1. Spirit Fanfics >
  2. Fake Perfection >
  3. One

História Fake Perfection - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Leiam as notas finais.
Boa leitura<3

Capítulo 1 - One


P.O.V Elizabeth Liones

Ás vezes eu me pego pensando o porquê de eu simplesmente odiar a minha vida, nunca passei fome e tenho tudo do bom e do melhor na hora que eu quiser, e certamente se eu contasse para alguém que eu adoraria levar uma vida simples longe de tudo isso, ela pensaria que eu tenho alguns parafusos a menos na cabeça e me diria que eu deveria ser grata a Deus por tudo que eu tenho.

Porém, a realidade tende a ser decepcionante. Meus pais: Bartra e Caroline, são os empresários mais famosos de toda a Liones, inclusive eles adotaram o nome desta pequena cidadezinha assim que começaram a enriquecer por aqui. Quem nos vê pela mídia como a família tradicional perfeita, mal sabe o inferno que é dentro daquela casa.

Meu pai é um alcoólatra desgraçado que além de bater na minha mãe, trai ela com qualquer rabo de saia que vê pela frente, e a minha mãe? Por ser devota aos costumes cristãos, está casada com ele até hoje aceitando ser tratada pior que lixo "para preservar a família".

Minha irmã Margareth aos 16 anos foi obrigada a se casar com um cara que tinha idade para ser avô dela, com o objetivo de juntar as riquezas de ambas as famílias, minha irmã Vêronica teria o mesmo destino se ela não tivesse se suicidado no dia do casamento arranjado. E por fim temos a mim, Elizabeth Godness Liones, meus pais não me fizeram casar porquê querem que eu assuma os negócios da família quando eu completar 21 anos. Desde que eu me entendo por gente meus pais sempre cobraram muito de mim, então fiz muitos cursos ao longo do tempo, sendo assim possuo um ótimo currículo escolar.

[...]

São exatamente 7:00 horas da manhã de segunda-feira e eu estou aqui me arrumando para ir a escola, apesar de eu não me considerar nem um pouco bonita, na frente das pessoas eu tinha que estar impecável e agir como se eu fosse a rainha do mundo.

Assim que eu terminei, desci as escadas afim de chegar na cozinha e tomar meu café da manhã. Minha alimentação é bastante saudável, inclusive minha dieta foi feita pela Doutora Merlin Yakoov, uma das melhores de toda a Britânia. Aproveitei que os meus pais não se encontravam em casa para mexer no meu celular enquanto tomava um suco de maçã, preparado pelas as mãos mágicas de Vivian, a empregada aqui de casa. Rolando pelas redes sociais vi uma promoção que estava sendo feita por uma rede de fast-food e senti minha boca salivar, eu sou totalmente proibida de comer qualquer coisa desse tipo e a única que vez que eu experimentei foi escondido dos meus pais, necessariamente da minha mãe que é uma neurótica com aparência.

[...]

Quando pisei meus pés na escola, senti os olhares mortais direcionados a mim por Zanelli e suas amiguinhas, e sinceramente? Um dos meus maiores sonhos de princesa era mandar elas a merda, mas eu também sou proibida de xingar, pois segundo mamãe eu deveria sempre manter a postura de uma dama diante qualquer situação. Ouvi também alguns assobios do maior canalha nesse lugar, Howzer Collins, ele vive me assediando e quando eu contei para ao Diretor Dreyfus, o mesmo me disse: "releve as brincadeiras de seus colegas senhorita Elizabeth", minha mãe disse que eu deveria me sentir privilegiada por um homem me enxergar com outros olhos, já meu pai não deu atenção, apenas Diane, minha única melhor amiga que me ouviu e quase deitou ele na porrada.

Por falar nela encontrei ela perto do meu armário.

-Bom dia Diane.-dei um sorriso.

-O que é que tem de bom nessa bosta?-ela resmungou de volta. Eu já era vacinada contra as grosserias dela pela manhã.-Sério Ellie, como você consegue chegar em plena segunda-feira de manhã toda linda e de bom humor?-ela me perguntou se espreguiçando.

-Se você não sair pra essas baladas e dormir durante exatas oito horas, lhe garanto que você vai acordar com um bom humor todos os dias.-eu respondi simplista.

