1. Spirit Fanfics >
  2. Família (não) sacana >
  3. Capítulo 2: Titia;

História Família (não) sacana - Capítulo 2


Escrita por: Fritz_ e uravitykay

Capítulo 2 - Capítulo 2: Titia;


Sasa estava limpando algumas coisas na casa de sua irmã. A mesma havia pedido para que ela limpasse tudo, que ela tinha algo de novo para lhe mostrar e como a garota era bem curiosa, apenas concordou.

 

Ela odiava limpar a casa, tanto que a sua estava uma bagunça, entretanto a curiosidade falou mais alto. Sua irmã já estava agindo de forma estranha há semanas e agora, de repente, ela tinha algo para lhe mostrar.

 

Sasa não tinha nem ideia do que poderia ser, então só lhe restava esperar a irmã chegar.

 

– É melhor ela não estar fazendo nenhuma besteira....

 

– Eu nunca faria nenhuma besteira, Sasa! 

 

Assim que ouviu isso, ela rapidamente se virou dando de cara com uma Ana bem sorridente. A mesma segurava algumas bolsas, algumas sacolas do que era provavelmente comida e ela tinha um olhar bem animado.

 

– Até que enfim, sua preguiçosa! Eu jurava que você era mais organizada Ana, sua casa estava parecendo um lixão!

 

Sua irmã riu, enquanto deixava as sacolas em cima da mesa e cantarolava alguma música que Sasa não conseguia identificar.

 

– Por isso que eu pedi pra você limpar, bobinha. 

 

Sasa bufou, esperando que sua irmã lhe falasse logo o que tanto ela escondia, que ela de vez parasse de fazer tanto suspense. Mas sua irmã, nem mesmo disse uma palavra, apenas ficou mexendo nas sacolas com um sorriso irritante.

 

Ela encarou a irmã por uns cincos e longos minutos, até que sua irmã finalmente falasse algo.

 

– O que foi? Sei que sou bonita, maninha, mas não precisa ficar me olhando assim.

 

– Não se faz de sonsa, Ana! – Disse de forma irritada, fazendo sua irmã apenas rir. – Você está escondendo algo, eu sei disso e quero que me fale agora o que é!

 

Ana apenas lhe olhou sorridente, sem dizer nenhuma palavra. A situação só deixava Sasa cada vez mais irritada, ela estava odiando esse suspense, por que ela tinha que nascer tão curiosa assim?

 

Ana lhe encarou por mais uns minutos, até que finalmente voltará a mexer nas sacolas. Sasa estava pronta para surtar de raiva e curiosidade ali, porém sua irmã foi mais rápida.

 

– Sabe Sasa, eu jurava que você era mais inteligente. – Sua irmã disse, cantarolando. – Sabe, você sempre foi tão quietinha, jurava que você sempre estava de olho em tudo.

 

Sasa, que antes estava irritada, agora estava muito confusa. Ela não entendeu nada do que sua irmã disse, mas tinha quase certeza que ela estava lhe chamando de burra.

 

Será que ela deixou algo passar? Uma dica do que poderia ser.

 

– Eu não entendi, do que você está falando....

 

– Olhe o sofá, idiota.

 

– O que tem o sofá? Ele está....

 

Ela se virou em direção ao sofá que estava ocupado por duas crianças fofas e.... Espere, duas crianças?

 

Ela arregalou os olhos, assustada. Quando essas crianças chegaram? Como ela não percebeu? Quem era elas? Sua irmã era uma sequestradora e ela não sabia?

 

Ela estava tão mais confusa do que antes, enquanto as duas crianças estavam calmas e muito quietinhas no sofá. 

 

– Ana... São filhos de alguma amiga sua ou..?

 

– Da última vez que conferi eles eram meus filhos, mas quem sabe?

 

Como?

 

Sua irmã tinha.... Filhos? Não, isso não era possível, ela saberia se ela tivesse.... Certo?

 

Quem sabe? Sua irmã era estúpida e nunca lhe contava nada. Era bem provável que ela tivesse ficado bêbada e adotado umas crianças, afinal, era assim que ela era.

 

Mas sua irmã parecia muito calma e sóbria para estar bêbada. Então ela realmente adotou umas crianças? Ah, isso sim era uma novidade de verdade.

 

– Ana, você realmente...? Eu nem mesmo sabia que você queria ser mãe! Quando adotei a Anna, você pareceu tão... E agora...

 

– Tem muitas coisas sobre mim que você não sabe, querida irmã.

 

Sasa apenas encarou as crianças novamente. E sabe, olhando direito, elas eram umas gracinhas! Estavam tão comportadas no sofá, em completo silêncio...

 

- Quais são os nomes?

 

– Lukas e Vitória, eles têm a idade de Anna, acho que eles vão se dar bem como primos.

 

Primos.

 

Ah, sim... Ela também era tia agora, não é? Tia de não só uma, como duas crianças. 

 

Isso realmente era tão novo para ela. Ela nunca foi tia, claro, ela já tinha experiência como mãe, mas nunca se imaginou sendo tia. Era tão diferente, ter novas crianças por ali....

 

Mas era tão bom! Ela amava crianças, tanto que já tinha uma filha... Mas agora, ela tinha sobrinhos....

 

Ela estava tão perdida nos próprios pensamentos, que nem percebeu sua irmã lhe olhando com um sorriso no rosto. Ah, era bom, tão bom que Sasa estivesse tão animada com isso.

 

– Ok, certo, certo.... – Ela olhou para as duas crianças novamente. – Lukas e Vitória, não é?

 

– sim....

 

– Muito bem, eu sou Sasa, a tia de vocês.

 

- tia...?

 

– Uhum!

 

Sasa percebeu como as duas crianças ainda estavam desconfiadas dela e estavam muito tímidas também. Mas com o tempo ela sabia que conquistaria a confiança delas.

 

– Não precisam ter medo da Titia, ok? Titia é como a mamãe, só que... Uma versão muito melhorada.

 

– Para você ser melhor do que eu, eu realmente devo estar na merda.

 

– Ana! Não fale essas palavras na frente deles!

 

– Ah, cale a boca, merda não é uma palavra tão ruim, e sabe, titia Sasa é uma merda, não é?

 

– Idiota.

 

As duas crianças riram baixinho da "briga" das duas, o que fez o coração de Sasa ficar quentinho... Ela tinha certeza que se daria muito bem com essas duas crianças e amaria muito elas.

 

Afinal, ela podia sentir que já as amava. Não as conhecia direito, mas eram da família, e só isso já bastava para que ela pudesse criar fortes laços com os dois.

 

Ela sabia, tinha certeza, que ainda ouviria aquelas risadas outra vez e que elas iriam durar por muito tempo. Tinha certeza que iria sorrir no futuro quando as ouvisse. 

 

O futuro era improvável, mas disso, ela tinha certeza.

 

– Certo, Certo, agora vamos comer algo que eu sei que vocês estão morrendo de fome.

 

 

 


Notas Finais


Ruim de novo, mas perguntei?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...