1. Spirit Fanfics >
  2. Fallen Lágrimas- Imagine Kim Taehyung >
  3. Perfeitos estranhos prt 2- Cap 2

História Fallen Lágrimas- Imagine Kim Taehyung - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Perfeitos estranhos prt 2- Cap 2


{Continuação do capítulo anterior}.


A atendente olhou para uma lista folheando a ficha de Angel.


- Quarto sessenta e três, deixe a sua bolsa na minha sala junto com o resto das malas. Poderá se ajeitar durante a tarde.


Angel colocou suas coisas na mesa. Claramente seu pai não sabia que aquele lugar parecia uma penitenciária de segurança máxima.


- E qual era a outra coisa, vermelhos?- Angel perguntou para a atendente, pronta para ser liberada.


- Vermelhos- a atendente apontou para um pequeno aparelho ligado por fios, o aparelho tinha uma luz vermelha piscando no teto, Angel não tinha visto antes, mais percebeu que tinha por toda parte.


- Câmeras?


- Muito bem- Angel notou o tom de deboche na voz da atendente- Deixamos bem óbvias para vcs não se esquecerem que estamos de olho em vcs. O tempo todo, a qualquer lugar ou minutos estamos vigiando vcs. Então não faça besteiras, se vc conseguir evitar.


Quando todos falavam isso para a Angel ela se sentia uma psicopata, a garota começou a acreditar que isso era verdade.

Durante todo o verão as lembranças a assombraram, em seus sonhos e nos raros momentos em que seus pais a deixavam sozinha. Alguma coisa aconteceu na cabana, todo mundo e principalmente Angel queria saber o quê. O juiz, a assistente social, todos tentavam arrancar a verdade dela, mas Angel sabia mais que eles. Ela e Trevor estavam correndo a noite toda, perseguindo um ao outro até as cabanas perto do lago longe da festa. Ela tentava explicar que aquela noite tinha sido umas das melhores de sua vida, até virar a pior.

Tinha passado tanto tempo lembrando da quela noite, escutando a risada de Trevor, ainda sentia as mãos dele em sua cintura, e tentava acreditar no que seu coração falava: que realmente era inocente.

Mas agora a cada regra da Sword & Cross parecia que seu coração estava mentindo, e surgia em sua mente que ela era perigosa e precisava ser controlada.

Angel sentiu um aperto em seu ombro.


- Olhe- disse a atendente.- Eu vou dizer algo que eu não sei se vai te fazer se sentir melhor, mas vc não é o pior caso daqui.


Esse foi o primeiro gesto simpático da atendente para Angel, e ela acreditou na intenção dela para que se sentisse melhor. Mas Angel estava ali por ser suspeita da morte do cara em q ela estava apaixonada, e ainda assim "não estava nem perto de ser o pior caso dali"?.


- Ok, a orientação acaba por aqui- disse a atendente.- Agora está por conta própria, aqui está o mapa se precisar de qualquer outra coisa.- Ela deu a Angel um mapa velho feito a mão, e então olhou o relógio.- Vc tem uma hora livre antes da sua primeira aula, mas minha novela começa em cinco minutos, então....- ela acenou para Angel- some. E não esqueça- ela completou apontando para as câmeras- os vermelhos estão te observando.


Antes mesmo que Angel respondesse, uma garota magra de cabelos pretos apareceu na sua frente, acenando com os dedos no rosto de Angel.


- Uuuuuuuuuuh- provocou a garota em um tom de história de terror, dançando em círculos em volta de Angel.- Os vermelhos estão te vendooooo.


- Sai daqui, Ariane, antes que eu mande vc para o lobotomia- disse a atendente rispidamente.


- E, só por isso- disse a atendente, escrevendo furiosamente em seu caderno-, vc acaba de receber a tarefa de apresentar a escola para a Little Miss Sunshine aqui.


Ela apontou para Angel, que parecia nem um pouco interessada naquele assunto. Sob o item "Uniforme", o site de Sword & Cross explicava que se os alunos se comportassem bem, tinham total liberdade de se vestir como quisessem, seguindo apenas dois avisos: as roupas tinham que ser discretas, e sempre pretas. Quanta liberdade.

A blusa grande, de gola alta e mangas compridas, que sua mãe a obrigou a usar naquela manhã favorecida em nada as curvas de seu corpo, até mesmo sua características não estava mais com ela: o cabelo preto com mechas brancas e liso, que costumava descer até sua cintura, tinha sido quase completamente tosado. O fogo da cabana acabou com o seu cabelo, e depois de um longo caminho em silêncio seu pai a levou para a barbearia que frequentava e sem dizer mais nada o cara raspou sua cabeça. Durante o outro verão seu cabelo tinha crescido um pouco, agora está a baixo de suas orelhas.

Ariane a analisou, batendo com um dedo nos lábios pálidos.


- Perfeito- exclamou ela, dando um passo a frente entrelaçando seu braço com o de Angel.- Estavamos mesmo precisando de uma nova escrava.


A porta do saguão se abriu e por ali entrou o garoto de olhos verdes. Ele balançou a cabeça e avisou Angel.


- Este lugar não hesita em revistar vc completamente. Então se estiver com algum tipo de material perigoso- ele ergueu uma sombrancelha e jogou um monte de objetos na caixa-, não se de trabalho.


Atrás de Angel, Ariane riu baixinho. A cabeça do garoto se ergueu e, quando seus olhos viram quem era, ele abriu a boca e a fechou, como se não tivesse certeza de falar.


- Ariane- disse sem demostrar emoção.


- Jimin- devolveu ela.


               Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...