-Ai Elizabeth, vê se não fode né, o dia que eu parar de sair vai ser o dia que o mundo vai acabar. Você tem que parar de ser toda certinha, o que te impede de curtir a vida de verdade?

Okay, essa pergunta rondava a minha cabeça todo o santo dia: o que me impedia de fazer tudo o que tinha vontade? Particularmente nem eu sabia a resposta, talvez fosse medo ou talvez não.

-Vamos antes que o professor Hendrickson nos engula viva por chegarmos atrasadas.-mudei de assunto apesar de ainda faltar vinte minutos para o primeiro horário.

-Nossa ta vendo? Nem saber xingar você sabe, e pau no cu daquele velho, vou matar o primeiro horário pra descansar um pouco.

-Ai Di, você não existe mesmo.-eu comentei rindo.-Se você está cansada porque não ficou de repouso em casa?

-Se eu ficasse em casa,eu ia fazer tudo menos descansar, tá ligada como minha tia é né? Enfim vaca, vou caçar algum lugar pra dormir.-ela disse me dando um beijo na bochecha e se retirando dali.

Estava terminando de pegar minhas coisas quando o Diretor Dreyfus me aborda.

-Elizabeth querida, será que você poderia e fazer um enorme favor?

-Olá Diretor, claro que posso.-respondi seguido de um sorriso.

-Tem um aluno novo que foi transferido hoje para a nossa escola, será que você pode apresentar a escola para ele e entregar os horários?-ele disse me entregando o papel.

-Certo Diretor, onde ele se encontra?-perguntei enquanto via ele atrapalhando com a papelada que estava em suas mãos.

-Na minha sala.-ele respondeu saindo dali.

[...]

Caminhei por alguns corredores até chegar na diretoria, bati na porta e entrei. Na cadeira tinha um garoto de cabelos loiros, quando ele se virou e seu olhar encontrou com o meu foi como se o mundo tivesse parado ali mesmo, aqueles eram os olhos verdes mais lindos que eu já havia visto em todos os meus dezesseis anos de vida.

-Quem é você?-sua voz grave e rouca chegou aos meus ouvidos e me arrepiou, percebi na hora que ele não era dali por conta do seu forte sotaque.-Vai me responder ou vai ficar me encarando como se eu fosse um alien?-ele disse novamente e eu senti minhas bochechas esquentarem por não ter percebido que eu o encarava na maior cara dura.

-S-sou Elizabeth Lio-Liones,v-vou te apresentar a escola.-okay, porque eu tinha gaguejado? Era só um garoto. O mais bonito que eu já tinha visto? Sim, mas ainda sim um garoto.

-Olá Elizabeth, sou Meliodas Demon.-ele disse dando um sorriso de canto.

Por tudo que era mais sagrado, o que aquele garoto era? Um anjo ou um demônio? Muito tentador por sinal. Essa era uma das perguntas que eu estava fazendo para mim mesma neste exato momento.


Notas Finais


Oiii gente,quem é vivo sempre aparece né rs
Cá estou eu com mais uma fanfic tendo duas pra acabar ainda,olha que legal né.
Enfim tenho algumas coisas pra falar a vocês.

-Agradeço muito o carinho de algumas pessoas que me mandaram mensagem perguntando o motivo de eu não estar mais postando nada e também me apoiando,nessas mensagens a pergunta que eu mais recebi dos meus leitores antigos é se eu iria retornar com Suicide Girl e não pessoal a fic não irá voltar,como eu sempre disse eu agradeço o carinho enorme que vocês deram para mim e para a fic também mas eu não consigo ver um jeito dela voltar ja que todas as minhas ideias esgotaram.

-Para as pessoas que cairam de paraquedas por aqui ja quero avisar que sim é mais uma fanfic onde o Meliodas é um badboy e a Ellie é a garota certinha,porém nessa fanfic eu vou abordar alguns assuntos como assédio, suicídio,machismo,feminismo,homofobia e etc. Bom tem muita coisa aqui então se você não gosta não leia por favor.

-A minha escrita não é das melhores mas eu me esforço bastante pra sair bom e perdão por qualquer erro,as vezes sempre fica um né.

-Sobre atualizações num geral, nao tenho data prevista pra nenhuma delas pois minhas aulas voltaram e durante as férias minha criatividade secou totalmente.

-Lizzie obrigada pela betagem.


Até a proxima pessoal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...