1. Spirit Fanfics >
  2. Falice - De volta ao destino >
  3. Vermelho é a sua cor!

História Falice - De volta ao destino - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


💚 Boa noite Baby Cakes ❤️

Meus docinhoooos,

No capítulo de hoje tá bem descontraído e talvez com uma Alice mas compreensiva e com vontade de dá uma chance ao FP.

❤️ Boa leitura, espero que gostem... 💚

Capítulo 3 - Vermelho é a sua cor!


Fanfic / Fanfiction Falice - De volta ao destino - Capítulo 3 - Vermelho é a sua cor!

— Preciso ir!

 

Ele começou a ri alto e eu não entendi, ele parecia feliz e aquilo me intrigou!

 

— Por que porra você está rindo FP?

— Ele era a sua companhia?

— Você está mesmo perguntando isso?

— Sim, e por que não quer responder!

— Sim, eu tenho e foi ele sim!

— Ele... — Disse com um tom curioso. — Quantos anos?

 

Era uma pergunta normal, mas não antes do nome e me assusto.

 

— FP, foi um prazer, mas preciso ir!

— Alice, responde!

— Tchau! — Digo me soltando e logo encontro o Charles e saímos da loja!

 

Pego o menino e entro no carro e vejo os olhinhos azuis dele assustados!

 

—Mãe, o que tá acontecendo? Quem era aquele homem que você está fugindo!

 

Não respondo e dirijo, em alguns momentos eu odiava o quanto o Charles era esperto.

 

— MÃE! — Ele chama a minha atenção! — Não comprou o meu jogo e onde vamos?

—Em outra melhor querido, por favor Charles sem perguntas agora, o que quer que esteja passando pela sua cabeça, por favor, ainda não fale, ok?

 

Sinto um nó na garganta e um milhão de pensamentos veio na minha cabeça, mas mantive a calma pelo Charles, compramos os jogos dele e depois tudo que faltava e eu estava em silencio boa parte, apesar de ter me animado comprando as coisas com ele. Comemos e voltamos pra casa. Já eram quase seis da noite, depois de um bom banho eu fui jogar com ele quando recebo uma mensagem.  A Hermione tinha me colocado num grupo “As garotas de Riverdale” aquilo não poderia ser pior, tento pensar que isso ajudaria a minha nova vida.

 

Mensagem On.

 

“Amanhã é o grande dia, vamos ter um dia de meninas pego vocês, as 9 da manhã.” — Hermione.

“Ótimo, mas vamos só comprar os vestidos?” — Mary.

“Não, dia no spa, unha, cabelo e tudo mais, ok!” — Hermione.

“O dia todo?” — Alice.

“Quase todo, você vai amar!” – Hermione.

“Tudo bem! Rsrsrsrs, preciso ir, estou enrolada aqui!” — Alice.

 

Mensagem Off.

 

Travei o celular e me lembrei que não tinha par para ir ao baile!

 

— Que droga!

— Mãe? Vem jogar!

— Já vou querido! Só vou beber um pouco de água!

 

Desço as escadas e penso... o Hal me mataria de tédio, ele sabe de tudo sobre mim e talvez quisesse ser o dono da verdade, do outro lado FP...bom...FP... Não consigo concluir meus pensamentos, como sempre e a companhia toca. Para minha surpresa, mas com certeza, foi um sinal.

 

— Senhorita Smith é você? — Pergunta o entregador que tinha um lindo buque de rosas vermelhas em mãos!

—Si-Sim!

— Pode assinar aqui?

—Claro!

 

Assino e entro pegando de cara o bilhete que havia ali dentro.

 

“Querida Ali, vermelho é definitivamente sua cor quero que use essa cor no baile amanhã, e não se atrase. Te pego às noves” – FP.

 

— Como ele é afrontoso!

— Ele quem mãe? Quem era?

— Nada querido!

— Meu pai quem mandou?

— Qu-que? — Quase fico em choque! — Não começa Charles, vamos dormir?

— Mãe, eu sei que ele é daqui. Não acha que já deveria começar a me contar?

— Claro! Olha amanhã tenho um baile para ir!

— Mãe! — Reclama ele por eu mais uma vez fugir do assunto.

— Sério filho, vou sair pela manhã com as meninas, mas não se preocupa, eu vou deixar você com a Carla, lembra da ex governanta? — Ele responde que sim com a cabeça. — Tudo bem por você ou não? Se você quiser eu posso ficar e cancelo com elas, sem problema!

— Acho que precisa sair um pouco, nunca nem te vi com amigas ou namorados, bom, mas esse último pode dispensar! — Disse sério.

— Charles!

