1. Spirit Fanfics >
  2. Fallout Falls >
  3. Um lugar melhor

História Fallout Falls - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Olá caros leitores, fãs de Gravity Falls, estou muito feliz de poder entregar a história que foi a melhor que já fiz, se quiserem me ajudar, será de muito agrado que vocês compartilhem e seria muito bom se alguém se disponibilize pra me ajudar com as capas, não será por remuneração, é por satisfação, enfim vamos para a história.

Capítulo 9 - Um lugar melhor


Pov Liam.

No dia seguinte, Mabel e eu acordamos, nós tomamos café da manhã, enquanto isso, Dipper nos chamos em um rádio comunicador:

-Liam? Mabel? Estão acordados?

Eu fui até a mochilada Mabel, onde estava o rádio, então eu respondi:

-Sim pode falar.

(Dipper)-Venham pra cabana quando puderem, precisamos discutir sobre algumas coisas.

(Liam)-Tá bem, vou avisar Mabel e chegaremos logo.

Desliguei e fui até Mabel, que estava na cozinha comendo, então disse:

-O Dipper nos chamou.

(Mabel)-Eu ouvi, nós vamos assim que eu terminar.

Eu então segui para o quarto, vesti minha roupa e equipamento, do meus estoque de armas peguei um revólver .44 e uma escopeta de combate, algumas balas e uma faca como a minha, fui até a Mabel e coloquei as armas na mesa, dizendo:

-Você vai precisar disso, Mabel.

(Mabel)-Liam, eu não usar uma arma.

(Liam)-Bem, não sei como ensinar, aprendi meio na marra pra usar também, mas vou te dizer o que fazer.

Com o revólver descarregado, fui explicando e ajudando ela:

-Pulso firme, dedo fora do gatilho quando não for atirar, mira no peito, e recuo vai fazer a trajetória da bala ir à cabeça.

(Mabel)-Mas eu nunca matei ninguém Liam.

(Liam)-Antes de tudo acontecer, também nunca tinha matado, mas você acostuma, ou você caça, ou você é a caça.

(Mabel)-Liam, não quero usar uma arma.

(Liam)-Pode pelo menos usar uma arma branca? Como uma faca?

(Mabel)-Tá, eu posso usar uma faca.

Eu então peguei o revólver e a escopeta, deixando a faca na mesa, guardei as armas no estoque e logo Mabel e eu fomos a cabana,  na cabana, nos reunimos na sala de estar, Dipper estava ao lado de um quadro negro, com um mapa de Gravity Falls desenhado, todos nós ouvimos o que Dipper disse:

-Ok, nessa manhã cobrimos a floresta de Gravity Falls com câmeras infrevermelhas, pelos menos o sul está bem vigiado, 25 câmeras ao todo, em produção, não sei dizer, mas a produção agora é automática.

(Liam)-Bem, usaram meu projeto de impressora 3d nuclear?

(Wendy)-Que parada é essa?

(Liam)-Ela usa as cápsulas de energia pra produzir qualquer coisas, em qualquer formato, com qualquer material, somos feitos de núcleos, então essa energia pode fazer qualquer coisa.

(Dipper)-Nós precisamos que alguém vigie da caixa d'água, essa tarefa de será de Grenda e Candy, Pacífica e Wendy podem vigiar a parte leste e sul, agora vou dar a voz pro Liam, já que ele tem experiência, sabe quem poderá ou o que pode nos atacar.

Eu então fui à frente para explicar:

-Pelo básico, o que vocês podem encontrar de perigo por aí, necróticos ferozes, seres humanos que foram afetados pela radiação de maneira severa, sem sanidade mental, apenas uma besta, eles são fáceis de matar, pela carne apodrecida, mas se algum ver você, mate imediatamente, são ágeis e números maiores podem ser fatais, variações, existem 3, neuróticos que não perderam a sanidade, mas tem sua cara deformada, podem ser aliados, mas não confie muito e a outra são que chamo de iluminados, eles brilham em verde, são muito resistentes e fortes, ele conseguem ressuscitar os necrótico comuns e os gnomos neuróticos ferozes, são gnomos como os neuróticos normais, eles gritam alertando todas as ameaças que esteja por perto.

-Supermutantes, são seres humanos, criados para serem super soldados, perderam a sanidade e se tornaram hostis, máquinas de matar.

(Mabel)-Isso é bizarro.

(Liam)-Continuando. Invasores, são o tipo de gente a ser evitada, a maioria são covardes, mate sem pensar e não se envolva com eles, andam em numeros grandes. O que vocês devem tomar cuidado, existem facções lutando pelo domínio da comunidade, entre os mais comuns está a Irmandade do aço, um grupo, supremacista de humanos, são soldados, criados por uma forte doutrina, eles querem que volte como era, mas são fascistas, eu duvido que eles aceitem oposições, os cavalheiros e paladinos usam armaduras impenetráveis, porém existe um ponto fraco, o reator de fusão na parte das costas, isso mata e destrói a armadura.

- Instituto, é um grupo com origem e objetivos desconhecidos, são o bicho papão da comunidade, tudo que sei é que eles enviam os sintéticos para vasculhar a comunidade, os sintéticos são robôs que se infiltram na comunidade, sequestram pessoas e calam aqueles se opõe a suas idéias, eles tem uma frota de caçadores sintéticos, que não se sabe muito sobre eles, apenas que são perigosos.

-E por último, as criaturas que são enormes e vão nos incomodar bastante, primeiro temos os supermutantes colossais, uma variação de super mutantes normais que é destruidora, os normais são complicados, mas os colossais, nem se comparam, multi yao guai, uma mutação de multi ursos que cresceu e se tornou mais forte, eu já enfrentei um, mas tive vantagem bélica e por último os Death Claws, são como dragões, não voam, mas são rápidos, fortes e fatais, se encontrar um, reza.

Quando terminei de explicar, um silêncio pairou no ambiente, todos estavam confusos então Dipper perguntou:

-Liam, que porra aconteceu com o mundo?

(Liam)-Guerra, Dipper, apenas guerra, a guerra continua, sempre terá guerra, a guerra nunca muda.

Continua....


Notas Finais


Curtiram? Espero que sim, contei um pouco das criaturas que eu tive que matar jogando fallout 4, então as tornei parte da história, até misturei como disse que faria.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...