1. Spirit Fanfics >
  2. FAMA -Jenlisa >
  3. Califórnia.

História FAMA -Jenlisa - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 1 - Califórnia.


📍San Diego - Califórnia📍

-Eu realmente não me importo. Apenas faça seu serviço, eu te pago para isso não?

Disso Jennie enfurecida com seu agente ao lado.

-Você precisa se acalma senhorita. Disse o moço de blusa de mangas compridas enquanto se prendia ao sinto da poltrona aguardando a decolagem do avião particular da senhora encrenca.

Jennie Kim para todos, Senhorita para os "empregados" e baixinha para Lisa.

Jennie estava nos holofotes, fazia ensaios para grifes famosas e foi assim que conheceu Lisa. 

Uma bela e gentil moça.

-Não quero saber, preciso que me consiga um horário com Lucca. Ordenou a senhorita abrindo um livro de capa preta sem titulo ou qualquer informação sobre a leitura.

Tudo sobre Jennie era um verdadeiro mistério.

Talvez pelo fato de ter perdido a mãe aos 13 anos, o pai te-la abandonado após o suicidio da esposa e ter seguido sua vida com a sua amante.

Jennie não consegui enumera a quantidade de zeros apos alguns 9 que sua conta bancaria tinha e que crescia a cada dia.

A mãe de Jennie não suportou a vida que levava, de fachada,um relacionamento abusivo e totalmente manipulador que sofria ao lado do seu esposo.

Jennie seguia o mesmo caminho, tirando o fato de ter um macho escroto cuidando do seu dinheiro e da sua vida.

Bem, Jennie tinha Patrick que era quase isso, exceto pelo fato dele ser seu agente pessoal.

Patrick e Jennie se conheceram logo apos o enterro de sua mãe, a pobre criança mal teve seu luto e ja tinha mais e 2 bilhões em sua conta.

A nova socialite? Sim.

Patrick ajudou-a entrar em forma, cursos e mais cursos, etiquetas, idiomas, moda, culinária...

Patrick cuidava de Jennie com seu jeito controlador,mas que tinha um enorme respeito e carinho por ela.

-Esse encontro com Lucca não será bom para seu marketing. Não irei te levar a cova dos leões. Não insista.

Patrick novamente se move na poltrona e relaxa os ombros.

Jennie por sua vez,continua sua leitura.

Patrick sabia tudo sobre Jennie, ou melhor, tudo que ela deixava.

Ela se tornou uma pessoa muito egoísta, egocêntrica e cheia de mistérios.

Sua "bolha" na verdade era um enorme iglu que a deixava fria, sem emoções particulares mas que se rendia a Lisa, a cada encontro ocasionalmente fornecido pela patrocinadora delas.

Jennie fecha o livro, com as duas palmas.

-Eu não quero saber de marketing. Eu quero que consiga um horário para mim.

Ela encara Patrick que não demonstra medo ou se sente desconfortável com tamanha grosseria que Jennie proferia suas palavras.

-Aquele imbecil me tirou da ultima capa. Quem ele pensa que é?

-Apenas concorrente da sua patrocinadora. Disse Patrick passando os dedos pelos cabelos longos e grisalhos.

-Dane-se.

Jennie se enfurece e volta a sua leitura.


📍Sagramento - Califórnia📍

-Meu agente me arrumou um parceiro, e eu literalmente não estou no clima.Eu sei, não tenho la essa feminilidade toda. Ando pelos shopping de moletons,bucket, tênis. Falo gírias.

-Você é uma gracinha. Disse Rose.

Mas me taxar de "masculinidade forte" foi exagero pela imprensa.Se bem que, eu tenho algumas aventuras com Jennie.A primeira vez que nos vimos foi como fogo no deserto.

Lembro-me exatamente da cena.

"Sua mão desceu pelo meu corpo encontrando minha coxa, e eu apenas observava seu toque. Ela me sussurrava que diferente dos caras, eu a enfeitiçava de uma maneira misteriosa, sem pudor."

"O que eu fazia exatamente? Não sei, mas também me causa essa sensação" 

 Ela tem um sobrenome forte apesar de comum.Seu nome tem bastante peso, mas para mim era apenas baixinha, comparando-nos, ela parecia uma boneca.

Nosso "relacionamento" começou quando tivemos o Saara entre nos.O desejo foi invadindo o meu ser,ela me devorava com os olhos que as vezes meigos outra avassalador. Nesse dia tínhamos um ensaio juntas, fomos nos deixando mais a vontade e a intimidade surgiu rapidamente, finalizamos o dia  para em um hotel luxuoso.

"Por escolha dela"

-Você não se cansa dessa história ne Lisa?

Suspiro pela minha melhor amiga se desfazer do meu "relacionamento".

-Esse lance todo de ter que sair com um cara para fazer mídia, esta acabando comigo Rose, me ajuda porra!

-O que a baixinha acha?

-Ela disse, rum rum, "Manda seu agente ir se ferrar, nós nos bastamos" imito o seu tom de voz fino comparado ao meu.

-Bem, você não fez isso,pelo jeito.

-Eu só quero poder dizer a todos que tenho um "relacionamento" com a socialite.

-Não entendo essas "aspas" que você faz, sempre que fala "R.E.L.A.C.I.O.N.A.M.E.N.T.O"

-Não é nada convencional. Bem, é sexo casual,mas nós gostamos, apesar de não podermos sair por ai, jantar juntas e todo esse lance de colocar nossa imagem artística em risco, temos um carinho uma pela outra, e o Patrick. Esse nome saiu de maneira rude.

-Nós orientou a mantermos distancia.

Rose se jogou na cama caindo de costas

-Só tenho algo a te falar.

-Diz.

-Boa sorte com o "parceiro". Hahaha.

Diferente de Jennie, eu tive que batalhar para ter fama, estudei, me esforcei, fui destaque e hoje sou uma artista completa, tirando o fato de ter que esconder minha sexualidade, que para a mídia seria desrespeitoso com meus fãs.

Meu agente se chama Kim.

" Eu disse que Kim era bastante comum"

Ele sempre que coloca na linha e com relação a Jennie a detesta.Varias vezes me aconselhou a me afastar dela, que isso e aquilo, era iria me destruir, que meus esforços seriam em vão,que ela só pensava em si própria.

Bem, eu sabia que era mentira, ela me tratava super bem, me sentia confortável ao seu lado.

"Poderia ser fetiche? Poderia, mas eu gostava quando nos depravavamos durante os ensaios fotográficos."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...