História Fallin' All In You - Shawn Mendes - Capítulo 2


Escrita por:

Visualizações 36
Palavras 1.587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse capítulo está muito interessante. Esses da capa são os irmãos maravilha (Hunter da esquerda e Brandon da direita) 😍❤️

Capítulo 2 - Madrasta e irmãos


Fanfic / Fanfiction Fallin' All In You - Shawn Mendes - Capítulo 2 - Madrasta e irmãos

Entrei no avião e dormi a maior parte da viagem. Acordei com o comandante falando que estávamos entrando no Canadá. Estava do lado da janela e comecei a ver a paisagem. Assistir ao pôr-do-sol no Canadá foi incrível. Como aquela vista era linda. Coloquei fones de ouvido e ouvi músicas pensando em como foi minha vida no Brasil. Meus ex-namorados babacas, minhas melhores amigas, meus amigos mais próximos, minhas inimigas, lembrei de toda minha história. Nem sei falar quem foi o pior ex que eu tive. Nunca tive um namorado que me amasse de verdade. Fui pensando e nem percebi que o tempo voava. Quando reparei já havia chegado em Toronto e meu avião estava pousando. 

O avião pousou e não acreditava que estava no aeroporto. Ainda bem que sou fluente em inglês haha.

Olho ao meu redor procurando alguém que eu conheça e vejo meu pai acompanhado de uma mulher muito bonita, de cabelos loiros e olhos verdes. Me aproximo deles e abraço o meu pai. Estava com muitas saudades dele. Desde os meus 16 anos que não vejo ele, sempre viajando e muito ocupado.

- Pai: Filha, essa aqui é a Christine minha esposa.
- Christine: Olá Manu. -ela vem me abraçar- Seu pai me falou muito de você.-sorriu
- Manu: Olá, prazer em finalmente conhecê-la. -sorri de volta pra ela
- Pai: Então que já se conhecem, vamos para a casa de Christine porque está tarde.

 

Não tinha nem percebido que já estava de noite, deve ser o fuso horário. Assenti com a cabeça e fomos para o carro. Parece que meu pai está muito feliz de estar com ela, me parece uma boa pessoa. Entrei no carro e fomos em direção à casa de Christine. No caminho conversamos vários assuntos aleatórios. Chegamos na casa da minha madrasta perfeita. Sai do carro e fiquei olhando o tamanho daquela mansão. Sim, uma mansão imensa e maravilhosa. Tudo nos mínimos detalhes. Já estava escuro quando chegamos então abriu a porta e dentro da casa era ainda mais perfeito, magnífico. Tentei me conter mas nunca tinha visto uma mansão tão linda como essa.

- Christine: Gostou da minha casa? -me encarou vendo minha expressão.
- Manu: Adorei. Muito lindo cada detalhe. -falei sorrindo.
- Christine: Que bom que você gostou, meus filhos me ajudaram a escolher a decoração. 

É mesmo, tinha me esquecido dos filhos dela. Como será que são?

- Christine: Meninos. Venham se apresentar para a visita. -disse em um tom mais alto mas sem gritar

Christine e meu pai foram para a cozinha e eu estava colocando minhas malas em um cantinho da sala. Depois de um curto tempo ouvi passos nas escadas e vi descendo dois meninos de mais ou menos minha idade muito bonitos, de olhos claros. Também a mãe deles é linda, eles também seriam! Desceram os degraus e vieram direto a mim me cumprimentar. Vi no rosto deles que estavam meio sem jeito para me cumprimentar. Que fofos. Para Manu, eles vão ser seus irmãos!!

- ?: Olá, eu sou o Hunter. -veio a mim e apertou minha mão. Sorri pra ele e sorriu de volta.
- Manu: Prazer Hunter. E vc é? -olhei para o outro garoto
- ??: Ah, sim. Sou o Brandon. -apertou minha mão também.- Então é você nossa nova irmã? -disse sorrindo para mim.
- Manu: Sim, eu sou Manu. Muito prazer. -sorri para os dois. Um mais fofo que o outro. 

De repente Christine chega na sala.

- Christine: Bom que já se conheceram. Pedi pizza para nós. Espero que você goste de pizza Manu. -disse olhando para mim questionando.
- Manu: Claro, adoro.
- Christine: Que bom. Coloque suas malas no quarto de visitantes. O Hunter te leva até lá. -olhei pra ele e fui pegar minhas malas. 

Peguei minhas coisas e fui em sua direção. Ele pegou uma das minhas malas da minha mão para carregar.

- Manu: Não precisa Hunter. 
- Hunter: Eu insisto, por favor.
- Manu: Obrigada. -sorri

Ele apenas me deu o sorriso mais bonito do meu dia e subimos as escadas. Cheguei a porta do meu quarto e abri. Que decoração incrível. Não consegui conter minha cara de impressionada. Ele riu.