— Que mãe? É a verdade! Mas quero que se divirta muito, mas me prometa que vai me contar sobre ele, e-eu sei que ele vai estar lá!

— Como sabe de tudo isso?

— A Carla veio aqui antes de ontem, enquanto dormia, ela disse que eu parecia muito com meu pai! — Assim que ele disse isso eu gelei e sentir um embrulho no estomago.

— O-O que ela queria aqui?

— Saber se você precisava de algo, ela disse que estaria disposta a voltar a trabalhar aqui, lembra que te disse?

— Sim, mas não a parte do seu pai.

— Pois é, ela sabe quem é, mas ela notou o quanto me deixou confuso com a afirmação e parou de falar. Mãe, quer que ela me conte ou alguém que me ver na rua?

— Charles, a mamãe promete te contar depois do baile, melhor assim?

— Sim mãe! — Ele me abraçou firme e beijei o topo da cabeça dele. — Mas foi o papai quem mandou mesmo?

— Ah meu deus... Charles, vem, vamos dormir!

 

Fomos dormir e na manhã seguinte meu despertador me acordou desesperado. Quase pulei da cama, mas com cuidado para não acordar o Charles. Já eram oito da manhã, fui direto para o banheiro e lá tomei meu banho e fiz minha higiene pessoal, me troquei colocando apenas uma jeans, uma blusa preta e uma sapatilha preta, já que íamos só num spa. Assim que cheguei na cozinha me lembrei o quanto estava com fome já! Fiz ovos com bacon e também fiz para o Charles. Depois de guardar o dele, peguei o café e sentei comendo e assim que sentei meu celular tocou e nem acreditei.

 

Ligação On.

 

— Sério? Essa hora?

— Achei tarde demais para me atender ontem, mas me fale, gostou das flores?

— Sabe que sim!

— Por que parece tão relutante Ali?

— E por que parece tão insistente FP?

— Ok, vamos nos falar melhor a noite, ok? Então, me diga sim!

— Como? — Finjo.

— Alice, você vai comigo ao baile.

— Mandão como sempre! Eu disse que ia pensar.

— Teimosa como sempre! Não tem tempo, só diga sim! Sou eu ou o babaca do Cooper.

— Ok, sim...te espero as nove, se atrasar vai pagar muito caro.

— É eu sei... — Ele ri e seguro o meu sorriso. — Apesar do tempo, eu ainda te conheço.

— Acha mesmo?

— Sim Ali!

— Já você é outra pessoa, não é?

— Espero que descubra! Preciso ir, se comporte no spa hoje.

— Co-como?

— Bom dia Ali.

 

Ligação Off.

 

Ele desligou e me deixou com uma grande dúvida, como ele sabia o que eu iria fazer? Acredito que isso era coisa da Hermione, mas tanto faz, eu só queria esquecer isso, mas na verdade, eu sabia que não conseguiria e logo tiraria a limpo. Comi e já eram oito e quarenta quando Carla chegou e eu a orientei a tudo, subi as escadas e beijei carinhosamente meu filho, disse que o amava e pedi que se comportasse e logo voltaria. Logo ouvir a Hermione buzinar como louca e desci pegando minha bolsa, e depois de dá tchau para Carla saio. Entrei no carro e como sempre a Hermione estava linda e muito elegante, parecia que íamos em um evento chique, ela me abraçou e sentei do lado dela e aproveitei que a Mary ainda não tinha chegado, não enrolei e decidir não perder tempo.

 

— Hermione, o quanto está envolvida com os planos do FP?

— Que? — Ela baixa os óculos escuros só com o indicador me fitando assustada.

— Nem vem, você era boa no teatro da escola. — Confesso que não achava que ela tinha mentido.

— Juro que não sei do que está falando Alice. — Não tinha jeito, ela falava mesmo a verdade.

— Eu sei! — Admito desanimada.

— Mas por que isso?

— Ele só está tentando me conquistar, não sei o porquê!

— Não sabe neh? — Ela rir alto. — Não acha que isso tem a ver com o término estranho de vocês?

— Não teve termino estranho, ele me traiu e foi isso.

— Ele percebeu que fez merda, o que acha desse motivo?

— Hermione, isso é sério!

— Eu sei Alice, por isso disse isso, acho mesmo que ele se arrependeu, ele mudou muito.

— E você virou advogada dele?

— E você a pessoa mais grossa desse mundo?

— Desculpa!

— Alice, tudo bem, mas sai dessa defensiva que sei que ainda está caidinha por ele, só deixa rolar.

— Não quero ser machucada de novo.

— Eu aposto que ele aprendeu a lição.

— Acha mesmo?

