1. Spirit Fanfics >
  2. Família e Escuridão >
  3. Capítulo 41

História Família e Escuridão - Capítulo 41


Escrita por:


Capítulo 41 - Capítulo 41


(Morte) - Realidade Nova - (Noite)

Eu estava meditando em um campo que eu usava como campo de meditação.

Jane - ei. - disse ao aparecer e andar até onde eu estava - quero falar contigo.

Eu abri os olhos e olhei para ela com um olhar um pouco pensativo, esperei ela falar.

Jane - temos um filho, o Zaki, ou seja, eu e você somos compatíveis.

- e daí? - perguntei com desinteresse em conversar com ela que me encarou irritada.

Jane - como assim "e daí" ? não quer me conhecer melhor pra entender isso?

A olhei de cima a baixo e não falei nada.

Jane - eu quero entender porque de todo o ser que existe, eu sou compatível com você.

- hum.

Jane - enfim. - se sentou - você pode até não se importar, mas eu me importo.

- tá.

Fechei os olhos e voltei a meditar, e com uma expressão pensativa, ela me encara.

(Cronos) - Realidade Nova - (Noite)

Eu estava deitado em uma rede, na casa que eu costumava ficar.

- você é como um diamante, tão linda de tão brilhante, tomara que um dia a gente volte a ficar, você é tão preciosa.. - cantarolei com a maior calmaria que eu podia ter no momento.

Slenderwoman - eae. - disse ao surgir do nada perto de mim.

- eae, tudo bem?

Slenderwoman - sim. - olhou em volta - o que achou do Slenderboy?

- ele é legal.

Slenderwoman - huum. - se sentou perto de mim, em uma cadeira que havia ali - eu não entendo com a gente possa ter gerado ele.

- complicado.

Slenderwoman - tipo, você é um titã e eu uma creepypasta.

- tô ligado. - falei pensativo.

Slenderwoman - enfim, depois de passar um tempo nessa rede, vai fazer o que?

- sei lá.

Slenderwoman - que tal se a gente visse um show do X3 ao vivo?

- han?

Slenderwoman - ele vai fazer um show e vai ser na Ilha C, na cidade de Orange.

- huuum, parece uma boa, acho que isso vai ser uma boa. - disse meio pensativo.

[...]

De repente, Orochi começou a matar um monte de seres que haviam na Ilha B, em uma cidade chamada Good Friend, pessoas que no momento em questão, morriam de formas um tanto quanto perturbadoras e bem dolorosas.

[...]

(Deus) - Realidade Nova - (Manhã)

Eu e Thomás estávamos conversando, o ataque a Good Friend chamou nossa atenção.

Thomás - eu vou lá. - saiu da casa - cada vida que ele tirou será cobrada com juros.

Deus - eu vou também. - saí da casa, um ar estranho circulava por Good Friend.

[...]

Deus e Thomás saíram da realidade que estavam e foram até a Ilha B da Terra.

Cada ser da Realidade Nova assistiam o massacre em Good Friend.

A maioria queria ajudar, mas eles seriam as próximas vítimas de Orochi.

[...]

(Deus) - Good Friend - (Manhã)

Eu e Thomás chegamos com o teleporte e de cara vimos Orochi destruindo tudo, muita gente morta no chão das calçadas e ruas, sua expressão era calma, eu notei que ele não deu a mínima pro fato de Thomás estar ali, a partir daí eu percebi que era uma armadilha, pois os seres do governo do mal tinham medo dele.

Orochi - então resolveu aparecer. - parou de atear fogo nas casas que haviam por perto que já estavam muito destruídas com aquilo.

- tem algo de errado.

Thomás - relaxa. - avançou em direção a Orochi e lhe deu um forte soco no rosto.

- droga.

Orochi foi arremessado com tudo contra uma casa, Thomás apontou uma mão para as casas que haviam ao redor da que Orochi veio a cair e usou um feitiço de prensa, que fez um tipo de prensa gigantesca com as casas, ele é preso nelas e antes que Thomás fizesse o seu próximo ataque, uma garota apareceu em sua frente, em suas mãos havia uma arma, e essa arma era uma arma de anti-matéria, ele quase congelou ao ver aquela garota, eu não sabia o que ou quem ela era, mas sabia que isso seria algo ruim pra ele, tanto que ele parou, isso era uma armadilha, com certeza, eu precisava dar um fim nessa garota, eu só pensei nisso, e um dos ataques que ele lancei contra ela, um tipo poderoso de bola de energia, foi destruída, ele havia feito isso com sua mente, ao passar por ele, eu notei que ele estava muito surpreso.

Thomás - Yami..

- temos que recuar, pensar em algo, mas temos que fazer isso agora.

Thomas - Yami.. o que você..? - com sua arma de anti-matéria, ela dispara contra ele.

Eu consegui rebater o tiro, Thomás tinha uma expressão confusa agora, ele não moveu um dedo pra parar a bala, ele não fez nada.

Deus - Thomás! - lhe dei uma tapa, a sua possível antiga amiga se aproximou.

Yami - Thomás.. venha pro nosso lado.

De repente, um garoto aparece abaixado em frente a ela e levanta com um soco que se estendeu até o céu, ela estava caindo, e todos os instintos dele fez com que Thomás fosse e pegasse a jovem no ar, Thomás e o jovem que era um dos filhos de Zoe, Peter Pan, antes das novas possíveis falas no momento, um ser do governo do mal aparece, Yoroi, e logo após os outros amigos dele surgem, vários deles, com Yoroi, eu contei 7, cada um com um poder um pouco diferente dos outros, era assustador.

Yoroi - vamos ver se você ainda possui o mesmo poder de antes.

De repente, Kiri e Kirin vem com tudo em nossa direção, desviamos de seus golpes, um deles tenta nos acertar com uma mini bola de energia, desviamos e nos afastamos deles.

Thomás - segura. - me entregou a jovem que estava inconsciente.

- cuidado. - disse ao tê-la nos braços.

Peter Pan - são muitos, vou dar apoio.

Thomás - certo.

Kiri e Kirin começam a desviar das bolas de energia que Thomás tenta lhes acertar.

Yoroi - isso é tudo? - falou desviando até que facilmente de todas elas.

Seus outros amigos desviaram também.

Thomás - isso foi só pra aquecer, a festa começa agora. - se preparou para atacar.


Notas Finais


Direitos do Autor:

Peter Pan - J. M. Barrie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...