História Família Snape-Segunda temporada - Capítulo 201


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, Saga Crepúsculo
Personagens Personagens Originais, Scorpius Malfoy, Severo Snape
Visualizações 24
Palavras 742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 201 - Pai to grávida!.


POV Nicolas

Meu coração simplesmente falhou, eu estava encarando Nathalie com vontade de voar no pescoço dela.

Eu suspirei e disse fingindo estar calmo.

- É filho seu com quem?.

Ela suspirou e disse.

- Billy Zabine!.

- Eu não caio nessa, que foi?, cadê a câmera?... estão fazendo uma pegadinha comigo!.

- Não pai, o senhor vai ser vovô!.

- Olha aqui Nathalie, eu só não dou uns tapas nessa tua cara por Que eu estou com muito bom humor hoje!

- Pai, o senhor vai bater em grávida?.

- Vontade não me falta... e você Jackson, esta esperando filho também?, é oque me falta agora, dois netos de uma so vez!.

Ele me encarou sério e eu perguntei.

- Está?.

Ele assentiu.

Eu levantei bruscamente e ele disse.

- Pai, eu juro que eu me protegi... mas a camisinha rasgou!.

A minha vontade de afundar a cara dos dois só aumentava cada vez mais, eu suspirei e disse.

- Eu fiz de tudo para vocês serem diferentes de mim, ter filho cedo não estavam nos meus planos... eu amo vocês mas eu poderia ter tido vocês um pouco mais tarde.

- O senhor se arrepende da gente ter nascido, é isso papai?.

Perguntou Nathalie.

Eu me sentei na poltrona tentando me acalmar e disse.

- Óbvio que não minha filha, não me arrependo, mas eu me arrependo de ter tido você aos 16, mas de ser pai de vocês dois nunca... eu só queria as coisas fossem diferentes, agora me digam... como vão criar essas crianças?.

- UE!, exemplo de bom pai não falta... O senhor é um ótimo pai!.

Disse Jackson querendo me bajular.

Eu suspirei e disse.

- Vocês estão brincando comigo não estão?... só pode ser sacanagem de vocês comigo!.

Coloquei minhas mãos sobre os meus olhos sentindo uma forte dor de cabeça... realmente eu estou ficando velho.

Senti meus dois filhos sentando cada um em uma perna minha.

Tirei as mãos dos olhos e as envolvi nas cinturas de ambos.

Eles riram e Nathalie disse.

- É brincadeira pai, ninguém aqui vai ser pai ou mãe!.

Eu suspirei aliviado, eles me encheram de beijos no rosto e me deram um abraço coletivo.

Do nada Jackson que sorria suspirou triste, eu acariciei seu rosto e perguntei.

- Oque foi que ficou tristinho do nada?.

Ele perguntou.

- Pra onde Dumbledore fugiu heim pai... não mente para mim, por favor!.

Eu lancei um abaffiato e disse quase sussurrando.

- Tempos difíceis estão chegando... preciso que vocês confiem sempre em todos os membros da Ordem, Jackson... isso envolve meu pai e minha irmã Anna, eles são espiões duplos... fornecem informações para ambos os lados... Dumbledore está na cede da Ordem mas volta em uma semana, foi só o tempo de ele avisar aos outros da Ordem as condições que o Ministério está nos expondo, eu não devia contar isso a vocês pois são muito jovens para compreender por isso preciso que juram segredo absoluto!.

Meus dois filhos assentiram, senti que Nathalie queria perguntar algo mas estava receosa.

Eu acariciei seu rosto e disse.

- Pode me perguntar oque você quer saber, eu sei que quer perguntar algo!.

Nathalie olhou para Jackson e depois ficou o olhar em mim novamente, eu segurei sua mão dando apoio.

Ela mordeu o lábio inferior e disse.

- Como vamos nos defender caso algo aconteça?... a Sapa velha cor de Rosa não ensina defesa para gente, ela acha que com livros vamos saber nos defender!.

Eu acariciei seu cabelo, e disse tentando me manter na postura de pai.

- Não fale assim... ela é sua professora!.

Ela revirou os olhos e fez mensão de levantar mas eu a segurei e perguntei.

- Oque você está tramando dona Nathalie?.

- Nada... ainda!.

- Já vi que vou ter dor de cabeça!.

Jackson levantou do meu colo e se encostou na parede e me perguntou enquanto olhava para as mãos cobertas por uma luva de frio.

- A Céu... qual lado ela está pai?, do nosso ou da M.A.C.U.S.A?.

- Céu não faz mais parte da nossa família, por escolha dela... se um dia ela se arrepender e quiser voltar, eu aceitarei se braços abertos... ela é como um antigo amigo da Pietra, o nome dele era Percy Weasley, ele preferiu acreditar no Ministério do que na própria família, ele fez os Weasley sofrerem muito,assim como eu estou sofrendo!.

- Pai, o senhor ainda a ama?.

Eu fiz sinal para ele se aproximar.

Ele se aproximou e eu o puxei para meu colo, eu não estava com um bom pressentimento sobre a resposta que eu daria e a interpretação que ele faria sobre a mesma, então eu apenas abracei meus dois filhos como se fosse a última vez que aquilo aconteceria.

...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...