- Manu: Ei, não zomba de mim não. Esse lugar é incrível. -disse olhando cada detalhe
- Hunter: Sim, desde que meu pai morreu minha mãe quis minha ajuda para redecorar a casa. -ele olha pra baixo. Pelo que eu vejo ele não gosta muito de falar do pai dele.
- Manu: E-eu sinto muito. -olhei para baixo também
- Hunter: Bom.. -ele olha pra mim- A hora que a pizza chegar o Brandon vem te avisar.
- Manu: Ok.. vou trocar de roupa também. -sorri pra ele e ele sai do quarto

Me senti tão bem quando entrei aqui. Sinto como se fosse minha casa mesmo.. e será. Vou colocar um short jeans, um moletom e uma sapatilha. Deixo a roupa em cima da cama e vou ao banheiro colocar minha lingerie. Saio do banheiro em direção da cama quando de repente...

- Brandon: Manu, a pizza acabou de cheg...
- Manu: Brand.. -ele entra no quarto sem bater. Tento me cobrir e então pego a coberta e me enrolo nela. Ele olha pra baixo corado e cobre os olhos.
- Brandon: Já posso olhar? -ele pergunta ainda com a mão nos olhos e eu concordo fazendo um som com a garganta.- Só vim avisar que a pizza chegou, mas vc está ocupada.
- Manu: Ah, tudo bem. Vou me trocar e já já desço. -ele assentiu e saiu do quarto encostando a porta. Fui até a porta e a fechei direito. 

Meu Deus, será que ele me viu seminua? Penso isso rápido e logo pego minha roupa e visto rapidamente. Desço as escadas e vou para a cozinha. Christine está pegando os pratos e os talheres e decido ajudá-la. Ela me agradece e eu levo os pratos para a mesa de jantar. Arrumo a mesa e coloco tudo nos devidos lugares. Meu pai senta na ponta da mesa. Eu sento de um lado da mesa e minha madrasta do outro. Os meninos descem as escadas e vão até a sala de jantar. Hunter senta ao meu lado e Brandon ao lado de sua mãe. Acho que eles estão reagindo bem em relação de ter uma nova irmã. No jantar conversamos bastante sobre várias coisas, como era o Brasil, minhas amizades lá etc. Terminamos o jantar e fui lavar a louça para minha madrasta. Estava quase terminando de lavar e Hunter chegou na cozinha.

- Hunter: Precisa de ajuda? -questionou olhando a louça lavada
- Manu: Se você puder ir guardando a louça eu agradeço. -sorri sem mostrar os dentes

Ele foi guardando a louça e quando vi já tinha acabado.

- Manu: Acabamos, obrigada.
- Hunter: Não tem de que. -colocou a mão na nuca- Quer ir assistir um filme comigo e com o Brand na sala? Você escolhe o gênero.
- Manu: Ok. Hoje eu queria assistir um de comédia romântica.
- Hunter: Meu favorito! -olhei pra ele rindo- Ué, só porque sou homem não posso gostar de romance?
- Manu: Não, não é isso. É só.. diferente. Nunca conheci um homem que gostasse de romance. -olhei pra baixo lembrando dos meus ex-namorados babacas e quase chorei, mas segurei.
- Hunter: Ei, vamos fazer uma pipoca e vamos para a sala. -assenti

Ele pegou três bacias pequenas de pipoca e eu coloquei a pipoca no microondas. Em alguns minutos já estava tudo pronto e fomos pra sala. Brand estava mexendo no celular e largou quando chegamos na sala. Hunter entrou na Netflix e colocou o filme A Barraca do Beijo. Pelo nome acho que vai ser super legal e já amei o filme pelo trailer que vi no Brasil. Sentei no meio do sofá e foi cada um de um lado, fiquei no meio dos dois. Assisti o filme no maior entusiasmo. Ri muito  no decorrer do filme. Quase chorei na parte que eles brigam mas não vou chorar na frente dos meus novos irmãos ainda. O filme acabou e eu simplesmente amei.

- Hunter: Gostou do filme? -olhou pra mim e eu estava no com a cabeça apoiada no ombro dele. Por que eu estava no ombro dele?
- Manu: Amei! -disse desencostando dele- E você?
- Hunter: Gostei -disse com um sorriso fofo
- Manu: E você Brand, gostou? -perguntei
- Brand: É, até que não é tão ruim. -disse me olhando com uma cara de mais ou menos. Fiz uma careta pra ele. Me bateu um sono e olhei no celular e já era 00:00, ou uma da manhã em São Paulo.
- Manu: Nossa, já é tarde. Estou bem cansada. -disse esfregando os olhos
- Hunter: Deve estar, vai ir dormir. Boa noite. -disse baguncando meu cabelo.
- Brand: Boa noite Manu.
- Manu: Boa noite. -disse dando tchauzinho com a mão 

Subi as escadas e fui para meu quarto. Esse dia foi longo. Novos irmãos, nova família, nova vida. Acho que vai ser bom eu morar aqui. Amanhã vou conhecer minha casa. Coloquei um pijama curtinho e deitei na cama.

                               X

Brandon on

 

Fiquei o tempo todo pensando nessa Manu. Ela é muito legal e bonita. O meu incidente no quarto dela me garantiu isso. Ela tem o corpo perfeito. Quando ela deitou no ombro de Hunter senti um pouco de ciúme, mas não posso, ela é minha irmã agora. Acho que vamos nos dar muito bem juntos. 


Notas Finais


Obrigada por lerem ❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...