1. Spirit Fanfics >
  2. Família Specter >
  3. CAPÍTULO 12

História Família Specter - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - CAPÍTULO 12


HARVEY ON

Acordo mais cedo que o normal, tinha ligado para Scottie ontem de noite, marcamos de nós encontrar hoje cedo para "tomar" um café, como se eu fosse conseguir ingerir alguma coisa. Estava extremamente nervoso com tudo isso, não sei lidar com essa pressão que a presença dela causa.

Depois de tomar um banho e me arrumar desço e lembro que tenho que levar o Greg para o colégio, realmente não acredito que vou fazer isso, mas deixo a chave de um dos meus carros em cima do balcão e falo para Mari avisá-lo quando ele acordar.

Saio de casa e dirijo até o local que marcamos, é um lugar pequeno mais muito elegante e sofisticado, porém o mais importante é que era longe, longe de casa, da firma e do colégio. Entro no local e vejo Scottie sentada mexendo no celular, ela continua linda como sempre, parece distraída até que seus olhos encontram o meu.

- Harvey! Quanto tempo não é mesmo? - Ela diz tentando parecer amigável, coisa que ela está longe de ser.

- Me diga Logo o que está fazendo em Nova York Scottie, O que você quer? - Digo me sentando com cara de poucos amigos.

- Relaxe Specter! Vamos conversar primeiro... - Ela diz irritada - ... Como ele está? Eu o vi saindo da escola esses dias...

Não deixo ela terminar a frase e digo: - Você não chegou perto dele!? Chegou Scottie? - Digo alterando um pouco minha voz.

- Não Harvey, eu não sou idiota! Eu sei que ele não falaria comigo ou se falasse nem se lembraria - Me responde indignada com a acusação que acabo de falar.

- Eu juro Scottie, eu juro que se... - Ela não deixa eu terminar minha ameaça e começa a falar:

- Você o que Harvey? O que você vai fazer ein? Eu te digo o que vai fazer NADA e você sabe disso!!! - Ela esbraveja as palavras em cima de mim e ela tem razão, nunca faria nada com ela, não consigo.

- Então o que quer? Por que voltou? Cansou da sua vida chata em Chicago? - Pergunto nervoso com toda a situação.

- Quero ele! Sinto falta dele Harvey e você sabe melhor que ninguém que eu não podia voltar! - Ela fala enquanto passa as mãos no cabelo.

- Foi você que escolheu desaparecer Scottie! Eu nunca proibiria ele de ir ver você! Mas você escolhe meu se afastar e sabe disso...

- Harvey eu não podia... Ele é meu filho Harvey, eu o amo - É muito sínica mesmo.

- AMA? Quem ama não larga o filho e vai morar em outro estado e nunca mais volta! Você nem ligou Scottie, não se deu ao trabalho nem de dizer se estava viva! - Acuso sem dó.

- Harvey eu sei o que eu fiz TÁ BOM! Eu quero concertar as coisas com ele, até mesmo com a Caroline... - Agora ela passou dos limites e minha paciência acaba.

- CONCERTAR AS COISAS??? ELE NUNCA VAI CHEGAR PERTO DE VOCÊ! - Digo socando a mesa com força - ... E você não se atreva a chegar perto da minha filha de novo Scottie!!

Ela me encara assustada com a maneira como eu reagi, sinto meu sangue ferver de tanta raiva que eu estou sentindo nesse momento. Scottie não é mãe da Caroline, é mãe somente do Gregory, ela foi embora de casa quando ele tinha 9 anos, foi morar em Chicago pra trabalhar numa firma nova, na época nosso casamento já tinha acabado, mas ela manteria contato e visitas frequentes por causa dele. Porém, depois de um tempo, ela simplesmente parou, nunca mais apareceu...

- Harvey por favorrr... Eu quero me aproximar dele, eu entendo que tenha raiva e não me queria por perto - Ela faz um pausa na frase e observo ela tentar se concentrar na frase - ... Ele é meu filho Harvey, já perdi muito tempo da vida dele, não quero perder mais.

- Pensasse nisso antes de ir embora e nunca mais aparecer! - Digo levantando da mesa pronto para ir embora, quando ela puxa meu braço fazendo com que eu a olhasse de novo.

- Você não pode me impedir de ver ele Harvey! - Ela diz se achando a dona da razão.

- Pois vamos ver então!

Saio do local com muita raiva e olho pelo vidro do restaurante e ela me observa com um olhar meio triste. Acho incrível com ela realmente achou que eu ia simplesmente deixar ela voltar como se nada tivesse acontecido, a última coisa de que eu preciso agora é do meu filho confuso e da minha filha surtando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...