História Fake Love - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Exokids!, Jikook, Namjin, Taegi, Yoonseok
Visualizações 13
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Sixième


Min Yoongi

Jimin me acordou cedo ligando para casa apenas querendo informar aue Seokjin tinha ido na loja dele. Eu mesmo pouco dei ideia, afinal, não tenho nada haver com isso. Sehun estava sentado brincando com alguns lápis e Baekhyun o ajudando. Hoje era o dia que Jimin ficava muito atarefado então por isso eu costumo ficar com Jongin. Meus filhotes adoram o pequeno primo tímido e educadinho.

-Seok eu estou indo ok?

-Sim, tudo bem. -Ele murmurou. -Qualquer coisa, se você demorar muito eu deixo eles na casa do Tao. Você sabe como eles amam a casa cheia de crianças e é bom que brincam com Yixing.

-Ok. -Zitao tinha estudado comigo na juventude. Ele é um chinês que mal falava coreano e sofria certo bullying por parte do Yifan, outro chinês valentão do ensino médio. Nós nunca fomos amigos ou sequer próximos mas quando eu fui abandonado, estranhamente ele quis ser meu amigo e me ajudou muito. Nesse período que terminamos o colégio Yifan tinha sumido por aí e depois retornou totalmente diferente e com um filho pequeno. A aproximação e os pedidos desesperados de Yifan para ajudarmos ele com o bebê que não tinha omma, fez com que eles começassem um relacionamento. Tao ficou grávido de Yixing e eles acabaram se casando. A história é um pouco esquisita mas sei o quanto se amam de verdade.

Jimin e Jungkook também eram um casal que começou de maneira diferente. Eles não eram amigos antes e meu irmão tinha certa aversão com a família Jeon por serem atualmente bem ricos mas quando se apaixonou, acabou todo aquele medo de ser trocado por qualquer um. Jungkook é um menino de ouro e o melhor cunhado e marido do mundo. Ele possui um amor e carinho que eu jamais veria em outros alfas por aí.

Cheguei na doceria e já avistei que estava mesmo bem agitado. O local era sempre muito aconchegante para aqueles que amam um bom doce, café e um cantinho para ler livros. Procurei Jimin com os olhos mas não o encontrei e então me sentei no canto. Estava sentindo um cheiro conhecido mas não consegui identificar então ignorei aquilo tudo.

-Yoongi? -Me virei lentamente um pouco assustado e dei de cara com Seokjin. Confesso que não em sentia preparado para enfrentar o passado tão descaradamente.

-Seokjin. -Murmurei para mim mesmo.

-Eu... Que prazer em te ver de novo. -Ele parecia sem jeito e sem saber que palavras usar para se comunicar. -Você está diferente.

-Você também mudou bastante. Está mais adulto do que me lembro.

-Sim. A vida faz isso com as pessoas. Eu estou mais velho então consequentemente pareço assim mas, você ficou lindo. Eu não esperava te encontrar tão cedo aqui. Imaginei que já soubesse do meu retorno mas não pensei que poderia acabar tendo esse encontro agora. Nem sei o que te dizer.

-Você não tem nada para me dizer na verdade. -Concluí. O fato é que pensei por tanto tempo que quando o encontrasse seria uma coisa ruim que não imaginei que por dentro, na verdade, não restou muito sentimento de que eu pudesse ter. Estava sendo mais fácil ignorar todo o passado. No fundo não existia nada para que eu converse com ele e isso era um fato.

-Eu tenho muito o que falar e pedir desculpas. As coisas que aconteceram no passado, falvez não seja fácil falar sobre elas. Nunca será, mas eu preciso. Deixamos muitas coisas em aberto antes. -Seokjin falou. Ele parecia ansioso por uma resposta que eu não podia dar. O passado parece ainda mais distante vendo dessa perspectiva.

-Sinto muito Seokjin, mas o passado não é algo que deve ser revivido. Tudo o que vivi foi um momento que espero não ter retorno. Coisas que não desejo lembrar e pessoas que prefiro que continuem enterradas no meu passado. As circunstâncias me fizeram quem sou hoje então não tente. Passaram-se cinco anos. É muito tempo, para alguém que se arrependeu, deveria ter aparecido muito antes disso. A minha vida está seguindo e eu não quero o meu passado fazendo parte dela.

Ele ficou mudo. Seokjin não esperava uma resposta dessas. Eu nunca fui o tipo de pessoa que entraria em uma briga ou falaria isso. Sempre fui calmo e tolerante, sensível demais para abrir a boca e parar alguém. Hoseok me mostrou que não existe motivo para que eu sinta esse medo do passado. É algo que eu devo suportar e passar. As pessoas eram apenas pessoas por mais que tenham me magoado e eu tenho que esquecê-las.

-Eu... Não esperava uma resposta dessas. Acho que deixamos um buraco muito maior nesse seu coração. Eu não consigo imaginar o quanto. É realmente aceitável que não queira nos ver. -Ele pareci abalado e com pensamentos perdidos. -Só quero que saiba, sinto muito, não é da boca para fora ou algo que ocorreu agora. Muitas coisas aconteceram na nossa vida e alguns dos motivos me fizeram enxergar quantas besteiras e erros cometi sem que eu pudesse fazer isso. Magoei o seu coração.

-Meu coração já está cicatrizado. Por favor, basta fazer seus compromissos e me deixar no passado. Esqueça. Viva sua vida bem, pacificamente. -Me virei para sair daquele lugar. Jimin me encarava de longe, talvez quisesse respostas ou apenas assegurar de que nada sairia de controle. Me aproximei dele e mesmo no silêncio, Jimin sempre me entenderia.

-Jongin está esperando. Eu sei que não há o que falar nesse momento. Não precisa disso, mas ainda sim quero lhe lembrar uma coisa importante. Eu te amo. Estou com você e estarei sempre meu irmão. Ninguém vai fazer mal ao seu coração, nem pisar nos seus sentimentos. Seokjin não tem o direito de aparecer na sua vida depois de anos. Não precisa nem mesmo falar com ele.

-Eu sei irmão, mas obrigado por lembrar disso. Acho que consigo deixar os fantasmas onde eles devem estar. De qualquer modo, estou menos interessado ainda no que fazem ou são. Me senti em paz comigo mesmo, não preciso disso. O passado para mim continuará onde deve estar. Por mais que as palavras tivessem dificuldades em sair, consegui fazer com que ele entenda que ninguém vai brincar com meu coração novamente. Meu passado não pode se aproveitar da minha vida outra vez.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...