— Sim, não sabe como ele mudou depois de tudo. Ele ficou estranho e calado e nunca mais o vi com ninguém. — Ela disse. — Estou falando sério, ninguém nunca viu.

— Hermione, não está mentindo mesmo?

— Não Alice! Acha mesmo que um homem como ele lindo, sexy e rico ficaria tanto tempo solteiro?

— Nã-Não. — Confesso e minha cabeça vai a mil e Mary finalmente entra no carro, sem querer interrompendo a gente.

Chegamos no spa e era um maravilhoso spa em Riverdale, lindo e muito bem equipado, fomos atendidas por três funcionários, começamos com massagem, nossa, eu precisava tanto disso, não sei como passei tanto tempo sem uma bela massagem. A cada toque que sentia do loiro que me massageava, eu sentia um peso a menos nas costas, mas literalmente, fechei os olhos e tudo parecia ter sumido, silencie todos os meus pensamentos e sentidos, só queria mesmo relaxar e aproveitar tudo, e claro, isso me levou a um sono de uma hora e meia, quando o menino sutilmente tocou meu ombro e disse que tinha acabado. Assim que levantei a cabeça vi Mary e Hermione já em pé com seus roupões fechados e riam de mim.

 

— Alice, você parece que tem 160 anos ou filhos! — Brinca Mary e eu ri sem graça.

— Não sei qual a pior das opções! — Disse Hermione.

— Não têm filhos? — Pergunto a ambas enquanto fecho meu roupão descendo dali.

— Não! — Diz Hermione.

— Eu tenho o Archie! — Disse Mary com cara de mãe babona e penso se fico assim quando falo do Charles.

— Bom, só ela, apressados!

— Quem Hermione?

— Eu e o Fred, ganhamos esse apelido quando engravidei, mas já era casada com o Fred.

— Eu também casei com Hiram depois da escola. — Disse Hermione rindo e finalmente sentamos para fazer as unhas.

— Casaram assim que acabaram? — Pergunto.

— Sim, eu e o Hiram casamos e fomos pra mesma universidade!

—Eu e o Fred fizemos o mesmo. — Disse Mary rindo feliz, parecia não se arrepender de nada.

— Mas me digam o que pensaram para hoje à noite? — Fico aliviada com a pergunta da Hermione, afinal, temia que me perguntasse sobre minha vida pós Riverdale.

— Bom, eu vou do básico preto! — Dispara Mary bem previsível.

— Sempre né Mary, e você Alice?

—Vermelho! — Disse quase orgulhosa ao me lembrar do que FP havia me pedido, mas logo disfarço.

— E eu de azul, parece que algo tá se repetindo, mesmo Mary? — Sugere Hermione.

— Sim, as mesmas cores do baile oficial. — Disse Mary e fico sem graça, já que eu não havia ido, só elas e me sinto um pouco de fora!

 

Finalmente acabamos as unhas, cabelos e estávamos quase prontas, quando fomos almoçar finalmente as três da tarde. Sentia falta dos restaurantes e lugares legais de Riverdale. Fomos ao pequeno e novo restaurante ali perto, quase no fim do lado norte, ele era italiano, ah que saudades de comida italiana. Pedi uma Paella de frutos do mar, arroz, lula, camarões, pimentões vermelhos, tomate e cebolas, era uma das coisas que tinha ali, tudo era tão bom que acho que era a melhor Paella em que comi, as meninas me acompanharam no pedido e pedimos suco de laranja. Por que eles não tinham isso enquanto eu morava aqui! Sorri sozinha.

 

— Alice, tá bem? — Pergunta Mary.

— Sim, estou pensando em como seria se esse restaurante estivesse aqui quando estava em Riverdale.

— Não íamos! — Dispara Hermione.

— Claro, não éramos amigas! — Digo arrancando sorrisos da Mary.

— Não é isso, mesmo não sendo amigas, sempre nos víamos lá! Pra gente só existia o Pops, ou vai dizer que não? — Diz Hermione.

— Verdade, não víamos mesmo! — Ri.

 

Depois de um almoço maravilho e atualizações sobre como estava boa parte da turma que eu nem lembrava estávamos a caminho da loja de vestidos. Mando mensagem e Charles me avisa que está bem e espera que eu esteja me divertido, o alerto sobre se manter quieto e confirmo que estou bem e me divertindo muito e o menino parece animado e para as trocas de mensagens assim que chegamos no local.

 

— Vem Alice... é o FP no celular? — Supõe Hermione. — Apoio esse casal.

— Nã-não, meu deus... não mesmo! — Digo sem jeito e elas riem de mim.

