei de cortar os legumes e coloquei na panela. -Precisa de ajuda?

-Não. Eu estou terminando de colocar as coisas aqui. Pode ir ficar com Hunnie na sala se quiser.

-E o Baek?

-Apagou cedo. Ele brincou muito na escola.

-Hoje aconteceu uma coisa... Um cara novo apareceu no trabalho. Eu não iria te contar mas acho que tenho mais medo de surpresas. Ele se chama Kim Seokjin, pediu para ser chamado de Jin. -Meu corpo travou um pouco. Anos e anos sem vê-lo, sem ter contato ou procurar nada na internet. Tudo o que eu menos desejo é me encontrar com ele agora.

-C-como isso... Não pode acontecer isso. Não agora. -Me desesperei um pouco. Não estou me sentindo bem.

-Calma. Olha pra mim. -Ele segurou meu rosto e manteve levantado. -Se você não quiser recebê-lo, nem se encontrar com ele, não precisa. Ninguém tem o direito de cobrar alguma coisa se eles que foram embora da sua vida e não acreditaram naquilo que você disse. Eles não merecem isso de você e nem os meninos merece isso.

-Eu sei, só que não parece ser tão fácil assim.

-Pode ser que não seja mesmo mas você é forte. Eu vi você crescer esse tempo todo, cuidar dos seus filhotes sozinho enquanto muita gente falava coisas ruins e nunca te abateu. Ele não é nada das crianças, não tem nenhuma ligação com você então pense positivo. Eles não tem direito nenhum de se meter na sua vida e eu sei que na hora você vai ser muito mais forte do que aparenta.

-Obrigado por confiar em mim. Eu não sei o que faria sem essa força sua. Desde muito cedo você tem estado ao meu lado e isso tem sido importante. Os bebês te vêem como um appa e eu agradeço muito pela convivência deles com você. Essa casa não seria a mesma nunca. Todos os dias eu espero um dia melhor. -Abracei a cintura dele e fiquei ali sentindo o cheiro que emanava. Hoseok traz muita proteção em si mesmo, uma paciência, algo que eu nunca conseguiria ter sozinho.

-Eu amo tanto esse sorriso seu. Não precisa me agradecer por nada. Nós somos amigos e eu prezo muito pela felicidade das pessoas importantes pra mim. Os meninos são como meus filhos.

-Eu sei e não teriam um pai melhor. -Me lembrei do fogo e me virei desligando o que já estava pronto. -Chame eles para comer enquanto eu ponho a mesa.

-Ok. -Ele saiu da cozinha e separei tudo arrumando rápido. Os meninos voltaram e sentaram enquanto conversavam alto sobre as novidades da escola. Baek se torna muito animado quando fala sobre sua escolinha. Ele costuma ser estudioso e gosta bastante disso enquanto Sehun ainda é tímido demais.

-Eu fiz um desenho tio. Eu quero te dar.

-Oh, sério? Eu vou guardar muito bem em casa. Vou colocar naquele mural. -Baek assentiu

-Melhor comer bebê, se não a comida esfria toda. -Baek assentiu e começou a comer. Hoseok contava algumas coisas sobre sua casa e o que fez durante essa semana e divertia Sehun que adora saber mais sobre ele. Desde criança meu filho alfa tem grande admiração e cresceu desse modo. A pediatra dele disse que é por Hoseok ser um alfa e meu filho precisar da presença mais masculina de alguém e um cheiro protetor. Sehun é um alfa, porém, um filhote ainda e por isso não tem senso de proteção além de rosnados quando não gosta do cheiro de alguém.

-Yoonie. Eles parecem estar com sono. Eu vou colocá-los para dormir agora.

-Tudo bem. Eu vou limpar aqui e depois podemos ver um filme. -Ele subiu com os dois no colo. Arrumei a mesa e deixei tudo guardado e limpo. Fui para o quarto trocar de roupa e colocar um pijama confortável. Seok veio logo depois e já pegou uma roupa que ele mesmo costuma deixar aqui e se trocou. Me aconcheguei na cama e liguei um filme que ainda não tínhamos visto. -Seok, eu estava pensando em uma coisa outro dia. Não sei se você concordaria mas eu conversei com as crianças.

-Sobre?

-Sobre você vir morar com a gente. -Ele arregalou os olhos e se assustou. -Nós estamos acostumados com você e não faz sentido ficar morando na casa do Jimin mais. Nós somos praticamente família e eles sempre ficam perguntando o motivo de você não morar aqui de uma vez.

-Eu nem sei o que pensar. Nunca imaginei isso. Tenho uma ligação muito forte com vocês, mas sei lá, tenho medo de atrapalhar ou tomar um lugar que não me pertence.

-E a quem mais pertenceria? Você sempre esteve aqui e é meu porto seguro. Não existe ninguém mais apto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...