1. Spirit Fanfics >
  2. Família (não) sacana >
  3. Capítulo 1: Adoção;

História Família (não) sacana - Capítulo 1


Escrita por: Puthive e uravitykay

Capítulo 1 - Capítulo 1: Adoção;


Filhos.


Foi algo que Ana nunca imaginou que iria ter ou até mesmo que iria querer ter.


Ela realmente nunca pensou na possibilidade de ter filhos, afinal, ela nem mesmo tinha um marido. Havia a opção da adoção claro, mas ela nunca nem cogitou fazer isso.


Sua vida era boa, sempre foi. Uma vida pacífica, tranquila e muito animada, porém solitária. Ela já tinha seus 22 anos e morava sozinha numa casa grande, sem ninguém, sem crianças correndo...


Talvez ela realmente amasse crianças, talvez ele sempre quis ter uma. Mas tinha um problema, algo que sempre lhe atrapalhou.


Ela era solteira, morava sozinha, nunca foi casada e nunca quis se casar. E realmente não seria fácil criar uma criança sozinha e sem pai, além de que ela não tinha ideia de como cuidar de uma criança, nem mesmo sabia cozinhar.


Então, ela ficou presa nisso por meses. Apenas sonhando em ser mãe, sonhando com uma criança, que com toda certeza alegraria sua vida.... Ela sonhou com isso por meses, por mais que soubesse que isso nunca aconteceria.


Ou era o que ela pensava. Pensava fielmente que isso nunca aconteceria, ela nunca teria um filho.


Mas agora, ela estava ali, em frente a um orfanato, esperando não só um filho, mas dois. 


Ela iria ter gêmeos, uma menina e um menino, que com certeza a fariam muito feliz. Dois filhos que já a deixavam ansiosa e muito animada, com um certo medo também, mas ela sabia que já estava preparada.


Ela iria mudar sua vida, com certeza, seria uma grande mudança, porém seria a mudança que ela sempre quis. E ela estava ali, em pé, perto de realizar seu sonho...


Faltavam poucos segundos, minutos, e logo ela iria ter duas crianças em seus braços, em sua vida..


– Senhorita Ana, as crianças chegaram.


Ao ouvir isso, ela automaticamente se virou, vendo uma moça muito sorridente de cabelos pretos com duas crianças muito tímidas ao lado. Ana não pode deixar de sorrir junto.


– Oh, finalmente, eu estava quase morrendo de tanta ansiedade!


As duas crianças – que já lhe conheciam muito bem – sorriram junto da mulher. Eram duas adoráveis crianças de apenas 3 anos, que finalmente eram de Ana... Seus filhos!



– Então, prontos para ir morar com a Senhorita Ana?


– Siim!


As duas crianças falaram juntas, muito animadas. Era isso que Ana tanto amava nelas, a animação. As duas pequenas crianças eram encantadoras e tinham um jeito único, e foi isso que fez Ana se apaixonar por elas.


Uma delas, a menina, que se chamava Vitória, era mais reservada e quietinha. Mas também era muito educada e gentil quando queria, um doce de criança.


O menino, qual o nome era Lukas, já era mais animado e tagarela. Amava fazer amizades e conversar sempre que lhe davam chance, mas também podia ser muito tímido.


E Ana amava isso, suas personalidades tão diferentes uma da outra. Personalidades que se completavam, de certa forma.


– Certo, certo, então dêem tchau pra Tia Rose e se obedeçam sua nova mamãe, está bem? Tenho certeza que ela vai cuidar muito bem de vocês.


– Ah, claro, irei cuidar muito bem deles. Muito obrigado por tudo, Rose.


– Por nada, minha amiga. Espero que você finalmente esteja feliz e, ah, não esqueça de me visitar! Ainda preciso ver eles crescendo...


– Claro que iremos visitar você, eu quem agradeço por cuidar e educar tão bem deles esse tempo todo...


E assim as duas sorriram e conversaram mais um pouco. Depois de tudo resolvido, Ana finalmente foi embora com suas duas crianças, que estavam muito felizes enquanto cantavam em seu carro.


E finalmente, sua vida estava completa. Sua vida realmente iria mudar agora, só que seria uma mudança boa....



Mas não ouse achar que é só isso, mal sabe a mulher que vai ter que enfrentar muitas coisas cuidando das duas crianças.



Afinal, Ana finalmente é mãe.















– Eu tenho sobrinhos?


Notas Finais


Está ruim? Está
Não gostou? Sinto muito, mas não é problema meu.


Pode estar ruim, mas é só o começo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...