— Tá bom, vamos entra? — Pergunta Mary abrindo a porta e entrando. — Nem acredito que viemos no mesmo dia comprar isso, e se não acharmos?

— Mary, me poupe, olha o tamanho disso, acha mesmo que não tem algo para você? — Disse Hermione apontando para a enorme loja de vestidos.

 

Ali podíamos alugar ou comprar, haviam tantas opções que era quase impossível realmente não ter nada para ela. Apesar de tantas opções em três longas horas acabamos, Hermione como sempre atrasou a todas, ela demorou tanto que eu e Mary quase ficamos bêbadas com tanto champanhe que tomamos enquanto tomávamos chá de cadeira. Eram por volta de quase sete da noite quando cheguei em casa. Assim que entrei ganhei um forte abraço do meu pequeno, e a Carla disse que precisava ir no mercado e dá um pulo em casa, dei dinheiro a ela e ela se foi. Depois de Charles me contar todo seu dia e jantarmos algo, eu subo para me arrumar. A Carla já havia voltado do mercado e preparava um lanche para o Charles mais tarde. Depois do bom banho na nova banheira, eu me maquiava ainda de roupão quando sou disparada de perguntas pelo Charles.

 

— Filho, eu já disse que...

— Não disse me enrolou! — Atrapalha ele.

— Quer mesmo conhecer ele?

— Sim, não posso saber com quem você vai ao baile?

— Sim, claro que sim, ma-mas acho melhor não!

— Mãe!

— Charles Smith!

— Tá!

 

Ele sobe na minha cama voltando a jogar e finalmente termino minha maquiagem em paz. Logo me levanto e me visto, já estava quase na hora! Coloquei meu vestido vermelho lindo, longo até o pé, um decote provocativo exibindo as curvas dos meus seios, com uma bela e generosa fenda que começava no meio da coxa e ia até o fim do vestido e mangas até os pulsos, belíssimas. Calcei meus saltos vermelhos e fiz uns cachos no meu cabelo e o prendi de leve do lado deixando boa parte solta. Assim que estava pronta me mostrei para o Charles.

 

— O que acha meu bebê?

— Mãe, não sou bebê! – Reclama minha criança chata. — Mas está linda, apesar de quase nua! — Disse revirando os olhos e deixando seus ciumes falar, e também parecendo chateado e eu sabia bem o motivo.

Charles queria ser apresentado para o homem que me levaria ao baile, ele parecia meu pai na maioria das vezes, sempre se sentiu responsável e queria que o sortudo soubesse que tinha alguém que cuidava de mim. Apesar de ser uma criança adorável e doce era ciumento como o pai e nunca negou isso. Eu nunca neguei o direito dele conhecer e “opinar”, mas dessa vez era diferente e ele sabia o porque e por isso estava bravo.

 

— Mãe, e se ele te machucar?

— Charles, eu o conheço a muito tempo, não se preocupe e não adianta, já disse que não.

— Tá mãe, se acha que sabe o que faz.

— Eu sei o que faço e fico muito feliz por cuidar de mim, mas sou a adulta aqui lembra?

— Tá, você quem sabe! — Disse de um jeito debochado e o encho de beijo e ele ri cedendo e paro ao ouvir a campainha, olho o relógio, com certeza era o FP. — Vai lá mãe! Eu te amo!

— Eu também te amo meu principezinho não esquece, obedece a Carla hein!

 

Beijo ele carinhosamente e desço fazendo charme pelas escadas, assim que vejo FP na ponta da mesma, é eu deveria ter imaginado que a Carla abriria a porta. Vejo o mesmo segurando um buque de rosas vermelhas, ele estava lindo com seu smoking preto, na verdade, como sempre lindo e muito mais sexy de preto e babei ao descer. Assim que me aproximo vejo a mão esticada dele e a seguro, o fazendo me ajudar a descer os últimos degraus em direção a ele.

 

— São pra você! — Ele me entrega o buquê.

— Obrigada! — Sorri.

— Vo-você está deslumbrante! — Disse o homem que parecia ter dificuldade em achar a palavra certa.

— Obrigada, você também não está nada mal. — Rimos.

— Eu trouxe isso! — Ele coloca em mim a pulseira de flores.

— Não acredito FP! — Ri de um modo fofo, como ele tinha virado um cavalheiro.

— Sim, não pude te dá no baile original.

— E-eu não fui neh! — Ri!

— Sim, mas nunca me disse por que foi embora antes do baile, nenhuma faculdade recruta tão cedo.


Notas Finais


❤️ E aí meus docinhos o que acharam??? ❤️

💚 Não esqueçam: Favoritem, comentem e curta. 💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...