História Fake Love - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Exokids!, Jikook, Namjin, Taegi, Yoonseok
Visualizações 16
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Cinquième


Kim Taehyung

Muitas vezes as coisas dos quais sonhamos não se concretizam da maneira correta. Eu larguei toda a minha vida na Coréia para ir ao Japão estudar música junto com meu amigo Jin que veio estudar gastronomia, consegui me formei em primeiro lugar mas a vida se tornou bem complicada nos primeiros anos, provavelmente porque o Japão não produz ídols com a mesma qualidade e dedicação. O importante para os ídols japoneses é a alegria. Eles não cantam muito bem e dançar é uma arte invisível aqui e para poucos.

Inicialmente ainda na faculdade eu me tornei trainee de uma empresa e com apenas seis meses me lancei na mídia japonesa que logo alcançou a América e China também. Depois de dois anos na empresa que exigia demais, eu não tinha vida e além disso os idols japoneses não podem se relacionar nem ter vida nas redes sociais por si só. Por tudo isso sendo limitado eu consegui quebrar o contrato e criar uma pequena empresa. Pelo meu nome ser conhecido, não demorou que alguns trainees tenham comecado a chegar, mas que passavam por ela não tinham o alto padrão que eu desejaria para lançar em uma empresa mas que para o Japão eles eram maravilhosos então acabei deixando dessa maneira. Fiquei por quase um ano sem conseguir um bom trainee na minha área, mas graças aos céus quando eu estava desistindo de tudo apareceu um alfa coreano, Kim Namjoon. Ele não era um bom dançarino mas um excelente rapper e rapidamente estourou nas mídias do Japão e por incrível que pareça tomou uma proporção na China, Coréia e na América.

Todas as escolhas sempre tem suas consequências e a maior de todas foi ter abandonado meu ômega. Yoongi era o amor da minha vida e o único por quem senti e sinto tantas coisas. Ele sempre foi muito dependente de mim pelas coisas que aconteceram no passado e eu era seu porto seguro. Me arrependo todos os dias por tê-lo deixado lá e penso que se eu tivesse chamado-o para vir junto, ele viria para o Japão comigo. Fui egoísta e infantil quando pensei apenas em mim. Eu já estava conformado com o fato de que não teríamos filhos embora isso doesse em mim também.

Seokjin sempre me apoiou muito e sabia de toda a história. Namjoon também ficou ciente depois de ter marcado meu amigo e em parte me apoiava por seguir os sonhos mas acredita que não precisava ser dessa maneira e eu concordo com ele. Nunca mais eu acharia alguém como ele e agora que estou voltando para a Coréia tenho medo de encontrá-lo, de ter que encarar a realidade dele estar feliz com um outro alguém e não poderia fazer nada, afinal, fui eu que o abandonou sozinho à mercê da vida.

Seu irmão Jimin ficou furioso e me odiava. Jungkook também passou a me ignorar mas eu tinha medo que ele tentasse se matar então a única vez que Kook falou comigo foi para me tranquilizar de que Yoongi não tentou e nem estava pensando em se matar em momento algum. Me sentiria ainda mais culpado se eu fosse o motivo dele desistir de viver.

Nunca mais tive notícias. Yoongi já não costumava mexer muito em redes sociais e depois que eu me mudei ele apagou tudo. Excluiu-se do mundo. Jimin e Jungkook me bloquearam então não tinha como saber nem mesmo a aparência que ele possui hoje. Eu continuo sentindo sempre o mesmo espaço vazio que ficou na minha vida. Acabei também perdendo o contato com a família depois das coisas que aconteceram. Meu appa abandonou meu omma para viver com uma amante que ele possuia à 10 anos e depois disso foi impossível para que omma suportasse e veio a falecer. A atual mulher do meu appa é chinesa e não gosta de crianças, mesmo assim tiveram dois filhos acidentais. Eles praticamente negavam os pequenos e quando descobri existir maus tratos ali foi o suficiente para que eu arrancasse Kyungsoo e Luhan dos braços deles por meio da justiça.

Os meus irmãos vivem comigo hoje e ainda bem, posso dar uma boa condição de vida para os pequenos e ambos são ômegas, sempre frágeis embora Kyungsoo seja um tanto brigão. Ele adora bater no pequeno alfa de Jin, mas Chanyeol o provoca bastante.

-Dia hyung. -Luhan apareceu na cozinha. Ele tinha um sorriso doce no rosto. Luge é uma criança muito doce e gentil. Costuma ajudar em tudo com apenas oito anos e já demostrou total interesse em pinturas, ele ama muito e por isso o coloquei em aulas de artes para que possa desenvolver seus sonhos enquanto Kyungsoo vez ou outra se enfurnava na cozinha de Jin.

-Bom dia meu amor. Dormiu bem?

-Vamos embora hoje?

-Sim meu anjo, pela noite. Já arrumou suas coisas? -Ele assentiu. Fiquei feliz pelo fato das crianças não estarem se importando de ir para outro lugar. Eles eram a minha maior preocupação.

-Olá? -Chanyeol entrou na cozinha seguido dos appas. -Bom dia tio.

-Oi. Prontos para encarar a Coréia? -Perguntei a Namjoon e Jin.

-Eu é que deveria te perguntar isso não é mesmo? -Jin questionou. Suspirei.

-Você sabe, não tem como estar pronto para isso mas eu também não poderia fugir para sempre e fingir que está tudo bem. Se ele estiver feliz, eu terei que dar um jeito de ficar também.

-Nós vamos te dar a força que precisar meu amigo. Não vai ser nada fácil de enfrentar essa situação e eu nem sei o que poderia dizer para te ajudar nisso, mas o passado tem de ser enfrentado algum dia meu amigo. -Namjoon disse. -E quem sabe Yoongi já não tenha te perdoado? Você mesmo comentou sobre ele ser alguém de bom coração.

-Todo bom coração também tem limites e um abandono quando se está em depressão pode ter causado um buraco enorme mas você tem razão. Eu tenho que enfrentar, o erro foi meu e um dia teria que pagar pelos erros cometidos. Conquistei meus sonhos largando uma vida para trás, agora preciso prestar conta disso e eu não sou mais um adolescente para ignorar a sujeira que cometi.

-Você realmente cresceu meu amigo. Espero que Yoongi possa ver isso. -Jin comentou.

-Eu também espero, mas não vou sonhar com isso. Eu não mereço e nem mesmo perdoaria se fosse comigo. Ele tem o direito de nunca olhar na minha cara.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...