História Falling In Love (Coletânea Imagines Seventeen) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Imagine Dino, Imagine Dk, Imagine Hoshi, Imagine Jeonghan, Imagine Joshua, Imagine Jun, Imagine Mingyu, Imagine Scoups, Imagine Seungkwan, Imagine Seventeen, Imagine The8, Imagine Vernon, Imagine Wonwoo, Imagine Woozi
Visualizações 252
Palavras 1.113
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá ^^

Estou aqui no décimo dia trazendo o aspirante a MC bolinho de arroz vocal da nação, Boo SeungKwan. Confesso que gostei muito dessa estória, mesmo não tendo ficado muito grande...

Espero que gostem e lembrem-se que comentar não cai a mão ;)

SeungKwan é seu Bias? Conta pra mim :)

Capítulo 10 - Está com ciúmes, SeungKwan? (Day 10 SeungKwan)


Fanfic / Fanfiction Falling In Love (Coletânea Imagines Seventeen) - Capítulo 10 - Está com ciúmes, SeungKwan? (Day 10 SeungKwan)

Day 10 — SeungKwan

Título: Está com ciúmes, SeungKwan?

Seul, South Korea.

________ Point Of View.

Mais uma peça havia acabado, observei as cortinas fechando enquanto o ator principal estava curvado, em um ato de agradecimento e um leve sorriso em seu rosto, um sorriso mais do que sincero. Aplaudi junto aos demais expectadores, e quando o teatro ficou vazio, me coloquei a caminhar até o camarim.

Me encostei no batente da porta observando meu protagonista falar com sua mãe ao telefone enquanto chorava, Boo SeungKwan não tinha jeito mesmo. Observei seus cabelos loiros, olhos escuros nublados pelas lágrimas que derramava com saudades da mãe e os gestos que ele fazia com a mão sem parar.

Quando comecei a escrever, não imaginava que seria pra valer e que isso se tornaria a minha profissão. Comecei escrevendo sobre meus ídolos, algumas vezes cartas para eles que jamais seriam entregues, e com os meus dezesseis anos, decidi que cursaria cinema e me profissionalizaria para ser roteirista. E cá estou eu, com a minha nova peça.

Foi assim que conheci Boo SeungKwan, um aspirante a ator que estava fazendo seu primeiro teste. Me apaixonei pelo seu trabalho e como ele conseguia expressar os sentimentos e encarnar o personagem de maneira que eu nunca havia visto antes em toda a minha vida. Tirando a relação profissional, SeungKwan é alguém muito extrovertido e brincalhão, deixando o teatro mil vezes mais animado quando está presente.

Estamos noivos a mais ou menos dois anos, quando ele virou oficialmente o protagonista de todos os meus trabalhos. Nesse momento, minha sogra estava questionando no telefone quando iriamos nos casar e por que estávamos demorando tanto para visitar Jeju, SeungKwan apenas disse que ainda não era a hora e que ela deveria se acalmar.

—Certo Omma, eu também te amo. — Fungou enquanto desligava o telefone e parecia finalmente me notar. — Como eu estava?

—Maravilhoso, como sempre. — Respondi sorrindo de lado enquanto observava ele arrumar seu cabelo e repetia algumas falas de seu personagem.

A verdade é que, mesmo amando escrever, sempre quis saber qual é a sensação de estar em cima do palco, com toda uma platéia me olhando. Meus pais até que tentaram me colocar num curso de teatro quando era menor, mas eu era (sou, na verdade) muito tímida e não consegui prosseguir. Graças a isso, escrevo minhas coisas sobre um pseudônimo, para que ninguém me reconheça de maneira nenhuma.

Acho que esse era um dos meus motivos para amar tanto Boo SeungKwan, minha admiração pela sua coragem de subir num palco e na maioria das vezes improvisar as falas e ações por que ele esquecia o roteiro original que eu tinha tanto trabalho para fazer. Tirando as piadas sem graça que ele tirava sabe Deus da onde.

—Você pode treinar comigo? — Questionou me olhando, estranhei, ele nunca havia me pedido isso. — Vernon saiu com SeungCheol, então estou sem meu parceiro de cena...

