História Família Prescott - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Klarices

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Família, Filhos, Loucura, Revelaçoes, Traição
Visualizações 5
Palavras 1.078
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiiiie meus amoreees :3

Este capítulo vai ser meio que uma introdução aos personagens principais da história, por isso, espero que gostem!

Boa leitura!
(A imagem a baixo é a Margaret Prescott)

Capítulo 1 - Primeiro dia de Escola


Fanfic / Fanfiction Família Prescott - Capítulo 1 - Primeiro dia de Escola

1- Primeiro dia de escola

Eram 8 horas da manhã. O tempo frio fazia com que o orvalho que caia pelo ambiente forma-se gelo, enfeitando todo o campo á volta da bela casa  de branco.

A casa situava-se em um bairro quase sempre sossegado, tirando quando a família Prescott estava em casa. Quando a casa estava habitada deixava de ser a bela e sossegada casa branca, com seu jardim maravilhoso, tornava-se em um verdadeiro inferno, para os vizinhos.

Como nesse dia. 

Era o primeiro dia de escola então, como sempre, as 3 filhas Prescott faziam de tudo para, não só irritar as mães, como para não ir para a escola. A casa estava uma extrema barulheira. Gritos e berros eram ouvidos, e um barulho que parecia coisas caindo no chão ou sendo lançadas. Isso já irritava a casa ao lado, a família Adams, que como sempre já não aguentavam a barulheira que interrompera o seu sono tranquilo. Suspirando, o senhor Adams agarrou no celular logo ligando para a polícia.

Enquanto isso, Margaret Prescott, a mãe gentil e amável, corria atrás da sua filha mais nova, a irritante Rachel, que fugia pelos grandes corredores da casa, pois não queria ir para a escola. Margaret parou, colocando as mãos nos joelhos e tentando controlar sua respiração. Seus cabelos loiros completamente despenteados e seus olhos azuis escuros transmitindo o seu cansaço. A garota de cabelos castanhos parou e olhou para sua mãe, começando a rir histéricamente da expressão que sua mãe fazia tentando se acalmar.

Maragret suspirou, se ajeitando e começando a correr novamente atrás da garota que logo, também, começou a correr, seus olhos fechados e rindo, quase aos berros.

No andar de cima, Claire Prescott, a mãe mais "macha" e "drogada" quase arrombava a porta de sua filha mais velha, a rebelde Mary, pois a mesma tivera trancado a porta de seu quarto porque não queria sair da sua cama quente e confortável para ir para o "inferno" de escola. A mesma resmungava alto pois havia muito barulho, o que não a deixava dormir. Para piorar a situação de Claire, tinha que também agarrar a sua outra filha, a suicída Cheryl, que tentava correr até as escadas para se mandar novamente das mesmas.

-Para de correr Rachel, tens que ir para a escola, quer queiras, quer não! -gritava Margaret quase sem paciência, enquanto corria atrás de Rachel que continuava rindo de sua mãe.

-Abre a porta sua caralha! -gritava Claire, enquanto quase espancava a porta, sua face vermelha devido a raiva e seus olhos castanhos quase deitando fogo.

-Eu só quero ser livre! -gritava Cheryl, tentanto se libertar da sua mãe, que a agarrava com um pouco de força.

-Parem de gritar! Quero dormir, foda-se! -gritava Mary, sua voz transmitindo a sua impaciência e raiva.

---

Passado 20 minutos, Claire e Margaret finalmente tinham conseguido reunir suas filhas á mesa para comer o pequeno-almoço. Mas, mesmo assim, sua paciência tava sendo testada até o limite.

Rachel irritava sua irmã Cheryl que ignorava a mesma, o que fazia a mais nova ficar irritada e começar a gritar tentando receber alguma reação da outra. Enquanto isso, Mary comia silenciosamente, de vez em quando laçando um olhar de raiva para sua irmã mais nova.

Margaret comia tranquilamente, completamente habituada aquele tipo de cena á mesa, enquanto Claire quase nem comia olhando suas filhas e observando Mary finalmente explodindo de raiva e correndo trás de Rachel que tentava fugir da mesma enquanto pedia ajuda a Cheryl que ria da situação.

Após terem terminado de comer, as três despediram-se de suas mães, indo em direção da casa da sua prima Catherine.

Ao terem desparecido do campo de visão das duas, Claire e Margaret suspiraram de alivio sorrindo uma para a outra, mas logo o sorriso se desfez ao ouvirem a sirene de um carro da polícia que se aproximava da casa. As mesmas tiveram que justificar o porquê dos policiais terem sido chamados devido ao barulho que vinha da casa.

Enquanto Claire se arrependia mentalmente de as ter adotado, Margaret se questionava do porquê a mesmas serem tão parecidas com Claire.

---

As três caminhavam em direção da casa de sua prima. Mary e Cheryl estavam silenciosas, trocando uma palavra ou duas pelo caminho, enquanto Rachel cantava e dançava pelo caminho, uma vez ou outra tentava irritar suas irmãs que a ignoravam. Ao chegarem a pequena e humilde casa de sua prima, viram a mesma  á frente de sua casa as esperando.

Catherine ao ver suas primas se aproximarem abriu um pequeno sorriso tímido e acenou para as mesmas. Cheryl sorriu e acenou rapidamente para a outra, Mary sorriu de leve e Rachel abriu um enorme sorriso começando a correr em direção da prima.

-Oi, meninas. -Catherine comprimentou as três, sua voz quase um sussurro e demonstrando um certo nervosismo devido á sua timidez.

Catherine era uma garota muito tímida, devido a isso, não tinha muitos amigos na escola, por isso, seu pai decidiu falar com sua irmã Claire, para a mesma pedir a suas filhas que fizessem amizade com Catherine. Mas isso pareceu piorar ainda mais a situação de Catherine, pois, apesar de ter feito mais amizades, as três garotas faziam Catherine entrar em apuros quase todos os dias.

- Oi Cathy! -Cheryl -disse animada, abraçando sua prima de lado- Como estás?

- B-bem... -seus nervos aumentavam cada vez mais, seu medo do que suas primas iriam tramar na escola.

- Vamos para a escola, meninas! -Rachel gritou, sua euforia e energia parecendo aumentar cada vez mais a cada segundo.

As quatro começaram a caminhar em direção da escola, como sempre, durante o caminho, Mary, Cheryl e Catherine estavam em silêncio, apenas trocando algumas palavras e Rachel cantava animada, talvez até acordando algumas pessoas de tão alto que griatava as letras de uma música aleatória.

Ao chegarem na escola, as três irmãs se despediram e cada uma foi ter com o seu grupo. Mary se aproximou de seu namorado, Mark e de seus amigos. Rachel começou a correr até o seu grupo de amigas que começaram a gritar de alegria ao verem Rachel, a comprimentando. E Cheryl, acompanhada de Catherine seguiram em direção do seu grupo de amigos, que ao vê-las sorriram e acenaram, recebendo um aceno animado de Cheryl e um aceno tímido de Catherine.

Com seus grupos, as três esperaram pelas suas aulas para começarem o seu primeiro dia de volta ás aulas, ou o que para elas é, o inferno.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...