História Fallin - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Junjou Romantica
Personagens Akihiko Usami, Misaki Takahashi
Tags Junjou Romantica, Misaki, Songfic, Usagi-san
Visualizações 133
Palavras 1.534
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa historia é um songfic, e fazia parte de uma coletânea de fanfics de diversos animes, postada no nyah. Aqui, resolvi postar como historia unica mesmo. Portanto, se acharem essa fanfic lá no nyah, NÃO É PLAGIO, fui eu mesma que postei.

Capítulo 1 - Capitulo Único: I keep on falling


Fanfic / Fanfiction Fallin - Capítulo 1 - Capitulo Único: I keep on falling

I keep on falling

In and out of love

With you

Sometimes I love you

Sometimes you make me blue

Sometimes I feel good

At times I feel used

Loving you darling

Makes me so confused

 

Eu continuo

A me apaixonar

Por você

Às vezes eu te amo

Às vezes você me faz sentir triste

Às vezes eu me sinto bem

E às vezes me sinto usado

Amando você, querido

Me deixa tão confuso

 

Misaki acordara cedo como em todos os dias, indo para a cozinha preparar o café da manhã, antes que Usami despertasse com seu usual mau humor matutino. Logo, em poucos dias, faria um ano que morava com o escritor. Um ano em que haviam iniciado aquele envolvimento amoroso que mantinham.

Era incrível ver como sua vida mudara tanto em apenas 365 dias! Nunca nem mesmo pensara ser possível que acabasse por amar tão desesperadamente alguém...Ainda mais um outro homem...mas ali estava ele, ao lado de Usami Akihiko, de onde jamais desejava sair.

Enquanto sua mente divagava sobre sua vida, ele se concentrava no que estava preparando, e nem notou que Usagi-san já acordara e descera as escadas.

-Ah!!!- U...Usagi-san!- exclamou ao se ver abraçado por trás, os braços fortes de Usagi-san lhe apertando carinhosamente.- Na...Não faça isso...a comida vai...ah...- tentava se livrar, inutilmente. Quanto mais se debatia, mais o escritor lhe apertava.- na...não me toque...ah...- Misaki foi puxado para o chão, e Usagi fez com que se sentasse em seu colo.

-Misaki- o escritor respirou profundamente, aspirando o doce perfume de seu amado. Lambeu a nuca do jovem, sentindo-o estremecer. Começou a acariciá-lo por cima das roupas, fazendo o garoto gemer.- eu te amo, Misaki.

-Usa...Usagi-san...- Misaki tentava resistir, mas ficava cada vez mais difícil, em meio os toques e aos sussurros suaves do pervertido escritor. Sua resistência ia minando, pouco a pouco.- Não...me toque...ah...

A panela começou a fumegar. Misaki, desesperado, empurrou Usami e correu para o fogão, tentando ver se conseguia salva a comida, mas não deu. Na panela só havia carvão...

“Usagi-san”-pensou irritado.- “como isso pode acontecer assim tão naturalmente durante o dia?”

Os dois comeram em silencio, pois o garoto ainda estava um tanto irritado. E foi irritado que ele seguiu para sua faculdade.

Misaki sabia que amava Usagi-san, por mais que nunca admitisse. Passara por muita coisa até poder ter certeza de seus sentimentos. Duvidas, medo indecisão... Mas agora não podia negar, amava aquele escritor arrogante, convencido, pervertido e que não conseguia fazer nada além de escrever. Mas ao mesmo tempo em que tinha consciência de seus sentimentos, ele também sabia que aquela relação não seria bem vista pela maioria das pessoas. Afinal de contas, ambos eram homens...isso o preocupava, e ele ficava irritado por se preocupar.

E sempre que pensava nisso, as palavras que Isaka-san lhe falara naquela festa de comemoração quando Usami ganhara um importante premio...aquelas insinuações ficavam ressoando em sua mente.

“Se descobrirem que o Usagi-san está saindo com um homem...Ele teria muitos problemas”- pensou.

 

I keep on falling

In and out of love with you

I never loved someone

The way that I love you

 

Eu continuo a me apaixonar

Ficar e não ficar apaixonado por você

Nunca amei ninguém

Do jeito que amo você

 

Misaki tentou prestar atenção as suas aulas, mas não conseguiu. Quando saiu da faculdade e segui para seu emprego de meio período na editora, ainda se encontrava disperso. Fazia tudo mecanicamente.

-Misaki-kun!- era Aikawa-san, a editora responsável pelo trabalho do Usagi-san. Viciada em romances boys Love, por sinal.- Hoje Usami-sensei precisa ir a uma reunião, então vou buscá-lo e arrastá-lo comigo para ter certeza que ele irá.  Quando terminar de separar esses papeis, pode ir para casa, certo?

-Okay.- sorriu.- não tem problema, Aikawa-san.

Portanto, quando chegou no apartamento onde vivia com Usagi estava tudo escuro. Jantou sozinho e em silencio, sentindo a solidão tomar conta de si. Quando o escritor não estava ali...aquela casa parecia estranhamente fria...desolada.

Suspirou, limpando a louça e ajeitando a bagunça que estava pela casa. Passava das onze da noite e nada de Usagi-san voltar. Sem sono, Misaki subiu para seu quarto e resolveu estudar Inglês...Tinha sério problemas com essa língua, suas notas eram baixas. Inglês...Usagi-san não morara na Inglaterra quando criança? E mais uma vez, sua mente se perdeu em pensamentos sobre aquele que tanto amava...

 

Oh, oh , I never felt this way

How do you give me so much pleasure?