Eu deveria ter dado a desculpa de que não sabia as falas, mas isso não iria colar já que eu mesma havia as escrito, claro que me lembrava de cada uma delas. Me sentei em sua frente e ele logo começou a reproduzir suas falas.

Naquele momento, notei que teatro realmente não era minha praia. Eu não conseguia dar entonação nas falas e a personalidade da personagem que eu estava fazendo não batia com a minha, então eu parecia apenas uma casca vazia falando coisas aleatórias. Respirei fundo e o encarei.

—Vamos jantar? Estou morrendo de fome! — O chamei, SeungKwan jamais negaria comida, eu sabia disso. Ele assentiu já se levantando, ri da sua pressa. — Onde quer ir comer?

—Podemos ir comer cachorro-quente? Por favor, eu estou morrendo de vontade! — Ele pegou em meu braço e me balançou várias vezes. — Por favoooooooor.

—Tudo bem... Mas por favor, sem escândalos como da última vez. — Na última vez que fomos comer cachorro-quente, eu o pedi em casamento, e ele começou a gritar dentro da lanchonete, me fazendo passar uma das maiores vergonhas de minha vida.

Caminhamos até o local de mãos dadas sem que percebesse-mos, era um dom nosso, dávamos as mãos sem repararmos nisso, desde bem antes do namoro. Um tanto quando clichê, mas muito fofo.

Ele parecia muito sério, o que me deixava deveras preocupada, SeungKwan não era sério em hipótese alguma, estava sempre soltando uma piada infeliz ou gracinha, mas não naquele dia estava extremamente quieto e batucava na mesa sem parar. 

—Diga logo o que está te incomodando. — Falei enquanto roubava uma de suas batatas. — Não adianta negar, eu sei que tem algo errado.

—Odeio o fato de você ser tão observadora dessa maneira, sério... — SeungKwan resmungou enquanto limpava o ketchup de sua boca. — Fiquei sabendo que WonWoo será o protagonista da sua próxima peça...

—Sim, isso é verdade. Eu acho a atuação dele incrível e ele tem um potencial que precisa apenas ser explorado, ele pode ser apenas um iniciante, mas já é quase uma quase estrela. — Expliquei, não entendendo o que aquilo tinha a ver.

—Não acho que ele esteja preparado. — O loiro adotou uma carranca irritada, enquanto revirarava os olhos. — Ele está começando agora, não vai conseguir levar uma peça toda nas costas... — Sorri de lado, entendendo o que estava acontecendo.

Está com ciúmes, SeungKwan? — Provoquei e seu rosto ganhou uma coloração avermelhada enquanto ele apenas se encolheu na cadeira.

—Por que eu teria ciúmes disso? Olha só o que está falando... — Ele estava começando a se alterar, prendi o riso. — A peça é sua é você escolhe quem quiser, só não acho que ele está capacitado mais do que eu que sou experiente, bonito, talentoso e ainda sou seu noivo...

Acabei rindo da situação. WonWoo veio até mim quando soube que a próxima peça trataria de um garoto descobrindo sua homossexualidade e implorou para ser o protagonista dessa vez, atuando ao lado de JeongHan como casal principal. Resolvi esconder esses fatos de SeungKwan e apenas o beijei.

O beijo era calmo e eu acabei bagunçando seus cabelos no processo. SeungKwan ficou parado por um tempo, fazendo birra, mas logo cedeu e entrou no ritmo lento que eu estava ditando, apenas aproveitando o calor de sua boca na minha, e o arrrepio que eu sentia quando nossas línguas se tocavam.

SeungKwan não era ciumento, nunca foi. Mas quando se tratava de algo que feria seu ego, ele virava um verdadeiro chato de galochas. Talvez pensasse que WonWoo estivesse dando em cima de mim ou tentando roubar seu lugar, pobrezinho, mal sabe que WonWoo gosta mesmo é de Kim Mingyu.

—Você não precisa se preocupar... — Ri depois de me separar dele, que manteve sua carranca emburrada. — Você sempre vai ser o meu protagonista, Boo SeungKwan.


Notas Finais


E então? Espero que tenham gostado, vejo vcs nos comentários ;)

Até amanhã com a One do Woozi :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...