História Família Snape-Segunda temporada - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, Saga Crepúsculo
Personagens Personagens Originais, Scorpius Malfoy, Severo Snape
Visualizações 72
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5


Rebeca havia acordado e Dumbledore tinha ido embora.

Severo, Diana, Rebeca e Nicolas almoçava tranquilamente quando a campainha tocou.

A elfa Tinkey abriu a porta e Listra entrou junto a Anna.

Pietra não tinha mais os longos cabelos negros lisos, agora tinha os cabelos na altura do ombro e tingido de loiro.

Severo estava de Costa então nem viu a filha mais velha chegar, apenas sentiu  o cheiro de jasmim evadir suas narinas, um cheiro que Severo conhecia bem que se misturou com o cheiro de Baunilha adocicada de Anna, sem se virar disse apenas.

- Anna e Piê!.

Nicolas se levantou e Pietra foi correndo na direção do irmão que era bem alto e pulou no colo do homem, Nicolas a girou no ar e Listra disse.

- Senti sua falta Niquito!.

- Oh não Piê, esse apelido é terrível!.

A menina riu e disse.

- Você tá a cara do papai, versão nariz de Vivian e cabelo maior!.

- Pois é, eu ainda aparei as pontas!.

- Jura?.

- Sim, é você heim?, esse cabelo loiro e curto realizou seu sonho!.

- É...Eu sempre quis fazer isso mas o papai não deixava na época da adolescência!.

- Acho melhor você falar com ele antes que ele dê um ataque de ciúmes!.

- Verdade!.

Pietra se aproximou do pai e deu vários beijos no velho que não parecia velho por ser metade vampiro e por isso não envelhecia.

Severo deu um beijo na testa das filhas e voltou a comer.

Poetar e Anna se juntaram a todos na mesa para almoçar,  Rebeca perguntou.

- Tia Piê, tia Anna onde estão os tios Harry e Klaus?.

Anna respondeu.

- Lá na minha casa nova, depois se seu pai deixar a titia pode te levar lá!.

A menina olhou para o pai e pedindo aprovação e Nicolas assentiu.

Pietra que não sabia de nada perguntou.

- Nicolas, cadê a Sophie?.

- Talvez devemos conversar sobre isso em outro momento Piê!.

- Está bem!.

Rebeca do nada disse.

- Papai quero fazer xixi!.

Nicolas levantou da mesa e disse de costas.

- Suba nas costas do papai macaco aranha!.

A menina sorriu e subiu, é Nicolas contou até três e foi em velocidade inumana até o banheiro.

Ficou esperando na porta a menina terminar porque Rebeca tinha expulsado o pai do banheiro.

Severo foi até o filho e perguntou.

- Ela sabe fazer sozinha?.

- Ela tem a mente mais desenvolvida do que uma pessoa normal, ela é metade vampira e metade bruxa pai...Rebeca chama o papai quando acabar!.

 - taboooooom papaiiii!.

Severo deu um de seus raros sorrisos e disse.

- Tem uma pessoa esperando por você na sala, mantenha a calma e não grite!.

Nicolas estranhou mas foi até a sala, quando chegou viu Carly e Jacob, de primeira teve vontade de amaldiçoar Carly mas quando colocou a mão no bolso para pegar a varinha Anna foi mais rápida!.

- Accio varinha!.

Nicolas revirou os olhos e cruzou os braços e perguntou.

- Oque quer Carly?.

A mulher olhou para Jacob que arqueou uma sobrancelha para irmã e Carly começou a dizer.

- É a Natalie!.

- Quem é Natalie?.

- É a minha filha!.

- Oque tem a garota?.

- Ela nasceu com poderes, ela é uma espécie de nascida trouxa sabe?, ela é loba e nasceu com poderes!.

- É oque eu tenho a ver com isso?.

- Esse ano ela faz 11 esse ano, eu queria pedir para você cuidar dela em Hogwarts, ela é muito rebelde e com certeza vai acabar arrumando encrenca!.

- Não posso fazer nada quanto a isso desculpe!.

- Nicolas, por favor!.

- Porque eu?, papai da aula em Hogwarts, Anna é Medibruxa em Hogwarts é porque eu tenho que protege-la?.

- Intuição de mãe, por favor favor, eu confio em você, por favor, ela é oque eu tenho de mais precioso na vida!.

Nicolas tinha raiva da mulher mas também não era um monstro desalmado que iria negar proteção a garota, ele era pai e sabia como era ficar com o coração apertado e angustiado de não saber como o filho se sentia, ou se estava se alimentando bem, se estava dormindo no horário certo, ou se estava se comportando bem.

Com esse pensamento o homem suspirou e disse.

- Posso até parecer um monstro drama do as vezes, mas...Eu sou pai e sei como é a angústia de ter um filho longe e não saber como ele está, por minha amizade com Jacob e por meu pensamento de pai eu vou tomar conta da garota!.

- Oh muito, muito obrigada!.

- Mas...aviso logo que se ela passar dos limites vou dar umas palmadas!.

- Está bem, até eu dou as vezes, mas não machuque ela!.

- Claro que não, eu não seria capaz de machuca-la!.

- Ata!.

- Não muito!.

- Nicolas Snape!.

- Eu já não falei que vou protegê-la Merda!.

- Obrigada, adeus!.

- Adeus!.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...