And 'cause me so much pain

Just when I think

I've taken more than would a fool

I start falling back in love with you

 

Oh, oh, eu nunca me senti assim

Como você me dá tanto prazer,

E me causa tanta dor?

Quando começo a pensar

Que tirei mais do que perdi

Começo a me apaixonar por você de novo

 

-Misaki.- uma voz rouca e suave sussurrava em seus ouvidos, um mão fria acariciava seus cabelos, de um jeito carinhoso. O garoto abriu os olhos, vendo o rosto do escritor a centímetros do seu. Aquele olhar sempre tão feroz...tão apaixonado...

-Ah...Usagi-san.

-Se dormir aqui, pegará um resfriado, Misaki. - O escritor sorriu, puxando o garoto da cadeira e empurrando-o levemente na direção da cama. Misaki logo notou as intenções verdadeiras do namorado, que rapidamente se deitou sobre ele, para impedir-lo de escapar.

-Usagi-san, é eu devia mesmo ir dormir. – Misaki dizia, tentando tirar o escritor de cima de si.

O outro apenas ria e ignorava seus apelos. Suas mãos despudoradas adentraram a camisa de Misaki, subindo pela pele quente, tocando cada pedaço, rodeando os mamilos e apertando-os, ouvindo os gemidos que o garoto tentava mais não conseguia abafar. Sorrindo maliciosamente, ele retirou rapidamente a camisa do moreno, inclinando-se para lamber e tocar ainda mais aquela pele macia que tanto adorava.

-Não...hentai...me...- Misaki gritava, querendo fugir daquela situação.

Usagi o puxou para um beijo longo e devasso, roubando todo o seu fôlego. Enquanto explorava todos os cantos da deliciosa boca de Misaki, sua mão deslizava pelo peito desnudo, circulando o umbigo, tocando no membro já excitado do menor.  

-Não...não toque aí!

-Por não?- sussurrou, naquela voz rouca e sedutora, que sempre que Misaki ouvia, o deixava languido e enublava de tal forma sua mente que o impedia de formar pensamentos coerentes.- você sabe que gosta.

-Não gosto. Não...ah...- o moreno sequer conseguir falar, ao tentar, apenas gemidos de prazer saiam de sua boca. Os lábios quentes e úmidos de Usagi passeavam pelo seu rosto, lambendo o pescoço, sugando mais e mais de sua pele, descendo até o cós da calça, que rapidamente foi retirada juntamente com a peça intima, expondo totalmente sua excitação para os luxuriosos olhos do mais velho.

Seus gemidos descontrolados apenas aumentaram ao sentir o suave toque dos lábios de Usagi em seu membro. Logo ele o envolvia completamente em sua boca, fazendo rápidas e fortes sucções, enlouquecendo Misaki de prazer, que não demorou a se desmanchar em meio ao orgasmo.

Para o escritor, vê o menor daquela forma era uma verdadeira visão do paraíso. Os olhos semicerrados, a face corada e a respiração arfante. Uma visão que somente o excitava ainda mais. Queria lamber, tocar, sentir mais de Misaki, perder-se me meio aquela paixão, enterra-se por completo no doce canal aveludado do moreno, e ouvir mais de seus tímidos gemidos de prazer.

Mal deixou que a mente do menor se recuperasse do orgasmo, precisava sentir-lo naquele instante. Num movimento só o penetrou, ouvindo o gemer em um misto de dor e prazer, enterrando-se fundo dentro de seu amado.

-Ah...Usagi-san...devagar...

As estocadas eram fortes, em um vai-e-vem frenético, enquanto o penetrava cada vez mais forte e mais fundo, fazia questão de esfregar seu corpo no de Misaki, enlouquecendo a cada novo gemido que o menor tentava, mas não conseguia abafar. Desejo, amor e luxuria se misturava a um prazer cada vez maior.

Misaki nem mais se lembrava de suas objeções, perdido em meio aquelas sensações deliciosas que tomavam seus pensamentos e que só Usagi-san podei lhe proporcionar. Sentia seu corpo pegar fogo, todo o prazer o envolvia de tal forma que nem mesmo podia respirar. Logo sentiu seu êxtase chegar pela segunda vez naquela noite, derramando seu liquido entre os corpos, seu corpo estremecendo e se contorcendo.

O escritor não demorou muito a gozar, logo que sentiu o corpo de Misaki estremecer e comprimir ainda mais seu membro no canal naturalmente apertado. Se desfez em fortes jatos, sua semente inundando o interior do pequeno.

Se abraçaram, as respirações aos poucos voltando ao normal. Misaki tinha seu rosto fortemente corado, mesmo que não fosse a primeira vez que estava tendo sexo com Usagi, nunca conseguia deixar de se sentir envergonhado por toda a luxuria e sensualidade do ato. Levado pelo cansaço, deixou-se adormecer nos braços daquele que tanto amava.

-Usagi-san...eu te amo...-murmurou em meio ao sonho.  

 

I keep on falling

In and out of love with you

I never loved someone

The way that I love you

Oh baby

I, I, I, I'm falling

I, I, I, I'm falling

Fall

 

Eu continuo a me apaixonar

Ficar e não ficar apaixonado por você

Nunca amei ninguém

Do jeito que amo você

Oh meu bem

Eu, eu, eu estou me apaixonando

Eu, eu, eu estou me apaixonando

Apaixonando


Notas Finais


Bem, que tal? Tentei ser fiel ao jeito de ser dos personagens...manter suas manias e personalidades...o que acharam? Comentem se quiserem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...